Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Uma lenda viva joga no Inter

11 de outubro de 2011 42

Já repeti o mesmo erro mas, juro, não cometerei mais. Relembro: duas ou três vezes diagnostiquei que o encerramento da carreira de Índio estava se aproximando. Nestas ocasiões, o zagueiro andava tão mal que era quase obrigatório concluir pela sua decadência definitiva. Entretanto, em todas estas ocasiões, Índio afastou-se do time e mergulhou intensamente no trabalho. E acabou voltando em alto estilo.

É o que está acontecendo, mais uma vez. Aos 36 anos, Índio ameaça repetir os melhores momentos da sua carreira. Já é o zagueiro que mais gols marcou na centenária história do Inter, ultrapassando o mítico Figueroa. O sucesso, contudo, não afeta o comportamento de Índio. Ele, uma verdadeira lenda viva colorada, repete que nunca se julgou titular: “sou apenas um coadjuvante”. Ninguém é craque sem ter cabeça de craque.

Bookmark and Share

Comentários (42)

  • Gian Colorado diz: 11 de outubro de 2011

    O Índio é típico jogador que, por parte de alguns torcedores e parte da imprensa, só terá pleno reconhecimento da sua categoria quando não estiver mais em campo. Wianey, Parabéns pela homenagem ao nosso lendário zagueiro Colorado.

  • Marcelo diz: 11 de outubro de 2011

    De cortador de cana a ídolo eterno do maior clube brasileiro da década.
    Esse sim é um IMORTAL, ou melhor, MORTAL (para os adversários)

  • Mazoel Zaluar diz: 11 de outubro de 2011

    Cada vez mais o Indio nos surpreende.Grande INDIÃO !!!

  • Araújo diz: 11 de outubro de 2011

    Wianey gostaria de saber se manterá esse seu elogio a respeito do Índio após o jogo contra o São Paulo, não se precipite, abraços

  • Paulo Kunrath diz: 11 de outubro de 2011

    Wianey, voce foi o único comentarista que reconheceu esse fato. PARABÉNS.

    Acompanho vários comentaristas e praticamente todos tinham a mesma opinião, o Índio está velho, e só voce teve a coragem e humildade de reconhecer o equívoco.

    Só para constar.

    Eu como torcedor também achava que o Índio já era.

  • Thiago diz: 11 de outubro de 2011

    Muitos dizem que o Iarley foi o melhor jogador contra o Barça, outros dizem que foi o Ceará, mas para mim, o melhor e mais heroico jogador na decisão do Mundial de Clubes foi o Índio, que ganhou todas as jogadas, e, mesmo com o nariz quebrado, cabeceou e foi um leão na defesa.

    Onde está a camisa com sangue do Índio usada na decisão do mundial? Esta camisa, junto com a do Gabiru e do Iarley, tem que estar exposta no museu do Inter.

    Digo mais, o Índio mereceria uma placa no estádio, tal qual ganhou o Valdomiro, pois o Índio “matador de gazelas” é o jogador mais vitorioso da história do Internacional.

  • Jarbas Colorado diz: 11 de outubro de 2011

    Concordo contigo.Com certeza o Índio é um grande herói colorado,responsável direto por alguns dos nossos títulos.
    Só não é melhor que Figueroa porque as lembranças do passado sempre nos faz acreditar que ele foi melhor que o presente.
    As pessoas só lembram das coisas boas e deletam as amarguras.
    Mas o passado também teve os seus defeitos,e o nosso ídolo Elias Figueroa também teve os seus.
    Sem contar que Figueroa jogava em uma seleção,era bem protegido pelos volantes e laterais,ao contrário do Índio,que precisa concertar as bobagens que alguns companheiros fazem.
    Eu também já fui muito injusto com ele,principalmente quando levou aquele drible do gorducho Ronaldo na final da Copa do Brasil e também naquela sua queda do pufe.

    Mas não podemos nos enganar por um jogo,principalmente um jogo em que tudo deu certo.

    Índio foi muito importante,vai ficar sempre na lembrança dos colorados,mas eu acho que já não pode ser titular absolluto,pode ser útil em um ou outro jogo,mas tem mais fôlego para suportar uma maratona de jogos.

