Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O Beira-Rio e a estranha polêmica na Câmara

14 de junho de 2010 123

Volto a esta questão porque ela está aberta. Na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, analisava-se a isenção de impostos municipais para as remodelações do Beira-Rio, visando a Copa de 2014. De repente, surgiu uma novidade: que o plano fosse estendido à Arena do Grêmio e a possíveis obras que venham a ser realizadas por Cruzeiro e São José.

Visivelmente, estão usando os dois clubes menores como escudo para a nova proposta, uma vez que não se têm notícias de que estejam projetando obras nos seus estádios. Já seria impertinente se o benefício se estendesse ao Grêmio, haja vista que se trata de uma ação que objetiva beneficiar o estádio escolhido para sediar jogos do Mundial de 2014. Mas, no caso, o subsídio beneficiaria apenas uma empreiteira, a OAS, que vai construir a Arena.

Sobre esta estranha polêmica, o blog registra a seguinte correspondência:

“Caro Wianey:

Parabéns por dar publicidade ao escândalo que os senhores vereadores de Porto Alegre tentam patrocinar para aprovação dos incentivos fiscais às obras para a Copa de 2014 no estádio Beira-Rio. Devemos estar em alerta máximo para esse trenzinho que não vê as carências sociais de responsabilidade da Prefeitura Municipal como, por exemplo, proteção ao crescente número de idosos e menores moradores de ruas da capital.

A desoneração tributária dos materiais utilizados na reforma do Beira-Rio constitui um investimento de interesse público para abrigar um evento mundial, que vai beneficiar a todos os gaúchos. Mas a extensão desses incentivos para obras secundárias à realização desse evento deixará de ser um investimento para tornar-se um custo e, nesse caso, a avaliação deve ser quanto ao interesse social em realizá-lo.

Infelizmente, o intrigante desse oportunismo parlamentar é que ele aflora justamente em ano de eleições, o que nos enche de dúvidas quanto aos beneficiários finais desses recursos públicos. Acho que você tocou com propriedade numa discussão suspeita que se estabelece na Câmara Municipal.

Saudações,

Alsedir Zatt/Porto Alegre”.

Uma notícia das últimas horas poderá explicar o insólito debate: se o Beira-Rio não conseguir atender às exigências da FIFA, a Arena do Grêmio poderá aparecer como candidata à sede dos jogos. O Atlético Paranaense está desistindo de ceder o seu estádio por não estar capacitado a arcar com as despesas de reformas. O Morumbi também poderá ser vetado pela FIFA.

O único estádio particular da Copa 2014 seria o Beira-Rio. Ou a Arena do Grêmio.

Bookmark and Share

Comentários (123)

  • Felipe diz: 14 de junho de 2010

    Fanfarisse isso sim!!! o Beira-rio já foi escolhido como o estadio de PoA, então não me venham com essas conversas fiadas para beneficiar o Gremio. Seriedade!!!

  • Alice diz: 14 de junho de 2010

    Bah, mas tu é muito secador. Agora vai encher o saco com o estádio da copa. Tu é muito mala, que insuportável. Tu deveria ser homem que nem o santana e te assumir gremista publicamente. Ficaria menos feio. Um baita barbado criando polêmica toda hora tá mais é pra coluna de ti ti ti. eu hein.

  • roberto diz: 14 de junho de 2010

    a verdade é que conceder isenção somente a um ente privado (ex. Inter, uma associação – clube e futebol) é ilegal (contraria o Código Tributário Nacional) e a Constituição Federal. Mas é óbvio que os vereadores não sabem disso.

  • paulo diz: 14 de junho de 2010

    Caro Wianey…Como Gremista gostaria de ver os jogos da copa sendo realizados na Arena…Como meu pai e meu irmão são Colorados tbm gostaria q fosse no Beira rio…mas te faço a seguinte pergunta…. poderia haver jogo nos dois estádios…Tipo a 1ª fase de grupos no Beira rio e os mata mata na Arena…todos ficariam satisfeitos…um abraço

  • Andre diz: 14 de junho de 2010

    É simples Wianey,
    Se o Inter não consegue fazer a reforma com RECURSOS PRÓPRIOS como sempre e orgulhosamente registrou, que seja realizada a Copa do Mundo na Arena do Grêmio que será construída pela OAS.
    Para que isentar de impostos (projeção de 30 a 40% do custo)?
    Para que aprovar uma lei absurda proposta pelo seu Beto Albuquerque, que preve abatimento integral das dívidas junto a União com os gastos realizados?
    Em ambos os casos é o dinheiro público indo pelo ralo.
    Nos contribuintes/cidadãos não podemos autorizar isso.
    Com a lei do Beto então, o inter não tocaria num centavo para reformar seu estádio particular.
    Se existe um estádio que precisa de mil e um incentivos fiscais e outro que indenpende disso, bastando tão somente financiamento junto ao BNDES, que se faça a coisa óbvia que qualquer administrador familiar faria.
    Torrar a grana em prol de uma escolha mal feita por puro orgulho é o império da imbecilidade.
    Hoje já há a certeza da construção da Arena. Não é mais apenas um projeto quando era à época da escolha do Beira-Rio.
    Se o inter não tem condições de obter financiamento ou de reformar o estádio com recursos próprios que retire-se.
    Estádio público, de todos, até pode merecer incentivos e dinheiro público.
    Estádio particular, nem um centavo!
    Nós cidadãos/contribuintes não podemos permitir um gasto tão desnecessário como esse que se afigura.
    Que não se dê um centavo a nenhum dos clubes particulares. Eles que se virem!

  • André Marins diz: 14 de junho de 2010

    DIANTE DA INCOMPETÊNCIA DO INTERNACIONAL EM REFORMAR O BEIRA-RIO, NADA MAIS CERTO QUE SE GARANTA QUE POA NÃO PERCA A SEDE DA COPA.

    O WIANEY É FAVORÁVEL A ISENÇÕES, APENAS SE ESSAS FAVOREÇAM O INTERNACIONAL, ISTO É FATO.

  • Giuliano Vieceli diz: 14 de junho de 2010

    Quem sabe tu não faz um post sobre o projeto de lei ABSURDO que o Sr. Beto Albuquerque está montando para safar o seu clube do coracão da dívida que possui com a união?

    E me responda uma coisa: se existe a possibilidade do Beira-Rio perder a condicao de estádio da Copa para a Arena, esta não deveria ter isencões também?

    Como levar a sério um projeto de reforma que, quando questionado sobre garantias financeiras, emite um sonoro “LA GARANTÍA SOY YO”?

  • Rafael Lima diz: 14 de junho de 2010

    Wianey, o beneficiário de uma isenção de impostos na construção da Arena será o Gremio, e não a OAS como o senhor maliciosamente tenta fazer crer.

    O Gremio irá pagar a obra de construção de seu estádio através de um repasse dos valores nos 20 anos seguintes a conclusão da obra.

    Assim, uma isenção de impostos diminuira o valor da obra, e consequentemente o valor repassado ao clube.

    Ainda, na condição de campo de apoio da Copa de 2014 a Arena merece os mesmos benefícios do estádio Beira-Rio.

  • Matias Schuler Guenter diz: 14 de junho de 2010

    A bom, então pro estádio da copa pode, para todo o resto, que é acessório, não pode? Aeroporto e obras de infra estrutura em geral pode ou não pode??

    Ou pode pra tudo que envolve copa ou não pode nada!!

  • Davi diz: 14 de junho de 2010

    estranha???

    imprensa vermelha!!!

    a arena do gremio nao é um custo e sim a melhor arena da america, pois entao ira trazer beneficios ao estado!

  • Thales diz: 14 de junho de 2010

    Wianey, a pergunta é: Por quê não estender os benefícios à Arena? O fato de “beneficiar” apenas uma construtora é irreal, pois todos os fornecedores daquela empresa também seriam beneficiados. O mesmo aconteceria com a remodelação do Beira-Rio, pois não acredito que o clube irá contratar “diversas” construtoras para levar adiante a obra.
    A desculpa da copa do mundo é muito esfarrapada. Lembre-se que o próprio terreno onde está localizado o beira-rio já foi uma doação de uma propriedade pública para o internacional, ao contrário do que ocorreu com o terreno onde hoje está localizado o Olímpico. No tempo da doação do terreno do beira-rio sequer cogitava-se em copa do mundo no Brasil e mesmo assim o clube foi beneficiado.
    Outro fato: a construção do anel superior do Olímpico no início dos anos 80 também não teve qualquer incentivo fiscal de ordem municipal ou estadual e mesmo assim a obra foi feita.
    O fato é: ou se dá isenção para os doiss estádios, sendo que a Arena trará muito mais benefícios para a comunidade na medida em que irá incrementar uma parte da cidade bastante desvalorizada, ou não se dá benefício para nenhum dos dois. A desculpa da copa do mundo não vale, até porque o que se deve levar em consideraçõa no momento de concessões e incentivos públicos é o retorno à comunidade. Neste sentido, a obra da Arena será muito mais benéfica neste sentido, pois se trata do desenvolvimento de uma região carente de Porto Alegre e que poderá gerar oportunidades para a comunidade que lá vive.
    Abs.

