Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O Inter não mereceu a derrota

15 de julho de 2011 39

O empate corresponderia melhor aos fatos de campo, mas o Corinthians teve a eficiência do seu melhor atacante para justificar a vitória apertada. O time de Falcão encarou o líder do campeonato com personalidade. Permitiu pouquíssimas oportunidades de arremates e teve, pelo menos, três chances de fazer gols. Na etapa inicial, 29 minutos, Leandro Damião chegou a passar pelo goleiro mas perdeu ângulo e a possibilidade de marcar. Aos 34 minutos, D´Alessandro quase acertou o ângulo esquerdo do gol corintiano e aos 12 minutos da etapa final, Oscar bateu atravessado, quase marcando. Foi uma derrota imerecida. Um duro castigo para as chances desperdiçadas.

Bookmark and Share

Comentários (39)

  • RENATO LIMA diz: 15 de julho de 2011

    Com esse Presidente do Inter é mesmo assim, fala mansa, calma e tranquila… e o clube vai disperdiçando tempo, campeonatos,bons jogadores e o tempo vai passando, lenta e calmamente e temos que aturar a sua fala monótona e descansada. Enquando isso o trem passa e a fila anda. Que pena, quase deu, não merecia a derrota, etc,etc… Desculpa de um clube que tem a falta de um discurso forte, e não esse de um padre falando a um grupo de velhinhos num asilo…Enquanto isso temos que aguentar jogadores como Nei e Cia. Por Favor… 2 jogadores ja melhorariam esse time. um zagueiro e um lateral direito…Acorda Presidente o Inter não é a Estação Rodoviária…

  • Carlos Yomuri diz: 15 de julho de 2011

    Comecou, ou melhor, ReComecou a operacao Salva o Falcao:
    Voces so esqueceram de combinar com o Siegmann, que ja comecou a cobrar e bater.
    Afiem os comentarios e nao se preocupem, risco de demissao do Falcao somente Domingo, depois de nao conseguir ganhar do Sao Paulo.
    Ate la da pra melhorar o repertorio.

    E nao adianta nao publicar o meu comentario Wianey.
    Faz uma analise ai: Se fosse o Roth, com o time sem compactacao e o atacante isolado la na frente, a manchete seria a mesma?
    Fala ai.

  • Eduardo diz: 15 de julho de 2011

    Qual é próximo time pequeno que o Inter vai jogar. Quero ver pelo menos uma vitória. Ganhar de times pequenos e se achar é fácil. Agora tem São Paulo, mais uma derrota. E os caras não aprendem.

  • andre rodrigo diz: 15 de julho de 2011

    bom dia wianey, mas me diz ai uma defesa que o goleiro do corntians fez em todo segundo tempo, o muriel fez no minimo duas, nao vi nenhum chute a gol do inter que foi em gol, ta feia a coisa, kkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  • JOSÉ HUGO diz: 15 de julho de 2011

    COMO NÃO MERECEU,FOI PRECIONADO O TEMPO TODO,LEVOU UM GOL.POR ERRO DA ZAGA,NÃO MARCARAM PENAL,LEVOU MAIS CHUTE A GOL NUM TEMPO 8 ARREMESSO A 2.E NÃO MERECIA ,E FALÇÃO TA TAO PERDIDO QUE TA BRIGANDO COM ARBRITO E BOTANDO A CULPA PELAS DUAS DERROTAS DEPOIS QUE O TECNICO SAIU.

  • ademir diz: 15 de julho de 2011

    Quando esse Luigi foi eleito eu disse a meus amigos colorados que seria ele o pior Presidente da história do Inter. Não em perfil. É parado, quase sonso, não manda, não se indigna, enfim, é um contemplador. Vejam as carências do time, especialmente ambas as laterais, onde os atuais “titulares” são indignos de vestir a camisa colorada e estão lá nos envergonhando. O primeiro, Nei, não só não contribui nada ofensivamente, como permite uma verdadeira avenida naquele lado; o outro, Cléber, é um indolente, preguiçoso, sem velocidade, igualmente não marca ninguém. Também sem contribuição alguma para a equipe. E estão lá, ambos, titulares, desafiando a paciência da torcida. Chega! Não aguento mais essas perebas varzeanas. No jogo de ontem, então, chegaram, ambos, ao limite da mediocridade, pedindo para entregar o jogo, como de fato entregaram. Fora Luigi, incompetente.