  • Paulo diz: 11 de outubro de 2011

    Parabéns Wianey, excelente post, exaltando um ídolo quando esse está vivendo uma ótima fase, não é apenas de críticas que vive a imprensa. Mais uma vez parabéns!

  • Guilherme diz: 11 de outubro de 2011

    E isso só comprova o quão fraca e midiatica é esta nossa imprensa esportiva gaúcha. O cara é um profissional que, nunca falta aos treinos e se dedica intensamente. O que faz fora dali, é problema dele. Festas, mulheres e trago, isso é problema do jogador e sua esposa. Mas a mídia rio grandense se preocupa mais em publicar isso do que noticiar fatos realmente relevantes. Quem gosta de fofoca que vá comprar as revistas noveleiras do genero. E sou gremista, não tenho nada a favor do Indio, mas nem contra. Mas não tenho menor interesse em saber da vida pessoal dos jogadores, apenas da vida como jogador.. APENAS ISSO!!

  • Francisco Silva diz: 11 de outubro de 2011

    Enquanto um grande clube tem o Índio mulitcampeão, outros têm bilica e capone…

  • renato diz: 11 de outubro de 2011

    Índio é um exemplo de profissional a ser seguido.
    Já é ídolo da torcida e fincou de vez seu nome na história do colorado.

  • josé luiz gomes diz: 11 de outubro de 2011

    inúmeras vzs, li e ouvi comentários de torcedores, opinião de comentaristas, de que o indio não dava mais, porém no circulo de meus amigos, sempre defendi o indio e sempre o considerei o melhor dos zagueiros colorados….tem raça..tem camisa….ainda tem vigor fisico e poucos zagueiros aparecem tão bem na área adversária como este gigante…isto desde os tempos de juventude..quando fazia linha de tres zagueiros com naldo e tiago……

  • Vitor diz: 11 de outubro de 2011

    Wianey, o Indio é exemplo de profissional e de cidadão. Os trinadores, os colegas, a imprensa e a torcida devem reconhecer este significado. Boa lembrança.

  • GUNTHER diz: 11 de outubro de 2011

    CONCORDO EM GENERO NUMEROS E GRAU………………….RS
    JA TIVE AS MESMA OPNIAO DE VC A RESPEITO DE INDIO, E OG TENHO A MESMA
    GRANDE INDIO

  • carlos diz: 11 de outubro de 2011

    eh isso aí Wianey, esse é o ¨cara¨, e mereçe todo o nosso respeito e gratidão.

  • Angelo Colorado diz: 11 de outubro de 2011

    Pronto, lá vem vc exaltar o velho Ìndio de novo, pela enésima vez. Até ele cometer seus tradicionais desatinos, entradas estabanadas, e prejudicar o Inter. NA újltima exaltação, ele fez dois penalitis bisonhos, infantis, em sequencia, contra Bahia e Azenha, e nos tirou, por baixo, pelo menos três pontos, prejudicando bastante nossa trajetória no Brasileirão. Vc tinha q falar sobre o equívoco Delatorre, que adverti ainda ontem aqui era assunto latente, ninguém comentou e n deu outra, lá vai o centroavante q n faz gols para o jogo.

  • Luan Tesche diz: 11 de outubro de 2011

    Olá, Wianey, leio sua coluna todo dia, me admiro cada dia mais, o fato de você reconsiderar sua posição em relação aos jogadores, já aconteceu com o Nei, com o kleber, e agora com o Índio. Todos que acompanham um pouco de futebol sabem, que é impossivel um atleta manter o mesmo nivel sempre, ainda mais com um atleta de 36 anos, o que também pode acontecer com o Damião quando voltar de lesão, ele que hoje sem dúvida alguma é o maior idolo colorado, e um dos idolos brasileiros. Nos resta apenas torer, não apenas eu colorado, mas todos brasileiros, já que temos que aturar Fred, com a camisa 9 da nossa seleção.

  • Robert diz: 11 de outubro de 2011

    Ele deveria ser o exemplo para o Bolívar, o cara que se acha melhor que todos, não joga nada há muito tempo e pior, não admite seus erros, pois quando erra põe a culpa nos outros. ÍNDIO, esse sim é um mito para a torcida, pois nunca se julgou melhor do que ninguém.

