Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Krieger gostaria que Autuori mudasse o esquema

18 de maio de 2009 33

Krieger prefere o esquema 4-4-2/Vitor Rodrigues
Pela primeira vez, André Krieger abriu o jogo revelando que prefere o 4-4-2. O dirigente do futebol gremista justificou a sua preferência destacando que “neste esquema tático o meio-campo fica mais povoado”. A manifestação de Krieger reforça a certeza de que os dirigentes não interferem nos assuntos da equipe, mesmo quando pensam diferente do treinador.

Este comportamento é bom, mas também é ruim. É positivo à medida em que o treinador tem liberdade absoluta para fazer o seu trabalho e aplicar, exclusivamente, as suas ideias. Mas, pode ser negativo quando o técnico está errado e o dirigente permite a manutenção do erro, mesmo prejudicando o time e o clube.

A relação entre dirigentes e treinadores é, muitas vezes, complicadíssima, principalmente quando os profissionais são intransigentes e movem-se como se fossem donos do clube. São poucos os treinadores que admitem e, mais do que isso, gostam de ouvir o que os dirigentes pensam. Muitas vezes, é verdade, quem dirige não tem contribuição alguma a dar. Em outras, contudo, teriam boas sugestões para oferecer e não o fazem por consideração e, até, por omissão.

Certa vez, Figueroa treinava o Inter e Ibsen Pinheiro era diretor de futebol. Diante da escalação faceira que o treinador definira para enfrentar o Goiás, Ibsen atreveu-se a fazer este comentário, a Figueroa:

— Com esta escalação, estamos na ante-sala do fiasco.

Figueroa ouviu e retrucou:

— Que nada, o Inter é grande, precisa atacar.

Terminado o jogo, o Inter voltou para o vestiário carregando as dores de uma histórica goleada.

Abel Braga treinava o Inter e Fernando Carvalho estava assustado com a predileção do treinador por escalações extremamente fortes para atacar e fraquíssimas para se defender. Daquelas escalações que visavam “ir para dentro do adversário” como gostava de repetir o treinador. Mas, foi assim que o Inter se preparou para os Gre-Nais que decidiriam o Gauchão. O Inter foi mal no primeiro clássico realizado no Olímpico e antes do segundo, Carvalho decidiu ponderar para Abel que o time estava aberto demais. O treinador pediu crédito, garantiu que ganharia o jogo e o título e o resultados todos conhecem: Grêmio campeão. Depois desta decisão, Fernando Carvalho resolveu interferir. Abel atendeu os pedidos do dirigente e o fim da história também é conhecido: Inter campeão da Libertadores e do Mundo.

Certos treinadores fazem carreira mais por sorte do que por juízo. Celso Roth manteve, em 2009, o mesmo esquema tático de 2008. Não percebeu que tinha perdido Rafael Carioca, Pereira e Willian Magrão, o que fazia uma diferença enorme. Teimoso, também não viu que o time, este ano, não contava com jogadores apropriados para jogar no 3-5-2. Afundou após uma sequência de derrotas em Gre-Nais e hoje choraminga e lamenta o que considera ter sido injustiça. Seu sucessor, Marcelo Rospide, não teve coragem para revogar as ideias do seu mestre. Agora, chega Paulo Autuori. Se tivesse a mínima vocação para jogador, apostaria que Autuori vai mudar o esquema tático do Grêmio. Não é preciso ser genial para perceber o que não funciona.

Postado por Wianey Carlet

Bookmark and Share

Comentários (33)

  • Douglas Pichetti diz: 19 de maio de 2009

    Vamos dar um VOTO DE CONFIANÇA ao novo Técnico, Autuori, porque BAGAGEM E EXPERIENCIA ELE TEM DE SOBRA. FORÇA AUTUORI, FORÇA GREMIO. VAMO VAMO TRICOLOR.

  • Airton diz: 18 de maio de 2009

    Caro Wianey!
    Certa vez li aqui uma carta remetida ao você por um colorado enraivecido, que dizia que deveria assumir esta condição logo, para não pegar mal.
    Pois, não sei porque ultimamente lhe ouvindo tive a convicção exatamente de que és colorado, principalmente após os seus “quase gritos” contra o Cacalo no Sala de Redação para defender o glorioso Guiñazu. Sim, pq, pela sua reação, só pode ser seu ídolo, um modelo de volantão a seguir…Agora, digo eu o mesmo. Obrigado.