  • Milton diz: 15 de julho de 2011

    Olá Wianey! Nos ultimos anos o Inter tinha grupo porem não tinha treinador. Agora, o Inter tem treinador porem está com muitas carencias no grupo. O problema do ala direito já virou caso de policia no Beira-Rio e a diretoria apenas fica olhando o time perder jogos e competições com jogadas que sempre começam em cima do Nei. Os zagueiros e volantes do Inter estão se concentrando muito no lado direito da defesa para cobrir a deficiencia do Nei e deixando o centro da zaga desguarnecido, o que ocorreu ontem no gol do Corinthians. O ataque não possui reservas de nivel proximo dos titulares. Todos são apostas da politica do “bom e barato” que voltou ao Beira-Rio depois de muitos anos. O Falcão não cometeu nenhum exagero quando disse que o Inter não tem grupo para ganhar o Brasileirão. A dúvida agora é se tem grupo para se classificar para a Libertadores.

  • Carlos Alberto diz: 15 de julho de 2011

    Esta foi a verdadeira derrota “por detalhe”. Detalhe assinado pelo Falcão: Glaydson no lugar de Bolatti POR QUE?. Quantas derrotas aquele gol fantasma contra o Coritiba ainda vai render?

  • Camargo diz: 15 de julho de 2011

    WIANEY, O INTER DISPUTOU A PARTIDA CONTRA O CORINTHIANS COMO QUEM DISPUTA UM TÍTULO, TAL A ENERGIA E DOAÇÃO DE SEUS JOGADORES. E, COMO OS JORNALISTAS GOSTAM DE DIZER, PERDEU PORQUE O CORINTHIANS FOI MAIS COMPETENTE NA ARREMATAÇÃO. AGORA, O QUE O INTER DÁ PAU EM CAMPO É ASSUSTADOR. QUEM SABE MANDAM O TIME DO INTER PRÁ GUERRA ??? …

  • Floriano diz: 15 de julho de 2011

    Sinceramente, não consigo ver a mesma injustiça no resultado. O Inter perdeu pelos mesmos motivos que perdeu pro Vasco e nas outras partidas. PORQUE NÃO É OBJETIVO. PORQUE NÃO CHUTA A GOL. PORQUE SÓ TROCA PASSES PARA O LADO OU PARA TRÁS. PORQUE DOS SEUS LATERAIS, UM NÃO PASSA DE UM PREGUIÇOSO E OUTRO NÃO TEM A MENOR QUALIDADE TÉCNICA. PORQUE D´ALESSANDRO E OSCAR SE DISTANCIAM. PORQUE DAMIÃO JOGA ISOLADO NA FRENTE (este, aliás, se levantar a cabeça e olhar para o lado de vez em quando, poderia ser ainda mais útil ao time). PORQUE A DIREÇÃO NÃO TEM PLANEJAMENTO, É AMADORA E NÃO SABE CONTRATAR. ESTAMOS EM JULHO E AINDA FALAM A MESMA FRASE: “ESTAMOS ACOMPANHANDO DE PERTO O MERCADO”! Ora, se querem brincar de ser dirigentes, então vão pro Cartola FC!!!!!

  • Johann Edelstein diz: 15 de julho de 2011

    Permita-me discordar, meu caro Wianey, pois é “via Nei” que o Inter está se perdendo no campeonato (Desculpe o trocadilho infame mas foi o que consegui de melhor para uma sexta-feira).
    Aliás, quem joga com Damião (que é o novo Alecsandro), Nei, e ainda por cima, mexe errado no time, na hora errada, merece perder sim.
    Enquanto isso, a direção, calma como agua de poço, assiste a tudo de forma passiva, como se o problema não fosse dela.
    Nuvens negras no horizonte do Colorado…
    Um abraço

  • Fabio diz: 15 de julho de 2011

    MUITO MENOS A VITÓRIA !!!!! E SOU COLORADO DE CORAÇÃO. FUI DORMIR MUITO PUTO DA VIDA POIS ESTOU CANSADO,MUITO CANSADO DE OUVIR O MESMO PAPINHO E AS MESMAS ENTREVISTAS PÓS JOGO. NÃO MERECÍAMOS ISTO, NÃO MERECÍAMOS AQUILO, JOGAMOS BEM, NÃO TIVEMOS CONTUNDÊNCIA,ETC, ETC,ETC…. QUERO DEIXAR BEM CLARO UMA COISA QUE PARECE QUE NINGUÉM SABE NO INTER( DIREÇÃO E JOGADORES ), FUTEBOL É BOLA NA REDE E PARA GANHAR É PRECISO FAZER GOLS,EU DISSE GOLS, NO PLURAL.