  • Emerson diz: 11 de outubro de 2011

    Wianey.

    O grande problema tanto para o Indio como para o Bolivar é colocar os 2 a jogar juntos. São lento e tem pouca vitalidade, mas compensam em parte com experiência e o “saber do atalhos”.

    O meu ponto de vista, e não é de agora, é que a zaga titular do Inter dever ser Indio ou Bolivar (prefiro o Indio) e Juan ou Moledo.

  • Marcolorado diz: 11 de outubro de 2011

    Lenda viva com a camisa colorada, Índio merece uma estátua no Beira – Rio Hall of Fame, zagueiro artilheiro assim qual o clube que possui? Além disso, é multi – campeão, participou de todas as conquistas recentes do colorado, merece todos os elogios pela postura e caráter, grande Índio, ídolo alvirubro de hoje e de sempre!!!!

  • Tiago diz: 11 de outubro de 2011

    Bem diferente de Bolivar, que se auto-intitula General e pensa que tem o rei na barriga. Na verdade a má fase que o Indio viveu recentemente se deve em grande parte ao então companheiro de zaga (Bolivar). A experiência e os gols do Indio podem fazer a diferença nessa reta final de campeonato. Boa sorte Indio! Vamo Inter!

  • marco_pelotas diz: 11 de outubro de 2011

    Grande Indio! Tenho esperança de que o Bolívar tenha o mesmo comportamento, a mesma humildade, a mesma obstinação pelo trabalho. Que sirva de exemplo. O Bolívar tem “só” 30 anos. O Índio chegou no colorado, em 2005, COM TRINTA ANOS, “EM FINAL DE CARREIRA”. Está há 6 anos no colorado, multicampeão, maior zagueiro goleador da história, decisivo em grenais (maior zagueiro goleador em clássicos grenal). Minha modesta opinião: Índio e Bolívar, atualmente, não podem jogar juntos por incompatibilidade de carcterísticas….já jogaram juntos e foram bem, na época em que Bolívar era veloz….hoje temos dois zagueiros jovens e rápidos que compõem muito bem a zaga com um dos “experientes”. A nossa zaga é Bolívar OU Índio e Moledo OU Juan…..considerando-se os lados preferenciais: Bolívar e Juan ou Moledo e Índio. O Índio sempre teve como pontos fortes o cabeceio e a força física…..é um ótimo marcador de “brucutus” do tipo Jô, Loco Abreu, Rafael Moura, etc….precisa de um companheiro que marque o atacante rápido.

  • MAURO FERNANDES diz: 11 de outubro de 2011

    Prezado Wianey:

    Está aí um comentário totalmente justo pois lembro bem tu também quiseste a cabeça do grande Índio, o interminável.

    Fosse índio jogador na Inglaterra seria um Deus. Aqui, muitas vezes os currículos são esquecidos muito rápido.

    Ìndio, assim como Bolívar, levantou mais taças que muito time grande Brasileiro (veja o Atlético Mineiro). Acho que o Bolivar também entra aí, deveria ser mais respeitado por todos, embora o ìndio ainda tenha mais títulos e uma carreira sem a saída para a Europa.

    Sou da geração pós anos 70 e nunca vi um time jogar como esse que teve Índio e Bolívar….. E se um dia chegarmos a ver dois novos zaqueiros tão vencedores, teremos 4 Libertadores e 2 Mundiais, algumas Recopas e muitos outros títulos…. Seremos um dos 5 maiores da América… Quiça eu veja isso, mas acho muito difícil em um prazo curto. . Por isso rendo minhas homenagens ao Índio e também ao Bolívar.

