Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Quadros sociais, o bom senso que vem do torcedor

17 de junho de 2009 17

Quem tem um negócio, quer a satisfação do seu cliente/Fotos de Daniel Marenco e Fernando Gomes
“Se o quadro está torto, derrube-se a parede”, esta figura de linguagem bem popular sintetiza, perfeitamente, a burrice do subdesenvolvimento. Este pensamento vesgo aparece em muitas leis e decisões que atingem, diretamente, a vida do brasileiro.

De certa forma, está acontecendo no futebol gaúcho e, mais especificamente, o Internacional. A decisão da Copa do Brasil e o enorme interesse dos colorados trouxe à tona problemas que jamais tinham sido vividos pelo Inter ou qualquer outro clube brasileiro.

Trata-se de um evento excepcional que deve produzir soluções criativas em vez de, simplesmente, conspirar contra a redentora proposta de tornar os clubes autossustentáveis através de alentados quadros sociais.

Uma receita ordinária imprescindível que não pode ser dispensada, simplesmente. O torcenauta Marcos Vinícius Vargas escreveu para este blog tecendo considerações carregadas de bom senso e que merecem ser propagadas:

“Wianey, eu cada vez mais me decepciono com nossos políticos e dirigentes de clube. Acabo de ler que o Grêmio planeja alcançar 100 mil sócios até o final de 2010. As ações, tanto de Grêmio quanto Inter, devem ser elogiadas neste sentido. Estão buscando fontes de renda alternativas para garantir sustentabilidade dos clubes. É bem verdade que o Inter está bem a frente do meu Grêmio em termos de marketing (no Grêmio, ainda escutamos discursos anacrônicos ao invés de ações mais efetivas). E ainda existe um longo caminho que pode ser percorrido. Exemplos existem.

O que mais me preocupa é a falta de visão. O Sr. Luiz Carlos Gaspary, diretor do quadro social do Grêmio, acaba de dar uma declaração que “o grêmio quer evitar os problemas do Inter e que o ideal seria incentivar os torcedores a comprar antecipadamente ingressos no início da temporada como na Europa, antecipando receitas. Quem tem que apresentar uma solução neste momento é o co-irmão.”

Será que ele sabe que vive no Brasil onde a situação econômico-financeira de grande parte dos torcedores e sócios não permitiria que tal ação tivesse a eficácia almejada?

Porque não buscarmos criatividade para solucionar tal problema? Qual o receio de unir forças com o co-irmão e planejar em conjunto solução para problemas reais que afligem os dois?

Nossa receita com patrocínio é prejudicada por que uma empresa não quer se arriscar a patrocinar somente um dos clubes com medo de boicote da outra parte da torcida no estado, reduzindo assim valores no investimento. Pois bem, esta lógica deveria ser usada na otimização de custos: ao contratar uma empresa para solução em termos de ingressos, sistemas, etc, por que não unir forças e ganhar com poder de barganha? As torcidas tem tamanho similar – apesar do Grêmio apresentar maioria em todas as pesquisas – os estádios são equivalentes em termos de capacidade e as necessidades muito parecidas.

Qual o problema em solicitar ao sócio que tem direito a ingresso de forma automática confirmar sua presença ou não 48/24 horas antes do espetáculo? Caso o torcedor confirme sua ausência, por que não repassar 50% do valor do ingresso a ser descontado da mensalidade, pois o clube igual ficaria com 50% de receita um ingresso extra e maior presença no estádio? Dói ver ingressos esgotados e espaços vazios nos jogos… Abs, Marcos Vinicius M. Vargas”

Neste momento, muitos colorados estão, justamente, inconformados. Terão que superar o momentâneo desconforto e confiar que o Inter buscará soluções para que os problemas não se repitam. É interesse absoluto do clube atingir a marca de 100 mil sócios, dispensado-lhes o melhor tratamento. Quem tem um negócio, quer a satisfação do seu cliente.

Postado por Wianey Carlet

Bookmark and Share

Comentários (17)

  • Don diz: 17 de junho de 2009

    Sou sócio Campeão do Mundo do Internacional porque quero ajudar o clube a conquistar títulos e nã para ter direito de ir aos jogos que escolher. Desde o dia em que me associei sabia que corria o risco de ter de disputar “taco a taco” ingressos pela internet. Até então havia ganho todos as disputas. Essa última eu perdi. Faz parte! Eu estou consciente de que espaço para 56 mil não entra 96 mil.
    O Inter vai ser campeão DENTRO DE CAMPO e eu vou comemorar mais um título!

