Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Arena gremista, o exemplo que não pegou

28 de junho de 2011 21

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, está impaciente com as indefinições burocráticas que travam as obras do Itaquerão. Ontem, declarou que se o contrato com a empreiteira não for assinado nos próximos dias, o estádio não sai e São Paulo ficará fora da Copa 2014. Desde já, entretanto, está definido que a arena corintiana terá custo aproximado de R$ 650 milhões a R$ 800 milhões. Os demais estádios que estão sendo construídos levarão valores aproximados a este, ou mais.

A pergunta que ninguém responde, pelo contrário, faz questão de ignorar, é esta: por que a arena do Grêmio, padrão FIFA, não custará mais do que R$ 400 milhões e todos os estádios que estão sendo erguidos para a Copa do Mundo custarão, no mínimo, o dobro, cada um? Aliás, nem é preciso responder o que todo o mundo já sabe. Na arena do Grêmio, não entra dinheiro público. É uma iniciativa privada. É uma realidade nauseante, mas que passa batida porque o povo brasileiro está anestesiado. Faleceu qualquer vestígio de espírito crítico. Deixamo-nos roubar sem reagir. Como bois que seguem, cabeça baixa, pelo brete rumo a martelada fatal. Triste, muito triste.

Bookmark and Share

Comentários (21)

  • eduardo diz: 28 de junho de 2011

    Caro Wianey,
    Tu estás esquecendo que acrescenta-se no cálculo do valor da Arena do Grêmio o terreno do estádio Olimpíco, ou seja, o valor da Arena é de 400 milhões acrescido do terreno da azenha. Qunanto isso representa? Acredito que a Arena custe, ao final do negócio algo em torno de R$ 600 milhões.
    cordialmente

  • Jonatan diz: 28 de junho de 2011

    Como vamos cobrar que a imprensa do centro o Brasil fale do bom exemplo da Arena gremista se a impresa gaúcha não a valoriza? Se a imprensa daqui desse mais espaço o resto do Brasil iria ficar sabendo, mas vcs preferem criticar a Arena em favor do Remendão que sequer vai estar pronto p/ a copa da confederações.

  • Robson diz: 28 de junho de 2011

    Muito bem apontado, Wianey. Realidade decepcionante.

  • ivan diz: 28 de junho de 2011

    Carro Wianey vc como homem de comunicação de massa, bem que poderia dar o ponta pé inicial a reação contra tudo isso, o que achas? Se fizeres te seguiremos na empreitada e assim deixaremos de ser bois rumo a martelada final.

  • jair diz: 28 de junho de 2011

    Mas Wianey, Você defendia o uso de “dinheiro publico” nas reformas do Beira Rio. O que o fazia pensar que seria diferente???

  • Alvaro diz: 28 de junho de 2011

    A diferença caro Wianey, é que o Itaqueirão sempre será do Corinthians, enquanto a Arena só será do Grêmio depois de alguns anos.

  • osorio maturana diz: 28 de junho de 2011

    Parabéns. Parece que ao menos o Estádio será Padrão Fifa.

  • marcelo diz: 28 de junho de 2011

    Wianey… no Brasil é assim. Por exemplo, onde estão as marionetes dos caras-pintadas? O povo prefere fazer passeatas contra a homofobia e a favor da maconha a fazer uma passeata contra a corrupção. Ninguém se revolta contra nada aqui… cada um cuida do seu umbigo. O mais difícil neste país é ser honesto… a malandragem virá livro, filme e enriquece a honestidade vira piada. Depois querem que a gente acredite que o país é sério.

  • Marisa Assis Dalla Vecchia diz: 28 de junho de 2011

    Wianey querido não entendi quando tu falastes “deixamo-nos roubar sem reagir. Explique-se por favor! Um abraço. Sempre GREMISTA!

