Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Marcelo Grohe salva o Grêmio, de novo

21 de julho de 2011 25


O Grêmio preparou-se para não sair derrotado do Orlando Scarpeli e atingiu este objetivo. O empate premiou o esforço defensivo do time de Julinho Camargo que fez pouco para conseguir os três pontos. Mal assistido, o ataque pouco produziu. Mais uma vez, Douglas foi ineficaz na tarefa de armação. Acabou sendo substituído por Marquinhos, no final da segunda etapa que, também, pouco fez. O ingresso de Miralles no jogo também não deu ao Grêmio maior força ofensiva. E, para variar, Marcelo Grohe garantiu que o Grêmio não sofresse gols. Além de fazer grandes defesas, Grohe reiterou que é um goleiro que não falha. E salvou o pontinho gremista defendendo o pênalti, no final do jogo. Vai perder a posição para Victor, mas será apenas pelo nome. O Grêmio continua sendo um time que não consegue atacar.

Bookmark and Share

Comentários (25)

  • Dirceu diz: 21 de julho de 2011

    NOS LEITOS SOMOS CEGOS, SURDOS E ANALFABETOS E NÃOA DIANTA COMETAR VOCE VAI DIZER QUE E PARANOIA GRENAL

  • Angelo diz: 21 de julho de 2011

    Caro Wianey, o Gremio não foi muito bem ontem, sabemos disso, mas que goleiro esse Marcelo Grohe ein, ele é muito seguro sai bem defende ate penalty, mas precisamos melhorar ainda si quizermos algo melhor no Campeonato Brasileiro. abraço

  • mauro luiz diz: 21 de julho de 2011

    Caro Comentarista… O gremio ainda não jogou 3 partidas consecutivas contra os considerados “grandes” do futebol brasileiro… Assim, perdendo uma, empatando outra e ganhando mais uma em casa, contra os fracos, vai enganado a todos voces da imprenssa… Porque para voces, a campanha do gremio neste brasileirão está ótima… VÃO APRENDER UM POUCO DE FUTEBOL…

  • pauleta diz: 21 de julho de 2011

    TÁ WIANEY MAS CADÊ O COMENTÁRIO DIZENDO QUE TEM CRISE NO GREMIO? DESDE QUE O JULINHO CHEGOU O GREMIO NÃO SAI DA ZONA DA DEGOLA. SE FOSE DO OUTRO LADO…

  • PEDRO GAUCHO diz: 21 de julho de 2011

    Com a dupla LERDONE e FARIA MAS NÃO FAZ, é segunda divisão certo. Daqui a 10 rodadas, CELSO ROTH, pra tentar salvar o time .

  • Ivo Eduardo Weirich diz: 21 de julho de 2011

    VIANEY, estou muito decepcionado com meu time, e ver no final do jogo o presidente/político afirmar que o Grêmio mostrou evolução e o técnico JC comemorar empate com o poderoso Figueirense. Só resta para nós gremistas torcer e rezar para não reeditar a Batalha dos Aflitos que é o grande sonho do nosso politico/presidente.

  • Maurino Mendes diz: 21 de julho de 2011

    Com as contratações de primeiríssima linha que fora feitas,o objetivo era empatar com poderoso Figueira!….ummm….Vamos ver teu comentário se o Inter(que é muito inferior ao coirmão) levar também um banho de bola do poderoso Avai.

  • RAFAEL FRANCISCO NEVES diz: 21 de julho de 2011

    Técnico de Juniores. E o problema era o Renato?

    3 jogos, 10 dias livres para treinar, e o que mudou no time do Grêmio? NADA. Como disse o David Coimbra, PIOROU.

    O Grêmio de hoje, cada vez menor na sua história e a cara de seu presidente, comemora empate com o Figueirense, que em tempos de glória seria quase motivo para demissão de técnico.

    O Presidente viu evolução no time. LAMENTÁVEL.

  • José Henrique diz: 21 de julho de 2011

    Não vi o jogo, mas e daí Wyaney teu time se salva?

