Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de fevereiro 2011

Grêmio tropeça e cai em Barranquilla

25 de fevereiro de 2011 31

Desta vez o time de Renato perdeu sem merecer ganhar. Na etapa inicial, o Grêmio esteve irreconhecível. Amplamente envolvido, apenas viu os colombianos marcar, tocar a bola e atacar em altíssima velocidade. Aos 35 minutos, Renato substituiu Carlos Alberto, ameaçado de expulsão, por Bruno Colaço. E foi para o vestiário comemorando o empate imerecido. O vestiário fez bem ao Grêmio que voltou mais animado, tirando espaços do Júnior Barranquilla e pressionando a defesa adversária. Aos 11 minutos, o árbitro mexicano não marcou pênalti em Borges, segurado pela camiseta. Aos 27 minutos, Rodolfo viu o goleiro adiantado e do campo do Grêmio tentou. Quase gol. Um minuto depois, escanteio para os colombianos, falha de Rochemback e Rodolfo e gol. O Grêmio perdeu quando jogava melhor. Mas, consolo, marcou um gol fora de casa. Pode ser decisivo.

Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Cronista paulista lamenta motim dos clubes

24 de fevereiro de 2011 13

Juca Kfouri, respeitado cronista esportivo, já manteve duros enfrentamentos com o Clube dos 13. Também por esta razão, cresce em importância a sua opinião sobre o motim de clubes que ameaça implodir a entidade. Juca está muito próximo dos acontecimentos, sabe do que fala. Na edição de hoje, quinta-feira, Kfouri expõe com a sua natural transparência, o que pensa dos últimos acontecimentos:

“A implosão

Bem na hora em que o Clube dos 13 trabalhava direito, é sabotado. Talvez por isso.

NEM O CORINTHIANS quer lisura do Clube dos 13, porque também não prima por isso, nem o Flamengo caiu fora por causa da bobagem do São Paulo -que deu motivo, com a Taça das Bolinhas, para a demagogia perante a massa rubro-negra.
O racha se dá porque os que saíram não querem saber de mudanças e preferem a Globo.
Eu, aliás, também preferiria, ainda mais que o dinheiro da Record é uma forma de concorrência desleal, porque da Iurd.
Só os adeptos daquele chinês que não se importa com a cor do gato, desde que ele coma ratos, não dão bola à origem do dinheiro, como o Corinthians, com o aval de seu atual presidente, não se importou com a grana da MSI.
É de se lamentar, porque a licitação pretendida pelo Clube dos 13 seria um avanço nas relações entre o futebol e a venda de seus direitos. E que tudo foi feito de maneira tão transparente que, na comissão, havia dois clubes que nem votaram no presidente da entidade -o Santos e o Botafogo.
Por ironia, é capaz que agora surja a Liga que o Clube dos 13, imperdoavelmente, foi incapaz de erguer, embora, de vanguarda, tenha nascido cinco anos antes da Liga Inglesa.
Porque o presidente da CBF topa a Liga desde que sob o controle de gente dele. E assim será”.

O que chama a atenção, é que alguns clubes rebelados, que não integram o grupo dos quatro cariocas e mais o Corinthians, ainda não perceberam que os tubarões planejam abocanhar o grosso do pescado, destinando poucos lambaris para os demais. Se vencerem os amotinados, o futebol brasileiro não será como antes. Vai piorar, e muito, a vida da maioria dos clubes.


Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Colorado faz graça do meio-campo colorado

24 de fevereiro de 2011 17

O torcenauta Tiago Segala, de Balneário Camboriú, construiu uma avaliação metafórica para o meio-campo do Inter, contra o Jaguares. Não é preciso concordar com a sua análise, mas ela tem graça, sem dúvida:

“Caro Wianey, ontem foi possível ver o que uma cabeça pensante, alias, mais do que pensante, imaginativa e delirante, consegue fazer. Celso Roth conseguiu, na mesma partida, armar um meio campo-de-campo com meio campistas, sim, mas com todos fora do lugar. Todos, eu disse. Vejamos:

Bolatti, desarma e joga ao natural. Sua terra natal é a frente dos zagueiros, na “cabeça da área”. Passou a noite jogando pela direita, distante da sua terra.