    O RESTO É BALELA, HISTÓRIA PARA BOI DORMIR. E O NEI, DEIXA PRÁ LÁ ….

  • cesar diz: 15 de julho de 2011

    A verdade é que o Inter nesse brasileiro, náo ganhou de nenhum time grande até agora. Isso é muito pouco para quem após sair da libertadores, tinha como meta ganhar o brasileiro. Vai nos sobrar novamente a sulamericana.

  • Fabio diz: 15 de julho de 2011

    Ao contrário do que o blogueiro afirmou várias vezes recentemente, o time do Inter é bom. Não é uma maravilha, tem vários problemas, mas é bom para o padrão do futebol brasileiro atual.

    O problema é que o Inter não tem grupo. Se sai qualquer um dos jogadores principais, a reposição é em nível muito inferior. O Corinthians ontem perdeu Liedson e faz entrar o Émerson Sheik. O Inter tentou buscar a vitória antes e depois o empate com Alex e Gilberto. Aí não dá…

    Com esse grupo o Inter vai ficar em posição intermediária na tabela, longe do G4.

    Não foi burrice usar o Oscar ontem, que era o jogo mais difícil desses três? Nãoseria melhor usá-lo em um jogo teoricamente mais fácil de ganhar? Sem Oscar e Zé Roberto contra o São Paulo é grande a chance de terminar com um ou nenhum ponto ganho em nove disputados…

  • joao diz: 15 de julho de 2011

    Não concordo, Wianey. Vi todo o jogo e não acho que o Inter merecia ganhar. Jogou, é verdade, com mais vontade mas os problemas são os mesmos de sempre: Nei não é confiável, A zaga não é confiável, Bolatti joga pouco, não temos contundência no ataque, D’Ale não desequilibra nada, nossos volantes não chegam, não chutam, não acrescentam no ataque, coisa que o Corinthiasm sabe fazer muito bem e ganho o jogo por isso. Não tem que se lamentar, perdeu porque não tem time para ganhar e dizer, como o Falcão disse, que foi injusto é tapar o sol com a peneira. O Inter não tem time para disputar o título, isso é fato, o resto é ladainha.

  • vanderlei diz: 15 de julho de 2011

    O WIANEY, NÃO EXISTE ESSA DE NÃO MERECER DERROTA. JOGOU PRA PERDER, TIME SEM AMBIÇÃO DA VITORIA, SÓ TOCA BOLA PRO LADO, TEM MAIS É QUE PERDER. MEIO DA TABELA ESSA SIM SERÁ A POSIÇÃO DO INTER SE NÃO MUDAR ALGO.

  • Eduardo diz: 15 de julho de 2011

    Wianey, sou gremista e assisti ao jogo de ontem, pois gosto de um futebol bem jogado. Algumas constatações e dúvidas. Primeira constatação o Inter conseguiu acertar sua defesa e meio. Já o ataque continua ineficiente, principalmente contra times de melhor qualidade. Está certo o Inter e Corinthians fizeram uma partida igual e foi decidida no detalhe, o detalhe que definiu o jogo foi a INEFICIÊNCIA do ataque colorado. Acho que o Inter vai continuar penando e deve cair na tabela nas próximas rodadas com a ausência de Oscar, peça que não tem substituto no plantel. E mais não entendo esse chororô velado de alguns colorados e cronistas em relação a arbitragem afora a falta sobre Damião nas proximidades da área, acho que o árbitro se errou foi em relação à cartões .

  • Thiago diz: 15 de julho de 2011

    O Inter jogou bem, jogou com cautela, com todos os jogadores atrás da linha do meio de campo, mas, paradoxalmente, foi o Inter quem teve as maiores e melhores oportunidades de gol como bem escreveste.

    Pena que o Damião não chutou de primeira para o gol no lance em que preferiu driblar o goleiro. Para azar colorado, o William quando fez o gol chutou de mais longe, de trivela, mas de primeira, num chute surpreendente.

    O problema é que o Inter mais uma vez foi uma avenida pelo lado direito de defesa. No lance do gol, o Nei (que já havia entregado antes um contra-ataque) estava fora do lugar, fazendo com que o Bolívar fosse na marcação do jogador que cruzou a bola para o gol, sendo certo que o lance seria perigoso, pois o Bolívar não consegue acompanhar uma tartaruga, e o Nei é a falência técnica em pessoa.

    Com o resultado injusto, ficamos a 10 pontos da liderança, com um jogo a mais. Ficou difícil!