  • André Rafael diz: 21 de julho de 2011

    Time que entra pra jogar no contra ataque com uma tartaruga chamada André Lima é de doer.

    Tinha que sair jogando com Miralles e Leandro que são rápidos.

    O André Lima é pior que o Jardel com a bola nos pés. Errou todos os passes.

  • Luiz Carlos diz: 21 de julho de 2011

    Wianey. De que valeu os dez dias de treinamentos do Grêmio? Acho que não aproveitaram nada desse tempo, para apresentar algo novo. O que vi ontem, me deixou preocupadíssimo com o futuro do Grêmio. Tenho a impressão, que se não melhorar seu padrão de jogo, se não criar jogadas, que permitam o ataque chutar com mais frequencia bolas no gol adversário, corremos seríssimo risco de visitarmos o Z4. Ontem, novamente estiveram muito abaixo do que podem produzir: Gabriel, Douglas, André Lima, Lúcio e Rockembach. Graças a Deus, que o Marcelo, vem salvando-nos de fiascos maiores.
    Sobre o menino Leandro é preciso que alguém diga a ele, que deve agora nesse momento de crise técnica, fazer só o feijão com arroz. Não inventar nada além do pouco que ele sabe fazer.
    Jogar contra o Figueirense, com o único objetivo de não perder, é tornar o Grêmio um time pequeno, sem ambição com a cara do seu treinador e direção, que nos últimos tempos, estão pensando muito pequeno.
    Acho que o Julinho Camargo, é até mais treinador do que o Renato. acho que conhece mais de tática do que o Renato. Só que ainda lhe falta o status de TREINADOR reconhecido. Creio que ele vai ser engolido pela boleirada. até porque, treinadores do seu porte, para obter algum sucesso, deve ter, lhe dando suporte, uma diretoria forte, participativa e competente, que infelizmente, a do Grêmio, tem demonstrado até esse momento ser exatamente o oposto do que o Julinho precisava ter em sua retaguarda. Pobre do Grêmio. Pobre do Julinho. Pobre da Torcida.

  • Camargo diz: 21 de julho de 2011

    Por tudo que se lê e ouve depois de um jogo e até o próximo confronto, NÃO HÁ COMO NÃO SE ABATER PELA TRISTEZA DO FUTEBOL APRESENTADO. O GRÊMIO DEIXOU DE SER GRANDE, E O FUTEBOL É BEM PEQUENINO, COISA DE SEGUNDA DIVISÃO. UM JOGO PARA SER ASSISTIDO SOMENTE POR GREMISTAS. UMA PENA. QUE VERGONHA. E ODONE NÃO SABE PORQUE É AGREDIDO NA SUA CAIXA DE E-MAIL(S). AMADOR. VAI PRÁ CASA!!!

  • Eduardo diz: 21 de julho de 2011

    Bom dia, Wianey!

    Eu como gremista, e não suporto mais assistir jogos em que o Grêmio conquista pontos através de grandes atuações de seu goleiros. Não é de hoje, o Grêmio tem a sorte de ter goleiros tão bons que acabam mascarando a ruindade do resto do time, e se não fosse pelas atuações de Victor e Marcelo, o Grêmio já estaria na 2ª divisão a muito tempo. Já não lembro da última partida em que o Grêmio venceu, com volume de jogo superior ao adversário e sem o que o goleiro tenha feito 4 ou 5 intervenções vitais para o escore. Talvez ainda tenha sido na era Roth. De lá para cá, já passaram Rospide, Autuori, Silas, Renato e agora Julinho, e o Grêmio continua sem mecânica de jogo, sem cobradores de faltas e escanteios, e com laterais sofríveis.
    Sei que para montar grandes times, precisa-se dinheiro, mas para montar ao menos equipes competitivas não precisa tanta grana assim, basta pesquisar no mercado.
    O Caxias e Cruzeiro-RS por exemplo, montaram equipes que fizeram um belo primeiro turno de gauchão com poucos recursos. O Figueirense e o Coritiba, por acaso possuem recursos que o Grêmio? Evidentemente que não, porém conseguem montar equipes melhores.
    O Grêmio necessita uma reformulação geral, iniciando pela sua administração, atingindo todos os níveis desta instituição centenária.
    As categorais de base precisam ser urgentemente reformuladas, alterando a sua filosifia de formação de atletas. Não precisa ser nenhum gênio para saber que os grandes clubes tem que se preocupar em formar atacantes, eles são o diferencial, eles que rendem fortunas ao serem vendidos para Europa. Manter toda uma estrutura para formar zagueiros e volantes, é no mínimo burrice, pois além de possuírem um valor infinitamente menor, é muito mais fácil de encontrá-los no mercado.

