Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Meio-campo colorado

30 de junho de 2008 16

Jefferson Botega

Taison não foi a única surpresa apresentada por Tite, no Gre-Nal. Fez mais o treinador do Inter: povoou o meio-campo e, embora se tenha dito que Alex seria o segundo atacante, o meia-esquerda andou muito mais pelo setor intermediário do que no ataque.

Sendo assim, o Inter contou com Edinho, Magrão, Guiñazu, Alex, Ricardo Lopes e Taison, um sexteto jogando à frente do fixo trio defensivo formado por Sorondo, Índio e Marcão. Com tamanha força de marcação e alguns jogadores — Taison, Alex e Magrão, principalmente — chegando de trás, o time colorado dominou o setor, asfixiou Roger, o pensador gremista, e ainda teve alternativas ofensivas que levaram o time fazer um gol e a chutar duas bolas na trave, entre outras ações de ataque.

Tite atendeu a um velho e irrevogável preceito tático: quem ganha o meio-campo, dificilmente perde o jogo. Embora seja um mandamento surrado, quantas vezes não é aplicado?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Comentários (16)

  • Zé Carpes diz: 30 de junho de 2008

    Sou colorado há 63 anos. Amo tudo o que engrandece o Colorado e fico infeliz com tudo o que o avilta. O ato inominável cometido pelo Renan, no greNAL, aviltou a Nação Colorada. E, se o diretor de futebol do Ínter não fosse um borra-botas, que se omitiu quando o primeiro jogador colorado foi punido com cartão vermelho neste Brasileirão, agora, não se veria obrigado a justificar a prática inaceitável e imperdoável do Renan. A Torcida Colorada custará a esquecer tamanha ofensa.

  • Milton Soares diz: 30 de junho de 2008

    É isso aí Wianey. Por isso que eu sempre defendo a idéia de que um time para querer disputar titulos tem que ter no minimo um ótimo meio campo. Com volantes modernos, que saibam defender, organizar e chutar em gol. No jogo de ontem o Inter usou muito o contra-ataque. Vamos ver quando ele pegar um time fechadinho. Acho que vai faltar qualidade no meio e alas.
    Outra coisa: Se após o lance do Renan, ele tivesse reposto a bola e o Inter tivesse feito um gol, esse gol seria desconsiderado???

  • bagre fagundes diz: 30 de junho de 2008

    na hora da degola o time se supera.agora o que o abel esta fazendo com inter é brincadeira.vai levar o gringo e depois o alex…e depois é só esperar a vultosa promissora segundona.o time jogou bem e ja querem vender os caras.fica abél ñ vai embora sem leva o sorondo e o nilmar doi doi tbem.

  • Allan Rossoni diz: 30 de junho de 2008

    Basta saber até quando esse meio campo colorado aguenta dentro de uma partida contra o gremio bastou poucas mudanças para o gremio começar a equilibrar, e quem sabe se não tivesse ocorrido o penalty, o gremio não teria ido atrás do resultado igual, por que o Perea fez o dele igual o do Inter que era “Impedido” mas foi validado. e ai o que vcs me dizem, eu acho que faz horas que os jogadores do inter estão pensando nos Euros e não no futebol.

  • alcides diz: 30 de junho de 2008

    Realmente a auto sufiencia influencia no Grenal!
    O Inter foi superior todo o jogo até com 10 jogadores quando parece que entre acertos e erros o Celso fechou um pouco mais o meio com a entrada do Rafael carioca e o Rodrigo Mendes.
    Mas como ganhar com tres atacantes contra um atacante deles enquanto eles se fechavam com um tres, dois, dois, e saiam rapidos para o ataque o Gremio padecia por ausencia no setor de intermediarias.
    Assim foi o Grenal, mas dos males os menores e eles empataram ainda

  • Marcos diz: 30 de junho de 2008

    Tite 1 x 0 Celso Roth.
    Gremio 1 (gol de um penalti legitimo) x 1 (gol com o Nilmar impedido participando do lance) Inter. Será que foi justo esse resultado? Não era para ser Gremio 1×0 Inter? Já que valeu o gol do inter com o Nilmar impedido pq não validar o do Perea impedido? Para mim o Grenal foi do Tite na parte tática e dos jogadores do Gremio na determinação e vontate. GRE 1×0 INT!

