Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de novembro 2008

Boas Festas, torcenautas, que eu estou saindo...

29 de novembro de 2008 100

…em férias!

Mesmo que seja a reiteração de um clichê, impõe-se dizer que 2008 passou ainda mais rápido do que já passara 2007. Conforta saber que, quando o tempo parece voar, é porque está sendo bom. Foi um ótimo ano.

Não vou cansar a beleza de ninguém enumerando tudo o que contabilizei como sendo positivo. Cada um tem a sua contabilidade própria. Apenas deixo a minha gratidão aos torcenautas que fizeram deste blog um fenômeno de audiência.

Termino o ano festejando quase meio milhão de acessos mensais. Significam cerca de 6 milhões de visitas durante o ano. Loucura! Muito obrigado a todos. Foi bom interagir com tão numeroso e qualificado universo de internautas.

Volto lá por meados de janeiro. Preciso tirar o estresse do corpo e da mente. Tenham todos ótimas festas. E que 2009 seja ainda melhor do que foi 2008. Até a volta, amigos.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Prisões expõem relação entre clube e torcida

28 de novembro de 2008 34

O delegado Bolívar Llantada prometeu e cumpriu: na manhã desta sexta-feira vários desajustados, que se travestem de torcedores e se escondem na multidão para extravasar seus piores instintos, receberam a visita da polícia e foram conhecer as dependências do Presídio Central, um dos piores do país.

Ainda que consigam se livrar de penas mais fortes — é a nossa triste rotina —, já tomaram contato com o único lugar destinado aos que têm dificuldade de se adaptar a uma vida social respeitável. Lamentável, porém, foi a polícia ter que arrombar a sala que o Grêmio destinou, no Olímpico, para as lideranças da Geral. Nem o clube tinha as chaves.

Este episódio mostra a que ponto chegaram as relações da instituição com um grupo de anormais que ameaça a imensa maioria que vai a estádios para ver futebol e apoiar o seu time, simplesmente. Espera-se que o delegado Lllantada consiga reunir provas claras e definitivas para que, na hora do julgamento, não se absolva todo mundo por alegada impossibilidade de identificação.

Está na hora de o futebol se ver livre desta gente que, apoiada pelo dinheiro dos pais, se transformou em praga social detestável. Daqui a alguns meses, restará esquecido o episódio que resultou em um tiro na cabeça de um torcedor de 19 anos, após Grêmio e Coritiba, no Olímpico. Tomara que não sejamos surpreendidos com mais um incentivo ao estado de impunidade reinante.

Lambaris já foram fisgados. Está na hora dos tubarões. Ah, e que as transações celebradas entre transgressores e Justiça contemplem castigos um pouquinho mais rigorosos e sejam, exemplarmente, cumpridos.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Colorados devem retribuição ao Estudiantes

28 de novembro de 2008 30

Ronaldo Bernardi, Banco de Dados - 19/11/2008

O presidente Vitorio Piffero sabe e não economizará providências para receber com fidalguia a delegação e torcedores do Estudiantes. Será uma retribuição pelo tratamento dispensado ao Inter pelos argentinos.

A torcida colorada também deve igual atitude. A delegação colorada não foi, em momento algum, perturbada. E os torcedores colorados receberam segurança absoluta, tanto nos deslocamentos quanto no estádio. Espera-se que os “gênios do foguetório” poupem o time do Estudiantes.

Cabe lembrar que o comandante da Brigada Militar, coronel Paulo Roberto Mendes, comprometeu-se a reprimir, doravante, o foguetório que perturba as noites dos visitantes e, principalmente, dos moradores da região onde se hospedam. Muitos destes porto-alegrense são, também, torcedores do Inter.

Seria interessante se esses fogueteiros bobocas fossem presos e tivessem que dormir em uma delegacia, durante seis meses, na véspera de jogos. Acabaria a palhaçada.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Câmera reabilita Simon. E agora, Flamengo?

