Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de abril 2008

Mistério

30 de abril de 2008 33

Bruno Teles: afinal, o que houve?/Mauro Vieira, Banco de Dados - 19/02/2008
Quando se lesionou, Bruno Teles estava afirmado como titular da lateral-esquerda e ninguém, no Olímpico, duvidava que assim ele se manteria por muito tempo.

O garoto foi para o departamento médico, permaneceu inativo por longa temporada, foi liberado, voltou a treinar e, quando o Grêmio foi desclassificado pelo Juventude, Celso Roth preferiu escalar Paulo Sérgio na lateral-esquerda em detrimento de Bruno Teles. Na oportunidade, o treinador fez rápida referência ao assunto, justificando-se por Bruno Teles não estar, ainda, em boa forma física.

Pelo jeito, está assim até hoje. É estranho que casos como este simplesmente caiam no esquecimento e nada se informe. Ora, esta pergunta precisa ser respondida:

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM BRUNO TELES?

Ele está treinando? Seu aproveitamento é baixo? Algum problema de comportamento? Em uma época de pouco dinheiro e raras ofertas no mercado para a lateral-esquerda, é inadmissível que um jovem que pareceu tão promissor acabe no esquecimento, sem qualquer explicação

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Apenas sócios

30 de abril de 2008 53

Jefferson Botega, Banco de Dados - 23/02/2008
O Internacional já ultrapassou a marca de 65 mil sócios. O clube quer chegar ao seu centenário, no ano que vem, com 100 mil associados, mas projeta atingir esta meta até dezembro. Será um feito espantoso, a inauguração de um novo tempo.

Este é o tipo de negócio bom para todos. Bom para o clube, que garante assim uma nova receita ordinária, e ótimo para o torcedor, que garante o seu acesso aos jogos pagando muito menos do que pagaria se fosse adquirir a sua entrada na bilheteria.

Este novo quadro, entretanto, contraria o interesse do torcedor comum, aquele que não tem dinheiro para se associar. Brevemente, o Beira-Rio só conseguirá recepcionar sócios. Pelo menos até que sejam concluídas as obras de remodelação do estádio.

O projeto prevê a substituição do fosso nque circunda o gramado e parte da pista atlética por arquibancadas. Alguns milhares de lugares serão acrescentados. Mas, até lá, será cada vez menor o número de ingressos disponibilizado para o torcedor que não é associado. Mas e quando chegarem os maus resultados, fato comum e inevitável em todos os grandes clubes? Pergunta aberta para os torcenauta:

OS COLORADOS CONTINUARÃO SE ASSOCIANDO OU SE MANTERÃO SÓCIOS DO INTER, INDEPENDENTEMENTE DOS RESULTADOS?

Circula a informação de que centenas, talvez milhares de gremistas tenham deixado de pagar as suas mensalidades em decorrência das eliminações do clube na Copa do Brasil e no Gauchão. É difícil imaginar que o comportamento dos colorados, nestas circunstâncias, seria diferente.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Volta Jardel

30 de abril de 2008 108

Jefferson Botega, Banco de Dados - 07/04/2008
Paulo Odone, presidente do Grêmio, poderia fazer um agrado ao numero grupo de gremistas que defende o retorno de Jardel e, simplesmente, acolher este desejo e trazer o centroavante para o Olímpico.

Preferiu seguir o moderado caminho que leva, exclusivamente, aos interesses do clube. Não é momento certo para o retorno de Jardel. Provavelmente, este momento jamais chegará. Se a parte da torcida que promete manifestações para pressionar Odone, está movida por um sentimento humanitário, é mais fácil compreender e, até, aplaudir a iniciativa.

Mas, se o objetivo é ter mais um atacante no Olímpico, talvez esteja faltando memória. Soares e Perea vinham se afirmando com uma excelente dupla de ataque, até Soares se lesionar. Foi substituído por Reynaldo que, igualmente, estava vivendo produtiva parceria com Perea. Até, igualmente, se machucar.

Três atacantes talvez seja pouco, mas será que uma quarta vaga não deveria ser preenchida com um jogador formado no Olímpico?