  • Jeferson EXCMM diz: 28 de junho de 2011

    Parabéns Sr. Wianey Cartlet, pelo menos um mostrou que o Brasil se encaminha para uma roubalheira sem precedentes, pois não é crivel que um clube possa fazer uma obra da envergadura da Arena do Grêmio sem dinheiro público e custe tão menos que os mesmos emprendimentos em que estão sendo alocados recursos públicos. Nós estamos que nem aquela personagem dos programas de humor da década de 80/90 – Brasileiro é tão bonzinho, e ainda por cima amorfo em relação a política, mas no futebol todo mundo quer exigir dos times, treinadores e dirigentes algo que dos políticos que nos ferram no dia-a-dia nada é cobrado. Assim os próximos a pagar as contas da Copa do Mundo e das Olimpíadas será formado por estes jovens que hoje não tão se dando conta do quanto oneroso será para eles estes próximos 6 anos, em que estarão ingressando no mercado de trabalho, sabe Deus em que condições. E os aposentados que não conseguirão mais uma migalha de aumento, pois senão quebrarão o INSS. e assim se vão mais algumas decadas de sub-desenvolvimento do Brasil.

  • Ronaldo Breda diz: 28 de junho de 2011

    Melhor matéria que escreveste no mês! Não sei se é bobagem dizer isso, mas se no país nossos estados fossem independentes tal qual nos EUA seríamos um pouco mais críticos, teríamos que nos preocupar com menos larápios!

  • carlos diz: 28 de junho de 2011

    Pois e Wianey. Ja havia comentado aqui que esta Copa sera uma vergonha sobre todos os aspectos. Vergonhosa na organizacao (Inglaterra, Russia, Catar ja possuem planos feitos e construcoes em andamento); veronhosa no aspecto moral (tantas catastrofes e necessitados neste pais e nos esbanjando dinheiro, na verdade, jogando pelo ralo); vergonhosa na probidade publica. Enfim, sob qualquer aspecto que analisarmos, ha se naos. A Arena tricolor sera um baluarte a relembrar as geracoes futuras que esta, justamente a promotora do evento, e vegonhosa para nosso pais. Nem precisamos falar do estadio de Salvador que passara de 1 bi, ou outros que serao elefantes brancos (diria nebulosos). Basta que olhemos para a vergonha que e o Maracana. Quatro, 4 reformas em 17 anos. Uma a cada 4 anos. O custo total ficara alem de 3 bi. So esta para a Copa ficara alem dos 1,5 bi. A quarta, se nao pescaram, sera as adaptacoes, ja anunciadas, para as Olimpiadas. Uma vergonha. Daria pra construir dois Maracanas novos. Quer maior e melhor exemplo de nossa incapacidade de planejar, sermos probos, sermos morais, eticos. Suas colocacoes foram perfeitas. Me utilizo delas:”Triste, muito triste.”

  • kill diz: 28 de junho de 2011

    Materiazinha padrao Wianey: uma porcaria.

  • Carlos Alberto diz: 28 de junho de 2011

    Wianey, será que não seria porque a OAS terá sua renda APÓS a construcão, durante 20 anos e esta renda será muito mais do que 400 milhas?. Ou seja, o custo da arena do gremio é 400 milhas e a dos outros estadios será o dobro porque naqueles já está embutida a receita da construtora. Ou será que 100% de lucro em 3 ou 4 anos para um investimento de 400 milhoes é muito? Sabe quanto rende 400 milhoes em 4 anos aplicando no mercado financeiro, sem qualquer risco? Pois é!. Como não ouso duvidar da inteligencia dos militantes, acredito que o seu comentário (que levará muitos alienados a concordar contigo sem ao menos se dar ao luxo de pensar um pouco) seja apenas mais um lampejo de quem ainda não engoliu o que está acontecendo com o Brasil nos últimos anos.

  • luiz paulo toller diz: 28 de junho de 2011

    wianey,sinceramente me espanta seu comentário,não passou pelo moderador?sim porque só a espn criticava os corruptos até então,parabens,sabe vou ser sincero com você,assisto a rbs todo dia,menos a globo,tenho tv a cabo,o rbs noticias mostra a pobreza das pessoas no inverno,e demais calamidades e a globo só faz propaganda de cidadania,onde?abraços,acho que não vão postar mas tudo bem