Guinazu, grande guerreiro colorado, um dos melhores volantes dos últimos tempos no Beira Rio, corre, luta, morde, tira a bola do adversário e a conduz com qualidade aos pés de quem nasceu para pensar e armar as jogadas do time. Sua terra natal fica ali, entre uma intermediaria e outra, mais para esquerda, junto ao cangote dos atacantes adversários. Pois ontem queriam que ele fosse o camisa 10.

Wilson Matias pouco desarma com qualidade, pouco acerta passes e dá destino correto as jogadas, não sei ainda qual seu local de origem, sua procedência, me parece ser um filho humilde daquele local parecido com a terra do Ginazu, só que do outro lado do mapa, desconfio que seja dali, mas afirmo, com toda certeza que estava como imigrante ilegal nas terras do Bolatti.

Zé Roberto estava tão próximo da sua terra, num país visinho, mas lhe deram a missão que sozinho não é capaz de fazer.

Ainda não contente em fazer tudo isto com o meio campo, no segundo tempo ele inventou uma nova posição para o Leandro Damião, a de ponta direita. Claro, pensou Roth após o primeiro tempo, este guri está jogando muito perto do gol e a qualquer hora continuará a empilhar gols, depois disto, não terei mais como tira-lo do time. Pronto, lá estava o Leandro Damião marcando as subidas do grande lateral esquerdo do time mexicano.

Ao ver o jogo de ontem, lembrei de dois versos, um do Cazuza e outro de um autor desconhecido (para mim). Seguem os versos.

Desconhecido (para mim)

“Queria não pensar no futuro
queria não me importar tanto

paciência é apenas um capricho que não me pertence mais

será que algum dia a primavera vai voltar
estou tentando não me importar
estou tentando não lembrar
estou tentando não me preocupar
avise ao dono do quebra-cabeças que aqui está uma peça fora do lugar.”

Cazuza:

“Mas ficou tudo fora de lugar
Café sem açúcar, dança sem par
Você podia ao menos me contar
Uma história romântica”

Forte abraço deste Colorado.

Tiago Segala

Balneário Camboriu –SC”.

Valeu, Tiago, o mundo está precisando, mesmo, de bom humor.


Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

No Grêmio, gota d'água dá bom suco

24 de fevereiro de 2011 1

Quando tudo vai bem, qualquer gota d´água dá um bom suco. O Grêmio fez uma excelente viagem para Barranquilla, avião fretado, treinou no local do jogo e estão todos descansados e preparados para o jogo desta noite contra o Júnior. Quer dizer, não tem assunto. Salva a pátria sedenta de notícias, o fato de Renato não ter anunciado o 11º jogador, escalado para a partida. Joga Adilson? Carlos Alberto terá a preferência? E os dois atacantes, estarão em campo? Renato deve estar se divertindo muito com a manutenção do mistério. O treinador já saiu de Porto Alegre com a decisão tomada. Como jogador algum revela o que será feito, restam duas conclusões:

1 – Renato não comunicou ao time a escalação definitiva ou

2 – Existe segredo bem guardado entre várias pessoas.

Na hora do jogo, acaba o mistério. Até lá, persistirão as apostas. Quem acertará o nome do 11º jogador? Eu coloco minhas fichas em Adílson. E Carlos Alberto no banco. Sairei de bolsos vazios, deste jogo?


Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

William Magrão, um negócio da China

24 de fevereiro de 2011 1

Se o Corinthians conseguir levar Willian Magrão, poderá estar fazendo um dos seus melhores negócios dos últimos anos. Se as lesões pararem de atormentar o jogador, o clube paulista estará concretizando uma contratação com amplas possibilidades de sucesso dentro do campo e fora dele. Magrão é um volante que marca muito bem, tem tamanho de zagueiro, boa técnica e sabe sair jogando com qualidade. Um volante quase perfeito. O Grêmio é dono de pequena parcela do seu “passe”, não poderia obter maiores vantagens financeiras com a sua venda. E tem Fernando, pedindo passagem. Se o Corinthians levar Willian Magrão, Tite terá fartos motivos para sorrir.


Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Surge um volante artilheiro: Bolatti

24 de fevereiro de 2011 12

Pode uma equipe não jogar bem e, mesmo assim, golear? Pois o Inter mostrou, ontem, que isto é possível. Basta ter um volante artilheiro, um centroavante que, quase sempre, comparece no escore e uma jovem promessa que não tem medo de ser feliz. Foram três gols de bolas paradas, dois feitos por Bolatti e outro por Leandro Damião. O quarto nasceu dos pés de Oscar, de fora da área. O Inter teve problemas na defesa e no meio-campo. O lado direito defensivo, mais uma vez, fez água. Bolatti e Wilson Mathias tiveram atuações satisfatórias, mas Guiñazu e Zé Roberto demonstraram que podem, até, exercer outras funções, desde que não seja a de articuladores. O Inter venceu, era indispensável. Celso Roth, que foi vaiado, ganhou uma folga.


Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

William Magrão almoça com dirigente corintiano

23 de fevereiro de 2011 1

Não farei nenhum comentário, apenas reproduzirei o grevíssimo e-mail que este blog recebeu:

“Bom dia (boa tarde), Wianey.


Almoçaram ontem (terça-feira) no Dado Pub, Willian Magrão e Willian – gerente de futebol do Corinthians. Pelo visto, negócios em breve!
Abs,
Gabriel “.

Pode ser, pode não ser, quem sabe. O fato está noticiado.


Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Grêmio valoriza pouco suas revelações

23 de fevereiro de 2011 2

Leandro, 17 anos, foi apresentado aos gremistas e a imprensa no domingo passado. Entrou e foi logo mandando uma bola na trave adversária para, em seguida, marcar um gol. Uma aparição impactante. Renato descobriu o garoto de quem jamais se ouvira falar. Não se deve projetar o futuro de um garoto por parcos minutos de jogo, uma obviedade às vezes esquecida. No caso de Leandro, a amostra indica que ali pode estar um futuro grande jogador. A direção do Grêmio festeja o valor fixado para o seu passe: R$ 7 milhões, cerca de 2,5 milhões de euros. É pouco, muito pouco se Leandro confirmar o que a sua estreia prometeu. Seria quase uma doação.

Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31  mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Cavenaghi para torcida ver

23 de fevereiro de 2011 0

Existem vários e valorizados motivos para a torcida colorada comparecer ao Beira-Rio esta noite. O primeiro deles, certamente, por ser jogo da Libertadores. O segundo, tão importante quanto, será a presença de Cavenaghi, desde o início do jogo. A lesão de D´Alessandro obrigou Celso Roth a acertar. Zé Roberto substituiu o argentino e Cavenaghi entra na segunda posição do ataque. Quer dizer, espera-se que desempenhe esta função. Não se duvida que Roth, na sua insistência tática, inclua Cavenaghi na linha de três armadores-atacantes. Convicção do treinador, se quiserem. Teimosia, se preferirem.
Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31  mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Grêmio freta avião e acha graça da despesa

23 de fevereiro de 2011 3

O repórter Diogo Olivier retrata com precisão, em ZH de hoje, a animação dos integrantes da delegação gremista que viajou para a Colômbia a bordo de um avião fretado. Como a aeronave não estava lotada, houve espaço para que a viagem de oito horas – em avião carreira seriam 13 horas – transcorresse em altíssimo astral. Os jogadores estão felizes com a iniciativa do clube. Paulão foi enfático:

- Pô, isso aí é muito bacana. Os dirigentes estão trabalhando pela gente. Dá mais vontade ainda de pagar por este esforço, dentro do campo.