28 de novembro de 2008 26

Arivaldo Chaves, Banco de Dados - 30/3/2008

Este blogueiro está entre aqueles que reprovaram Carlos Simon por não ter marcado um pênalti em favor do Flamengo na última rodada. As imagens disponíveis, até então, mostravam atitude faltosa do defensor sobre o atacante rubro-negro. Pensei e escrevi, como tantos: Simon errou.

Mas o Flamengo fez mais. Reclamou, esbravejou, queixou-se à Conaf e anunciou que alertaria a Fifa sobre os “riscos de escalar Simon para apitar o próximo Mundial”. Uma inaceitável pretensão, convenhamos, ampliada pela arrogância histórica do Flamengo, atualmente potencializada pelo seu presidente, Márcio Braga.

• Será que o Flamengo já remeteu ou remeterá a dita correspondência?

• Será que Cleber Leite se desculpará, publicamente, por tudo o que disse sobre Carlos Simon?

• Será que Sérgio Correia, presidente da Conaf, pedirá perdão ao Simon por tê-lo advertido publicamente?

• Será, finalmente, que a farta adjetivação negativa recaída sobre Simon, será retirada?

Esse tipo de injustiça diminuiria bastante se aprendêssemos a conviver com os erros da arbitragem, sem ver em cada um o efeito de uma deformidade moral. Mas, ao contrário, os erros seguirão acontecendo em benefício e prejuízo de todos e continuarão sendo debitados na conta de pretensas ações deliberadas dos árbitros. E tudo por efeito do fanatismo. Arre!

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Ativistas da Dupla querem trocar treinadores

28 de novembro de 2008 87

Jefferson Botega e Fernando Gomes, Banco de Dados

Se este blogueiro levar em conta as manifestações de torcedores da Dupla que pedem as saídas de Tite e Roth, certamente será inevitável concluir que a maioria, nas duas torcidas, deseja ver os seus atuais treinadores pelas costas. São raras as correspondências que chegam aprovando a dupla de profissionais, ora no Beira-Rio e no Olímpico.

Entretanto, a experiência de quem já está há várias décadas transpirando na crônica esportiva indica duas possibilidades:

1 — Apenas minorias costumam se manifestar junto aos veículos de comunicação.

2 — Quem aprova não se expressa, somente quem reprova.

No comportamento dos reprovadores habituais, destaca-se como elemento comum a agressividade. E o desejo permanente de contrariar, atitude típica de jovens e adolescentes, mesmo que desprovida de justificativas objetivas. Portanto, opiniões que o tempo, certamente, modificará.

Diante dessas circunstâncias, cabe contemplar a turma da contestação com algumas reservas. Estes torcedores não compõe maioria e, quase sempre, são contra apenas pela vontade de não ser a favor.

Celso Roth e Tite fizeram excelentes trabalhos nos seus clubes. Cometeram erros, claro, como todos os treinadores cometem. Mas, o saldo de ambos é positivo. Acertaram muito mais do que erraram. Por que, então, ainda enfrentam resistências?

Bem, no que diz respeito a Roth, a principal explicação, sempre repetida nos e-mails, é a de que ainda não conquistou um grande título. Mesma situação de Abel Braga, ao ser contratado pelo Inter. Já com referência a Tite, persiste a tolice — para a qual contribuíram até dirigentes do Inter — de que o treinador é gremista. Que viagem!

Convenhamos, são mesmo muito fracos os argumentos da minoria barulhenta.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Mago aposta que o Brasileirão terminará domingo

28 de novembro de 2008 25

Paulo Ledur, o Mago da Bola/Arquivo Pessoal

O MAGO DA BOLA
Por Paulo Ledur

LOTECA

A Loteca voltou a acumular! Ninguém levou a bolada de R$ 700 mil. Apenas 13 levaram o 2.º prêmio de pouco mais de R$ 5.400. O Mago aqui já tinha antecipado que dificilmente haveria vencedor na 1.ª faixa no concurso que passou. Os jogos estavam difíceis do 1.º ao 14.º. E para este final de semana a situação não é muito diferente . Vamos aos jogos!

