Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Pororoca nas eliminatórias

18 de junho de 2008 8

Dunga orienta Julio Baptista, que deve começar a partida jogando, esta noite/Marcelo Sayao, EFE

O árbitro que dirige Brasil e Argentina, esta noite, é o colombiano Oscar Ruiz.

Experiente e qualificado, ele entende que Brasil e Argentina fazem o maior clássico do futebol mundial. Não discordo dele. Cada vez que nos enfrentamos, arma-se uma pororoca.

Dunga deverá fazer duas mudanças na equipe brasileira: Hernanes e Julio Baptista nas vagas de Josué e Mineiro. Certíssimo.

O volante do São Paulo merece a oportunidade de ser titular e Julio Baptista tem, além de técnica, força que está faltando ao time brasileiro.

Sempre que Brasil e Argentina se enfrentam, ninguém se atreve a indicar um franco favorito. O que pensa o torcedor brasileiro sobre o jogo desta noite, no Mineirão?

QUEM GANHA: BRASIL OU ARGENTINA?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • rafael diz: 18 de junho de 2008

    Como das últimas vezes que todos pensavam que o Brasil perderia será uma goleada a nosso favor. O jogo vai desmoralizar completamente a seleção da Argentina.

  • Thiago Reckziegel diz: 18 de junho de 2008

    Será que sou só eu que entendo que MAICON E DIEGO não jogam NADA na seleção? NÃO DÁ PARA AGUENTAR VÊ-LOS EM CAMPO!

  • Angelo Frizzo diz: 19 de junho de 2008

    Esta de o jogo de hoje ser o maior do mundo foi a maior piada dos ultimos tempos. Será que ninguém vê os jogos da Eurocopa. Se querem ver futebol assistam onze jogando juntos, em todos os jogos. O “jogo de bola” que vemos aqui no Brasil só tem aqui. Afinal… o Brasileiro entende tanto de futebol que pede a troca do técnico quando o time perde 2 ou 3 partidas, assim não dá.

  • Jonas Rafael diz: 20 de junho de 2008

    Esse Oscar Ruiz foi quem apitou aquele episódio lamentável que foi a decisão de Boca e Grêmio ano passado, quando se rolou 30 minutos de bola rolando foi muito.

  • Gremista Palhaço diz: 19 de junho de 2008

    Meus amigos, o Dunga, como o Felipão, é um vencedor. E não tenham dúvidas de que vai vencer. Os vencedores parecem saber que precisam fazer a sua tropa passar pela dificuldade enquanto o caminho não é o da reta final. Parece que até administram esta situação. Vejam o caso da Holanda, que é a grande sensação da Euro 2008 – é mais que provável que irão morrer na praia. Fizeram-se vitrine, sensação antes da hora, e, como vitrine, quebrarão pelo olho alheio e raciocínio alheio.

  • Giovani Noschang Ferle diz: 18 de junho de 2008

    Wianey, eu e 180 milhões de brasileiros entendemos que Dunga é muito inexperiente para o cargo de técnico da seleção brasileira. Tamanha é sua inexperiência que responde grosseiramente a qualquer pergunta dos repórteres. Ainda acho que esta seleção com Anderson e Júlio Baptista não seja a melhor, porque Júlio não mostra características de um jogador que chega à frente com facilidade. Acredito poderia jogar no 3-4-3, com Pato e Robinho no ataque, e deixar Adriano ou Luís Fabiano dentro da área.

  • Gilberto Rezende diz: 18 de junho de 2008

    Wianey, infelizmente o Hernandes nem no banco ficou, no lugar dele o “gaúcho marrento” Anderson vai ter sua grande chance!!! Campeão da Europa com o Manchester United, se ratificar a boa imagem deixada no “desastre do Chaco” e hoje participar de uma boa vitória contra a Argentina pode se firmar definitivamente como um candidato sério a titular da seleção. Personalidade não falta ao Guri…

  • vítor a. poletto diz: 19 de junho de 2008

    Minha gente, o que foi isso! Espera-se um jogão entre Brasil e Argentina. Contudo, o que se viu foi um jogo completamente sem graça, sem emoção, sem consistência. Contudo, novamente, o nosso amigo Dunga, gaúcho como nós, é uma vergonha como técnico. Vergonha! Como ele não viu que o Diego é uma fraude! Tirou Adriano, não colocou o Pato e ainda colocou Daniel Alves! Por favor, não há desculpa para isso. Parabéns a toda a comissão pelos péssimos resultados! Obrigado por mais uma decepção.

Envie seu Comentário