  • COLORADO diz: 14 de junho de 2010

    Caro Wianey. Neste caso sugiro à direção do Inter que recorra ao Governo Federal. O art. 146, inciso I da Constituição Federal, diz que cabe à lei complementar dispor sobre conflitos de competência, em matéria tributária, entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios. Pois bem, a Lei Complementar 116/2003. O parágrafo 3° da referida lei, estabelece que o serviço considera-se prestado e o imposto devido no local do estabelecimento prestador, mas estabelece exceções, dentre elas, as obras e reformas da construção civil. Bem, basta que acrescente-se um ítem 7.23 (reforma e construção de estádios para Copa do Mundo) à lista de anexos da lei complementar e esse serviço passará a ser devido no local do prestador do serviço e não onde é prestado. Só não sei se pode haver um ítem específico como esse 7.23 sugerido.

  • Pedroca diz: 14 de junho de 2010

    A velha necessidade de a imprensa criar falsas polêmicas. O Beira-rio será o Estádio da Copa (único que deve receber incentivos). Ponto Final.

  • Diogo diz: 14 de junho de 2010

    “A desoneração tributária dos materiais utilizados na reforma do Beira-Rio constitui um investimento de interesse público para abrigar um evento mundial, que vai beneficiar A TODOS OS GAÚCHOS.”

    DSJFLAJFLSAJFHLAJSFLAHLUOIWEHFLJKBDSKLAJFLQWEHLFKJDSHLFKJLKASDJKLJEWHLWJKHFLL.

    PIADISTA OU IMBECIL!?

  • Anderson diz: 14 de junho de 2010

    Wianey, pelo que tenho visto essa questão de “não estar capacitado a arcar com as despesas de reformas”, em relação a São Paulo e Atletico PR, é que os referidos clubes não conseguiram, ainda, dar garantias de pagamento do financiamento, algo que é necessario para a liberação das isenções e do emprestimo, e que o Internacional tambem não teria entregue ainda a documentação sobre as garantias de pagamento, ou seja, sem garantia, sem emprestimo. Assim sendo, Porto Alegre ja estari trabalhando um plano B (Areno do Grêmio), nesse caso facilitaria a isenção e a liberação do financiamento, pois, 65% do custo da obra esta garantido (bancado) pela OAS e 45% seria cobrido pelo referido financiamento, assim tendo garantias da OAS de cumprimento do acordo (usando a area do olimpico talves?! Coisa que o inter tentaria com o estadio dos Eucalipitos).
    Então creio que continuará essa lenga lenga enquando o Internacional não enviar os documentos com as garantias de pagamento do financiamento da obra.

  • ronaldo diz: 14 de junho de 2010

    Esqueçam essa arena, pior que ficam complicando as coisas pro beira rio por culpa dessa arena fantasma. Ta na hora de tratar esse assunto com seriedade.

  • AcesHigh diz: 14 de junho de 2010

    É muito simples toda essa questão:

    Porto Alegre terá, MESMO SEM INCENTIVOS FISCAIS, uma Arena padrão FIFA capacitada a receber a Copa: a Arena do Grêmio. Sendo assim, é um ABSURDO O CONTRIBUINTE GAUCHO pagar pelo Projeto Gigante Para Sempre através de isenções fiscais, no passo que Porto Alegre NÃO SERÁ EXCLUIDA DA COPA pois terá sim um estádio capacitado, e SEM INCENTIVOS.

    Portanto, não tem que dar incentivo PRA NINGUEM!!

    E se der, tem que ser para TODOS, pois a escolha do Beira Rio foi arbitrária!!! Oras, QUEM escolheu o Beira Rio para a Copa??? E qdo foi escolhido, sabia-se que eles não teriam dinheiro pra construir o estádio sem as isenções?

    Se prometeram construir o estádio sem as isenções, que o FAÇAM ASSIM.

  • Jair Joao Trentin diz: 14 de junho de 2010

    Porto Alegre e os gauchos tem a seguinte situação: Um estádio PARTICULAR,Beira Rio, a ser reformado pleiteando recurssos publicos em torno de 130 milhões(com isenções e o projeto Beto Albuquerque) e outro estádio PARTICULAR, a arena do Gremio, a ser construido com recurssos próprios( OAS mais financiamento do BNDES).
    Diante de tal situação, pergunto: Por que investir os “parcos”recurssos publicos em um estádio particular que atenderá(indiretamente) apenas uma parcela da população gaucha se temos uma alternativa de mesmo nivel sem custos para o contribuinte???

    Não seria essa a polêmica????

  • renan diz: 14 de junho de 2010

    Desde março o inter diz que “as obras começam em 30 dias” e que “se quiséssemos, começaríamos as obras imediatamente”.

    Em recente entrevista do arquiteto do Beira-Rio, Cícero Santini, este entregou que o Inter ainda não tem nada definido, em virtude da viabilidade financeira.

    O Inter retirou da Prefeitura o Estudo de Viabilidade Urbanística do entorno do Beira-Rio, deixando a simples reforma do estádio (sem cobertura, conforme reportagem de hoje do Zero Hora). Ou seja, venderam uma obra faraônica e nem a reforma conseguem fazer.

    O PRAZO DE 30 DIAS QUE O INTER TINHA PARA APRESENTAR AS GARANTIAS FINANCEIRAS À FIFA ACABOU DIA 06/06. E nada foi apresentado.

    E a possível venda de um imóvel (Eucaliptos) e a possível venda de camarotes não sao garantias para ninguém.

    Se não for pela Arena do Grêmio, Porto Alegre ficará fora da Copa.

  • marcelo diz: 14 de junho de 2010

    O inter deveria aproveitar a oportunidade e sair fora como fez o Atletico
    Qual a vantagem de sediar 3 a 4 jogos de seleções de segunda categoria, e ter de arcar com uma divida milionaria????
    Deixa o greminho construir o novo chiqueirinho e ficar com este abacaxi

  • Jaime Zorok diz: 14 de junho de 2010

    Com certeza a pessoa que reclama tem cores clubisticas avermelhadas. Essa é a motivação de todo mundo nessa questão. E é provável que a Arena seja sim, a sede da copa em Porto Alegre, fazendo o Sport Club Internacional pagar o maior vale da história da rivalidade grenal: virar flanelinha de estádio.

    E deixo logo o meu apelo aos vereadres: é bom que estendam os benefícios para a Arena.. ou Porto Alegre não terá sede. A tão falada cobertura do Beira Rio… ja desistiram faz tempo… e qualquer pessoa mais esclarecida já notou que não vai sair mais. Vão só pintar o estádio e achar que a FIFA vai aceitar isso como uma reforma?

    Porto Alegre está correndo sérios riscos de um vexame internacional. Só não ve isso quem enterrou a toca vermelha até os olhos pra fazer de conta que nada está acontecendo.

  • Marcos vinicios diz: 14 de junho de 2010

    Discordo novamente de você, Senhor Wianey Carlet.

    Ou se tem a isonomia total, para ambos os estadios e reformas, ou estará, novamente se dando uma inexplicavel preferencia ao Sport Club Internacional, que ganha areas publicas como se ganha apertos de mão. Ganha areas junto ao rio, que são publicas por definição, ganha areas de parques e praças publicas que são do povo, gremistas e coloradas. e agora quer ganhar dinheiro publico também.
    então, ou se dá os mesmos beneficios a todos, ou não se dá a nenhum.
    Não estamos preparados para a copa, e não será com o dinheiro de meus impostos que beneficiarei uma obra particular de um time adversário ao meu.
    Eu, como todos gremistas iludidos e depois ludibriados pelo poder publico entraremos com inumeros processos se tal beneficio unilateral acontecer, e com certeza, o Beira rio não será concluido até 2014!!
    Igualdade ou nada de obras!!!

    Acorde para questões como igualdade de tratamento, a copa é privada, o estadio é privado, então é sim, beneficio sem igualdade e sem beneficios a todos!

  • Ismael diz: 14 de junho de 2010

    Ao que me parece, esxistem poucos estádios no Brasil atualmente que atendem a quase todas as normas para utilização do estádio na COPA. E o Beira-rio é um deles. Talvez (se não o maior), o que mais atende a todas as exigências. É duvidar da inteligência de nós gaúchos, colocar “esta questão”, como possível segunda opção de estádio (E BENEFICIAR ELE), tendo em vista que o Beira-rio está se preparando, a direção Colorada está mobilizada, inclusive com representantes na Africa do Sul acompanhando “como se faz uma Copa”, e que o estádio já atende em muito as exigências da FIFA. Fica óbvio a intenção da Camara, em tentar equilibrar a ação dos beneficios para ambos, para que o Grêmio seja beneficiado (também), e que não apenas o S.C.Internacional, seja o beneficiado. O grande problema é que a OAS (Empresa Portuguesa), será a maior beneficiada nesta história toda, tendo em vista que o gremio sozinho não consegue arcar com o seu projeto, diferente do Beira-rio, onde apenas o Inter, que é um clube gaúcho e Porto Alegrense, e que sediará os jogos da Copa (segundo a própria FIFA), bancará toda a reforma com seu dinheiro e sem terceiros envolvido na história como o projeto da Arena. Isenção de impostos para o Beira-rio é algo que FOI PROMETIDO PELO GOVERNO FEDERAL, e a câmara se quer ajudar ao REAL estádio que trará retorno e divulgação mundial para a nossa cidade, deve isentar o Beira-rio, e não isentar a OAS-Portuguesa (que é a real dona do estádio Arena até 2034). A desculpa não vale, o Beira-rio é o estádio sede da Copa em Porto Alegre, não a Arena da OAS.