1 — SÃO PAULO X FLUMINENSE

O tricolor paulista está com a faca e o queijo na mão, pode comemorar o título com uma rodada de antecipação e na frente da sua torcida. O Fluminense precisa de algumas migalhas para se ver, definitivamente, da sombra do rebaixamento. Os torcedores do Grêmio que me desculpem, mas o São Paulo não vai deixar escapar essa oportunidade, depois de fazer o que parecia impossível: tirar 12 pontos que o Grêmio tinha de vantagem. Coluna 1!!

2 — IPATINGA X GRÊMIO

O Ipatinga está na degola desde que começou o campeonato, mas ainda restam esperanças e para isso precisa vencer os dois últimos jogos e torcer por resultados paralelos. O difícil é saber o que é mais complicado: o Ipatinga vencer ou os resultados paralelos a seu favor? O Grêmio corre por fora na luta pelo título e para chegar na Libertadores 2009 está muito próximo. Deve carimbar essa vaga no domingo. Coluna 2!! Mas aqui é uma boa zebra.

3 — ATLÉTICO MINEIRO X SANTOS

O Galo está de férias, não cai e tem a vaga da Sul-Americana bem encaminhada. O Santos vive um momento semelhante ao do Fluminense. De repente nem precisa pontuar mais para não cair, mas na dúvida é bom tirar uma lasquinha de alguém e garantir por conta própria a permanência na elite do futebol brasileiro. Coluna 1!

4 — FORTALEZA X BRASILIENSE

A vitória significa a permanência do Fortaleza na Séria B, a derrota ou empate faz o clube torcer por resultados paralelos para não cair. O Brasiliense cumpre tabela depois de sofrer muito na competição. Coluna 1!!

5 — AMÉRICA — RN X CORINTHIANS

O América precisa vencer para não depender dos outros e seguir na Série B. O time paulista há muito tempo está de férias e só cumpre tabela. Jogo complicado para o América e para nós, apostadores. Vamos de América? O medo do rebaixamento faz tantos milagres! Coluna 1!

6 — VILA NOVA X BRAGANTINO

Cumprem tabela e os dois não poderiam estar mais desmotivados. O Vila teve a vaga na mão. O Braga nadou e morreu na beira da praia. Coluna do meio!

7 — CRB X ABC

O CRB, a exemplo do Corinthians, há muito tempo está de férias e só cumpre tabela. Porém, está matematicamente rebaixado à Série C há seis rodadas. O ABC só cai se perder e todos os resultados paralelos e pouco prováveis ocorrerem. Coluna 2!!

8 — JUVENTUDE X BARUERI

Ambos cumprem tabela, mas o time do Barueri está mais motivado e comemora a vaga conquistada à Série A. O Juventude quer apagar 2008 da memória, especialmente o número final do ano. Coluna 2!!

9 — PORTUGUESA X SPORT

A Lusa luta desesperadamente para não cair e o Sport descansa desde que começou o campeonato. Só a vitória interessa para a Portuguesa. Coluna 1!!

10 — NÁUTICO X ATLÉTICO PARANAENSE

Jogo de 6 pontos. O empate está de bom tamanho para o Furacão e só a vitória interessa para o Náutico; a vitória pode significar a permanência na Série A. Coluna do meio!!

11 — CORITIBA X VASCO DA GAMA

Jogo de vida ou morte para o Vasco, que precisa vencer as duas últimas rodadas e dar uma secadinha da turma de baixo. O Coxa cumpre tabele, mas ainda está disposto a fazer história no Brasileirão. Coluna do meio!!

12 — VITÓRIA X PALMEIRAS

Depois de derrubar o vice-líder, o time baiano quer agora derrubar mais um dos pretendentes à Libertadores do próximo ano. O principal jogador do time já foi vendido ao Porco, Marquinho, que inclusive está usando chuteiras verdes em homenagem ao seu futuro time. Coluna 2!!