  • Airi Macias Sacco diz: 17 de junho de 2009

    Concordo com o Marcos. Seria realmente produtivo se os dois clubes juntassem forças para buscar a melhor solução para esses e outros problemas. Acho a rivalidade saudável, mas ela deve ficar restrita ao campo de jogo. Todos têm a ganhar com isso.

  • guga do zinga diz: 17 de junho de 2009

    A minha idéia é simples.. acaba-se com essa mamata de conselheiros e diretores.. e sócios remidos.. indeniza essa raça toda e fica-se apenas com os socios-torcedores, assim poe-se todos os ingressos a venda normalmente, mas apenas para socios torcedores.. a vantagem do socio seria apenas a de poder comprar o ingresso.. haja vista que um não socio nem poderia sonhar ir a um jogo..

    medidas antigas e patrimonialistas como socio remido é que mantem nossos clubes no atraso…

  • Julio diz: 17 de junho de 2009

    ESSE GASPARY DIRETOR DO QUADRO SOCIAL DO GRÊMIO É MUITO SEM NOÇÃO DA REALIDADE!COMO ELE FALA EM COMPRA DE PACOTE ANTECIPADA PELOS SÓCIOS??SE O SOCIO AQUELE PATRIMONIAL POR EXEMPLO JA PAGA UMA ALTA MENSALIDADE R$60,00(DIREITO A TODOS OS JOGOS NO ANEL INFERIOR EM PÉSSIMAS ACOMODAÇÕES)MUITAS VEZES COM DIFICULDADE P/NAO TER Q PAGAR POR UM INGRESSO CARO QUE É QUASE O VALOR DA MENSALIDADE IMAGINA SE TIVESE QUE COMPRAR UM PACOTE DE TEMPORADA INTEIRA?

  • Felipe Leal diz: 17 de junho de 2009

    Puxa vida, contratem esse cara para o marketing do Grêmio.
    É disso que precisamos em nossos clubes,pessoas que desejem um crescimento constante do clube, sem ficar preso em vaidades e mesquinharias de quem tem o melhor isso ou aquilo.

  • maira beli diz: 17 de junho de 2009

    eu sou socia do inter e não me preocupo eu quero mais ajudar meu time do coração sempre pago em dia as mensalidades pra mim é descontado em conta pra mim está tudo bem!! colorada até morrer!

  • Gabriel diz: 17 de junho de 2009

    Acho que o inter deveria construir um estádio novo. Um para 120 mil pessoas. Um estádio só para finais, já que durante os outros jogos, o Inter tem média de público de 20/25 mil pessoas, pessoas que vao torcer para o time, apoiar, e nao para aproveitar a festa do título, torcedor de verdade. E porque nao uma pontuacao para preferencia de compra a cada jogo em que nem todos os ingressos sao vendidos? Privilegiando torcedores que tao na ruim, antes de estar na boa? Nao né? Daí ninguém vai querer..

  • Eduardo diz: 17 de junho de 2009

    Essa história de confirmação pros sócios com entrada garantida já foi definida pelo Inter há tempos, só não foi implantada por causa da contratação de um sistema adequado. E é um absurdo alguns sócios quererem um grande aumento do estádio, isso seria um absurdo, o pessoal só quer ir em finais, no resto dos jogos o estádio fica com umas 15mil pessoas, no máximo 30 mil. Imagina o gasto para manter um estádio maior que o Gigante.
    Sou sócio e não consegui ingresso, mas sabia q isso podia acontecer.

  • edgard diz: 17 de junho de 2009

    bem postada a nota do leitor, Wianey. históricamente Madri e Barcelona são rivais fervorosos e ñ só no esporte, tbm na política e li recentemente a união das forças de marketing dos dois clubes p/desenvolverem ações conjuntas que os beneficiem… pq isso ñ pode ser posto em prática no rs? em sp, os 4 grandes estão unindo as forças e vão dar oq falar. Abçs

  • joao alves diz: 17 de junho de 2009

    Torcedor colorado não pode lamentar se não conseguiu ingresso para a final.No estadio
    não cabem todos.E também todos querem o filé;
    mas para chegar na final,teve Flamengo,Coritiba etc..Não é hora de lamentar,e sim de empurrar!! Vamos Inter!!

