Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 23 março 2010

Piada inglesa: Maradona supera Pelé

23 de março de 2010 48

De vez em quando, em algum pedaço da imprensa mundial, surge disparatada conclusão que coloca Maradona à frente de Pelé. Desta vez, foi o jornal inglês “The Times” o autor de mais uma piada envolvendo o eterno Rei do Futebol. O periódico britânico divulgou lista com os dez melhores jogadores na história das Copas. Pela eleição, Maradona foi o melhor de todos, deixando Pelé para trás. Só para lembrar: Maradona ganhou um título, em 1986, enquanto Pelé festejou três títulos mundiais além de ter marcado mais gols do que Maradona. Não sei quem foram os eleitores e nem importa. O resultado desta eleição não pode ir além de mais uma piada inglesa sem graça alguma.

Bookmark and Share

As injustas cobranças a Guiñazu

23 de março de 2010 56

Foto: Tadeu Vilani

Em momentos de crise técnica, buscam-se culpados e, não raras vezes, são cometidas injustiças. Não seria diferente no caso, presente, do Inter. Nos últimos meses, têm aparecido críticas a movimentação intensa de Guiñazu que, segundo os seus críticos, comprometeria o sistema defensivo colorado. Guina sai muito do lugar, é o que se diz.

Não vejo assim. Pelo contrário. Guiñazu só se mexe tanto porque tem velocidade e capacidade orgânica para estar em muitos lugares. Mesmo assim, antes de ser cobrado, deveriam contabilizar o número de desarmes que faz durante um jogo. Quantos ataques adversários ele desfaz? Guiñazú não é bom finalizador mas existem poucos volantes com a sua capacidade e dedicação. O time colorado têm muitos problemas, é verdade. Mas, certamente, Guiñazu é o 11º deles. As causas para o mau desempenho da equipe, em 2010, passam muito longe do argentino.

Bookmark and Share

O segundo homem do Inter ainda não apareceu

23 de março de 2010 15

Foto: Mauro Vieira

Cobra-se de Alecsandro mais gols e melhores desempenhos. Não está errado. Porém, o centroavante é apenas o último problema do ataque colorado. No alto do pódio está o segundo homem. Antes de mexer em Alecsandro que, bem ou mal, é o artilheiro do time, seria indispensável definir quem é o seu parceiro e como deve jogar.

Jorge Fossati já experimentou vários candidatos ao posto, insistiu muito com Edu e ainda restam outros pretendentes na fila de espera. Marquinhos e Walter são os mais notáveis. O destino dos garotos, contudo, será o mesmo dos seus antecessores se não houver uma rápida reformulação nos conceitos do treinador. Atacantes são dependentes do time e, se houver mais indefinições do que certezas, é certo que acabarão fracassando.

Fossati não pode desperdiçar mais um treinamento, sequer. Precisa optar por uma escalação e um esquema tático definitivos e, então, definir opções e estratégias. Só depois é que caberá cobrar de Alecsandro. Enquanto ele jogar isolado entre os zagueiros adversários, será mais vítima do que culpado.

Bookmark and Share

O Grêmio não gasta demais com o seu futebol

23 de março de 2010 30

O responsável pelas finanças do Grêmio acendeu a luz de alerta: o departamento de futebol do Grêmio está gastando mais do que deveria. O aviso molestou Luiz Onofre Meira e reacendeu preocupações até na torcida.

Ninguém esquece que os últimos anos do clube têm sido marcados por dificuldades financeiros trazidas de períodos de falsa prosperidade. Entretanto, existe uma máxima em futebol que ainda não foi revogada: não existe despesas no futebol, apenas investimentos. Nada gera aumento de receitas como bom time no campo. E boas equipes custam caro. Contratações que não correspondem aos investimentos são fato comum, em qualquer clube. Em cada grupo de 10 contratações, dificilmente são aprovadas mais do que 50%.

Neste momento, no Olímpico, um novo componente atiça as inconformidades com os gastos: a safra de bons jogadores produzidos pelo clube sugerem que seria possível gastar menos com importações. Esta, porém, é uma constatação que só poderia ser feito no tempo adequado. Quem, no início da temporada, apostaria que tantos garotos seriam aprovados?

Bookmark and Share

Fossati na frigideira em fogo brando

23 de março de 2010 47

Foi de cobrança a reunião realizada ontem entre os homens que comandam o futebol colorado e o treinador Jorge Fossati. É difícil imaginar que possa render resultados positivos. Fossati, embora tenha cedido e modificado o esquema tático, possui métodos que não combinam com a cultura brasileira. Ou melhor, não afinam com o bom senso. As constantes modificações de esquemas e escalações, as substituições incompreensíveis, a pouca flexibilidade para lidar com problemas de vestiário e uma visível desafeição pelo aproveitamento de jogadores jovens estão na raiz do escasso rendimento do time, três meses após a sua chegada. Seria necessário que Fossati reconsiderasse quase tudo o que vem fazendo, o que não parece combinar com o seu temperamento. Como é praxe no futebol, o treinador foi colocado na frigideira, em fogo brando. Somente vitórias e bons desempenhos nos próximos jogos poderão apagar o fogo.

Bookmark and Share