13 — INTERNACIONAL X CRUZEIRO

O Colorado está focado na Sul-Americana há muuuuuuuuuito tempo e o time reserva não ganha nem jogo treino. O Cruzeiro luta para chegar na Libertadores e a vitória deixa o clube bem próximo do objetivo. Coluna 2!!

14 — FLAMENGO X GOIÁS

O Rubro-Negro tem que vencer e torcer por um tropeço do Grêmio, do Palmeiras ou do Cruzeiro para retornar ao G-4. O pênalti não marcado por Carlos Simon contra o Cruzeiro, nos acréscimos, perturbou o time. Mas o Goiás é galinha morta na competição. Coluna 1!!

LOTOGOL

Acumulou de novo e a estimativa de prêmio é de R$ 130 mil para quem acertar o resultado, em cheio, dos 5 jogos. Na última semana teve um Mago que acertou sozinho 4 placares e faturou um belíssimo prêmio: R$ 15 mil.

Lembrando que Lotogol é formada pelos 5 primeiros jogos da Loteca.

Mais informações no site da Caixa Econômica Federal.

BOA SORTE!!!

Postado por Wianey

Bookmark and Share

D`Alessandro é um alto investimento que se paga

27 de novembro de 2008 109

Mauro Vieira

Trazer o craque argentino custou mais de 5 milhões de euros, investimento que nenhum clube brasileiro fez em 2008. O Inter e o seu parceiro comercial decidiram arriscar e não estão arrependidos. D`Alessandro vale cada centavo investido.

Quanto tempo D`Alessandro permanecerá no Beira-Rio? Se depender dele, muitos anos. O argentino já propôs aumentar o seu contrato em mais duas temporadas. Está fascinado com a estrutura do Inter, o ambiente, a cidade. Por tudo isto, não pensa em sair. E, talvez, jogue pelo Inter nos próximos anos.

Considerando a qualidade, o caráter e o desejo de D`Alessandro, a direção colorada comprou a parte do investidor cedendo-lhe parcelas de passes de outros jogadores. El Cabeçón pertence ao Inter e, no momento, a perspectiva é de que permaneça bastante tempo no Beira-Rio.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Tite consolida status de tático e estrategista

27 de novembro de 2008 34

Jefferson Botega

Nem teria sido necessário o elogio entusiasmado de Edinho, em La Plata, garantindo que Tite é o treinador que mais entende de formulações táticas com quem já trabalhou. Bastaria considerar o trabalho do treinador, a partir do momento em que passou a contar com todos os titulares e em boa forma física. Olha-se para o campo e percebe-se, claramente, uma equipe organizada, onde cada jogador sabe exatamente o que deve fazer.

O diabo é que o Inter só passou a ter uma equipe completa e bem preparada a partir de setembro. Tarde demais para o Brasileirão. Nos meses anteriores, o Beira-Rio viu jogadores saindo, outros chegando, um surto de hepatite, “janela de agosto” paralisando figuras importantes da equipe e uma desagradável herança materializada em hierarquias de vestiário e jogadores se arrastando em campo.

Tantos problemas só poderiam produzir maus resultados e pressão sobre o treinador. Tite tudo suportou, inclusive muxoxos de jogadores que não admitiam deixar o time por deficiência física e técnica.

Aos poucos, o treinador foi assumindo o comando do vestiário e impondo as suas idéias. Reconstruir um time não é tarefa que se realize em poucas semanas. Quase todo o mundo sabe disso. Quase.

Já no final da temporada e na iminência de conquistar um título que clube brasileiro algum já conquistou, Tite começa a receber merecida consideração. E se alguém quiser associar o bom momento do Inter ao retorno de Fernando Carvalho, fique à vontade. A sua influência, apoiada em conhecimentos, já fora decisiva nos momentos de grandes conquistas do Inter recentemente. Muitos não viram, outros negam-se a ver até hoje. Preferem acreditar em coincidências, talvez.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Fluminense tem sido o carrasco do São Paulo

27 de novembro de 2008 35

A campanha do técnico Renê Simões, no Fluminense, teve aproveitamento, até o momento, de 67%/Reprodução, Banco de Dados - 3/10/2008

Se valer o retrospecto recente dos confrontos entre São Paulo e Fluminense, a vantagem do time carioca é de 100%. As duas equipes confrontaram-se duas vezes e o Flu ganhou as duas, uma pela Libertadores e outra pelo Brasileirão. Mas, não é apenas o histórico dos jogos entre ambos que recomenda cautela aos são-paulinos.