  • Juca Colorado diz: 30 de junho de 2008

    O Inter não ganhou meio campo,fez um retrancaso,só não perdeu por falta de qualidade do Grêmio,não se iludam,num classico o outro time toma muitos cuidados,se continuar jogando assim todo mundo atrás dando chute pro Nilmar,,logo
    estaremos rebaixados!!!!

  • Marco Aurélio Castaldo Andrade diz: 30 de junho de 2008

    Roger é o pensador gremista: – pensa que é jogador de futebol, pensa que é craque, pensa que é malandro, pensa que sabe lançar e driblar… mas pensa mesmo é na Debie Secco. Chinelinho cai-cai, sua bolinha está curtinha curtinha… Só pipocou depois de levar uma dura do Magrão, parecia uma franga destroncada, pulando de lado no chão. Que graça!

  • Mateus Dalmaz diz: 2 de julho de 2008

    Não há consenso na imprensa local sobre o esquema tático utilizado pelo Inter no Gre-Nal. A matéria da ZH sobre o jogo classificou de 3-5-2; Ruy Carlos Osterman enxergou um 4-4-2 e, por fim, Wianey Carlet considerou que Tite escalou um 3-6-1. Afinal, como o Inter jogou no Gre-Nal? Taison foi ala ou atacante?

  • Carlos diz: 30 de junho de 2008

    Em tese o Gremio jogou com 5 no meio. Na prática jogou com 3 mais 2 laterais e 3 zagueiros…uma retrancona. Para jogar com 5 no meio tem que ter dois alas (Pico e Felipe)e não precindir da habilidade do Rafael Carioca…..assim estaria equilibrando a super lotação do meio campo do inter. Ahhh…e acho que esse Marcel “joga” de forma antiquada para este sistema pois não participa.

  • edgard diz: 30 de junho de 2008

    simplicidade do futebol… a defesa vermelha é lenta e soberba na bola aérea. protege-se a defesa c/seis. o ataque gremista só conseguiu uma vez passar essa linha num chute do pereae de fora da área… prende-se a saída de bola do adversário, as laterais e os dois zagueiros melhores tecnicamente e só deixa a opção do pereirão… o resto se sabe, puro balão, meio lento, roubada de bola e contra-ataque… está pronta a proposta de jogo… onde estava o genio do outro lado? abçs

  • Fabio diz: 30 de junho de 2008

    Se fosse tão simples, todos times jogariam no esquema 0-10-0, e todo jogo terminaria empatado. Dizer que o Ricardo Lopes e o Taison foram alas é distorcer a realidade para que ela se enquadre numa tese. O Taison jogou muito mais adiantado, numa função muito diferente da do R. Lopes. Ou minha TV está com sérios problemas. Aliás, parece que ninguém mais na crônica esportiva enxergou este “claro” 3-6-1 do Inter…

  • Orlando Fiore diz: 30 de junho de 2008

    É isso aí Wianey!É a hora da garotada do Inter entrar no time.Chega de pipoqueiro.Agora é só entrar os novos jogadores, o Tite esta colocando a casa em ordem.O Grêmio é o me engana q eu gosto he he he, já vi este filme no gauchão e Copa Brasil.E o Cacalo sempre irônico “queria” o empate e ganhou de brinde do Juiz.O Grêmio BI REBAIXADO só vive de penalte igual ao Palmeiras.Os segundinos quebraram a cara no grenal.Abraço Wianey e Viva o Inter FIFA nunca rebaixado.

  • João Marcelo Fretta Zappelini diz: 30 de junho de 2008

    Wianey, quanto ao meio, começamos (GRêmio) a perder o setor com a retirada do Rafael Carioca. Cada vez tenho mais a certeza que o Roth é simplesmente Burro. Sabe aquele que pensa bem, treina bem, arma o time bem, mas faz besteira…
    e isso, até treina bem, mas não pensa no que faz….é burro!

  • Guilherme diz: 30 de junho de 2008

    Sempre é fácil na ótica do blogueiro…bastaria que os dois times povoassem o meio-campo e teríamos sempre empates…

  • Sergio Lourenço diz: 30 de junho de 2008

    Culpa do Celso Roth. O time tem a cara dele: medíocre, confuso (ao contrário do que diz a imprensa “especializada”), não tem jogadas. Tem apenas duas referências técnicas: Roger e Rafael Carioca – e este ainda saiu do time. FORA ROTH, FORA ROTH, FORA ROTH, FORA ROTH, FORA ROTH…

Envie seu Comentário