  • Bandolero Tricolor diz: 14 de junho de 2010

    Caro Wianey,
    Quer dizer que isenção de impostos a título de incentivo fiscal para as obras de remodelação do Beira-rio são pertinentes, mas para a contrução da Arena do Grêmio, um empreendimento que irá impulsionar uma zona esquecida na cidade, não seria viável? Que avaliação técnica da questão, hein?!
    Se é para isentar a reforma do Beira-rio pode, mas incentivo fiscal para a Arena é eleitoreiro?!
    Depois há jornalistas que reclamam do rótulo “imprensa vermelha”…

  • celeste olimpica diz: 14 de junho de 2010

    bom, eu vou fazer uma arquibanca atrás da casa que to construindo
    será que consigo benefício? afinal se o novo beira rio ou a arena não forem construidos então as partidas poderiam ser realizadas no campinho que tenho no quintal da minha casa usando a isenção pra construir as novas arquibancada

    que mutreta hein
    obs? a dona yeda da nomeou mais um conselheiro gremista pra assumir a presidencia do comite gaucho pra copa após a morte prematura do jovem que era o secretário/presidente anterior dias atrás?

    isso é brasil
    que vergonha, não tiveram a capacidade de se preparar pra copa antecipadamente e com recursos próprios igual o inter e agora querem dar barrigaço
    isso nem beneficiario o gremio e sim a OAS, eta politicagem barata

  • João A. diz: 14 de junho de 2010

    Mais uma vez te parabenizo pela fiscalização das ações referentes à copa do Mundo. Continua assim, com isenção, para que possamos ter a certeza de que podemos fazer eventos grandiosos e com honestidade.

  • Guilherme Guerreiro diz: 14 de junho de 2010

    Mais colorado que tu só o Pífero. Podias ser um pouco menos tendencioso.

  • Dê diz: 14 de junho de 2010

    quanto recalque, o choro é livre ;D

  • AIRTON LUIZ FLECK diz: 14 de junho de 2010

    Prezado Wianey

    A questão não é tão simples assim. vamos nos inteirar de tudo primeiro. Além das isenções de impostos sobre o material, o projeto federal também preve o abatimento de todo investimento feito pelo clube com débitos de impostos federais (ou seja, vão usar dinheiro de todos os brasileiros para beneficiar um clube particular). Sugiro pesquisar bem este tema e depois dar uma opinião.
    Um abraço

  • JULIÃO diz: 14 de junho de 2010

    Porque a Câmara não teve que decidir também qual projeto (do Grêmio ou do Inter) deveria ser o estádio de Porto Alegre na Copa do Mundo de 2014?

    Ou seja, na hora de escolher o estádio, o evento (copa do mundo) era PRIVADO e não interessava quais argumentos foram utilizados na indicação, mas depois o benefício deve ser exclusivo ao estádio do inter por interesse PÚBLICO dele estar representando a cidade na Copa.

  • CIDADÃO GAÚCHO diz: 14 de junho de 2010

    Como cidadão gaúcho e brasileiro não aceito nem a liberação de impostos para as adequações do Beira Rio e muito menos para a construção da Arena da OAS, pois é uma empresa particular que se beneficiará com o nosso dinheiro, isto mostra o quanto estamos mal representados no governo estadual e municipal, a cãmara de vereadores deve ter recebido certamente algum sinal de um ou dos dois governos para colocar esta possibilidade vergonhosa em pauta. Somos gaúchos, temos que acreditar na nossa câmara municipal, onde o povo tem o maior número de seus representantes. Não podemos aceitar tamanha canalisse na nossa política portoalegrense.
    Como podem imaginar uma coisa destas, beneficiar uma empresa particular somente na dúvida de um estádio estar pronto ou não para Copa, sendo assim cada estado sede terá que fazer dois estádios para que, se um não ficar pronto, o outro estará, seria brincadeira se não fosse trágico.

  • Ronaldo diz: 14 de junho de 2010

    Wianey, não é verdade que a desoneração fiscal beneficiaria apenas a OAS e não o Grêmio. A arena não será construída apenas com recursos da OAS. 40% do custo da obra virá de um empréstimo que deverá ser pago em 7 anos. O pagamento deste empréstimo virá dos lucros obtido na exploração da arena. Lembrando ainda que enquanto estiver sendo pago o empréstimo, o Grêmio ficará com 100% do lucro líquido da arena. É evidente que se houver a desoneração, o valor do empréstimo a ser tomado diminuirá, aumentando o lucro líquido da arena e beneficiando, portanto, o Grêmio.

  • Tiago F. S. diz: 14 de junho de 2010

    Se o Beira Rio será beneficiado, a Arena também pode. Se nós gremistas, comprovadamente a maior torcida do estado vamos “arcar” com as despesas da reforma do Beira Rio, é por justo a podermos pagar a construção do nosso estádio também!
    Não há nenhum problema nisso, visto que a copa do mundo é um evento de um mês, e na “xinxa” mesmo só vai onerar os cofres públicos e não vai servir pra nada.
    E também é justo favorecer o crescimento de outros clubes da capital.
    O resto, é opinião de torcedor!

  • Diogo diz: 14 de junho de 2010

    Na verdade, acho que é desnecessário conceder benefícios fiscais para as obras do Beira Rio e Arena. Isso porque em Porto Alegre existe uma empresa (OAS) disposta a construir um estádio sem isenções fiscais. Portanto, o município não precisa investir valores ou deixar de ganhar um centavo sequer em isenções para construção ou reforma desse ou daquele estádio.
    Assim sendo, a falta de isenção fiscal para a reforma do beira-rio não impedirá a realização dos jogos da copa em porto alegre.

  • Claudiopoa diz: 14 de junho de 2010

    No momento em que Grêmio e Inter estão investindos em seus estádios e esses investimentos significam custos para ambos, nada mais justo que essas isenções que serão dadas para um seja estendidas para todos os clubes da cidade, caso contrário estaria se configurando uma flagrante injustiça.

    A Copa do mundo não importa nesse caso, pois depois dela a disputa grenal continuará e o Beira-rio não será o único estádio de Porto Alegre.

    Além disso, o Inter vai receber a Copa em seu estádio porque quer. Ninguém está impondo nenhum sacrifício obrigatório, do qual poderia haver compensações públicas através desses benefícios.

  • MARCO ANTONIO GUIMARAES diz: 14 de junho de 2010

    Conforme declarações dos responsáveis pela remodelação do Beira-Rio, essa iseção apenas viria auxiliar nas despesas, pois mesmo que não fosse autorizada, o colorado estaria programado financeiramente para arcar com as despesas. Nossos vereadores jamais preocupam-se em auxiliar as pessoas que clamam por um abrigo, não rende voto, engajar nas campanhas anti drogas, não dá voto, beneficiar os idosos que correm risco de perder seus tetos, não dá voto. Todos esses casos não são dados as devidas proporções na mídia, por isso não dá voto. Isso acontece em todo o país, mas ninguém faz nada, pois a cadeia não foram feitas para esses aproveitadores. Deixa estar os seus dias vão chegar, assim como a justiça a população tem venda nos olhos, mas chegará o dia em que vamos dar o troco.

  • Alan Perius diz: 14 de junho de 2010

    E ninguém cala…. esse chororô

    chora menos Carlet

    pois ta com uma pulga atrás da orelha, pois já sentiu o cutuco que a arena será a sede em 2014!

    hauhuahauhauhauahuaha

  • oscar diz: 14 de junho de 2010

    a casa do badanha tb precisa de isenção de impostos para ser reformada e ficar bonita para a copa!

  • Rodrigo diz: 14 de junho de 2010

    Wianey tu é um colorado recalcado. Ajuda pro inter tu acha legal, uma maravilha, agora se a ajuda é pro Grêmio é ruim

  • JULIÃO diz: 14 de junho de 2010

    MENTIRA!!!

    Essas isenções, se forem dadas também para a Arena do Grêmio, não beneficiarão a OAS, pois a Arena será paga com patrimônio do Grêmio, o terreno da Azenha, e um empréstimo feito em nome da OAS, mas que será pago a partir de recursos financeiros retirados da própria Arena.

    Ou seja quanto menor os custos da obra da Arena, menor será o financiamento necessário (despesas financeiras) e, consequentemente, maiores serão os LUCROS do Grêmio na Arena.

  • ALDEMIR – CURITIBA diz: 14 de junho de 2010

    COMEÇOU A PALHAÇADA, A ROUBALHEIRA, MILHOES PRA 3 OU 4 JOGOS É O CUMULO EM UM PAIS COM TANATAS NESCESSIDADES, OS RICOS NÃO QUEREM MAIS, AGORA É SÓ NOS PAISES FALIDOS AFRICA E AGORA BRASIL. ESSA HISTORIA DE TURISMO É PURA BALELA, SÓ VAI BEBUM COM MOCHILA NAS COSTAS. SOU COLORADO E SÓ APOIO O MEU CLUBE EM SER SEDE ( JÁ QUE VAI SER AQUI MESMO ) PORQUE JÁ IRIAMOS REFORMAR O BEIRA-RIO, AGORA ESTADIO NA AMAZONIA, ACRE… É BRINCADEIRA.