    Obrigado amigo, por disponibilizar este espaço.
    Um abraço, Eduardo Nunes – PoA/RS.

  • George Cristiano diz: 21 de julho de 2011

    O departamento juridico do Gremio não vem assistindo aos jogos, pois se estivesse, não teriam feito nenhum esforço para conseguir o efeito suspensivo do Douglas. Era a chance (sem douglas) de vermos se seria possivel o time ser pior sem ele (não acredito nisto), pois pior, impossivel.
    Odone, Douglas e Gabriel – ninguem merece, nenhum gremista merecia este castigo!

  • Paulo Veigas diz: 21 de julho de 2011

    Olha , fiquei muito preocupado. Time do grêmio não tem posse de bola . Meio de campo quando se joga fora prende mais a bola, e não tenta jogar de primeira. Muitos passe erados, pois o meio do Grêmio não tem esta virtude de jogar de preimeira. E os laterais do Grêmio estão muito fracos , não conseguem ir no fundo. Ontem se não fosse o Marcelo, estríamos falando da derrota do Grêmio.

  • Mauricio diz: 21 de julho de 2011

    O Julinho conseguiu montar um time pior do que o Renato. Incrível. Teve 10 dias para trabalhar para apresentar isso. Os papéis pareciam invertidos, com o Figueirense sendo o time grande que queria vencer e subir na tabela e o Grêmio querendo o empate para…sabe-se lá o que, pois empate não leva a Libertadores e muito menos ao título.
    Em primeiro lugar o Grêmio está mal escalado. Na minha avaliação – claro que cada um tem a sua -, em pelo menos 6 posições o time deveria ser mexido:

    1- MÁRIO FERNANDES na lateral no lugar de GABRIEL, que conseguiu passar mais um jogo inteiro sem ir à linha de fundo uma única vez.

    2- LÚCIO na lateral esquerda. Chega de colocar o LÚCIO no meio, onde não mais contribui. Por que não testá-lo em sua posição de origem?

    3- VILSON na vaga de MÁRIO FERNANDES. O Grêmio não tem um só zagueiro confiável. Mas VILSON é pra mim, o mais lúcido e seguro neste lugar. Curiosamente é reserva.

    4- ADÍLSON no lugar de GILBERTO SILVA. O que o Gilberto fez ontem? Só deu passes laterais e cometeu um pênalte bobo. O Grêmio caiu muito com a saída do alemão, que, pra mim, é o melhor marcador do Brasil.

    5- WILLIAN MAGRÃO no lugar de ESCUDERO/MARQUINHOS, por marcar, cabecear e fazer gols.

    6- MIRALLES no lugar de ANDRÉ LIMA, que é lento e muito fraco tecnicamente.

    Meu time ficaria assim: Victor, Mário Fernandes, Vilson, Rafa Marques e Lúcio; Adílson, Fábio Rockemback, Willian Magrão e Douglas; Leandro e Miralles.

    Mas duvido que o Julinho vai ter culhão para sacar Gabriel e Gilberto Silva do time.