Antônio Vicente Martins, tocado pelo ambiente de satisfação, antecipou que a viagem para o Peru será, também, em vôo fretado. O Grêmio está gastando e achando graça da despesa. Aliás, até agora, os gastos com o fretamento de aviões têm se revelado produtivos investimentos. Os resultados confirmam. Sempre que despesas, no futebol, se traduzem em vitórias, se transformam em boas receitas.

Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31  mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Nem vitória melhora situação de Roth

23 de fevereiro de 2011 21

Crescem as manifestações de inconformidade dirigidas ao treinador Celso Roth. Sua irritada entrevista coletiva, concedida ontem à tarde, piorou a sua imagem junto aos colorados. De todos os lugares do mundo, chegam e-mails expressando desconforto contra o treinador colorado. Como este, desembarcado de San Diego, Califórnia:

“Oi Wianey, meu nome eh Marcelo Difini, moro em San Diego na California. Estou aqui desde 2006 e desde essa época tenho acompanhado o futebol da mesma maneira que fazia no Brasil. Sou colorado e quando foi decidido que o tecnico Celso Roth continuaria no comando para 2011 eu fiquei irritado, mas como bom colorado achei que as coisas iriam mudar e lições seriam tiradas de um vexame como daquele dia contra o Mazembe. Desde a preservação de jogadores da grande maioria dos jogos do Campeonato Brasileiro até a idéia de jogar com um único atacante. Mas um Campeonato Brasileiro fácil de se ganhar e a substituição do Sobis pelo Oscar em Abu Dhabi são coisas tão claras que não tinha como errar novamente.

Agora, no inicio de 2011, estamos vendo que os mesmos erros estão sendo cometidos, aliados a outros. O treinador ama o Wilson Mathias. Ele é a única coisa que estava, escancaradamente, errada. Mas o Mathias continua. O Bolatti chegou e quem saiu foi o Tinga (ele foi sacado e a lesão foi a desculpa). Dai o Bollati joga muito e sai do jogo pra entrar um zagueiro. O Emelec nao tinha criado nada mas o Celso Roth com seu esquema chama-derrota conseguiu o que queria. Empatar fora de casa. Por que não ganhar? Por que não fazer um gol e tentar o segundo, depois o terceiro, quarto… É complicado, o treinador é fraco. O Tinga sempre jogou de segundo homem de meio de campo, as vezes terceiro homem. No Inter joga adiantado pela direita. Volta ele pra segundo volante, se quiser fazer um meio campo bom tem Guinazu na esquerda, e Bolatti e D’Alessandro em cada ponta do losango de meio de campo. Mas não, o Mathias tem que jogar. Ele toma dribles que nem crianca toma. Contra o Juventude, faz um falta na linha da área. Contra o Emelec, outra vez, porque alem de ruim é burro. Mas o Mathias continua. Ele ganha a camisa 8, o Bolatti que pegue um numero reserva. Porque temos o Mathias camisa 8. Está tudo errado. Depois da entrevista do Roth hoje (ontem) entao nao sei se mesmo com uma vitoria ele continua. Tirou o corpo fora, estava agressivo, insinuante e muito desequilibrado. Preservar jogadores toda hora não adianta, o time tem que jogar. Antigamente se jogava 3 jogos por semana e ninguém era poupado.

Desculpa pelo desabafo, mas acho que alguém, um dia, tem que jogar isso na cara do treinador. Conheço ele como pessoa, meu pai sempre foi da diretoria do clube e me lembro de ter falado pra ele no Barranco, depois do Grenal da final do Gauchao de 97: “era tão dificil colocar o Fabiano quando todo mundo pedia?” Nem ele sabia o que responder. Todo mundo gritava Fabiano mas o cara era reserva, demorou pra conseguir uma vaga. Meu pai é o conselheiro Luiz Fernando Difini que te conhece e tenho certeza que tu conhece ele também, figura presente em todos jogos do Inter e com grande participaçã no clube

Um abraço, espero ter que voltar novamente para POA para ver o Tri da America, assim como fiz ano passado.

