Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Renato voltou para ser herói, outra vez

18 de outubro de 2010 15

Se depender dos seus resultados, o Grêmio estará na Libertadores de 2011. A vitória sobre o Cruzeiro foi a prova definitiva de que o time adquiriu um padrão de competitividade que vai levá-lo a novas e empolgantes vitórias. Outra certeza: se Renato tivesse chegado mais cedo, o Grêmio estaria brigando pelo título.

Havia qualidade no Olímpico apenas contida pela absoluta incompetência do antigo treinador. O Cruzeiro mostrou porque se tornou forte candidato a ser campeão. É um grande time.

Mais uma vez, Renato surpreendeu escalando o garoto Júnior Viçosa. Eis um treinador que não teme fazer escolhas. Jonas acrescentou mais um gol a sua lista.

Até onde pode chegar este time de Renato?

O próximo jogo será o Gre-Nal, no Olímpico. O Inter está com 47 pontos e o Grêmio tem 46. Como o Inter morre de medo de lesões e o Grêmio está metendo a cara nas chuteiras adversárias, a equipe de Renato parece melhor equipada para o clássico.

O G-3 ficou à vista. Quatro pontos separam o Grêmio da vaga. Está com tudo. E Renato, o maior ídolo da história do Grêmio, voltou para ser herói, outra vez.

Bookmark and Share

Comentários (15)

  • Walmir diz: 18 de outubro de 2010

    Gremistada!!!
    50 mil gremistas no Olímpico domingo para gritar 90 minutos e empurrar esse time que é um furacão!!! vai dar 2×0 Grêmio e vamos passar os vermelhos na tabela. Estamos chegando, isso é para a imprensa do centro do pais que nunca menciona o Grêmio como postulante a vaga na Libertadores.
    Renatão é show!!! líder, estrategista, corajoso, motivador, boleiro, o cara entende e fala a língua dos jogadores. Meu maior sonho é ver o Renato campeão do Brasil ou da Libertadores pelo Grêmio!!!
    Inter, se prepara, o tricolor vem aí!!!!

  • Juliano diz: 18 de outubro de 2010

    O grêmio já deveria ter sido campeão da Copa do Brasil se não tivesse sido roubado na vila! Agora, o título é uma questão de tempo, pois o Cruzeiro mostrou que irá ganhar do Atlético no Domingo e o grêmio irá ‘patrolar’ o pobre Internacional!!!
    Tudo azul no RS! Só o grêmio proporciona estás arrancadas épicas no Brasil!!!

  • Maurício Todeschini diz: 18 de outubro de 2010

    Vale lembrar que DUDA / MEIRA, contra todos os gremistas, que viam que os jogadores não estavam mais a fim de colaborar com SILAS, ficaram mais de 2 meses dependendo “suas convicções” em SILAS por causa de 2 ou 3 jogos bons que fizera no 1o semestre. Se DUDA tem os méritos de ter trazido RENATO e todos os jogadores que têm dado boa resposta – VÍLSON, PAULÃO, VIÇOSA, GABRIEL -, tem também toda a culpa de ter mantido o SILAS por tempo desnecessário e todos os seus Ferdinandos, Edilsons e Uésleis (que nem chegou a jogar).

  • Roberto diz: 18 de outubro de 2010

    Wianey, porque a direção gremista parou de falar da arbitragem de uma hora pra outra ??? Gols anulados, e todo jogo no Olímpico começa 1×0, porque tem penalti certo.

  • Marco diz: 18 de outubro de 2010

    Wianey: o Renato já tirou o Grêmio do descenso e quem sabe agora ele classifique o Grêmio para a Libertadores. Espero que o Odone não cometa o desatino de tirar o Renato, mas muito pelo contrário: que mantenha o Renato, que feche parceria com a Traffic (ou qualquer outro patrocinador forte), traga um ou dois reforços inquestionável(is) para o Renato ano que vem. E se o Grêmio disputar a Libertadores 2011, aí sim o Renato, quem sabe entraria para a história do clube como ganhador da competição como jogador e agora como treinador, pelo Grêmio. E quem sabe, daqui mais 20 anos, quando cansasse da carreira de treinador, ganhasse uma 3ª Libertadores como presidente do Grêmio. Bom aí, seria patrono do Grêmio, com seu nome para a Arena…

  • Márcio Specht diz: 18 de outubro de 2010

    Como Gremista temo que um dia o maior ídolo da história do poderoso inter se torne treinador deles: O Gabiru!

  • Rodrigo Santos diz: 18 de outubro de 2010

    “O Inter morre de medo de lesões”…o Inter sempre tem medo, ainda mais de GREnal no Olímpico.
    Saudações Tricolores.
    P.S. quero ver o fiasco de dezembro…