Desde a troca de treinador, oito rodadas atrás, os cariocas subiram das vice-lanterna para a 13ª colocação. Com Renê Simões, a campanha do Fluminense só não é superior a do próprio São Paulo. O aproveitamento vem sendo, neste período, de 67%. Dos 24 pontos disputados, o Flu ganhou 16.

Ninguém se atreveria a contestar o favoritismo do São Paulo, cinco pontos à frente do Grêmio, segundo lugar. Mas, tampouco seria impossível um resultado surpreendente domingo no Morumbi, um estádio neutro.

E, se acontecer, o derradeiro compromisso do São Paulo será fora de casa, contra o Goiás, empanturrado de prêmio extra, assim como estará o Ipatinga, adversário do Grêmio domingo. O título para o São Paulo está encaminhado. Mas, ainda não está garantido.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

O Inter se transformou em um papa-argentinos

27 de novembro de 2008 164

Jefferson Botega

Os estádios argentinos transformaram-se em salões de festas para os colorados. Desta vez, o Inter ignorou os 43 jogos de invencibilidade do Estudiantes e, mesmo ficando com 10 jogadores aos 24 minutos da etapa inicial, saiu de campo festejando uma vitória que poderá ser decisiva para o título. Tite deu mais uma aula tática.

Quando perdeu Guiñazú, organizou duas linhas de quatro e parou o Estudiantes. Um desempenho defensivo espetacular. Mais uma vez foi essencial a técnica e a catimba de D´Alessandro. Álvaro, na defesa, foi uma liderança segura, o tempo inteiro. Lauro confirmou que o Inter tem um goleiro correto e sereno. E Alex, que frieza e classe mostrou quando teve que cobrar o pênalti duas vezes.

O Inter foi superior técnica e taticamente. Tampouco faltou garra. Quando foi preciso, os jogadores colorados foram heróicos. O jogo só foi dramático para o Estudiantes. A turma de Tite perdeu gols e a arbitragem anulou um ataque em que Nilmar ficaria livre na frente do goleiro. Agora, basta um empate. Vai faltar espaço no Beira-Rio para a decisão da Sul-Americana.

Importante: todos os jogadores, após a partida, homenagearam Guiñazu lembrando que o companheiro, muitas vezes, corre por todos e que chegara a oportunidade de todos jogar por ele. Raramente se vê um jogador ser expulso e receber tamanha manifestação de carinho dos seus companheiros.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Jogador do Vitória vira marisco na decisão

26 de novembro de 2008 13

Marquinhos: para que lado deve ir?/Eduardo Martins, AE

No meio do Brasileirão, Cleiton Xavier foi adquirido pelo Palmeiras. Caiu de rendimento. Efeito do negócio, garantiram observadores. Pode ser, e seria muito natural.

Marquinhos, o melhor jogador do Vitória, já teve acertada a sua transferência para o Palmeiras. Feito o negócio, a produtividade do jogador caiu. Estaria fazendo “corpo mole”, concluíram torcedores e observadores, em Salvador.

Domingo, Palmeiras e Vitória se enfrentam. O Palmeiras precisa vencer para afastar a possibilidade de ficar fora da Libertadores. Pergunta que está sendo repetida, Brasil afora: Marquinhos faria gol, domingo, arriscando tirar o Palmeiras e ele mesmo, jogador, da Libertadores?