    Abração

    MAURO FERNANDES

  • 1273kayser diz: 11 de outubro de 2011

    Eu já te escrevi sobre isso, pq não publicou e nem deu crédito algum. Ele nunca parou de jogar bem, nunca andou mal e nunca parou de se entregar em campo, o problema é que sempre deram oportunidades demais pra quem não tem condições. Bolívar (joão sorrisão) rodrigo (embolia) ronaldo alves, danny moraes (só vira de ladinho) e até o sorondo. Só que só existe um craque da posição no Beira Rio e é o ÍNDIO, além de ser o único e verdadeiro campeão de tudo do grupo, e sempre como protagonista, não só levantando taças ou sendo cônsul e tesoureiro do grupo. Mas não se assuste o baldasso, záchia, belmonte e + um monte de torcedores papagaio (aqueles que só repetem o que voces dizem) também encerraram a carreira dele umas 3 vezes. Eu sei que é difícil, se desculpar, mas antes de criticar bola aérea na área do INTER tem que se ver se ouve mérito na jogada do adv., existem bolas que nem tendo 11 zagueiros se consegue tirar da grande área, e existem também zag. que alé de fazer a sua, faz cobertura para as lêndias que atuam ao seu lado como contra o jaguares no méxico, Nei e bolívar falham CLAMOROSAMENTE e quem leva culpa do gol é o zagueiro do outro lado que nem deveria estar ali no primeiro pa_u, né seu wianey, a sua crítica ali foi bem pesada, mas quem falhou? no dia em que atacnate for + lento que zagueiro, terão que mudar de posição. Portanto não ouve falha nenhuma do Índio e sim mérito do atacante adv., se fosse o damião tu não irira falar nada do zag. adv. E quanto ao alecasandro tu também comete este erro, o damião jogou todo o seg. semestre de 2010 e não fez 5 gols, e tu queria ele de titular no mundial. mas quem foi mal em abu dhabi, foram, dale, Sóbis, Renan, Tinga, Bolívar, Nei, Mathias e não o alecsandro, por favor. Eu cansei de ver ele fazendo gols e não poder nem comemorar pq ele era reserva e estávamos sempre perdendo os jogos, e se não fosse o calcanhar dele no morumbi nem teríamos ido ao mundial. Isso sem falar do caráter deste atleta. E o damião só foi estar pronto agora há 4 meses, era a mesma coisa que levar neymar e ganso para o mundial, nada a ver. \fui do verbo já tô lá, mas vê se publica desta vez o meu e-mail.

  • Nei diz: 11 de outubro de 2011

    Belo comentário. E justo, pois nós também sempre achamos que ele “já” se acabou. É verdade que seu tempo está próximo, mas o ‘home’ é tal qual o Capitão Caverna, sempre puxa algo de dentro. Um sujeito que dá a resposta com seu trabalho e humildade, é pra tapar a boca da gente e ainda agradecermos.

  • olavo diz: 11 de outubro de 2011

    Não vamos agora endeusar o Indio, mas ele tem muito valor e raça, parece um menino correndo dando exemplo aos que estão chegando, amor a camisa, este honra seu contrato de trabalho, honra a torcida e seu clube…parabéns Indio..estamos torcendo que continue por longos anos defendendo as cores vermelha e branca.

  • rafael diz: 11 de outubro de 2011

    Não é verdade que esteve mal assim, teve em apenas um momento abaixo de seu próprio nível de atuação, mas nunca comprometedor!

    Pagou muito por sua dupla de zaga, Bolívar, que é muito lento e não se expõe como o Índio.
    Levou a culpa que não era dele!

    Indião é zagueiro-zagueiro!!!

    Marca, disputa todos lances, não dá espaço pro atacante, ganha bola por cima, se antecipa e não pipoca!!! Encara o adversário… sangue puro!

    Não é à toa que já foi citado por diversos atacantes como um dos zagueiros mais difíceis de se jogar contra! Aloísio Chulapa afirmou que Índio era o zagueiro que ele menos gostava de enfrentar!

    Além de tudo, sabe cabecear, basta ver a quantidade de gols que já marcou na carreira!
    É o maior vencedor da história do futebol gaúcho!

    Índio, sozinho, tem mais títulos que o Grêmio!!!

    Mito!!!

  • luiz diz: 11 de outubro de 2011

    Wianey tira uma dúvida, o Inter teve um outro zagueiro, que por algum tempo jogou de lateral, que acredito tenha marcado mais gols do que os citados (Indio e Figueroa), trata-se do André Luiz que hoje é treinador de clubes do interior do RS.