  • Rafael diz: 14 de junho de 2010

    É um absurdo mesmo!!!..Mas também, o comitê de organização da copa em POA parece mais uma chapa que concorre ao conselho do Grêmio. Estão formando uma cúpula gremista. Estão fazendo de tudo pra colocar a Arena em tudo que disrespeito as reformas do Beira-Rio, querendo trazer benefícios para construção do estádio do time deles, e na cara dura. Deve fazer parte das exigências da OAS tais benefícios para construir o estádio , como foi quando aprovaram a construção de prédios acima da altura permitida para aquela área no humaitá, quando da votação do projeto na câmara. Se não fosse liberado, não tinha estádio. Mas, como tinha só gremista, aprovaram, óbvio. E eles irão aprovar tudo, vão se aproveitar, ou tu achas que não Wianey?
    Eles sabem que o estádio da copa é o Beira-Rio e não vai mudar, mas tão dando este “migué” pra passar a mão nos cofres públicos e bancar os interesses clubistícos deles.
    Lamentável!!! Isto deveria ser mais divulgado.

  • ELTON diz: 14 de junho de 2010

    Parabéns ao narrador Marco Antônio Pereira. O cara é bom mesmo. No dia 12/06/2010 Felipão foi anunciado como o novo treinador do Inter.

  • jacão diz: 14 de junho de 2010

    Wianey, outro ponto que chama a atenção é este cargo de subsecretário da Copa. Era do Paulo Odone, passou para o filho do Regis de Freitas Lima e, falecido este, foi empossado o Antonini. Ou seja, sem questionar a competencia de todos, parece que este cargo é um feudo do Gremio. E então pergunto: será que estas pessoas terão a isenção necessária para legislar sobre assuntos que digam respeito ao Inter e ao Beira Rio? Imagina a pressao que eles nãosofrem de conselheiros e torcedores, a cada vez que tenham que tomar uma decisão que implique em deixar o Beira Rio e adjacencias melhores. Tá muito estranho isto. P. q. este cargo tem que ser “do Gremio”? Não seria o caso de contratar – ou nomear – pela competencia e isenção?

  • Leandro diz: 14 de junho de 2010

    Não entendi este comentário direito. Será que daria para o ministrador da opinião ser mais claro? Primeiro fala da isenção se estender para 4 clubes, referente a reformas (para a Copa de 2014, o que tem a ver esses 3 times sendo que só o Beira-Rio está habilitado para receber tal evento?????), depois posta o comentário de um leitor falando somente na isenção ao que se refere as reformas no Beira-Rio (não entendi também onde esse cidadão quis chegar com o tal comentário. Deu a entender que ele falava do Beira-Rio????).
    Para melhor compreensão de todos, até porque me parece incompleta e sem sentido algum (pelo menos poderia colocar postado o tal projeto que tramita na Câma de POA).
    Para deixar mais sem pé nem cabeça termina colocando a ARENA do Grêmio na jogada, assim, grátis. O QUE TEM A VER UMA COISA COM OUTRA SE A ARENA NEM EXISTE????????????
    As pessoas estão começando a notar que toda vez que se fala do Projeto do Novo Beira-Rio, cita-se em parceria a Arena do Grêmio (que não existe!!!), COMO SE FOSSE PROIBIDO FALAR SOMENTE DO BEIRA-RIO COMO ESTÁDIO PARTICULAR HABILITADO PARA RECEBER JOGOS DA COPA SENDO QUE A MAIORIA NÃO EXISTE E VÃO SER TODOS FEITOS COM O DITO DINHEIRO PÚBLICO ACIMA COMENTADO.
    Mas será que não existe alguém que seja homem o suficiente para dizer, que se OS OUTROS VÃO RECEBER, QUEREM ME CONTAR QUE SÓ AQUI, VAMOS DAR UMA DE BOM E NÃO ACEITAR, JÁ QUE, COM CERTEZA, O GRÊMIO ESTÁ ESPREITANDO TUDO ISTO PELOS BASTIDORES PARA PEGAR ESSA BOQUINHA EM DETRIMENTO DO INTER ou Sr. Vianey, tu achas que não há uma ferraz guerra por aqui também nos bastidores para o pessoal da Azenha pegar esse mumuzinho. É DOSE!
    Ah, não esquecendo, sobre a isenção de impostos que o cidadão acima referenciou, como se isenção nos benefícios (na fonte) como se esse dinheiro fosse sempre repassado para o cidadão na forma de benefício aos mesmos, que porcaria de hipocrisia foi essa.

  • rodrigo aguiar diz: 14 de junho de 2010

    sempre pensei que a questão do estádio da copa em poa estivesse definido. até ver as arenas da copa de 2010. nem morumbi, nem maracanã, muito menos beira-lago, chegam aos pés dos estádios da áfrica do sul. somente novos estádios poderão fazer frente ao que temos visto pela televisão. hj tenho certeza de que, se insistirmos no beira-lago para a copa, passaremos mais vergonha do que explicando nosso trânsito aos visitantes.

  • ELTON diz: 14 de junho de 2010

    A inveja mata. Agora alguns querem a extensão de incentivos do Beira-Rio para obras secundárias à realização da Copa do Mundo. Secundárias como Estádio Arena, Estádio Cruzeiro e Estádio São José. Em época de eleição os hipócritas aparecem.

  • Valair Ferreira diz: 14 de junho de 2010

    Eu acho que, ou se desonera todas as obras que abrigarão as seleções, sejam estádios, CTs, áreas de apoio, ou não se desonera nada.

    Não tem razões lógicas pra beneficiar apenas um, no caso o SC Internacional. Também, não acho plausível o clube arcar sozinho com o investimento, sem a desoneração.

    Ou seja, se querem copa em Porto Alegre, deem incentivos fiscais a todos os envolvidos preparação de logística e estádios dos jogos. E parece que está claro, que a Arena Gremista, pode tranquilamente ser uma das sedes de alguns jogos. É moderno, funcional, bem localizado, etc.

    Mas como tudo no Rio Grande tem grenal, é claro que os colorados querem tudo só pra eles, e os gremistas também querem participar da festa.

  • sidnei diz: 14 de junho de 2010

    incentivos fiscais para obras em andamento, não obras virtuais. O beira rio existe, é algo sólido e pertence ao Inter. A arena pode ser encampada por terceiros por exemplo, caso a OAS (como a ISL) falir durante a construção ou a vigência do contrato com o gremio, e os credores tomarem o estadio, uma vez que por 20 anos futuros (após a conclusão da obra) não pertencerá ao gremio.

  • João Carlos diz: 14 de junho de 2010

    É a “gremialização” da Secretaria da Copa mostrando suas garras. Acredito que a reforma do Beira-Rio não sai e a Arena do Grêmio será a única candidata para os jogos de 14. Só não entendo essa anuência da diretoria colorada…

  • PC, O PC diz: 14 de junho de 2010

    E por que não repassar para a OAS, com a condição que a OAS repasse ao Gremio?
    Heinnn!!???? Genios. Se dois estátidos estãos sendo construidos por que não estender esse benefício a ambos?
    A propósito a FIFA nao teria se interessado pelo projeto do Grêmio e parece que alguém na CBF sabe-se lá por que motivo descartou?
    Tomara que o estádio do Grêmio nãos seja palco de nenhum jogo de copa do mundo. Tomara que o Grêmio não ceda o estádio para nenhuma seleçãozinha de quinta treinar. O Olímpico e a Arena são do Grêmio Futebol Porto Alegrense. Agora é claro, se a Alemanha ou a Itália tiverem algum interessse recomendo conversações mediante indenizações extremamente elevadas, hehehehe

  • Maurício Todeschini diz: 14 de junho de 2010

    Não acho que deva beneficiar a empreiteira, e sim o Grêmio, abatendo-se dos gastos que esteve deve repassar à empreiteira.

    O Governo concede o benefício fiscal, e o tanto que a empresa não precisaria investir, é abatido posteriormente das despesas tricolores.

    Afinal, a obra do Beira-Rio vai beneficiar também o Inter, não vai?

    E seria justo, um clube fazer enorme esforço e individar-se com investidores, enquanto outro recebe metade do estádio de graça do governo?

    Sendo que existe a possibilidade de a Arena Gremista ser sede, se o Beira-Rio não estiver pronto a tempo.

    A medida é justa.

    Todos os estádios de futebol que queiram se reformar para ser, eventualmente, sede da Copa, devem ter isenções fiscais, para que nenhum clube seja beneficiado.

  • ALCEU POA diz: 14 de junho de 2010

    WIANEY, PARABENS POR LEVANTAR ESTE ESCÂNDALO QUE QUEREM EMPURRAR A NÓS CONTRIBUINTES QUE VAMOS PAGAR IMPOSTOS PARA DAR INCENTIVOS FISCAIS PARA UMA “EMPRESA PARTICULAR”” ISTO É CASO URGENTE PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO, INCLUSIVE O FEDERAL, NUNCA TINHA VISTO UMA EMPRESA PARTICULAR QUE NÃO TEM NADA A VER COM A COPA GANHAR “BENEFÍCIO DOS NOSSOS SUADOS IMPOSTOS”, CPI JÁ NESTA CÂMARA DE VEREADOR QUE ESTA QUERENDO DAR VANTAGENS COM NOSSO DINHEIRO PÚBLICO A EMPRESA PARTICULAR?? ESCÂNDALO, CPI JÁ. “” AGORA COMEÇO A ENTEDER PORQUE A Sra. YEDA E ODONE SEMPRE COLOCAM NA SECRETARIA DA COPA UM CONSELHEIRO DO GREMIO”” ENTENDIDO… VERGONHA, O QUE ELES CONSEGUIRAM FAZER COM NOSSA CIDADE E NOSSO ESTADO.