A direção do Vitória não teve o cuidado de protelar a venda do seu jogador para o final da competição. Sabia que Palmeiras e Vitória se enfrentariam, na penúltima rodada. Mesmo assim, concordou em fazer o negócio. Ora, com a mesma desenvoltura adotada por ocasião da transação, os dirigentes baianos deveriam poupar Marquinhos de enfrentar o seu novo clube. Alguém conhece uma só razão para exigir que o jogador dispute esta partida motivado?

Acontece que se exige postura profissional do atleta quando dirigentes não têm a menor preocupação com a ética. Tudo é feito por dinheiro. Não importa nem o momento do negócio. Então, calem-se todos. Quem exige que Marquinhos faça gol contra o Palmeiras teria a mesma atitude se estivesse no lugar do jogador? Não pode mentir.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

O Grêmio não é fraco, não senhor!

26 de novembro de 2008 63

Celso Roth deve ser homenageado como um santo milagroso/Valdir Friolin, Banco de Dados - 15/10/2008

No Brasil, infelizmente, segundo colocado e lanterna só não recebem o mesmo tratamento porque o perdedor é rebaixado e o vice ganha vaga para a Libertadores. Já houve quem se atrevesse a propor a mais esdrúxula das discussões: o que seria melhor, ser primeiro da segunda divisão ou segundo da primeira? Um despropósito gigantesco, capaz de ferir um QI de micuim.

Durante mais de um terço do campeonato, o Grêmio liderou. E só distanciou-se da luta pelo título na antepenúltima rodada. Hoje, é o vice-líder do mais disputado campeonato nacional do mundo. Poderá terminar o ano nesta posição ou cair para o terceiro ou quarto lugar. Se tudo der errado, nas duas últimas rodadas, o Grêmio poderá sair do certame na quinta posição. Ainda assim, seria uma colocação acima de 15 outros participantes. Mas, esta é uma improbabilidade muito grande.

Faltou ao Grêmio melhores atacantes para ser campeão. É uma verdade consensualmente admitida. Mas, é imperioso proclamar que o time do Grêmio não é fraco, não. E, se for, é preciso contemplar o seu treinador com as homenagens devidas a um santo milagroso. A classificação final do time gremista teria sido efeito do sobrenatural.

O Grêmio tem carências, sim. Já se anuncia que os atacantes, todos, serão substituídos. Descobrir um bom lateral-esquerdo também seria recomendável. E um direito, se Souza não ficar. Porém, assim mesmo, considerando a qualidade média nacional, o Grêmio está entre as melhores equipes do Brasil. Talvez acabe o Brasileirão como a segunda.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Quem a arbitragem nunca beneficiou?

26 de novembro de 2008 65

Jefferson Botega, Banco de Dados - 4/5/2008

Você sabia que importantes analistas esportivos de dentro do país entenderam, na hora do jogo, que Carlos Simon acertara não dando o pênalti em favor do Flamengo? Depois, revendo as imagens, reconsideraram. Este blogueiro não teve dúvida desde o primeiro momento que Simon cometera um erro, percepção que não o faz melhor do que ninguém.

Juca Kfouri, conceituado cronista esportivo, chegou a escrever que estava precisando de óculos. E Simon também. Juca foi um dos que entenderam que a falta não existiu.

Erros de árbitro acontecem em todas as rodadas. Que atire a primeira pedra o time que não foi beneficiado durante o campeonato, por um pênalti inexistente, um gol marcado em impedimento ou a expulsão indevida de um adversário. Ou, que não tenha sido prejudicado nas mesmas circunstâncias.

O Flamengo, mais do que qualquer outro clube, desfrutou mais benefícios da arbitragem do que prejuízos. Sem contar outras benesses como a transferência de jogos para a sua casa, o Maracanã.

A reação do Flamengo seria aceitável se não fosse a prepotente decisão de enviar correspondência a Fifa relatando o episódio. Prepotência e burrice por achar que a entidade mundial levaria em conta a sua tola pretensão de “alertar a Fifa”.