  • felipe diz: 11 de outubro de 2011

    E ae winei, quando é que tu vais publicar o contrato da compra do Br pela AG? Cade a transparência? o Torcedor do inter merece tratamento diferente do gremista? Ele não merece saber por que ninharia o inter está entregando boa parte das suas rendas e do seu patrimônio? Vão entregar o gigantinho sem contrapartida? o inter não vai ter participação nas áreas construidas pela ag por 40 ANOS?

  • ebe diz: 11 de outubro de 2011

    muitos colorados pedem a saida dele,e eu jamais gostaria de ver ele jogando em outro clube…

  • Lotário Staub diz: 11 de outubro de 2011

    Olá Wianey!
    O comentário é perfeito e oportuno. No entanto,o que impressiona é a serenidade e a capacidade de reconhecer erros em relação a pré julgamentos não confirmados. Parabés ao blogueiro

  • MARIO CHELOTTI diz: 11 de outubro de 2011

    parabéns wianey,ouço todos os dias o sala de redação e voce é muito critico e inteligente ainda mais agora fazendo esta deferencia ao interminavel indio,este sim honrra a camiseta que veste vermelha e deverá sempre ser lembrado com muito respeito e admiração pelos jornalista e torcida como o grande campeão de tudo no inter,parabéns meu amigão bom de papo e de palavras escritas.
    grande abraço
    mario

  • Fabio diz: 11 de outubro de 2011

    30 cm para baixo deste post tem outro, publicado há dois ou três dias, dizendo que o Inter deveria mandar o Índio (entre outros) embora, porque com isso economizaria um dinheirão e não perderia nada. Era sugestão de um torcedor, apoiada pelo Wianey, que ainda ridicularizava os dirigentes do Inter por não enxergarem “o óbvio”.

    Esse comentarista e vários torcedores escreveram várias vezes, aqui e em outros espaços, que o Inter tinha que ter mandado embora D’Alessandro, Kléber, Bolívar, Índio e outros menos cotados depois da Copa do Brasil de 2009.

    E eu escrevi, várias vezes, que felizmente os dirigentes do Inter são MUITO MAIS INTELIGENTES E COMPETENTES que grande parte da imprensa e da torcida. Por isso é que levaram o Inter a conquistar tantos títulos nos últimos anos. D’Alessandro foi escolhido o MELHOR JOGADOR DAS AMÉRICAS no ano passado, coisa que só tinha sido vista com um jogador da dupla com o Figueroa há quase 40 anos. E tem um monte de gente (esse comentarista inclusive) que dizia, um mês antes do Inter conquistar a Libertadores de 2010, que escalá-lo era jogar com um a menos.

    Mas parece que tem muito torcedor que está odiando essa fase, e está louco para voltar para os gloriosos anos 80 e 90, quando o Inter não tinha jogadores vencedores, consagrados e ricos, e tinha que montar times só com pratas da casa e jogadores desconhecidos, com os resultados esperados.

  • Edmilson diz: 11 de outubro de 2011

    PARABÉNS AO 2º MAIOR ZAGUEIRO DA HISTÓRIA DO INTER EM TODOS OS TEMPOS. FIGUEROA 1º. EXEMPLO. NUNCA RECLAMOU E NADA. SOFREU CIRTICAS POR CAUSA DA RUINDADE DO BOLÍVAR QUE SOBRECARREGAVA ELE . SEMPRE FICOU QUIETO E SEMPRE FOI DECISIVO. JAMIS ME ESQUECEREI DA PARTIDO NO MUNDIAL CONTRA O BARCELONA. ÍNDIO: GIGANTE. PARABÉNS.

  • cesar diz: 11 de outubro de 2011

    Acho que o Índio velho de guerra, estava sendo prejudicado pela parceria que estava jogando com ele (Bolivar). Esse Índio da um caldo ainda.

  • alberto diz: 11 de outubro de 2011

    O cara voltou a ficar “fininho”, a bundona grande desapareceu e ele até consegue correr sem ficar “colando” as coxas. Caso continue a se “cuidar” direitinho joga até os 40 fácil!