  • Wildem diz: 14 de junho de 2010

    Dar isenção ao estádio Beira Rio é justo, pois sediará jogos da copa, que é de interesse do país e dos brasileiros. Já dar isenção a construção da Arena é beneficiar um grupo estrangeiro que vai explorar o nome Grêmio e seus torcedores. Vantagens estas que não reverterão ao povo e torcedores. Sou colorado e acho que o Grêmio está entregando o ouro para os bandidos.

  • Fernando D’Andrea diz: 14 de junho de 2010

    Oras, se o único estádio particular seria o Beira-Rio, o Internacional seria o único clube brasileiro a ser beneficiado com o subsídio. Seria de qualquer forma justo? Por favor…

  • dorico diz: 14 de junho de 2010

    Sem esta de beneficiar so o inter, ou inclui o gremio ou aborta este rombo aos cofres publico, como pode dar milhoes para2/3 jogos.???? parabens a camera de Poa. Acordaram a tempo.

  • ari diz: 14 de junho de 2010

    A explicação não procede e nem tem verossimilhança. Supõe-se que a FIFA poderá vetar o Beira Rio, que já é um bom estádio e que terá obras para melhorar e se adaptar as exigências da FIFA e na mesma linha de suposições que vetando o Beira Rio aprovaria um estádio que ainda nem existe a não ser em sonho e num contrato com uma construtora( a verdadeira beneficiada nesta proposta) que já deixou muita gente “a ver navios” pelo mundo.

  • Valter Gomes diz: 14 de junho de 2010

    Prezado cronista, se voce procurar os jornais da época que se começou a falar em uma sede gaucha para a copa do mundo , começou uma guerra fria por parte do gremio para ter vantagens como se o seu estádio (?) fosse o escolhido. O Sr. Odone nunca escondeu seu gremismo para, usando o cargo junto ao governo do Estado,tentar obter vantagens ao seu clube. Ou as indicações de gremistas para as comissões que tratam de assuntos da copa foram de quem? Alias, sugiro o Brazinha para um cargo qquer, pelo menos é assumido e não vai , demagogicamente, enganar ninguem . Outra coisa Sr. Cronista, que negócio é esse de beneficiar a empreiteira parceira dos azuisinhos? E, por último, gostaria de ver o meu INTER investindo mais no futebol e menos em obras faraonicas do estádio. Quantas vezes o Beira Rio lota por ano? Concordo com reformas necessarias e melhorias para TODA A TORCIDA.

  • Ze Mario diz: 14 de junho de 2010

    Para mim é simples, a isenção de impostosm é SOMENTE para aqueles estádios que abrigarão a copa…

  • Edinardo Gremista diz: 14 de junho de 2010

    Incrivel o medo dos colorados que a Arena se concretize! Por que só o Beira-Rio pode ter os incentivos se não existe a certeza absoluta da utilização do Estádio para a Copa! A decisão ocorre somente 12 meses antes da abertura, segundo a própria FIFA, portanto, tem muita agua para passar por baixo da ponte. Além do mais os politicos estão sendo é precavidos, pois as reformados do Beira-Rio já deveria ter começado, e quase nada foi feito. Eles estão certos e deve ter um plano B, que além de tudo ficará muito melhor que a primeira opção, escolhida apenas politicamente, e não tecnicamente.

  • JV SALSA (DÃO) diz: 14 de junho de 2010

    É TUDO UMA CAMBADA DE …
    NÃO TEM COMO ALGUÉM QUERER
    PREJUDICAR O COLORADO COM
    O SEU OLHO GORDO JÁ QUE A LEI
    ESTÁ DO NOSSO LADO,QUANTO AOS
    OPORTUNISTAS DE PLANTÃO,VÃO…

  • José Teixeira diz: 14 de junho de 2010

    Caro jornalista,
    Mas que bando de espertos, o Brasil não vai terminar os estádios da copa a tempo com os politicos que temos. É hora do Ministério Público Federal entrar na briga e acabar com a farra da isenção, a qual é para estádios sedes da copa, portanto de interesse público, de certa maneira já suspeita, agora querer beneficiar empreiteiras descaradamente, mas que vergonha.

  • rudemar deon diz: 14 de junho de 2010

    o inter que faça a cobertura DO ESTADIO que ja esta otimo
    para o seu torcedor. que e quem mantem seus jogadores. a fifa se quer estadio que va fazer . chega dessa mafia ganhar diheiro em cima dos outrs

  • Demagago diz: 14 de junho de 2010

    Caro jornalista

    Tu és capaz de contar no teu espaço como foi junto aos políticos da época a cedencia do NOBRE espaço publico aterrado ao time da beira-lago …..se tu fores de fato isento…vai e pesquise a época e TU FICARES ENVERGONHADO DE TER SE CALADO DURANTE TODOS ESTES ANOS. Mas não leia somente os jornais da época, pesquise PROFUNDAMENTE e escutas ex-políticos da época dispostos a contar a VERDADE.

  • Mauro diz: 14 de junho de 2010

    Isso é pura demagogia dos “edis”. E faz jus àquilo que os cidadãos pensam dos políticos em geral. Como é que vai-se dar garantia ou estender benfícios àquilo que não existe?

  • INDIGNADO diz: 14 de junho de 2010

    Tem boi na linha. Quando o Gremio negociou o estádio olímpico e mais 13ha de terra dentro da cidade de POA E MAIS 20 ANOS pagando em dinheiro e/ou receita de tv (sei lá..) com a OAS, os custos de impostos estavam incluídos no custo da obra. Se o houver isenção para a arena só e sómento só a OAS que sairá beneficiada pois é ela a dona do empreendimento…..O GREMIO depois de 20 anos pagando todas prestações( tipo leesing) daí, então será proprietário da arena…..NO MAIS É ROLO, não do GREMIO, mas da OAS com os vereadores, tem dinheiro rolando no pedaço….podes crer, ABREM O OLHO

  • gauchos idiotas diz: 14 de junho de 2010

    todos os que deram palpites ai encima erraram feio,a isenção pra empreiteira é para ver quantos ëles¨(vereadores)vão embolsar por fora,entenderam?

  • tudonoseulugar diz: 14 de junho de 2010

    Quando tem dinheiro grosso no pedaço(e voto em época de eleição) tudo é possível. Quando da negociação do olímpico com a OAS, os vereadores alteraram o plano diretor autorizando grande aumento na taxa de ocupação(TO) do solo junto a área do olímpico. Alguém tem idéia em R$ o que valorizou aquela área e o que o GREMIO E OAS, ganharam com isso……GARANTO QUE É O DOBRO DOS ATUAIS INSENTIVOS FISCAIS para o BEIRA RIO….VALE APENA FISCALIZAR NÉ SEUS VEREADORES…

  • Nestor Heinen diz: 14 de junho de 2010

    Caro Wianey. O Sr Alsedir esqueceu de encerrar a bela colocação com um SAUDAÇÕES COLORADAS. Falando sério. Nos anos 40 o Inter não perdeu os Eucaliptos porque o Sr Ildo
    Menegueti, Prefeito, em nome da prefeitra assumiu as dívidas. Nos anos 50, o Grêmio, para
    poder fazer o Olímpico, teve que se desfazer da baixada (hoje o metro quadrado mais caro
    da capital). Nos anos 60, para fazer o B.Rio, o Inter recebeu de MÃO BEIJADA cerca de 20
    hectares. Hoje, após invasões e mais invasões, a área deve girar perto dos 40 hectares.
    Sempre com o manto de clube do povo e pobrezinhos, foram engambelando os desavisa-
    dos, aumentando GEOMETRICAMENTE o seu patrimônio. Agora, quando justamente, os gre-
    mistas pleiteiam apenas uma FATIA DO MESMO TAMANHO, somos obrigados a ler idéias pe-
    quenas como as do ILUSTRÍSSIMO SENHOR ALSEDIR. JAMAIS DEVE SER ESQUECIDO QUE
    MAIS DE 50% DOS IMPOSTOS RECOLHIDOS EM PORTO ALEGRE VÊM DE GREMISTAS.Cordi-
    almente, Nestoor Heinen

    .

  • CELSO diz: 14 de junho de 2010

    O que fico pensando é que estão construindo uma Arena para um time que vai passar uns 10 anos na segunda divisão. Sim, pois não consegue manter um time que preste com o dinheiro que tem, quem dirá com uma divida de centenas de milhões para pagar em 20 anos.. heheh.. a arrogância e prepotência do Grêmio o levarão para o fim trágico…. o tempo dirá…

  • Irineu Brum diz: 14 de junho de 2010

    FANTÁSTICO COMO O Sr. Alsedir Zatt e o Sr. Wianey MANIPULAM A VERDADE. Nem o meu Grêmio e tampouco o inter devem ganhar qq subsídio ou isenção. Dizer que o BRio vai beneficiar os gauchos é pura maluquice. ONDE?? O que beneficiaria os PORTOALEGRENSES seria um metro ou saneamento, ou vias expressas. PAREM DE DISCUTIR dupla GRENAL. Estão brincando/roubando o nosso DINHEIRO. O dinheiro dos nossos IMPOSTOS.
    O nome disso é SACANAGEM. Com apoio da mídia.