  • Airton diz: 18 de maio de 2009

    Ah, é coisa de colorado mesmo: a primeira manchete no estilo “cria crise” após a chegada do novo técnico…Parabéns pelo esforço, a secada foi boa.

  • Liliane diz: 18 de maio de 2009

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    vao sentir saudades do Roth!

  • mica diz: 18 de maio de 2009

    Wianey, te peço para que fale com seus contatos gremistas para que eles fiquem de olho no jogador Javier Pastore do Huracán da Argentina. É um garoto de 20 anos, alto e com boa qualidade técnica e que está se destacando no campeonato argentino. Se o gremio está atrás de um meia, que desista do Renato e traga esse jovem antes que ele vá parar no Boca Juniors.

  • Raphael Beu diz: 18 de maio de 2009

    Parabéns direção pela contratação de autuori!! sem dúvida nenhuma um grande técnico… o primeiro ato sensato desta direção quase amadora que o o gremio tem!
    Espero que o autuori não mantenha o preferência que ele teve em outros clubes pelo fábio santos (que é ruim de mais).
    Força autuori…4-4-2 com túlio no time e rumo ao tri!! a nação tricolor está contigo!! um grande técnico sem dúvida alguma, quiçá o melhor do país!

  • Filipe diz: 18 de maio de 2009

    Wianey, só uma observação, além de atender aos pedidos do Fernando Caravalho, o inter só foi campeão da Libertadores, do Mundo e da Recopa por causa daqueles dois gols mal anulados contra o Nacional, se não fosse isso…
    Nem vou lembrar do outro gol mal anulado do Estudiantes na final da Sul Americana, de novo, se não fosse isso…

  • leonardo diz: 21 de maio de 2009

    olha…. eu como sempre nunca deixo de dar minha opiniao…sou gremista.. fanatico.. sócio….e apesar de morar longe sempre me sinto “dentro do gremio”… o inter nao é o modelo de profissionalismo?sim.. todos dizem que é.. mas e como carvalho, um vencedor é verdade, e ibsen, outro sujeito muito inteligente ,dirigentes opnaram tanto nas escalaçoes e carvalho inclusive no ano do mundial ??acho que tanto “profissionalismo” nao é tao bom para os clubes e o inter nao é tao profissional assim.

  • Pedro Lapinscki Junior diz: 18 de maio de 2009

    Show de pretensiosidade. Quem define qdo 1 esquema dá errado? O Krieger? O Wianey? A torcida? Vc citou o Grenal do Abel mas omitiu q o Inter não perdeu e levou gol de xiripa no fim do jogo. Coincidência, certamente. Roth começou mal e depois acertou o time em 2008. O Krieger pode gostar de qq esquema, mas ele não pode intervir em hipótese alguma na escalação do time. E se quiser q vá ser treinador. O amadorismo diretivo é o grande câncer do futebol brasileiro. Dirigente dirige e técnico escala.

  • Carlos Alberto de Oliveira diz: 19 de maio de 2009

    Se o Krieger gostaria, então o esquema está mudado. Ninguém mais pau mandado que o Autuori.

  • ESNAR diz: 18 de maio de 2009

    ola,wianey sou gacho morador aqui no rio de janeiro
    a 15 anos,nasci em uruguaiana morei muitos anos em
    sao luis gonzaga,sou gremista e acho que com chegada de paulo autuori teremos um time mais vibrante,com grandes chances de conquistar-mos
    algum titulo. um grande abraco a todos gauchos
    e a voces do zero hora e ao paulo santanna.

  • Jonas Rafael diz: 18 de maio de 2009

    Jogar ofensivo é bonito, mas pra isso não basta encher de atacantes. Precisa ter um meio forte na marcação e bem treinado pra marcar na área do adversário e pegar todos os rebotes. Não é só sair empilhando atacantes. Sobre o esquema do Grêmio, a solução dos problemas do time não passa apenas pela mudança para o 4-4-2. Precisa qualificar os lados, seja com laterais, seja com alas.