  • Flávio Silveira Porto diz: 17 de junho de 2009

    Muito bom o raciocínio do Marcos, pois nossos clubes só se preocupam em aumentar o número de sócios e a receita. Devem aumentar a capacidade dos estádios e criar um sistema de fidelidade, isto é, teriam preferência na aquisição do ingresso os torcedores que comparecem mais ao estádio, pois tem torcedores que só vão nas decisões, não acompanhando o time nas horas ruins, como no jogo das 18h30 do Inter X Vitória, e para doer com os reservas desentrosados. Não podemos desanimar, grato.

  • Rafael diz: 17 de junho de 2009

    Wianey
    Acredito que os socios antigos tenham que avisar quando nao vao porem se contabilizarmos que 10% nao irao isso so aumento mais 3000 ingressos que poderao ser vendidos a choradeira vai continuar acredito que tem que vender primero para os socios que vao mais ao estadio para assim sempre estaremos com casa cheia pois se nao for num jogo diminui sua chance de comprar o ingresso e quem quer ir so na fianl nao tera como ir

  • Julio diz: 17 de junho de 2009

    CONTINUAÇÃO..
    E DEPOIS O GRÊMIO NAO QUER SER ROTULADO ELITISTA E PRECONCEITUOSO.SE VEM UM SR. GASPARY DA VIDA E FALA COMO SE TODOS TIVESSEM CONDIÇÕES DE CHEGAR NO INICIO DE UMA TEMPORADA E DESEMBOLSAR R$1000,00.
    OS QUE SÃO SOCIOS PATRIMONIAIS COMO EU DEVEM TER O DIREITO DE IR A QUANTOS JOGOS QUISEREM,CASO CONTRARIO QUE CONSTRUAM UM ESTADIO P/150.000 PESSOAS E DEEM UM JEITO DE ACOMODAR TODOS!SEM ÉSSA DE TER DE AVISAR SE VAI. O CLUBE QUE LIGUE E SE ORGANOZE P/GERIR ESSE PROCESSO.

  • Lucas Juarez Hempe diz: 17 de junho de 2009

    Olá Wianey, parabéns ao Marcos pelo e-mail, trazendo idéias para serem debatidas e a você pela divulgação destas.
    Não há dúvida, se os clubes utilizarem a tecnologia e o bom senso de compartilhar as boas idéias e projetos (pois há sinergia entre os clubes, como nosso amigo mencionou), poderão trazer grandes benefícios aos torcedores, basta vontade e profissionalismo, devem agir como uma empresa, pois os clubes parecem mais o Congresso.. a Câmara dos deputados…
    Grande abraço.

  • Rafael diz: 17 de junho de 2009

    Wianey
    Nao caia nessa de que o clube tem culpa desde ontem esta a venda dos ingressos de outra final que e da recopa clube grande assim tem duas finais em um mes porem os mesmos que reclamam que nao tem ingresso para ir na final da copa do brasil nao compram para esta final pois no site do inter hoje as 15 tinham vendido somente 4000 ingressos estranho sera que sao torcedores do ronaldo

  • PC, O PC diz: 17 de junho de 2009

    Báh, é muito simples. Cria a figura do sócio sem direito a ingresso e, faz para esses sócios, sorteio de ingressos, camisetas, viagens junto com a delegação, jantar com jogadores, viagens a poa, uma noite com a Juliana Paes, esssas coisas. Daí o cara vira sócio, participa, ganha e nem precisa ir aos jogos. Daria certo?
    Nem imagino, mas se eu tenho criatividade por que os dirigentes não?
    Tchus que to preocupado com o caracas.. hehe

  • Daniel E. Teixeira diz: 18 de junho de 2009

    Essa coisa de criticar os clubes por seus programas de sócios é brincadeira, principalmente quando se discute isso somente em jogos finais, e também quando quem encabeça esta dicussão é um cara como o Nando Gross um tremendo babaca arrogante e tendencioso, que usa a carteira da imprensa pra entrar nos estádios e não paga mensalidade do tricolor seu time de coração. A grande maioria se associa com o intuito de ajudar o clube e não somente p. de ir aos jogos!
    Inter 150.000 sócios torço por isso.

Envie seu Comentário