A Conaf agiu corretamente, retirando Simon da escala da penúltima rodada. Se já tinha feito contra outros árbitros, a penalização foi justa. O presidente da Comissão de Arbitragem só errou quando, sensível à reclamação do Flamengo, apressou-se a sair criticando Carlos Simon. Foi um triste sinal de subserviência.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

O Inter não pode tremer nesta noite

26 de novembro de 2008 25

Jogadores colorados fazem o reconhecimento do gramado do Estádio Ciudad La Plata/Jefferson Botega

São tantas as histórias de pressões e agressões protagonizadas pela torcida do Estudiantes, e pelo próprio time, que é quase impossível para qualquer visitante ignorar o ambiente hostil e, principalmente, as histórias que correm soltas, aumentadas pelo imaginário popular.

Fui testemunha da Batalha de La Plata, jogo realizado entre Grêmio e Estudiantes no antigo, e já demolido, estádio da cidade. Dá medo só de lembrar. Uma frágil tela de arame separava a torcida do campo de jogo. Em campo, um time belicoso e disposto a verter sangue pelo resultado. O resultado desse coquetel de hostilidades foram agressões, expulsões e o Grêmio entregando uma vantagem de dois a zero, assustado com a dimensão das ameaças.

A torcida e o clube são os mesmos. O que mudou foi o estádio, mais moderno e seguro. Mesmo assim, o Inter sentirá na pele a pressão enlouquecida da torcida local. Em campo, o árbitro paraguaio terá a incumbência de conter a violência.

O Inter terá que encontrar a medida exata para não se render às pressões mas, igualmente, não provocar expulsões que poderiam fragilizar o time hoje e no próximo jogo. Terá que ser esperto sem desbancar para a malandragem. Terá que não tremer sem pecar pelo atrevimento demasiado. Enfim, não poderá errar os cálculos. Se conseguir, chega vivo para a decisão no Beira-Rio.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Grêmio depende de si mesmo

26 de novembro de 2008 30

Eduardo De Luca, secretário geral da Confederação Sul-Americana de Futebol, no sorteio dos grupos da Copa Libertadores 2009/Andrés Cristaldo, EFE

Ainda que a vaga para a Libertadores tenha que ser assegurada dentro do campo, nos derradeiros dois jogos do Brasileirão, o Grêmio só depende de si mesmo para terminar a competição na segunda colocação. Se acontecer, enfrentará adversários da Colômbia, Bolívia, México ou Chile, na primeira fase da Libertadores. Dois deles já são conhecidos: Aurora, da Bolívia, e Boyacá Chicó, da Colômbia.

As duas equipes são nossas desconhecidas. Logo que se confirmar a posição do Grêmio no Campeonato Brasileiro, serão buscadas informações sobre os seus adversários e, então, se poderá avaliar o tamanho de cada uma. Mas, desde já, é possível prever as piadinhas que serão feitas caso se confirme que o Grêmio terá que ultrapassar Aurora e Boyacá Chicó — considerando os nomes dos clubes, claro. Alguém dirá que as presenças de tão solenes desconhecidos confirma que a Libertadores já não é mais a mesma.

As mesmas piadinhas e conclusões de sempre. E ainda há quem defenda a rivalidade boboca que impera na província. Já se estende por tantos anos o modelo de enfrentamento que protagonizam colorados e gremistas fora do campo, que a criatividade já se esgotou. As provocações infantilóides se reiteram presididas pelo doentio desejo de, sempre, desmerecer o “tradicional adversário”. E o mais incompreensível é que esse comportamento está enraizado na própria imprensa esportiva, cujo único e valioso produto é o futebol. É como dizer para os patrocinadores: comprem o nosso trabalho, mesmo que o produto seja uma porcaria. Ou convidar o torcedor para consumir um produto que não tem valor.

Mas, apesar desse comportamento que não se altera, o produto chamado futebol continua a figurar entre os mais valorizados. Sabem por quê? Simples. Porque piadinhas e provocações medíocres viraram folclore. Ninguém mais leva a sério. Alguns riem, no máximo, como se estivessem em um circo, no intervalo das apresentações mais importantes. É neste momento que o riso invade o picadeiro.

Postado por Wianey

Bookmark and Share