  • Carmelo Cañas diz: 18 de outubro de 2010

    Glorioso Wianey Carlet,

    O senhor se lembra da Libertadores 2009, quando, ainda sem técnico, o Grêmio buscava nomes no mercado ?
    Pois então, eu estava no estádio e fui um dos muitos que gritei como sugestão: Renato Gaúcho ! Renato Gaúcho !
    Mais uma vez a massa gremista foi chamada pelo Duda Kroeff de “passional”. Seu termo predileto, como se nós torcedores que fazemos dos treinos e do Olímpico nossa segunda casa, fossemos incapazes de dar boas idéias ao time.
    Uma das alegações para não trazer antes o ídolo gremista era de que podia “queimar” sua sagrada imagem. Isso tem nome: covardia. Se o treinador alegasse isso, daí tudo bem. Mas o clube negar a um gremista de fé a chance de treinar o clube que ele ama, sendo que o sujeito já acumulou boas experiências, principalmente quando levou o Fluminense para uma final de Libertadores, vindo a perder apenas nos penaltis.
    Sei que ficar remoendo o passado não leva a nada, mas é só uma análise da história recente que mostra o tamanho da tragédia futebolística que foi feita pela dupla dinâmica Meira e Duda.
    Mesmo depois da saida do “experiente” Silas (sim porque Duda o trouxe pensando em alguém com experiência), o presidente gremista veio até as câmeras falar que estava analisando nomes como Dunga, Renato Gaúcho. Assim, na maior naturalidade colocava um colorado histórico ao lado do maior gremista de todos os tempos. É muita falta de noção, caro Wianey. Falta de noção que incomoda os gremistas que vivem o Grêmio.
    Espero anos melhores para o tricolor. Que Odone saiba olhar para o mercado com mais talento, e não venha trazes nomes do estilo de Hugo, Leandro (fez outra festinha no fim de semana).
    No fim das contas tenho pena do Duda. Antes de ir embora resolveu fazer as vontades da torcida e acabou descobrindo o que é o Grêmio. Provavelmente vai abandonar a cadeira da presidência emocionado dizendo: “Este é meu Grêmio !”

  • Missioneiro (na Bahia) diz: 18 de outubro de 2010

    Hehehe… Parece que os colorados tinham razão quando vaticinaram que o Renato chegou para ser tri… Ironizando diziam que seria tri rebaixado… Jamais imaginaram que o Grêmio seria candidato a tri campeão com Renato.

  • Marco diz: 18 de outubro de 2010

    Pois é: se Renato tivesse vindo + cêdo … mas não veio … incompetencia administrativa …
    prá vir Autuori dispensaram Celso Roth em meio a Libertadores/09 e esperaram 40 dias … prá dispensar Silas jogaram fora os 40 dias de intervalo da Copa … vai entender tanta indecisão, incoerência e incompetencia … ao liberarem Rodrigo, deviam ter liberado tbm Leandro, q se meteu em confusão ontem de novo (já tinha c/Indio e Walter, ambos do Inter). E Renato mostrou q se consegue jogador barato q atenda as necessidades, trouxe 6 … claro q precisa de técnico capacitado p/comandá-los … agora tem, mas demorou. Renovem c/Renato, reforcem em 5 posições e vamos prá luta 2011 que virão coisas boas.

  • Guilherme diz: 18 de outubro de 2010

    ESTRELA!!!! Essa é a sina do Renato! Além de competência, a “estrela” que acompanha Renato é evidente! O homem traz cinco novos jogadores e todos dão conta do recado, hehhe! Com dois “mestres”, Renato e Jonas, é impossível prever o que pode acontecer´até o final do Brasileiro??? Vamo tricolor!!!!

  • Fábio diz: 18 de outubro de 2010

    Usando uma frase do estimado Felipão: “… esse é o glorioso, esse é o Grêmio!”

    Wianey, como é bom ver o Grêmio voltando a jogar de acordo com seu estilo, sua força e sua história. Tu tens toda a razão, Renato voltou para, mais uma vez, escrever seu nome na história deste clube, e mesmo sem ter ganhado nenhum título, ainda, sua importância transcende à da taça no armário, mesmo em um período de escassez de títulos de relevante importância como este que o Tricolor passa. Digo isso porque, desde 2001, quando o Grêmio foi Tetra Campeão da Copa do Brasil, não se via um elenco e um modo de jogar futebol que andasse paralelo, fizesse jus ao modos operandi que faz a torcida chamar este clube de copeiro, Imortal.

    O Gremista teve que aprender a conviver com a insegurança de elencos frágeis, instáveis, incapazes de proporcionar ao seu torcedor a certeza de que lutaria como favorito fosse qual fosse a competição. Um claro exemplo disto foi o Brasileirão de 2008, onde por insuficiência de qualidade no grupo e de ousadia do comando técnico, o clube viu as esperanças de título ruirem, mesmo liderando o certame.

    Renato prova que há qualidade técnica no atual elenco. Devolveu a auto-estima aos seus comandados, e está ensinando como se faz um Grêmio campeão, já que este caminho ele conhece muito bem.

  • paulo porto diz: 18 de outubro de 2010

    E o bairrismo. Gol anulado indevidamente, não é comentado pelos bairristas e colunistas torcedores do porto alegre. O humaitá jogou um monte,com penalti e tudo. Vamos ser realistas, e não comentarista de resultados.

  • saul diz: 18 de outubro de 2010

    Pra fazer o mesmo o Inter deveria chamar o Adriano Gabiru. Esta é a diferença que nos separa.

  • Walmar Flores da Silveira diz: 18 de outubro de 2010

    Wianey, leio sempre a tua coluna. Você diz e pensa aquilo que eu gostaria de dizer e não tenho como. Portanto você é meu porta voz oficial. Obrigado.

Envie seu Comentário