    A culpada é a direção, pois a sua inércia em reforçar o time decorre da gastança que patrocinou com contratações anteriores caríssimas, pagando altos salários para jogadores que não deram resposta e ficaram encostados no clube, treinando em separado, pois mesmo recebendo outras propostas preferem o salário maior que o Inter paga.

    Estamos pagando pela falta de critério e pela gastança da direção perdulária do Inter.

  • Ademir diz: 15 de julho de 2011

    Eu diria que foi justo a derrota pelo jeito que alguns jogadores do inter encaram o futebol,exemplo Guinazu e Bolivar eles se acham os donos do mundo acham que podem bater em todo mundo ,eu vi um lance do Guinazu ainda no inicio do jogo roçando aas pernas do Jorge Henrique e quando este rclama o Guinazu reage como se fosse ele o agredido,isso é uma palhaçada.
    Outro assunto que eu ainda vejo alguns colorados falerem dos acrecimos de um jogo do gremio na gauchão onde houve muita cera por parte do outro time ,eu pergunto num jogo como ontem onde eu não vi nenhuma cera , ejogo muito corrido do inicio ao fim e o juiz acrecenta 4 minutos ,eu ate acho normal so que antes de algum colorado escrever sobre acrecimos bota a mão na conciencia.

  • antonio carlos diz: 15 de julho de 2011

    Ô Wianey! Acho que vc viu um jogo diferente! Me cite uma defesa do goleiro do Corinthians, não só em momentos isolados, mas em toda a partida, acho que defesa importante ele não fez nenhuma! O Internacional roda, roda, a bola vai até o ataque, volta no Guinazu, que toca de lado, vai até o D’Alessandro, que faz uma graça, o Damião fica esperando, e só recebe bola alçada na area pelo Kleber, ninguem chuta a gol, é um time de armandinhos, e mesmo assim no jogo de ontem, o narrador da Sport TV citava dados de posse de bola, em alguns momentos da partida chegando a 65% do Corinthians e 35% do Internacional. Quem sempre procurou o gol foi o Corinthians, o Internacional só correu atras em raras oportunidades! O Lédio Carmona, comentarista, chegou a citar que o Internacional estava muito recuado, o Oscar só foi entrar no jogo, no segundo tempo, e mesmo assim, após o gol do Corinthians! O Bolatti é uma grossa mentira! Contra o Vasco foi a mesma coisa, exceto que lá a posse de bola do Internacional foi bem maior que a do Vasco! Acho que tu estas, com o sempre, protegendo o Falcão!!!

  • felipe diz: 15 de julho de 2011

    o problem atem sido este,contra o vasco o inter também jogou bém,mas também perdeu,ao contrario do alguns babacas dizem,(iclusive da diretoria)o inter tem padrão de jogo sim sr,então qual é o problema,falta qualidade em alguns setores,a defesa mais uma vez falhou,a bola passa por toda a estenção da area,sem q nunguém antecipe,um erro de pelada,na frente zé roberto q vinha jogando bém,caiu mto de produção e ele tem um defeito gravissimo para um segundo atacante,não faz gols,damião q eu gosto mto como centroavante,esta mto afoito e achando q joga mais do joga,e para compltar a obra os laterais do inter não acertam um cruzamento e temos um meia q não entra na area do adversario,ai fica dificil cobrar resultados de falção,com a saida de oscar,eu temo mto pelo futuro do inter,ele não substitutos no grupo,a não ser q falção descubra alguém nos jnrs.

  • Wagner Xavier Freitas diz: 15 de julho de 2011

    Mereceu sim! No futebol não tem lógica, mas tem que ter competência, e o Inter de Falcão não obteve. Como podemos explicar um meia que ganha muito bem, camisa 10 do time, cobrar 5 escanteios iguais e que não cruzaram a primeira trave? É uma opção dele, ou força que o falta? Será que é só eu que vejo isso? Porque não oscar cobrar os escanteios, no final do jogo ele cobrou, e levou perigo! Acho que D’alessandro tem que ser mais cobrado, ontem só Oscar jogou futebol. Falta para o Inter, poder ofensivo, conclusões. Zé Roberto não é atacante, ele é jgador mais recuado, concerteza pode fazer cia para Dalessandro na ausencia de Oscar, assim colocando outro atacante junto a Damião. Solitário, DAMIÃO não consegue colocar fazer gols de cabeça, como sendo sua arma fatal! O colorado não merecu perder pelo que apresentou, mas já é segunda derrota seguida, algo está errado, não acha?