  • Leandro diz: 14 de junho de 2010

    Caro wianey!!! Porque essa tendência de colocar tudo a favor do beira-rio como sede da copa? Porque teus textos sempre tentam menosprezar a Arena? Porque o Sr. não Vê o outro lado da moeda? Porque vc coloca a questão das isenções para os dois estádios se a questão primordial é que um estádio não irá trazer nenhum prejuízo para a população? Porque vc usa a desculpa da copa pra beneficiar um bem PARTICULAR?

  • Edu diz: 14 de junho de 2010

    Pensando bem acho que o “Gaúchos idiotas”, acima, está com a razão, não me dei conta disto quando estava lendo os comentários, esta é a forma do “Comitê da Copa” conseguir que os vereadores de Porto Alegre aprovem o projeto de isenção também para a construção da ARENA, é só a OAS repassar uma grana para os vereadores. Êta brasilzão sem vergonha, o mundo é dos espertos. O povão fica se debatendo e lutando entre eles e o poder sai mais rico e o povo mais pobre. Nas próximas eleições votamos neles novamente, o povo é burro e esquecido.

  • Andre diz: 14 de junho de 2010

    Senhores Vereadores, Deputados e Senadores gaúchos!
    Não se esqueçam que a MAIOR torcida do sul do Brasil é Gremista.
    Nós gremistas, contribuintes e eleitores não admitimos dar ajuda fiscal (nossos impostos) unicamente ao nosso clube rival (internacional). Pelo que se conta o único clube PRIVADO a ser beneficiado.
    Que não se dê um centavo público a nenhuma instituição privada.
    Se eles fizerem a reforma parabéns. Senão uma Arena sediará a Copa, sem ajuda fiscal nenhuma.
    Nosso dinheiro não é papel. Não dá em árvore. Um mínimo de consciência pública e política é o que se pede agora.
    Estamos de olho!

  • Nestor Heinen diz: 14 de junho de 2010

    Caro Wianey. Do fundo do meu coração, os meus agradecimentos por teres publicado o meu
    modesto comentário. Nestor

  • luiz diz: 14 de junho de 2010

    Bah, mas vocês colorados são chorões mesmo. Ganharam a área do Beira- Rio de graça do poder público, agora querem ganhar sozinhos as isenções. SDão uns pobre coitados e se fazem de indigentes. Desde a fundaçõa que é esta mazela. Chorões eternos. Me lembram os sem´terra, vai ver são uns sem-campo. Sem-time e sem-torcida (gostei desta, ao invés dos Cem mil) rsrsrsrsrs. Os pobres indigentes invejosos dos colorados continuam se fazendo de vítima para ganhar agrados. E a imprensa ajuda na divulgação. CRESÇAM seus M. de M.

  • JORNALISTINHA diz: 14 de junho de 2010

    Olha..te larguei tchê, tu é MUITO COLORADO e VELHACO….tu e teu coleguinha que disse “com convicção” a grande “bomba” do ano que o Felipão seria anunciado no dia 15 no teu timinho. Acredito que o Nelson não esta se tocando que vc´s estão AFUNDANDO a querida RBS dele. Eu larguei definitivamente…..porque tu não fica ai na AFRICA de uma vez.

  • Paulo Uberlandia diz: 14 de junho de 2010

    -Seria mais digno por parte da diretoria colorada fazer o que fez o Atletico Paranaense (segundo blog ), já que não tem condições ( ou não tem interesse) de bancar as despesas com reformas ( que devem ser custeados somente com recursos do Clube), abrir mão então de sediar os jogos da copa. O que seria um belo gol a favor.

  • Felipe Ues diz: 15 de junho de 2010

    Wianey, tu me dá pena!!!!!!!!!!!!!

  • ELEMINEICHONNNN do SUCATAO 69 OK diz: 15 de junho de 2010

    O interzinho ” ESTA PRECIONANDO o ESTADO rs ” PRA QUE NAOOOOOOOOOOOO de ISENCOES PRA ARENA OKKKKK, DE MEDO . ( OS AMARGOS 69 ESTAO SE BORRANDO COMO NUNCA da ARENA GREMIO ) . FONTE = site LANCE sp .

  • Ronaldo diz: 15 de junho de 2010

    O que mais impressiona em todos os comentários que defendem isenções para o Beira-Rio e apenas para o Beira-Rio e que todos aceitam como algo absolutamente natural um fato que em si só é absurdo: Se a escolha dos estádios deu-se pela CBF (uma entidade PRIVADA), beneficiar, com isenções ou recursos públicos APENAS os estádios ESCOLHIDOS PELA CBF significa o poder público delegar a uma entidade privada a escolha de quem terá benefícios públicos.
    Quem não percebe que isso é inaceitável do ponto de vista do poder público, que se torna caudatário de uma entidade privada? É quase como se o poder público colocasse milhões na conta da CBF e dissesse “distribuí como achar melhor”.
    Um outro aspecto a ser considerado é que tal medida promove um desequilíbrio econômico. Grêmio e Inter são como duas empresas que atuam na mesma região e que competem por um mesmo mercado. Incentivos fiscais podem (e devem) ser dados a empresas para se instalar (ou para ampliar e melhorar suas instalações) em uma determinada região se isto for do interesse econômico e social daquela região. Mas isso não pode beneficiar a empresa de tal maneira no mercado que afete as suas concorrentes. Nesse caso para preservar a livre concorrência é necessário conceder incentivos a outras empresas que apresentem projetos semelhantes e que sejam economicamente consistentes.

  • oscar diz: 15 de junho de 2010

    so para lembrar ao povo:

    HÁ DOIS ESTADIOS EM PORTO ALEGRE: BEIRA-RIO E OLIMPICO.

    O ESTADIO QUE SERA CONSTRUIDO, DENOMINADO ARENA TRICOLOR, PERTENCE A CONSTRUTORA OAS E SERÁ REPASSADO AO GRÊMIO APÓS 20 ANOS, PORTANTO NADA DE BENEFICIOS PARA OS PORTUGUESES PORQUE ELES IRAO CONSTRUIR DE QUALQUER FORMA!

  • José diz: 15 de junho de 2010

    Os vereadores querem é tirar uma casquinha e isso se chama corrupção.
    Quantoa as viúvas do Grêmio, gostaria de me solidarizar com o jornalista, e, dizer que ele não tem culpa do Beira Rio ser o estádio da copa e sim o Inter tem méritos.
    Enquanto, o grêmio já, eu disse já, administra uma enorme divida com o consórcio que as suas direções irresponsáveis como a o deputado Odone criaram e assume uma nova divída com a OAS que se tudo correr bem será paga em vinte anos, o Inter tem receita liquida favorável e estádio em condições de receber a copa, tenho dito.

  • Mazahta Jr diz: 15 de junho de 2010

    Estranho é o colunista desconhecer… ou propositadamente esquecer… do projeto da Arena do Cruzeiro de Porto Alegre. Quanta desinformação!

  • Evandro diz: 15 de junho de 2010

    No mínimo há vários itens não destacados, principalmente pelas respostas:
    1 – A inveja gremista com a escolha do Beira-rio;
    2 – O Inter não quer ajuda com os custos, apenas isenção dos impostos que é IMPOSTA pela FIFA para obras da Copa;
    3 – O dinheiro dos impostos, caso fossem cobrados, seriam aproveitados por alguns interesseiros como sempre acontece no Brasil e que temos que ficar em alerta frente a todas as obras que serão realizadas em outros estados, pois também é dinheiro público.

    E para finalizar, eu sou colorado e não vejo nenhum benefício ao Inter em utilizar o seu estádio para a Copa e os outros estádios particulares estão saindo por causa disto. Mas a retirada de um estádio de POA para Copa, pode evitar muitos outros investimentos para a cidade que só viriam do governo federal por causa da Copa. Infelizmente muitos interesses estão envolvidos e como colocado vários clubes iriam querer pegar carona.

    O Inter sempre teve o melhor estádio do RS, talvez do Brasil, e por isso foi escolhido, esta luta que os gremistas estão fazendo para retirar isso do Beira-rio com uma construção que nem mesmo todos os gremistas aprovam chega a ser ridícula.

  • Evandro diz: 15 de junho de 2010

    Outro item que não tem nada a ver: porque os gremistas aí dizem que não podem investir no Beira-rio que seria particular? Quer dizer que a tal arena não seria? E outra, preferem então que se construa um NOVO estádio no RS para sediar a Copa e gastar muito mais recursos públicos?

    E querem saber? Pouco me importa onde será realizada a copa… se a FIFA dissesse que o Beira-rio não poderia sediar, que se usasse a arena, mas não é o caso. O que é irritante é esse mania de desmerecer o Beira-rio em prol de algo que nem existe. O futebol é irracional mesmo, credo.

  • Jaquiel diz: 15 de junho de 2010

    Caro Wianey

    A questão é bastante simples: se a arena do Grêmio pertencer a empresa privada, apenas concedendo a utilizacao ao Gremio, não há que se falar em isencão para ela. Mas se for construído com recursos do próprio Grêmio, seria justo que tivesse o benefício, mas sabemos que não é isso. Assim, havendo concessão da isencão a Arena do Grêmio estaria-se beneficiando exclusivamente a empresa que realizaria a obra, que em nada tem haver com o interesse público em questão.