  • Luiz Meireles diz: 28 de junho de 2011

    Wianey, infelizmente essa é a realidade brasileira. Vivemos num país onde a morte diária em pencas é normal. Assassinatos, acidentes de trânsito, mortes por balas perdidas, tudo isso faz parte do nosso cotidiano e não há nenhuma indignação. Todos dias os escândalos são divulgados, dinheiro público é desviado, superfaturamento nas obras para a copa do mundo e não se vê um movimento popular contra tudo isso. Mas a maior vergonha para uma nação é a caótica assistência médica à população. As pessoas estão morrendo por falta de atendimento. As emergências entupidas, doentes esperando por uma cirurgia que talvez não ocorra antes da sua morte. Quando os caras-pintadas saíram às ruas no episódio Collor, achávamos que finalmente tínhamos atingido a maioria cívica. Ledo engano. Se Collor não representasse um partido de aluguel, os líderes políticos da época não teriam feito toda aquela orquestração. É muito triste.

  • Elio Junior diz: 28 de junho de 2011

    Wianey;
    Que loucura, uma coisa dita desta forma ate parece verdade, mais cabe aos homens da impressa falarem TODA a realidade sobre os fatos: já dizia alguém, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.
    A OAS, esta cobrando do Grêmio o valor da obra??? A OAS esta fazendo uma permuta, vai ficar com a área do atual estádio, como já foi aprovado na câmara de vereadores a alteração do plano diretor, sem esta alteração não sai o negocio, para construção de prédios de ate 10 andares o que vai lhe render algo próximo a 500 milhões de lucro na venda de uma área super valorizada e com grande potencial de sucesso, mais o lucro de 20 anos da nova arena, com a meta de lucrar algo em torno de 2 bilhões de reais, a soma é de 2,5 bilhões de reais, o que venhamos é um grande lucro. O valor de 400 milhões é o da obra em sim, sem o lucro.
    No caso dos demais estádios onde não haverá o ganho ao longo dos anos, pois de fato a OAS será dona por 20 anos, há a apuração do lucro pelo trabalho, algo entre 60 a 80% do valor gasto com o material e mão de obra.
    Essa é a grande diferença, claro que pode, em se tratando de obra com verba publica haver um extra de 10 a 15%, mais o resto é só para fazer o bicho mais feio do que realmente ele é.
    Seria de bom tom haver o real esclarecimento destes fatos pois ao escrever este texto o senhor coloca todos no mesmo nível. Tem gente boa neste Brasil.
    Esse negocio de dinheiro é muito complicado, mais quem esta certo, o Grêmio ao deixar de arrecadar o valor acima o Corinthians???

  • ADRIANOGFBPA diz: 28 de junho de 2011

    Que exemplo ??? Essa Arena não é do Grêmio, É DA OAS !! O Grêmio vai um estádio SEU, bem localizado, por outro DE ALUGUEL, no meio do nada, que talvez venha a ser do clube depois de longos 20 anos… e ainda tem Grêmista se vangloriando por algo que nem vai ser do Grêmio…

  • andre diz: 29 de junho de 2011

    será que vai custar só isso mesmo? como disse um leitor, é r$400.000,00 MAIS O LÍMPICO?
    favor conferir e esclarecer!
    estão incluídos os valores “pós construção” como disse outro?
    aprofundando a análise ela será mais útil e verdadeira (ou se mostrará um erro). acho que os leitores merecem estes esclarecimentos.

  • Neida Fátima diz: 29 de junho de 2011

    Que bom ler esse texto. É uma vergonha o que sangra de dinheiro público em praticamente todas as obras públicas no Brasil. Pena que textos como esse só acontecem por que as obras mencionadas são para a Copa do Mundo.
    No entanto, há séculos perdemos bilhões de reais todos os anos em obras superfaturadas e construções de péssima qualidade, não seguindo o que foi contratado. Mas, tudo passa, pois a fiscalização dessas obras é “deficiente”.
    E depois os governos incompetentes utilizam o expediente de achacar os bolsos dos servidores públicos para aumentar a arrecadação.
    Se atacassem a corrupção nas obras públicas, conseguiriam economizar mil vezes mais.
    Porém, onde arranjariam dinheiro sujo para suas campanhas políticas?

  • Xiru diz: 29 de junho de 2011

    Um bom começo pra isso mudar?
    DEBATAM ISSO COM MAIS FREQUENCIA E DEDICAÇÃO NO SALA DE REDAÇÃO!

    O Sala deveria abordarmais este tipo de tema.

Envie seu Comentário