  • renato diz: 15 de julho de 2011

    Derrota imerecida? Vasco, Corintians e agora vem o S. Paulo. Se o Inter perder para o S. Paulo, posso até afirmar que o Falcão sai voando. No Grêmio também ocorreram derrotas imerecidas. Ninguém ligou. O que importa é o resultado.

  • COUTO BSB diz: 15 de julho de 2011

    O brabo disso tudo é ver de novo os times do eixo sobrarem neste campeonato. E pior, disputar contra o bi rebaixado pra ver quem chega na frente. Haja paciência…

  • ivan diz: 15 de julho de 2011

    O Inter não perdeu para o Coirinthians, perdeu para a ineficiência do Nei, para o egoismo de Leandro Damião, pela lentidão de D’Alessandro, peloos erros de Zé Roberto. E como sempre no desespero Falcão quer salvar a pátria com Alex e Gilberto, é de chorar.

  • mauro diz: 15 de julho de 2011

    Não assisti aos últimos jogos do inter, mas se ontem jogou bem, então o que não jogou nos outros. Achei que houve repetição daquilo que o inter tem apresentado já há uns 3 anos: time lento, toque de bola improdutivo, para os lados, não avança. Por outro lado vi o corinthians mordendo, brigando por cada gomo da bola como se fosse uma copa do mundo. Aliás acho que é esse o problema do inter, não tem raça. O corinthians é um time médio, não tem craques, o mais próximo disso é o alex; já o inter é recheado desses craques (ou que pensam ser): dalessandro, cleber, oscar, guiñazu, damião e mesmo assim o time é lento, não tem jogada. Outra coisa o corinthians é treinado pelo tite, o mesmo que aqui não serviu, como não serviu o fossati e o roth, será que o problema não esta nos jogadores? Espero que vc pela coragem que diz ter comece a investigar essa possibilidade, sem medo os empresários

  • Ergio Antonio diz: 15 de julho de 2011

    Apesar de gremista, concordo integramente. O Inter enfrentou e, no segundo tempo, até pouco antes de levar o gol, se impôs ao Corinthians, que aceitava de forma submissa. Mas o Tite demonstrou estar com o time taticamente na mão, e mexeu com maestria, retomando o comando do jogo, na parte final.

  • Everaldo Marcelo diz: 15 de julho de 2011

    Boa tarde.
    Wianey deixo aqui uma pergunta, o gol do corinthians foi irregular? o juiz roubou to time de 95% da imprensa? se tu concorda comigo que ambos os fatos não aconteceram porque o resultado não foi merecido? Pó Wianey o que tu pretende fazer com o loco da Keny Braga pedindo pra ele fazer uma analise tatica no sala de terça feira, como ele vai fazer algo que não sabe, pedir para aquele cego fazer analises taticas sobre futebol é o mesmo que tu deixar um pedreiro te fazer uma cirurgia vascular . abraços

  • alan diz: 15 de julho de 2011

    Ontem escrivi ao davi coimbra, e hj reafirmo o q disse. há coisas fáceis e outrs complexas, tomando aqui o futebol. a fácil: qual treinador tera a maestria, ou coragem, de tirar o nei, que é o mais perigoso jogador do inter, só que, contra o inter. A complexa: o jogo é um clássico e assim se desenhou durante todo o tempo, apesar de o juiz ñ ser uma brastemp. significa um jogo pegado, duro, mano a mano, dificil, com jogadas duras e o sangue a 100 graus de calor. são jogos inesquecíveis, um verdadeiro clássico. mas ai entra a complexidade, o mais dificil e que poucos percebem a ñ ser grandes estrateegistas do futebol. num jogo assim, fervendo, e tava 0 a 0, o falcão fez duas substituições ao mesmo tempo. veja, ñ entro no méritos dos nomes. num jogo assim, jamais se faz duas, ou até 3, substituições ao mesmo tempo, pq o time se desarticula por alguns minutos, perde aquele calor do jogo, o ranger de dentes e pode ser fatal como realmente foi….é isso

  • marçal bitencourt diz: 15 de julho de 2011

    Acreditando-se no que dizes, então eu vi outro jogo, pois o goleiro do Corinthians não pegou uma bola sequer. Eu disse NENHUMA. Oscar fez dois arremates e o grande craque Damião, nenhum. Já o Muriel teve atuação destacadíssima, fazendo um verdadeiro milagre,inclusive. Isto sem falar no clamoroso penalti cometido pelo carniceiro do Juan que deveria ter sido expulso pela covarde agressão. Onde está então a injustiça no placar do jogo?
    E outra coisa: O Inter começou a enfrentar agora times um pouco melhores,(diferentemente dos galinhas mortas de até então) e já começou a perder. E isto vai continuar quando enfrentar o S.Paulo, Flamengo, Gremio etc etc.