    Abraços

  • CARLOS diz: 15 de junho de 2010

    A rivalidade no Rio Grande do Sul é tão forte que chegou à política. Nas próximas eleições teremos de escolher entre políticos colorados ou gremistas. Eu mesmo terei de mudar meu voto, pois meu vereador é gremista. Eu acreditava que as duas coisas eram separadas, mas estava errado.

  • ed colorado! diz: 15 de junho de 2010

    viva a arena, este grande projeto vai ser a pá de cal que falta neste arremedo de clube,
    primeiro clube falido a construir arena de 400 milhões!
    e como as obras no brasil sempre são mais caras que o orçamento…

    VAMOS FALIR DE VEZ GAZELADA!!!!!!!!!!!!

    VIVA A ARENA!!!!!!!!

  • jose luiz diz: 15 de junho de 2010

    PODEM SONHAR GREMISTINHAS A COPA EH NO BEIRA RIO ESTADIO CONSTRUIDO PELOS COLORADOS E O XIQUEIRO FOI COMO??? N ADIANTA PEDIR REDUÇAO DE IMPOSTO PARA UMA ARENA PARTICULAR QUE VAO COBRAR 20 ANOS DE VCS PARA USAREM, E AINDA QUEREM DA ISENÇAO DE IMPOSTO PARA A AOS????? UMA EMPRESA PARTICULAR Q VEM SOH LUCRAR EM CIMA DE POBRES COITADOS QUE N TEM DINHEIRO…. POIS DIGO E AFIRMO COPA NO BEIRA RIO COM ISENÇAO DE IMPOSTO FAZE OQ SE QND ELES ESCOLHIAM OS ESTADIOS VCS N TINHAM NDA NEM PROJETO AGORA AGUENTEM GURIZADA COPA NO BEIRA RIO E NAO NO ” ARENA LIXAO MULTI USO “!!!! QUE NE MEH DE VCS AIDNA SOH DAKI A 20 ANOS ENTAO VAO CUIDA P V C SAI MESMO ESSA ARENA PQ ATE AGGORA SOH VI TAPUME E UMA BANDEIRA

  • jose luiz diz: 15 de junho de 2010

    simples, a isenção de impostosm é SOMENTE para aqueles estádios que abrigarão a copa…

  • rafael diz: 15 de junho de 2010

    Sempre o mesmo papo!!!

    A ARENA FANTASMA não existe!!!

  • renan diz: 15 de junho de 2010

    essa foto tá desatualizada Wianey!

    não vai mais ter cobertura!!!

    Gigante para Sempre FAIL!

    Agora é GIGANTE PARA NUNCA!

  • Anderson diz: 15 de junho de 2010

    Que estranho, quer dizer que a empreitera do Grêmio sera beneficiada, pois tera um custo mais baixo para erguer a Arena do Grêmio, este mesmo custo que sera pago com a area do olimpico e participação nos lucros da arena durante 7 anos (Isso, na verdade o Grêmio pagara a obra). E como fica a empreitera que o Inter contratar, não seria a mesma coisa?
    E mais, o Inter não ta se gabando que tem dinheiro e poderia começar as obras quand0o quizese, acho que tem algo pior dentro do Beira-rio do que na camera de vereadores.

  • JULIÃO diz: 15 de junho de 2010

    O Vereadores e deputados que votarem contra as isenções a Arena do Grêmio que se preparem, pois farão parte da lista negra da torcida do Grêmio.

    Ou esses benefícios sejam estendidos a todos os interessado ou que ninguém receba…

  • Andy diz: 15 de junho de 2010

    Eu vou reformar minha casa para a copa, para ficar mais confortavel para ver os jogos, sera que o material que eu comrar para a reforma terei a isenção fiscal?

  • Valmor diz: 15 de junho de 2010

    Será que eu consigo incentivos fiscais para a Arena que pretendo construir no Second Life?

  • Claudiopoa diz: 15 de junho de 2010

    Explicando:

    - A OAS é uma empresa baiana, portanto não é estrangeira como dizem;

    - A OAS construirá a Arena do Grêmio, mas não será dona do estádio. O negócio do Grêmio é futebol, não construção, por isso a necessidade de contratar a OAS;

    - Portanto qualquer benefícios público concedida a construção da Arena do Grêmio beneficiará exclusivamente o Grêmio e seus torcedores que pagarão essa conta, não a OAS.

    - desde o início o projeto da Arena do Grêmio foi inscrito no Comite da Copa, apresentando todas os requisitos e garantias;

    - A Arena do Grêmio é tão “virtual”, 4 anos antes da copa, do que o muitos estádio da Africa do sul em 2006 e que hoje são realidades que todos estamos vendo.

    - Tanto a construção da Arena como a reforma do Beira-rio atendem ao mesmo interesse público;

    - Nada obriga o Inter em oferecer seu estádio para os jogos da Copa de 2014.

  • Schneider diz: 15 de junho de 2010

    Assim se fazem as coisas no Brasil. Onde tem político tem esquema. Ainda existe gente que acha que nós gaúchos somos diferentes? Falta de ética e Lei de Gerson é mania nacional. Fico enojado disso.

  • Luciano diz: 15 de junho de 2010

    Não entendo porque tanta discussão, todos sabemos que as leis no Brasil não são cumpridas.
    E que é inevitável, o Beira-Rio será reformado com incentivos do governo, assim como a Arena do Gremio. Então o que vale é trazer a copa para cá, pois o pensamento deve ser, o quanto o RGS vai lucrar com a copa, agora que haverá investimento do governo isso é certo.
    Não adianta colocar a rivalidade em jogo se vai ser nesse ou naquele estádio, sabemos que a dupla não tem condições de sozinhos arcar com os custos, pois ambos lutam a anos para melhorar suas receitas. Se a arena do Grêmio já estivesse em construção poderia competir com o Beira-Rio, mas como tudo funciona com burocrácia, e a arena está somente no papel o que acho que vai ficar muito tempo lá, temos que dar prioridade a algo mais real, que no memmento é o Beira-Rio.

  • Giovani diz: 15 de junho de 2010

    Só te digo uma coisa, Morumbi já foi pelo ralo, Arena da Baixada está indo e o Beira Rio que não terá essa cobertura da tua foto ve cada vez maior a sombra do que será o melhor estádio da América, esse sim com 100% de recursos privados.

    Quando a Fifa\Cbf trocar o estádio de Poa, espero muito que tu não se mate de desgosto porque vou querer rir DEMAIS da tua cara.

    Fim de julho as obras da arena começam, E NO ATERRO? Cade a venda do Eucaliptos?? Cade a venda dos camarotes?? Cade OS RECURSOS PRA FAZER UMA OBRA??

    Porque a imprensa só faz sensacionalismo quando o DRAMA é do Grêmio?

  • Marcelo diz: 15 de junho de 2010

    Hahahaha, tô vendo que o Remendão não terá as reformas exigidas pela FIFA. Assim, a Copa será na Arena do Grêmio. É justo, pois será o estádio mais moderno da América do Sul.
    Pergunta: no ano de 2013, você iria preferir ter um carro ano 69 reformado ou 0 Km? :-)

  • ELTON diz: 15 de junho de 2010

    Rafael, fantasma existe. Serve para dar sustos. Só isso!

  • Alexandre diz: 15 de junho de 2010

    Pelo jeito na cabeça dos colorados, todos os jogos vão ser realizados no Beira Rio, no Mineirão e no Maracanã, pq são os únicos estádios que existem, já que São Paulo e Atl Paranaense estão desistindo.
    Vai ser a única copo jogada em três estádios!!
    Êta povo bem burro!!!

  • Antonio diz: 15 de junho de 2010

    Ah, pra reformar o chiqueiro do teu clube pode, mas para a Arena no Grêmio não pode????
    Porque tu não sai e deixa o lugar para alguém menos parcial??????

  • Luciano diz: 15 de junho de 2010

    Meu Deus do céu. O estádio escolhido é o beira-rio, então a isenção é pro beira-rio. Ponto. O resto é balela que só tem destaque neste Estado onde tudo tem que ser para os dois lados, mesmo que isso crie uma ilegalidade, um abuso e uma desigualdade. Arena? A FIFA sabe da Arena? Pelo que sei tem um mastro lá….