  • Marco Antonio diz: 21 de julho de 2011

    Esperava que o Grêmio tivesse mais chances de gol, mas desde que o Renato foi embora aquele Grêmio ofensivista não existe mais. O Grêmio de Renato se expunha demais e por isso o grêmio fez uma campanha tão irregular esse ano. Temos que levar em consideração que o Figuerense não é o mesmo do 7×1, é um time bem organizado que soube se impor frente ao Grêmio, fazendo valer o fator local. O meio campo foi muito prejudicado pela forte marcação, e Douglas e Escudero não estavam bem. Não conseguiram jogar bem, pela forte marcação e pelo gramado que não deixava a bola correr. Tivemos uma semana para treinar e o Figuerense também, e pelo jeito se preparou para enfrentar um Grêmio de toque de bola preparando um terreno que dificultasse isso, dando uma semana de folga pro jardineiro.
    O Grêmio não jogou bem mas o Grêmio emendou o segundo jogo sem levar gols. Isso é muito bom. Marcelo foi o salvador, e nas oportunidades que o Figuerense teve Marcelo estava atento. Uma coisa é treinar outra é jogar contra uma adversário qualificado. O Grêmio foi a campo com uma idéia tática na cabeça, defender-se e jogar no contra-ataque. A tática foi cumprida, não tivemos o êxito esperado, mas não caímos na tentação de subestimar um adversário qualificado, e que vem fazendo uma campanha melhor que o Grêmio, na condição de visitante.
    Comentaristas, pesem as deficiências do Grêmio, e as virtudes do adversário e verão que o treinador fez o melhor.

  • Luiz Carlos P Monte diz: 21 de julho de 2011

    Caro amigo Wianey, cada vez mais me decepciono com o meu Clube do coração. Estamos sendo muito mal conduzidos, administrativamente falando. Temos um presidente que infelizmente está atrapalhado. Ontem a atuação do Grêmio, foi uma coisa horrorosa. O time simplesmente não viu a cor da bola. Aquele time medíocre do Figueirense, simplesmente engoliu o Grêmio, deveria ter ganho o jogo, mas como é muito ruim, também não souberam fazer gol, nem de penalti. Mas o que importa é o Grêmio. A defesa, parece que melhorou um pouco, mas não muito, embora a culpa seja do meio campo que não segura bola, não arma e concede vários contra-ataques aos adversários. O meio de campo, dorme o jogo todo, não alimenta o ataque, não prnde a bola e não sabe se defender. O ataque, bem, deste eu tenho uma pena imensa, a bola não chega, e quando chega, recebem um caroço, uma bola qrada. Mas o pior de tudo Wianey, é ouvir depois do jogo, que o empate fora de casa(contra o Figueirense) foi um ótimo rsultado. Olha, quando se houve estas coisas, é de desistir mesmo. Mais, disseram que o time evoluiu! evoluiu em que cara-palida? O time foi um horror, não teve nada, foi confuso, incopetente, passivo, sem força, sem reação. Um Time que chutou uma bola em gol! evoluiu em que seu Odone e seu Julinho? foi para isso que mandaram o Renato embora? ´para comemorar empate com o Figueirense? Meu Deus do céu, como o Grêmio se apequenou nestes últimos dez anos. até quando teremos que aguentar estes inúteis comandantes? os caras escolhem treinadores sem referência, para poderem escalar o time, e o pior, é que o treinador se submete a isso! está sendo muito triste e doloroso ser gremista, é muita incopetência destas direções destes últimos anos. Dá vontade de desistir, de largar tudo, quebrar a carteira social de mais de trinta anos. Wianey, por favor, não seja tão gentil com este Grêmio atual, meta o cacete amigo, fale por nós. Abraços.

  • André Rafael diz: 21 de julho de 2011

    O que Marquinhos iria fazer em 5 minutos?

    Não dá tempo nem de aquecer, não dá tempo nem se suar a cueca.

    Faça o meu favor Wianey, está certo criticar, agora dessa vez fosse longe demais.

    Por que não critica o André Lima que jogou pessimamente ontem?

  • CaioJulioTomorrow diz: 21 de julho de 2011

    Pois é Wianey!
    Pela maneira que as coisas estão seguindo os gremistas vão sofrer muito nesse campeonato.
    Não aguento mais ver meu time tão incompetente e jogado às traças.
    É só olhar os grandes do Rio e Sp e ver as contratações.
    Enquanto isso o Olímpico está recheado de barangas e com um treinador que começou a colocar a equipe na retranca.
    Justiça seja feita: Pelo menos o Julinho percebeu o tamanho do time e joga como um pequeno deve jogar um campeonato. Espero não ter que acompanhar o Grêmio novamente na segundona.