Marcelo Difini”.

Celso Roth, mais uma vez, cria embaraços para si mesmo. É possível que nem uma vitória, hoje, sobre o Jaguares, melhore a sua situação. Quando Roth desce a ladeira, não existe freio que consiga pará-lo.

Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31  mais impostos para todas as operadoras.

Crescem as manifestações de inconformidade dirigidas ao treinador Celso Roth. Sua irritada entrevista coletiva, concedida ontem à tarde, piorou a sua imagem junto aos colorados. De todos os lugares do mundo, chegam e-mails expressando desconforto contra o treinador colorado. Como este, desembarcado de San Diego, Califórnia:

Oi Wianey, meu nome eh Marcelo Difini, moro em San Diego na California. Estou aqui desde 2006 e desde essa época tenho acompanhado o futebol da mesma maneira que fazia no Brasil. Sou colorado e quando foi decidido que o tecnico Celso Roth continuaria no comando para 2011 eu fiquei irritado, mas como bom colorado achei que as coisas iriam mudar e lições seriam tiradas de um vexame como daquele dia contra o Mazembe. Desde a preservação de jogadores da grande maioria dos jogos do Campeonato Brasileiro até a idéia de jogar com um único atacante. Mas um Campeonato Brasileiro fácil de se ganhar e a substituição do Sobis pelo Oscar em Abu Dhabi são coisas tão claras que não tinha como errar novamente.

Agora, no inicio de 2011, estamos vendo que os mesmos erros estão sendo cometidos, aliados a outros. O treinador ama o Wilson Mathias. Ele é a única coisa que estava, escancaradamente, errada. Mas o Mathias continua. O Bolatti chegou e quem saiu foi o Tinga (ele foi sacado e a lesão foi a desculpa). Dai o Bollati joga muito e sai do jogo pra entrar um zagueiro. O Emelec nao tinha criado nada mas o Celso Roth com seu esquema chama-derrota conseguiu o que queria. Empatar fora de casa. Por que não ganhar? Por que não fazer um gol e tentar o segundo, depois o terceiro, quarto… É complicado, o treinador é fraco. O Tinga sempre jogou de segundo homem de meio de campo, as vezes terceiro homem. No Inter joga adiantado pela direita. Volta ele pra segundo volante, se quiser fazer um meio campo bom tem Guinazu na esquerda, e Bolatti e D’Alessandro em cada ponta do losango de meio de campo. Mas não, o Mathias tem que jogar. Ele toma dribles que nem crianca toma. Contra o Juventude, faz um falta na linha da área. Contra o Emelec, outra vez, porque alem de ruim é burro. Mas o Mathias continua. Ele ganha a camisa 8, o Bolatti que pegue um numero reserva. Porque temos o Mathias camisa 8. Está tudo errado. Depois da entrevista do Roth hoje (ontem) entao nao sei se mesmo com uma vitoria ele continua. Tirou o corpo fora, estava agressivo, insinuante e muito desequilibrado. Preservar jogadores toda hora não adianta, o time tem que jogar. Antigamente se jogava 3 jogos por semana e ninguém era poupado.

Desculpa pelo desabafo, mas acho que alguém, um dia, tem que jogar isso na cara do treinador. Conheço ele como pessoa, meu pai sempre foi da diretoria do clube e me lembro de ter falado pra ele no Barranco, depois do Grenal da final do Gauchao de 97: “era tão dificil colocar o Fabiano quando todo mundo pedia?” Nem ele sabia o que responder. Todo mundo gritava Fabiano mas o cara era reserva, demorou pra conseguir uma vaga. Meu pai é o conselheiro Luiz Fernando Difini que te conhece e tenho certeza que tu conhece ele também, figura presente em todos jogos do Inter e com grande participaçã no clube.

Um abraço, espero ter que voltar novamente para POA para ver o Tri da America, assim como fiz ano passado.

Marcelo Difini”.