JARDEL, 34 ANOS, OU UM ATACANTE PRATA DA CASA: QUAL SERIA A MELHOR SOLUÇÃO, PARA O GRÊMIO?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

O favorito

30 de abril de 2008 56

Erros de Abel e Fernandão foram comprometedores/Carlinhos Rodrigues, Banco de Dados - 24/04/2007
Em todas as enquetes que este blog propõe, centenas de torcenautas respondem cada pergunta formulada. Neste momento, porém, a singela questão que está no ar – quem será campeão – não está mobilizando colorados, juventistas e nem gremistas.

As respostas são minguadas e muitas delas sequer correspondem à pergunta. Nestas, os torcenautas preferem fazer provocações entre si. Leitura do quadro: as torcidas querem acreditar nos seus times, mas têm escassas convicções. É a fé que duvida.

Uma consideração comum a alguns colorados é dirigida a este blogueiro: %22O que você escreverá, segunda-feira, com Abel e Fernandão campeões gaúchos%22?

Ora, se tiverem bons desempenhos, o treinador no seu reservado e o jogador em campo, serão elogiados. Como sempre fiz. Ainda existe uma minoria de torcedores que não conseguem entender que comentarista analisa jogo a jogo.

Alguns não admitem, simplesmente, que os seus ídolos sejam criticados. Exemplo recente: a substituição de Nilmar, no Alfredo Jaconi, foi um erro grosseiro de Abel. Não deveria ser criticado? A atuação de Fernandão foi comprometedora. Deveria ser poupado de reprovação?

No jogo anterior, contra o Paraná, Abel Braga escalou com correção e fez substituições adequadas e nas horas certas. Foi elogiado. Há quem veja, nestes casos, apenas consideração pelo resultado quando, na verdade, o Inter tem um time e um grupo de jogadores tão qualificados que, até este momento, só foi derrotado por efeito de erros cometidos.

Não estou dizendo que o Inter tem uma equipe imbatível, longe disso. Mas, haverá alguém capaz de afirmar que, nesta temporada, até hoje, o Inter tenha enfrentado algum adversário que fosse mais forte? Excluindo, claro, Sttutgard e Inter de Milão? Então, por que foi derrotado, várias vezes? O Paraná é melhor do que o Inter?

E o Juventude, por maior respeito que se tenha pelo time caxiense, fez uma equipe nova que, sequer, está concluída. Mesmo assim, já bateu o Inter três vezes, neste Gauchão. Por que é melhor?

Então, caros torcenautas colorados e inconformados, tentem perceber que este blogueiro, quando critica, aponta o que considerou erro e se expõe sugerindo melhores decisões.

Danny Morais, que Abel rejeitou em dois jogos, teve a sua escalação defendida neste blog. Quem estava errado: quem lembrou o seu nome ou quem não o aproveitou? Ufa! Mas, vamos a segunda parcial da nossa enquete:

INTER CAMPEÃO ………….. 78 votos

JUVENTUDE CAMPEÃO….. 34 votos

A pergunta estará valendo até a noite de amanhã. Na sexta-feira publicaremos o resultado final. Mas, como está havendo uma avalanche de vacilações, vamos acrescentar uma terceira pergunta:

O INTER SERÁ CAMPEÃO? O JUVENTUDE FICARÁ COM O TÍTULO? A DECISÃO SERÁ EQUILIBRADA, NÃO TEM FAVORITO?

Estamos esperando o seu voto.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Duro na queda

30 de abril de 2008 55

Guiñazu é o cara!/Valdir Friolin, Banco de Dados - 07/02/2008
Quem conhece jogador de futebol ou de qualquer outro esporte que goste de sentir dor? Aprecia levar pancadas? Raramente reclama da entrada violenta de um adversário?

Se nunca esteve diante de num caso destes, agora está: Guiñazu, argentino, é o cara.

Quando os médicos do Inter anunciaram que a sua recuperação se daria em 10 dias, este blogueiro atreveu-se a prever que o Guina estaria em campo na decisão do Gauchão. Não por ser adivinho, mas por conhecer estas peculiaridades do jogador.

Guiñazu descende de índios, na pampa gaúcha seria considerado %22pelo duro%22, não se entrega para qualquer dorzinha. Ou, para uma dor maior. É um caso raro.

A sua escalação ainda não está garantida, mas só louco ousaria duvidar. Se nada acontecer e ele estiver em campo, vai correr como se nada tivesse acontecido.