  • gremistassa diz: 15 de julho de 2011

    É VERDADE,FOSSE DADO PELO ÁRBITRO O PENAL DO JUAN,SERIA 2x ZERO!!!!

  • jose eduardo diz: 15 de julho de 2011

    Até concordo,mas os problemas continuam,Damião isolado,Nei falhando e a descoberto,
    Dale mais marcando que armando,tem que vencer ao menos umas duas equipes grande
    para adquirir confiança,precisamos além de tudo,de um Zagueiro rápido,um atacante a la
    Nilmar e estancar a hemorragia da lat. direita,sem falar nos zagueiros lentos.

  • LUCIANO diz: 15 de julho de 2011

    Falcão olhou para o Banco, com o mesmo olhar que Dunga que não quis levar Neymar e Ganso, e percebeu que com Kleber, Julio Baptista e outros que levou não tinha como mudar um jogo parelho, isto aconteceu ontem com Falcão, olhou e lá estava aquele vazio, falta banco, em todas as posições do time, não temos um reserva a altura, as vezes não temos nem um titular decente para nosso time, ou vamos as compras, ou será um árduo ano.

  • Roger diz: 15 de julho de 2011

    Certo Wianey, é aquela velha lorota : tivemos a posse de bola; jogamos melhor, dominamos o jogo, o Kenny Braga achou o Inter o máximo, merecíamos ter ganho, tivemos as melhores oportunidades, fomos os vencedores moral, etc… etc… etc… etc… etc… etc…
    Certo Wianey : Inter 1 X 0 Corintians .

  • João Mario diz: 15 de julho de 2011

    Concordo Wianey, como gremista estava secando, mas vi um Inter não merecendo perder, foi um jogo igual, as defesas superando os ataques, valeu o momento do goleador do Corinthians , já o ataque do Inter não funcionou, quando vc deu 60 dias ao Falcão eu dei 10 rodadas, 50% de aproveitamento diz que o Falcão está abaixo da média dos últimos treinadores que passaram no Beira Rio, será que serve? Ou ele tem razão quando pediu reforços? Acho que o Falcão é uma aposta que não requer imediatismo, para dar certo só para o proximo ano e com reforços escolhidos por ele. Dai não vai ter desculpas prontas.

  • ana diz: 15 de julho de 2011

    tanto falam do damião, refazem contrato e oferecem fortunas por ele, mas quantos gols ele já fez nesse brasileiro? não é artilheiro nem do inter, que dirá do campeonato.

  • João Mario diz: 16 de julho de 2011

    Parabens Wianey, QUE SEJA O INICIO DOS MELHORES DIAS DE SUA VIDA, ABS.

  • Roger diz: 16 de julho de 2011

    Caro Wianey, com relação ao 1° comentário, o de Renato Lima, tenho a contribuir, com o comentário que fiz, quando da eleição do Inter. Veja abaixo :

    “Nós como gremistas estamos torcendo para que Luigi vença a eleição para a presidência do Inter. Vejamos, como diretor de futebol : (1) – Arrastou o Inter para o 7° lugar do campeo-nato Rural/Gauchão. (2) – Desclassificou o Inter na primeira fase da Libertadores ( a fase dos times cabeça de bagre). (3) – Contratou o técnico Gallo (brincadeira tem hora). (4) – O Clemer, Fernandão e Iarley deram um golpe no vestiário e “correram” o Luigi para fora.
    Mas agora, falando sério como analista sob o ponto de vista empresárial, o Luigi, não é de seu DNA o comando de um super clube de futebol (caldeirão de emoções e rivalidades). Êle é uma pessoa de uma natureza contemplativa até meio monástica. Afora isto, eu acho o Luigi uma das pessoas mais integras e de caráter luminoso que conheci.

  • gilberto nascimento diz: 16 de julho de 2011

    no meu comentario anterior faltoa a palavra vergonha, entao se leia …vao tomar vergonha e serem mais isentos…esse teclado do note book ta dando de dez z zero em mim, pois de uma hora para outra a palavra que estou digitando viaja para o meio do texto, e um tal de apagar e voltar para continuar o texto,..

Envie seu Comentário