Celso Roth, mais uma vez, cria embaraços para si mesmo. É possível que nem uma vitória, hoje, sobre o Jaguares, melhore a sua situação. Quando Roth desce a ladeira, não existe freio que consiga pará-lo.

Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31  mais impostos para todas as operadoras.

Bookmark and Share

Nosso herói gaúcho ganha mais uma

22 de fevereiro de 2011 4

Lembram que este blog registrou, dias atrás, a saga do Carlos Roberto – Carlão –, o cadeirante gaúcho que coleciona títulos de maratonas internacionais? Cada evento é, para ele, um desafio, que começa pelo alto custo das passagens. Como não tem patrocinador, o Carlão faz empréstimos, busca na sua poupança, etc, o dinheiro necessário para custear suas viagens e o sonho de, além de competir, incentivar outras pessoas portadoras de deficiências a seguir o seu caminho de realização pessoal, através do esporte. Pois o Carlão cometeu mais uma proeza. Mesmo sem conseguir financiamento das passagens, meteu a mão no bolso e se mandou para os Estados Unidos. Voltou com o título de Campeão da Maratona de Fort Lauderdale, Califórnia. Contra tudo e contra todos, o nosso herói ganhou mais uma. E o Carlão só não é um ilustre anônimo porque este blog abre espaço para que ele seja, justamente, homenageado por suas façanhas. Parabéns por mais esta conquista, Carlos Alberto.

Bookmark and Share

Dunga se aproxima do Beira-Rio

22 de fevereiro de 2011 14

Tantas Roth fez que acabou, como diz o gaúcho da campanha, “firme como palanque em banhado”. Está balançando. No primeiro pé de vento mais forte, cai. No Beira-Rio, dá-se a queda de Roth como uma questão de tempo. E, até, já existe um nome preferencial para substituí-lo: Dunga. Pesaria a sua experiência na Seleção Brasileira e a sua vinculação afetiva com o clube.

Bookmark and Share

CBF divide para poder reinar

22 de fevereiro de 2011 3

Ricardo Teixeira, presidente da CBF, segue o princípio milenar de guerra: “divide et regna” – dividir para reinar, que consiste em colocar segmentos de uma população em conflito entre si. Teixeira não engoliu a derrota do seu candidato nas eleições do Clube dos 13 e está usando todo o seu poder para detonar a entidade dirigida por Fábio Koff, fomentando uma dissidência entre os associados do C13. No fundo, os clubes dissidentes são movidos por uma única causa: a partilha das receitas da televisão. Os grandes querem ficar com a maior parte do bolo financeiro, deixando migalhas para os demais, como Grêmio e Inter. Koff tem conseguido manter um sistema socializado dos recursos advindos da televisão. Os clubes esquecem que lhes sairá caro vender para a CBF a própria tutela. Esqueceram a história e parecem dispostos a repeti-la.

Bookmark and Share

O dilema de Portaluppi

22 de fevereiro de 2011 10

Dizem que excesso de qualidade, no futebol, é sempre um bom problema. Vale, obviamente, para quem não precisa decidir. Renato Portaluppi está enredado em um dilema de difícil resolução. Para repetir a escalação do time que, segundo avaliação do treinador, teve uma “atuação de gala” diante do Ypiranga, terá que manter Adílson na equipe. Neste caso, Carlos Alberto continuaria na reserva. Renato poderia, também, substituir um dos atacantes, André Lima ou Borges, por Carlos Alberto. Se assim fizer, jogará apenas com um atacante e Renato gosta de atacar, quem não sabe? Qual seria a sua melhor decisão? Este blogueiro, que não precisa assumir os riscos de quem escala, pensa que Renato não erraria se repetisse a escalação de domingo, com Adilson, e deixasse Carlos Alberto no banco. Imaginem, agora, se Escudero começar a arrebentar nos treinos e jogos que entrar. O que fará Renato? Problema bom? Sim, para quem não é treinador, claro.

Bookmark and Share