Talvez canse um pouquinho, mas superará o desconforto com a gana própria dos jogadores argentinos. Guiñazu é duro na queda. Bom para Abel e o Inter.

A propósito: ALGUM TORCENAUTA LEMBRA DE JOGADOR COM O PERFIL DE GUIÑAZU?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Documentos falsos

29 de abril de 2008 33

O travesti Albertino: bafafá com Ronaldo/Marcelo Régua, Agência O Dia
Não cabe fazer uma tragédia do episódio envolvendo Ronaldo Nazario e o travesti Albertino.

Caso semelhante aconteceu com um conhecido jornalista da praça, já faz muito tempo. Ele estava em uma danceteria em Pelotas, escurinha como convém, quando lhe foi apresentada uma loira esplendorosa. Volumosos airbags frontais, faiscantes olhos azuis e curvas de tontear um padre. O nosso coleguinha não vacilou. Convidou a inesperada parceria para sentar à mesa e deitou aquela conversa de %22gardelão argentino%22.

Uma hora depois já amassava aquele cobiçado produto, descaradamente, já que a mesa era de fundo e oferecia boa cobertura para investidas mais ousadas. Entre escorregadios beijos e manuseios atrevidos, ele notou que alguma coisa parecia fora do lugar. Aprofundou a investigação e confirmou a suspeita inicial: Valdirene era Valdemar.

Foi o que deve ter acontecido com Ronaldo Nazario. Chegando ao motel e dando-se conta de que o seu apetite estava fora de controle, o nosso artilheiro pediu à parceira que convidasse outras amigas, pois naquela noite pretendia aplicar uma goleada. Enquanto isso, foi experimentando a mercadoria.

O restante da historia pode ser adivinhado. Revoltado com a descoberta de que os documentos eram falsos, deve ter se negado a pagar o combinado, por conta da fraude. Discute aqui, ameaça ali, foram parar na delegacia. Ronaldo estava comprando gato por lebre. Literalmente.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Uma boa solução

29 de abril de 2008 21

Eduardo Costa: é bom pensarem em um substituto para ele/Daniel Marenco
Eduardo Costa seria dispensado imediatamente, embora o seu contrato com o Grêmio tenha validade até o mês de julho. A decisão não fazia muito sentido, já que até lá o Grêmio disputará 15 das 19 partidas que compõem o primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Felizmente — para Celso Roth, time e torcida —, a decisão foi revogada, e o volante jogará até o último dia do seu contrato. Enquanto isso, os seus empresários tentarão prorrogar o seu empréstimo até dezembro.

A boa notícia, contudo, só se completará se Celso Roth aproveitar este período para ir preparando um eventual substituto de Eduardo Costa.

Para entrosar este possível substituto, o treinador poderia revesá-lo com Eduardo Costa nos treinamentos, além de fazê-lo entrar no segundo tempo de jogos que o Grêmio conseguir definir a vitória mais cedo. Seria catastrófico chegar o mês de julho, Eduardo Costa ir embora e não haver um substituto preparado para ocupar o seu lugar.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Quem será campeão?

29 de abril de 2008 50

A primeira apuração mostra que é tíbio o favoritismo do Inter, segundo os torcenautas que freqüentam este blog. A vantagem colorada é de dois por um, muito inferior ao pensamento dominante da semana passada.

Está claro que o resultado do Alfredo Jaconi abalou a confiança dos colorados, embora não tenha estimulado muito a certeza de juventudistas e gremistas de que o Inter deixará de ser campeão, no Beira-Rio. Vamos levar esta enquete até quinta-feira à tarde.

Até lá, ganhará nitidez o pensamento da torcida gaúcha. A primeira parcial da votação, com baixo número de eleitores, é esta:

INTER CAMPEÃO ……….. 50 VOTOS

JUVENTUDE CAMPEÃO.. 25 VOTOS

Acho que todo o mundo está com medo de todo o mundo.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Coração de manteiga

29 de abril de 2008 154

Evelson de Freitas, AE
Acontece com freqüência: o sujeito atravessa a vida cometendo todas as infração condenadas pela sua religião. Quando a velhice chega, já sem forças para seguir pecando, ele se volta para a religiosidade e passa freqüentar igrejas, templos, sinagogas, etc.