  • silvio jaime fernandes diz: 11 de outubro de 2011

    Olá Wianey:….UFA….até que enfim alguém reconhece um verdadeiro ÍDOLO.
    Os corneteiros de plantão adoram criticar (e de forma pejorativa) certos jogadores e esquecem que muitas das vêzes este atleta é mal escalado.
    Depois estes idiotas pedem ” perdão Gabiru”.
    Bem…cada cabeça um sentença e infelizmente em “certas cabeças” a sentença é contraditória.

  • Douglas Campos diz: 11 de outubro de 2011

    Só tenho duas observações a serem feitas: Primeiro a histério recente do Inter foi escrita tanto por um General (indo para reserva) e um Cacique (ainda dando suas flechadas).
    Segundo, enquanto o lado vermelho possui “Lendas vivas” o lado azul está repleto do “Lêndias vivas”, kkkk. Abraços!

  • olavo diz: 11 de outubro de 2011

    VIANEY, o índio é um zagueiro muito regular, se alguma vez falhou é normal e quem não falha, assim como nós torcedores devemos admitir que erramos, mas acredito que nossa zaga vai continuar tendo alegrias com o índio e companhia(menos o Bolívar..é lento..nada pessoal).

  • Paulo Dias diz: 12 de outubro de 2011

    Wianey.
    A humildade do Índio devia contaminar o Bolívar, que é ruim, violento e prepotente. Só acho que o Índio deve ser tratado como tal, um jogador de 36 anos, que não deveria atuar no maldito sistema de jogos quarta-domingo. Ao se dizer coadjuvante, Índio entra pela porta da frente na história do Inter, enquanto Bolívar vai sair pela porta dos fundos, porque não teve a humildade necessária pra reconhecer a queda de produção do seu futebol.

  • ademar luiz postay diz: 12 de outubro de 2011

    TITULAR INDIO INTER ,PORQUE SE ANTECIPA AO CENTROAVANTE CABECEIA MUITO BEM ,SÓ ESTÁVA PAGANDO PELAS FALHAS INDIVIDUAL BOIVAR,E ESSE NÃO É RUIM MAS COMO ZAQUEIRO ESTÁ COM DEFICIENÇIA TÉCNICA E ISSO PRECISA SER TRABALHADO ESSA É UMA COMPETENÇIA DO TREINADOR E MEU NOBRE ANALISTA WIANEY SOU COLORADO OLHA ETAPA VE SE O CELSO COMEÇOU APRRONTAR COMPARA OS FATOS TEU COMENTÁRIO HOJE EXPLICOU TUDO,POR FAVOR GREMISTAS EU FALEI ANTES TA TAL DA SÉTIMA RODADA,WIANEY COMO FALTOU VELOCIDADE DO MEIO DO INTER HOJE ERA JOGO PARA DEFINIÇÃO DEFESA DO SÃO PAULO LENTO SNTINDO-SE PRECIONADA MAS COM ANDRÉZINHO ERRANDO PASSES ,TRANSIÇÃO DO MEIO PRO ATAQUE NÃO FUNCIONOU,NO SENTIDO DO ACABAMENTO ACHO QUE JÕAO PAULO NÃO TEM COMO ,FICAR NO BANCO ,COMO PODEMOS TER FABRICIO QUE SABE QUE NÃO É DA FUNÇÃO MAS VI POTENCIAL OLHA QUE DISSE TEMPO ATRÁS D,LESSANDRO CHAMANDO RESPNSABILIDADE DO JOGO PRA A ELE,SEGUNDO JOGO QUE QUINASÚ QUARDA POSIÇÃO QUE MARAVILHA,ACHO QUE KLEBER TEM APARTIR DE AGORA PRODUZIR MAIS AGORA TEM COBERTURA.

  • DILMÃO diz: 13 de outubro de 2011

    O Internacional nessa era tem essa marca da superação. Aliás se existe alguém que pode ensinar isso, é o colorado. A primeira partida e os primeiros anos são prova disso. Mas essa era tem seus heróis que carregam essa marca. Gabirú, Ìndio, Damião…de relegados, fracassados e sem perspectiva se tornaram a marca dessa era inesquecível. O título da sua coluna foi perfeito.

Envie seu Comentário