  • carlos alberto choin diz: 18 de maio de 2009

    Caro Wianey, só cego não enxerga que o grande problema do Grêmio é no meio de campo.A defesa não sabe para que entregar a bola, pois nunca tem jogador para receber.Sem falar nos rebotes, que o Grêmio perde todos. ORospide é um grande profissional e 1 grande gremista, mas já pegou um meio de campo desarrumado e parece que distanciou mais ainda um jogador do outro.Tomara que o Autuori dê conjunto para esse time.Mas, tem que contratar.Chega de enrolação senhores dirigentes.

  • Luciano diz: 18 de maio de 2009

    Legal! Notícia sobre o Grêmio e exemplos do Inter!

  • Luis Felipe Dupont da Silva diz: 18 de maio de 2009

    Isso se fala desde 2008, quando o Grêmio começou a fazer água no Brasileirão, e só agora esse dirigente viu isso?! Ah, claro, esse é o mesmo dirigente coerente que declarava seu amor por Roth e nesse final de semana desmentiu esse sentimento… Coerência Sr. Krieger. Coerência…

  • Flávio PAZ diz: 18 de maio de 2009

    AUTUORI: Abre om OLHO. Quando treinaste o INTER mandavas nas escalações, agora. serás MANDADO. É muito coisa para um treinador com o teu retrospecto. Eles costumam dar PITACO nas escalações, a prova disso que em 6 pontos ganharam somente 1 e em casa. Jogar Libertadores contra times inexpressivo é facinho, facinho. Contra os times linha de frente do Brasileiro é o que se viu. Na 2ª rodada estão chegando, chegando, ONDE são verdadeiros COPEIROS, na Zona de Rebaixamento. Nada de Chororô! é na REAL.

  • Lauro Lucas diz: 19 de maio de 2009

    A foto do sr. Krieger está muito adequada, muito representativa da atuação dele no clube. Cara de LAMURIÃO, de CHORÃO, de LAMENTÃO. Ou seja….de PERDEDOR mesmo. Eta fotinho certa essa!

  • Guto Bender diz: 19 de maio de 2009

    Se o Krieger prefere o 4-4-2, eu prefiro o 3-6-1, ou o 3-5-2, ou o 4-5-1, ou o 10-0-0, ou 0 1-8-1, ou qualquer outra porcaria. Tudo que o Krieger prefere é, por princípio, errado. De uma incapacidade abissal, esse senhor.

  • Pedro Lapinscki Junior diz: 18 de maio de 2009

    E pra terminar, esse Krieger não manja nada de esquema, não sei pq está dando pitaco furado sobre o q não sabe. Queria saber se um técnico ficasse dando pitaco em como ele deveria administrar o futebol do clube. Só falta ele ir pro microfone proferir obviedades q muitos descobrem tardiamente. Coisas do tipo: 2 linhas de 4 é a melhor maneira de se armar uma boa retranca. Há quem tenha descoberto isso nesse século… Pasme, Wianey.

  • PAULO diz: 18 de maio de 2009

    Vai trocar o esquema agora, a essas alturas da Libertadores? Com estes jogadores? Mantendo o Tcheco no Time? Vai ter que depender de “Lampejos” do Cabeção hehehe

  • Pedro Lapinscki Junior diz: 18 de maio de 2009

    É realmente muito hilário qdo alguém pinça 2 ou 3 fatos do contexto e tenta transformar isso em “tese”. Racho de rir aqui com tamanho simplismo na aldeia…

  • marcos diz: 19 de maio de 2009

    Pelo comentário do Wyanei os melhores técnicos do futebol gaúcho são IBSEN E CARVALHO e nos aqui sem tecnico a 40 diase eles ai dando sopa.Quanto ao GUinazu acho um bom jogador mas vamos parar de dizer que ele é viril e macho ele muitas vezes é violento e a isenta imprensa só ve quando quer vide GRENAL quando agreediu o Rui com carrinho e tudo ficou assim por isso mesmo mas o juiz era o grande GACIBA o mesmo aquele que ficou 2 anos vetado.