Sinceramente, parece ser o caso de Jardel, 34 anos, que desperdiçou parte essencial da sua carreira e um pedaço valioso da sua vida entregando-se as drogas. A sua entrevista para a televisão, entretanto, comoveu muitos gremistas que escrevem pedindo que o Grêmio ofereça para o centroavante uma última e derradeira oportunidade.

Aproveitam e sugerem, também, que Danrlei volte ao Olímpico e Carlos Alberto seja contratado. Move-lhes o imaginário a aparente recuperação de Leo Lima. Interpreto estas manifestações como sendo decorrência de duas raízes: o momento preocupante do Grêmio e o inegável %22coração de manteiga%22 dos brasileiros. Somos um povo de índole generosa e solidária. Mesmo assim, este blogueiro não recomendaria que o Grêmio investisse em tão arriscados empreendimentos.

Quando é maior a possibilidade de dar errado, é recomendável driblar a tentação de arriscar. Mesmo assim, este blog pergunta aos seus torcenautas:

O GRÊMIO DEVERIA DAR AO JARDEL E OUTROS JOGADORES CITADOS, UMA NOVA OPORTUNIDADE?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Inversão

29 de abril de 2008 33

Ariovaldo Chaves, Banco de Dados - 03/04/2008
Faz pouco tempo, Abel Braga sofreu suspensão imposta pela Justiça Desportiva por ter empregada exagerada veemência ao reclamar de uma arbitragem. A atitude do treinador foi punida, mas ao árbitro nada aconteceu.

Domingo passado, no estádio Alfredo Jaconi, Nilmar teve um instante de desabafo ao ser substituído, novamente, por Abel Braga. Assim como acontecerá no caso havido entre Abel e o árbitro, também desta vez são mais pesadas as reprovações para a reação do que para a causa.

No cotidiano dos julgamentos legais, os motivos que determinaram reações reprováveis são sempre levados em conta e, no mínimo, considerados atenuantes. No caso de Nilmar, recrimina-se muito mais a sua breve frase, na saída de campo, do que o imenso e repetido equívoco cometido pelo treinador.

Qualquer advogado em fase de estágio argumentaria que nada houve de ofensivo ou agressivo na manifestação de Nilmar. Apenas uma irretorquível verdade:

— Estou bem, é sempre a mesma coisa, disse Nilmar.

E não é? Desde que foi liberado para jogar, Nilmar só não foi substituído uma vez. Mesmo nos jogos em que não estava tendo bom desempenho – domingo era dos melhores, em campo – Nilmar deveria ser preservado.

Como ninguém se atreve a duvidar das suas virtudes, cai como intocável a recomendação de que o time do Inter seja Nilmar e mais 10. Esta fase de ansiedade começará a passar quando o atacante marcar o primeiro gol, após a sua volta.

Ficar substituindo-o apenas agudiza a sua insegurança, própria de quem teve tantos problemas médicos. É com Nilmar que o Inter contará, nos próximos tempos.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Sem essa de touca

28 de abril de 2008 52

Fernandão (E): joga uma bem e quatro mal/Ricardo Wolffenbüttel
A caixa de e-mails deste blogueiro %22estourou%22 com a quantidade de mensagens de colorados irritadíssimos com Fernandão e Abel Braga, principalmente. Compreende-se o desalento, mas a derrota não é boa — e nem única — conselheira.

Mesmo em algumas vitórias, as duas personagens foram merecedoras de reprovações mas quem se atreveu a fazê-las foi colocado no paredão. Desde 1989, quando treinou o Inter pela primeira vez, Abel alterna decisões corretas com outras inqualificáveis.

Fernandão, em cada cinco jogos tem uma boa performance e quatro que oscilam entre razoáveis ou menos. A diferença está nos resultados e importância dos jogos. Domingo, era começo de decisão, a visibilidade era total. O Inter perdeu com erro primário de Fernandão mas, até o momento do gol, o que o capitão tinha produzido?