  • Ismael diz: 15 de junho de 2010

    Mas como tem gente ignorante, seguinte: O gremio TERÁ (segundo o que está sendo ARMADO na camara) incentivos fiscais também, e não irá sediar os jogos da Copa.
    Poo, leiam a materia antes de comentar.
    E Segundo, se o Beira-rio não está pronto para receber os jogos, o que dizer da Arena OAS?
    Terceiro, o terreno de onde encontra-se a Arena (que a OAS fará um estadio), foi dado pela prefeitura, e ao contrario do que aconteceu no Beira rio, esta obra do Beira-rio, quem fez foi o Inter, contratando um serviço terceirizado, diferente da Arena que a OAS está fazendo e repassando ao gremio em 2034. Isto mesmo, o gremio será (de fato), dono da Arena em 2034.
    Portanto, ants de falarem do Beira-rio, ponham-se nos seus lugares, pois o Beira-rio é nosso, e incentivos fiscais, foram PROMETIDOS PELO GOVERNO FEDERAL aos estádios para a realização da Copa. O Beira-rio será reformado com o dinheiro do Inter, e incentivo fiscal (digo novamente PROMETIDO PELO GOVERNO), não com nenhuma empresa injetando dinheiro de fora, sendo proprietário do estádio até 2034, e ainda recebendo incentivo fiscal para isto. Fora o fato de não ser o estádio que receberá os jogos, e não ter nada a ver com a COPA. O S.C. Internacional, é um clube sério. Por isto esta onde está hoje. Vai acontecer a reforma. E a Arena?? Vai ser construida do zero, e ta mais garantida pra receber os jogos? Menos…

  • Paulo Renato diz: 16 de junho de 2010

    Sinceramente não entendo a patifaria que voces fazem com o Inter.
    O Beira-rio já foi escolhido pela Fifa. O Inter esta trabalhando duro há anos para isso.
    Não existe isso de Beira-rio ou Arena, É BEIRA-RIO. FOI ESCOLHIDO PELA FIFA. O Inter vai cumprir todos os encargos.
    Repito não entendo essa perseguição ao Internacional.
    Não tenho nem palavras para dizer o que penso de voces da RBS.

  • paulo renato diz: 16 de junho de 2010

    Esoero que a direção do Inter esteja bem atenta a esse movimentos. Outra coisa suspeita é que a tal comissão municipal para a copa é composta só de gremistas. O Inter é e sempre foi o clube de maior relevância no RGS inclusive politicamente e vai provar isso mais uma vez. Quanto as isenções fiscais do Governo Federal ela só poderá atingir o Internacional cujo estádio foi designado para a copa e mais ninguém Se a CV de Porto Alegre quer dar isenções para outros certamente vai ser com o dinheiro do municipio e não do Governo Federal. O que me indigna é que vão passar dinheiro público para essa OAS assim como fizeram com a Ford.. Safados ontem safados hoje.

  • Dionisio diz: 16 de junho de 2010

    Engracado…

    1o vc e favoravel ao projeto de Lei do Conselheiro Colorado Beto Albuquerque que beneficia o lnternacional… Agora o $$$$ publico utilizado para a reforma do Beira Rio e bem-vindo ; ja para o Gremio e errado…
    HAHAHAHAHAHHA

    Ja foste bem menos parcial em Wianey??? para que TAMANHO coloradismo????
    Nao esqueca que a AMPLA MAlORlA dos gauchos torce para o Gremio e nao temos que ver ajudas descabidas e $$$$$ injetados de graca ao lnternacional; era so o que me faltava…

    Chega desta palhacada

  • cassiano diz: 16 de junho de 2010

    Quanto gremista chorão…

    Alguém acha que a FIFA vai escolher um estádio feito de lego..que por ventura, existe só no papel.

  • Rogério diz: 16 de junho de 2010

    Tal como já exaustivamente anunciado pelos mandatários do Inter, a obra de reforma será executada indepenentemente de haver benefício ou não. Ora, então qual a razão de dar benefícios fiscais sonegando recursos importantes praa o bem estar da população a quem declara publicamente autosuficiente finaceirametne? Sr Wianey, a quem o sr pretende na verdade auxiliar? Simpliesmente nao ha qualquer razão para beneficios fiscais neste caso. Lamentável esta discussão. Só falta agora o poder publico dar garatnias financeiras para essa reforma. Aí sim é caso de polícia

  • Claudiopoa diz: 16 de junho de 2010

    Ismael, procure se informar melhor. O terreno onde será construída a Arena foi comprado pela OAS por mais ou menos 30 milhões e não recebeu doação alguma. O governo do estado apenas autorizou a venda, porque o terreno estava obrigatoriamente determinado para ser uma Universidade, quando da doação, dai sim, do estado para o Círculo Operário. E essa Universidade será construída em outra região da cidade.

    Outra coisa: as isenções prometidas pelo governo federal seriam para a FIFA e todas as suas atividades econômicas na Copa, não para a construção de equipamentos para os jogos. Essa ampliação das isenções foi requisitado depois que o Brasil já era o país que receberia os jogos de 2014.

    Ainda, o Grêmio será o dono da Arena desde a troca pelo terreno da Azenha, quando da conclusão do estádio, em dezembro de 2012. Apenas os direitos de exploração de Superfície ficaram para um terceira empresa, a OAS Superficiária (mas poderia ser chamada de Arena Ltda), que administrará a Arena por 20 anos, pagando os financiamentos e distribuindo os lucros (100% para os Grêmio nos primeiros 7 anos e 65% depois de quitado o financiamento).

  • Delvone diz: 16 de junho de 2010

    O Beira Rio já está escolhido. OInternacional já investe em melhorias no estádio há vários anos, tem o pé no chão e assim deve continuar. O que me incomoda mesmo não é gremistas descontentes com a escolha da FIFA e com a incopetência de seus dirigentes. O que realmente está me incomodando é essa sequência de dirigentes gremistas ocupando a Secretaria Extraordinária da Copa – primeiro com Odone, depois com o finado Ricardo de Freitas Lima e agora com o Sr. Eduardo Antonini – onde o tema Arena fica sempre no ar … cercando os assuntos da Copa, e pronto para que se aproveite qualquer “vantagem” pra OAS … seria bem interessante dar uma olhada nas doações desta construtora para a campanha política das eleições que se aproximam …

  • Henrique Stadulne diz: 17 de junho de 2010

    Gremistas sempre a reboque dos colorados.

    Assim caminha a humanidade.

  • saul diz: 17 de junho de 2010

    Se for dinheiro publico que favoreça a maioria, a democracia assim orienta. Os gremistas são maioria portanto….. O Inter não é rico???????, ou seja, é um favelado que faz propaganda que come caviar e arrota feijão com arroz.

  • CARLOS diz: 17 de junho de 2010

    Querem uma prova de que é a empresa e não o grêmio que estão sendo beneficiados? Pois bem, o projeto de LC 05/10 estabelece que seja acrescentado o inciso XXVIII ao art. 70 (concessão de isenções do IPTU) da lc 07/1973, que dispõe que o benefífio seja estendido ao “estádio de futebol” e não à entidade. A lei orgânica do município de Porto Alegre estendia a imunidade tributária do art. 156, VI, “c”, da CF aos clubes de futebol. Como o dono da Arena não será nenhum clube e sim uma empresa, foi necessário que a ienção fosse concedida ao estádio para abranger a empresa. E não adianta dizer que é o grêmio quem vai pagar porque o CTN não aceita essas convenções particulares, ou seja, perante o fisco o proprietário é o contribuinte do imposto. E mais, foi retirada uma emenda que previa que os benefícios fossem só até 2014, ano da copa.

  • Claudiopoa diz: 21 de junho de 2010

    ???????????????????????????????????????????

  • Carlos diz: 30 de julho de 2010

    Não entendi, se estão preocupados com “o crescente aumento de idosos e crianças morando nas ruas” e se os incentivos fiscais dados ao Inter, e as obras adjacentes, que são necessárias para a realização da copa, irão gerar custos, qual seria a justificativa para estender os benefícios para o Gremio ? se esta extensão causaria mais custos, custos maiores que no beira-rio pois a “Arena Gremista” não há nada feito e tudo por fazer e construir.
    O poder público faz muito bem sim em não estender os benefícios de isenção fiscal além da sede já escolhida para Porto Alegre, pois estes benefícios irão favorecer uma empreiteira, não o Gremio, muito menos a sociedade gaúcha.

  • Fabiano diz: 30 de julho de 2010

    Os gremistas devem viver num mundo paralelo não tem explicação.

    Mas que Arena???

    Voces nao tem nem licença para botar um tijolo no terreno e querem receber titulo de estadio da Copa.

    Voces gremistas nao enxergam que a direcao de voces a cada noticia ruim de futebol, inventa algo sobre a Arena só pra torcida se confortar que algo bom ta acontecendo.

    A Arena do Gremio ta para sair do papel desde 2007 e ate agora nao tem um tijolo e voces acham mesmo que ficara pronta para 2013?

    Ja que o estadio da copa tem que estar pronto para copa das confederações.

  • Sergio Oliveira diz: 31 de julho de 2010

    alguém pode explicar:

    + de 100 mil sócios, e os ingressos colocados a venda foram esgotados no mesmo dia para o jogo contra o São Paulo.
    Como pode existir cambista vendendo na hora do jogo????

  • Carlos Dias diz: 2 de agosto de 2010

    Muito simples. Os cambistas associam alguém, compram o ingresso e vendem.

  • miguel sessin diz: 2 de agosto de 2010

    O BEIRA LAGO FOI ERGUIDO EM TERRA DOADA PELA PREFEITURA , REGULARIZADA EM UMA ADMINISTRAÇÃO GREMISTA.

    OS EUCALIPTOS QUE SE FOSSE FEITA A COISA CERTA, TERIA QUE TER SIDO DADO EM PAGAMENTO A PREFEITURA.

    CAMBALACHO DOS GRANDES.

    AGORA QUEREM FALAR EM BENEFICIO AO GRÊMIO??

    DEIXA DE SER SAFADO WIANEY, SEU ANTI – GREMISTA.

Envie seu Comentário