  • Pedro Lapinscki Junior diz: 18 de maio de 2009

    Eu sei q vc é presidente honorário do establishment da retranca gaúcha, Wianey. Só q vc precisa entender ( ou não) que aqueles q estão treinando clube grande tem q pensar grande. Isso significa q o técnico de clube grande necessita impor ritmo de jogo, marcar saída de bola, atacar em bloco qdo tiver a posse da bola, etc. Quem quiser ficar atrás do meio campo q vá treinar o Juventude, Barueri, Santo André e outro menos cotados. Time grande tem q se impor, até pra justificar sua grandeza. Simples.

  • Wolmir diz: 18 de maio de 2009

    E eu gostaria que o Krieger mudasse. Mudasse de país. Acho que o Azerbaijão seria ideal para ele.

  • frederico alves santoro diz: 18 de maio de 2009

    Wianey, sempre fechei contigo quando tu falas da importância de um bom volante que saiba sair jogando de trás.É impressionante,quando o Grêmio é atacado, a avenida que aparece. Até os zagueiros daquele time fraco do Atlético levavam a bola até a área do Grêmio.Já que o Grêmio está com os salários atrasados, como reclamou o Alex Mineiro, fixa o Rever e contrata 1 zagueiro e mais um meio de campo que saiba marcar, pois o Tcheco some do jogo, o Sousa não guarda posição, e sobra tudo para o Adilson

  • Emerson O. Fornari diz: 18 de maio de 2009

    Apenas espero que não recomece o terrorismo da imprensa, contra o novo técnico, nem chegou no Olímpico, e já começou o patrulhamento e absessão por escalar o Grêmio, antes do próprio técnico.

  • jose luiz de castro david diz: 19 de maio de 2009

    O problema dos bananas de pijama não é esquema de jogo.Não adianta 3,5,2 ou 4,4,2 ou
    3,6,1 se não tiveres jogadores para executar.Os bananas tem 3 ou 4 jogadores o resto é baba.

  • pedro paulo diz: 18 de maio de 2009

    Por favor alguem pode me informar, quando es
    tará nas lojas o DVD chegada do AUTUORI, não
    posso perder de jeito nenhum esta compra.

  • vinicius alves coragem diz: 18 de maio de 2009

    Só o que tá segurando aquela defesa é o Vitor e o Rever.Então, não adianta se meter de pato a ganso.Se não contratar 1 bom zagueiro e 1 bom centro- médio, não adianta. Vamos perder muitos jogos.Que tal mandarmos embora Alex Mineiro, Ortemann e outros “come-e dorme”e contratar jogadores mais jovens e promissores?Onde estão os “olheiros” do Grêmio?O Felipão disse certa vez, quando treinava o Gremio, que tinha um caderninho com mais de quinhentos nomes indicados por olheiros que ele espalhou.

  • Alcides Menegatti Filho diz: 18 de maio de 2009

    Pelo que o Figueroa representou para o Inter uma derrota para o Goiás não é nada. Quem lembra dela? Não se chama o nome de Deus em vão. Nem toca no do Figueroa que para a torcida colorada é quase um deus. Esse sabia o que fazia. Até quando não fazia nada estava certo.

  • Célio Ziotti diz: 18 de maio de 2009

    Mas como é que o Figueroa e o Abel foram parar neste post?

  • leonardo diz: 21 de maio de 2009

    e quanto a krieger é um dirigente que assim como carvalho, é apaixonado pelo clube.. nao teve ainda a felicidade de um grande titulo,para lembrar que carvalho ficou 5 anos no inter e só ganhou alguma coisa …. no ultimo…..ficou 4 anos no quase.. inclusive quase caiu pra segunda em 2002..quase foi pra libertadores em 2003… quase campeao do brasil 2005… e dae foi premiado em 2006, o futebol da voltas.. e muita gente esquece do passado

  • Luiz Meireles Soares Nunes diz: 19 de maio de 2009

    Todo sucesso em futebol começa pela preparação física. Se ela for excelente qualquer esquema dá certo e os atletas jogam na sua plenitude. Se for como a atual do time do Grêmio, nada funciona, nem esquema, nem atletas, nem treinador.
    Não se pode esperar uma grande melhora nesse aspecto porque o preparador físico que já deveria estar aqui, trabalhando, chegou um dia depois de Autuori. OREMOS.

Envie seu Comentário