Abel substituiu Nilmar sem qualquer justificativa. Porém, quantos erros iguais já cometeu? Danny Morais foi o exemplo mais recente. Domingo, Abel revogou o discurso de que não escalava volante porque estavam todos doentes ou lesionados. Em duas partidas seguidas, submeteu Guiñazu e Magrão a anularem as suas virtudes de movimentação e apoio para que ficassem presos diante da defesa, compensando a ausência de um volante.

Mais na frente, Alex e Fernandão também eram obrigados a recuar para marcar, isolando Nilmar. Antes do jogo no Alfredo Jaconi, Abel justificou a escalação de Danny Morais porque, com a entrada do garoto, só mexia em uma posição. Ué, e nos dois jogos em que preteriu Danny? Haja convicção.

Não se fale, pois, em %22touca%22. A verdadeira %22touca%22 colorada é confeccionada no próprio Beira-Rio.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Quadro de reforços

28 de abril de 2008 38

Amaral: obstáculo para afirmação de pratas da casa?/Ronaldo Bernardi
O diretor de futebol do Grêmio já informou que a %22cereja do bolo%22 só virá em agosto, quando se abre a janela para contratações de jogadores que estão no Exterior. Até lá, serão apenas negócios médios.

Amaral já chegou, Makelele está chegando, Gustavo Nery poderá chegar, Tcheco chegará em 22 de maio e Mendes, cuja cláusula rescisória foi reajustada para mais de R$ 500 mil, também poderá ser contratado pelo Grêmio, segundo especulações correntes.

Com exceção de Gustavo Nery, um escasso grupo de jogadores para grupo. A política de contratações impõe uma pergunta: jogadores como Makelele e Amaral não serão, apenas, obstáculos para afirmações de pratas da casa, como Rafael Carioca? Não seria mais interessante investir em jogadores formados no Olímpico, desejosos de iniciar uma carreira profissional?

É verdade que não é prudente apostar apenas em garotos, mas tampouco é boa medida oferecer melhores oportunidades para reforços que não sejam superiores aos meninos formados no próprio clube. Estas contratações não ameaçariam os jovens se Celso Roth, seguindo uma política do Grêmio, privilegiasse o aproveitamento dos garotos.

Porém, será que existe esta política?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Freguês

28 de abril de 2008 89

Ricardo Wolffenbuttell
Que me desculpem os colorados, mas o Internacional, este ano, virou freguês do Juventude. Três derrotas em três jogos seguidos não deixa espaço para consideração diferente. É possível que esta seqüência de insucessos acabe se transformando, para o Inter, em combustível aditivado para a decisão do próximo domingo. O time colorado irá para este jogo turbinado pela vergonha e os brios esfacelados. Nos últimos dias, este blog fez aos seus torcenautas uma singela pergunta:

QUEM É FAVORITO AO TÍTULO: INTER OU JUVENTUDE?

A questão foi respondia, até ontem à noite, por 132 torcedores. Alguns se declararam gremistas mas, mesmo assim, entendendo que o Inter ficará com a faixa, igual opinião da ampla maioria. Os números da enquete:

INTER CAMPEÃO………….. 110 VOTOS

JUVENTUDE CAMPEÃO… 22 VOTOS

E agora, após o jogo do Alfredo Jaconi, permanecerá a mesma confiança dos colorados? E as demais torcidas, entre elas a do Juventude, terão aumentado a sua fé?

Repetimos, então, a mesma pergunta. A enquete permanecerá aberta até quinta-feira à noite. Nos próximos dias, estaremos atualizando a evolução das votações.

Então, QUEM SERÁ CAMPEÃO GAÚCHO, EM 2008?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Implacável

28 de abril de 2008 39

Jefferson Botega, Banco de Dados - 01/04/2008
Quando foi informado que Nilmar demonstrara insatisfação pela substituição, o treinador Abel Braga não teve uma única palavra de apoio ao atacante. Pelo contrário, foi implacável e duro ao comentar a atitude do garoto. A seguir, algumas frases de Abel:

— Eu não estou preocupado com a reação dele.

— Ele precisa respeitar, não o treinador, mas quem entra no seu lugar.

— Ele tem jogado 30 minutos, 40 minutos, 60 minutos e no último contra o Paraná jogou a partida inteira. E não vem fazendo gol.

— Vou substituí-lo quantas vezes achar necessário.