  • Flávio diz: 21 de julho de 2011

    Aproveitando a bola picando do teu comentário, por que não fazer uma permuta por empréstimo de MARCELO GROHE (eterno reserva de VICTOR) para o INTER, que não tem goleiro, pelo admirado do PAULO ODONE o zagueiro artilheiro INDIO?? Para quem não tem ataque seria uma boa pedida, não achas? ÍNDIO já fez mais gols em sua carreira que todos os atacantes juntos da azenha! É hora de acabar com o PROVINCIANISMO do futebol RIDÍCULO Gaudério, não achas???????

  • Pillan diz: 21 de julho de 2011

    Foi de doer ver este jogo, depois de um bom jogo contra o curitiba, se esperava uma evolução positiva do time, mas o que se viu é preocupante, julinho vai ter muito trabalho para arrumar esse time, jogadores como andre lima, douglas, escudero, foram abaixo da crítica, não da para entender que depois de 10 dias treinando o fiasco fosse tão grande.

  • Jose Carlos diz: 21 de julho de 2011

    O problema é que o Julinho acha que inventou a roda. Esquemas mirabolantes, compactação, duas linhas de quatro e outras bobagens nunca ouvidas no futebol gaúcho. Tudo isso pra justificar um time só com um atacante, como fazia no Internacional. Aliás, o Inter não é exemplo pra ninguém, faz tempo que não joga nada. Com este esquema, estão queimando o Leandro que raramente entra na área. O André Lima não recebeu um único cruzamento. Até as faltas são batidas a meia altura, facilitando a zaga adversária. Mas o problema maior é o Douglas. FORA DOUGLAS. FORA DOUGLAS. Este jogador é um preguiçoso, insolente e enganador. Pena que teve efeito suspensivo. Finalmente teríamos 11 em campo. Pena que a Diretoria não vê isso. Aliás, não vê quase nada. Título já era, Libertadores também. Talvez uma Sul Americana e a possibilidade de jogar a Copa do Brasil, no próximo ano. É o que nos resta. Saudações tricolores

  • ADRIANOGFBPA diz: 21 de julho de 2011

    A incontestável titularidade do Douglas é inexplicável. Ontem pelo menos o Julinho teve a coragem de tirá-lo. O Gabriel é outro que está jogando no nome desde o início do ano. Por mim, a zaga seria Saimon e Vilson e colocaria o Mário na lateral. Acho que o Gilberto Silva é um acréscimo, pena que chegou e pegou o parceiro Rochembach em má fase. Escudero foi mal, mas merece mais oportunidades, afinal, o Douglas não joga desde o início do ano e é titular. O Leandro até joga bola, mas precisa aprender que futebol se joga de pé, ele prefere se jogar do que tentar prosseguir as jogadas, acho que o Miralles poderia ser testado como titular. O André Lima é meio tosco, mas depende da bola chegar prá fazer os gols. Até quando vamos depender dos milagres dos goleiros prá não perder os jogos ??? E o presidente poderia fazer o favor de calar a boca. Todos sabemos o quanto ele gosta de aparecer, ainda mais agora que tirou o Renato do caminho, mas ele não tem nada a acrescentar pelas bobagens que saem da sua boca. O Vicente chega a ser ridículo. Por ser início de trabalho, o Julinho ainda tem algum crédito, mas pelo jeito os 10 dias de treinamento não serviram prá nada. Precisamos ao menos garantir os 50 pontinhor que nos manterão na série A, pois o ano já foi mais uma vez jogado fora.

  • Emerson diz: 23 de julho de 2011

    Wianey parabéns pelo seu programa, está cada vez melhor. Meu querido sei que vocês da imprensa estão sempre bem informados de quase tudo ou tudo que acontece nos bastidores do futebol, na tua opinião é verdade que o Douglas tem uma clausula contratual que garante a sua titularidade na equipe do Grêmio?

Envie seu Comentário