Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Torcidas geral e popular terão que se enquadrar

29 de julho de 2010 7

Entre as disposições introduzidas no Estatuto do Torcedor, estão aquelas que criam responsabilidades para as torcidas organizadas. O Estatuto assim conceitua torcida organizada: “Considera-se torcida organizada, para efeitos desta lei, a pessoa jurídica de direito privado ou existente de fato que se organize para o fim de torcer e apoiar entidade de prática esportiva de qualquuer natureza ou modalidade”.

Parece claro que as torcidas (des)organizadas Geral do Grêmio e Popular do Inter terão que cadastrar os seus membros e assumir responsabilidade pelos atos dos seus integrantes. A lei prevê, inclusive, que as organizadas paguem a conta por eventuais atos de vandalismo de seus membros, em qualquer ponto do trajeto para o estádio. São leis assim que acabam não pegando pelos exageros que contém. São inexequíveis.

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • MARCEL diz: 29 de julho de 2010

    afinal vianey, vc é a favor ou contra a esse estatuto?

  • Rogério diz: 29 de julho de 2010

    Eu não sei no que estão tentando transformar o jogo de futebol no estádio, eu sou gremista e frequento o portão 10, não conheço nenhum líder da Geral, não sei quantos integrantes oficiais ela tem, mas não parecem muitos, mas eu canto o jogo inteiro, o que vai acontecer com as centenas ou milhares de pessoas que cantam as musicas da geral, participam das avalanches, muitos são torcedores ocasionais, eles devem ficar a uma distância para não parecer que são uma torcida única, isolar a banda, esta medida é risível. A punição tem de focar em no indivíduo, punir no coletivo ainda não existe por aqui.

  • Alexandre Perin diz: 29 de julho de 2010

    Wianey, a Popular e a Geral são formadas essencialmente por sócios, logo inexiste quaisquer obrigação de “cadastro” pois eles entram como sócios e já cadastrados. E é impossível vedar as pessoas estarem juntas umas das outras,. afinal o direito de livre associação, artigo 5º é cláusula pétrea da Constituição Federal de 1988.

    “XVI – todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;

  • Rafael diz: 29 de julho de 2010

    inexequível. perfeito.
    Como já havia comentado anteriormente em outro post, são mais algumas leis
    para entrar pro rol das que todo mundo “defeca e anda” e não acontece nada.
    E se existir algo assim, corre-se o risco destas torcidas resolverem assumir de vez
    o modo barra-brava de ser ( vide a La 12 do boca que controla os ingressos e só entra quem eles querem no estádio, por exemplo ), aí meu véio, nada segurará e as famílias estarão cada dia mais longe dos estádios, culpa não desta lei ( julgo correta e exagerada ), mas sim do seu exagero incontido.
    Grande abraço!
    sucesso!

  • Lukas diz: 29 de julho de 2010

    Quanta asneira!
    Isso existe há tanto tempo e até hoje não deu em nada!
    Faça-me o favor!

  • Paulo gregol diz: 29 de julho de 2010

    Simples e direto: Inexequível!!!
    Vai cobrar os danos causados pela geral de quem, caso ninguém seja cadastrado???

  • Paula Tejando diz: 30 de julho de 2010

    Alguém lembra de BANHEIROS QUÍMICOS? Não se pune nesse país. Eu acho que é só punir o clube pelo comportamento de sua torcida. Aí acaba a brincadeira, se fosse em outro país o gremio estaria jogando no estádio do São José desde 2006.

Envie seu Comentário