Tudo o que Abel disse está de acordo com as suas prerrogativas de treinador. É estranho, entretanto, que seja tão inflexível com um jogador que, sabidamente, é um dos melhores atacantes em atividade no futebol brasileiro. Wanderley Luxemburgo chegou a vaticinar que Nilmar será, nesta temporada, o atacante mais importante do Brasil. É um jogador que está saindo de tormentosas passagens pelo departamento médico. Percebe-se, com clareza, o tamanho do esforço que vem fazendo e o tamanho dos prejuízos que a ansiedade vem lhe provocando. No momento em que Nilmar marcar um gol, melhorará a sua auto-estima e, mais seguro, estará apto e reencontrar a sua condição de artilheiro. Mas, inseguro, é certo que será maior a demora para atingir este momento de excelência técnica.

Mesmo que Nilmar estivesse tendo um comportamento inadequado, na intimidade do vestiário, é o tipo de jogador que precisa ser prestigiado e não hostilizado. Não há informações, contudo, de que Nilmar não esteja se portando bem. As suas freqüentes substituições mais parecem desejo do treinador de colocar Iarley em campo do que outra coisa.

Descontada a substituição de Nilmar, errada no entender deste blogueiro, todas as demais decisões de Abel Braga foram acertadas. Começando pela escalação de Danny Morais, dos melhores em campo. A substituição de Andrezinho também foi acertada. Enfim, Abel andou bem. Só errou na questão Nilmar.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

O Juventude mereceu

27 de abril de 2008 120

O Juventude leva uma vantagem importante para o jogo decisivo/Ricardo Wolffenbüttel
O Inter pode não se conformar com o gol sofrido pelo momento em que aconteceu — faltavam 15 segundos para o jogo terminar — mas cabe-lhe reconhecer que o Juventude mereceu a vitória. O time de Caxias do Sul não dominou o jogo, mas atacou sempre, com mais perigo. Além deste mérito, também conseguiu maior controle de bola. O título continua indefinido mas é inegável que, pelo equilíbrio de forças, o Juventude leva uma vantagem importante para o jogo decisivo.

Qualquer jogo tem beleza inferior quando a marcação severa é marca das duas equipes. Foi o que aconteceu no Alfredo Jaconi. Neste quesito, os caxienses foram bem sucedidos. Andrezinho e Fernandão, decisivos contra o Paraná, foram impedidos de jogar por marcação leal e competente do Juventude.

Tite entrou e foi expulso em um lance absolutamente infantil. Cometeu falta violenta no campo de ataque quando não havia perigo algum para o Inter. O gol foi decorrência de um erro de Fernandão, é verdade, mas Maycon, o seu autor, cabeceou na posição onde deveria estar Tite.

Abel Braga acertou ao escalar Danny Morais na primeira função do meio-campo. O garoto esteve entre os jogadores de melhor atuação. Mas errou feio quando substituiu Nilmar. O atacante estava criando situações de gol e está tentando fazer o seu para recuperar a confiança. Com Iarley no lugar de Nilmar, qualquer criança sabe, o Inter não ficaria mais ofensivo. Bem mais indicado teria sido juntar Nilmar e Adriano. Se Abel buscava a vitória, claro.

Ao deixar o gramado aos 18 minutos do segundo tempo, Nilmar revelou em uma frase todo o desgosto que a decisão de Abel lhe causava. Disse Nilmar:

— Eu estou bem, é sempre assim.

Reclamou e com razão. O Inter acabará dispensando Iarley, escrevam, porque o treinador insiste em escalá-lo em momentos errados. Iarley é bom jogador, quando o time precisa de retenção de bola, no ataque.

Leonardo Gacina teve boa arbitragem. Tite foi expulso por ter usado de força excessiva. Errou em bola e na seqüência atropelou o adversário. Pela atuação de Gaciba, as discussões serão em torno do jogo e não da arbitragem. Ainda sobre a expulsão: desejo manifestado de agredir também é falta grave. Não lograr êxito no intento não absolve. Não estou certo de que seja lance de interpretação.

Ah, o Inter teve time misto neste primeiro jogo da decisão, terminou o jogo com apenas quatro titulares: Índio, Marcão, Magrão e Fernandão. Bustos era reserva de Wellington Monteiro.

Postado por Wianey

Bookmark and Share