Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Erros mortais derrotam o Inter

24 de outubro de 2011 34

Eu já estava preparado para escrever que o Beira-Rio estava se transformando em um cemitério de líderes quando D´Alessandro cometeu uma falta desnecessária e Muriel, incompreensivelmente, armou a barreira com apenas dois jogadores. Ora, tamanha negligência chegou para Alex como um presente inesperado. Exímio cobrador de faltas, o meia corintiano colocou a bola exatamente no espaço onde deveria estar outro jogador colorado. Gol do Corinthians, no final do jogo, uma frustração descomunal para os colorados que lotaram o Beira-Rio ou acompanharam o jogo na rádio Gaúcha ou pela televisão. Como em tantas outras vezes, o Inter deixou escapar a oportunidade de colocar um pé na zona da Libertadores. Para o Corinthians, foi a última prova de dificuldades. O terreno está preparado para o título.

Tite confirmou que é um grande organizador de equipes. O Corinthians poucos espaços concedeu ao Inter que exercitou a virtude da paciência. A lentidão do time de Dorival Júnior não se deveu a falta de vontade ou uma tarde de preguiça. A marcação corintiana é que segurou o Inter. Era jogo para ser vencido no detalhes, quem sabe um erro do adversário. Foi o que aconteceu quando Kleber cruzou a bola na cabeça de Nei, que entrava sem marcação pelo lado oposto. Erros nos dois gols do jogo.

Mais uma vez, D´Alessandro foi punido por reclamação. Como foi expulso, desfalcará o Inter em Goiânia, contra o Atlético Goianiense. Rodrigo Moledo também cumprirá suspensão automática. Significa que o Inter não terá o seu melhor meio-campista e o seu mais destacado zagueiro. É possível que volte Leandro Damião. Seria um acréscimo formidável já que Jô, apesar do apoio dos seus companheiros e compreensão da torcida, mais uma vez saiu do jogo sem gol. Na verdade, ninguém pode jogar o que nunca jogou.

Bookmark and Share

Comentários (34)

  • Juliano Cvel diz: 24 de outubro de 2011

    Mas foi um frango! Daquela distancia mesmo para Nelinho seria dificil fazer o gol em um bom goleiro. A bola foi forte e no canto, ma um goleiromediano pegaria sem maiores dificuldade. O Inter alem de incopetencia fora de campo (deixou os Gauchos sem Copa das Confederações e pode deixar sem a Copa) deixa claro que não tem organização e psicológico dentro de campo para enfrentar times mais fortes.

  • Douglas Campos diz: 24 de outubro de 2011

    Concordo contigo. E creio que o Dorival tenha que pensar em por o Jô para esquentar um banco, pois foi totalmente ineficaz. Não seria hora de voltar com dois atacantes? Um dupla composta por Zé Roberto e Gilberto renderia mais que o ineficiente Jô.

    Em tempo: apesar da aparente falha do Muriel, tenho reconhecer que o Alex é um dos maiores batedores de faltas do país.

  • Joe diz: 24 de outubro de 2011

    Wianey, preste atenção no lance do gol do Corinthians, no ângulo de frente para o gol. Havia SIM um jogador do Inter na direção da bola, mas esse jogador tirou o corpo do caminho no último instante. Seu nome: Jo.

  • Marlon diz: 24 de outubro de 2011

    Ontem eu me irritei, mesmo! O time do INTER parecia um time de inexperientes. Armar uma barreira com 2 jogadores…2 JOGADORES!!!!nINGUÉM CORREU PARA SER, PELO MENOS O TERCEIRO HOMEM DA BARREIRA!!!! NINGUÉM!!! O cobrador da falta era um “desconhecido” Alex. E, para completar, o goleiro muito mal posicionado. Uma bola defensável, ainda assim…
    Sobrou a disputa por mera vaga na libertadores. Se muito…

  • Ricardo diz: 24 de outubro de 2011

    Sabe o que me vem a mente quando penso em Dorival Júnior? O filme “O Diário de um Banana”. Não sei porque. Ou melhor, sei bem o porquê. O cara é o legítimo BANANA. Nunca tenta nada diferente. É um BANANA. Sempre a mesma solução manjada e conhecida. Entra Tinga e Ilsinho. Ilsinho e Tinga. O senhor BANANA coloca apenas um atacante no banco mas não o utiliza. O time precisa ganhar mas o senhor BANANA não faz nada. Ou melhor, o senhor BANANA escala os jogadores que a direção manda que ele escale. Só isso explica a presença do Jô em campo. O Senhor BANANA tem um jogador MARAVILHOSO no elenco, o Oscar, que não VEM JOGANDO ABSULUTAMENTE NADA há muito tempo mas o senhor BANANA nada faz para recuperar o jogador. Oscar está virando uma nulidade num time BANANA. Ontem deveria ir para cima, massacrar, pressionar o Corintinas, fazer o escore, resolver o jogo. Mas não. O time do senhor BANANA fica de toquinho para o lado, tal qual um sujeito impotente, sem coragem para dar o “bote” final. Estava certo o Neymar em demitir o senhor banana do Santos.

  • CLEOMAR DOS SANTOS diz: 24 de outubro de 2011

    Wianei, perdendo gols como o Inter perdeu neste brasileirão,como o pênalti contra o Coritiba em casa que ninguém fala,os de ontem perdidos por Jo e Oscar não tem como chegar no G5.
    Minhas esperanças acabaram ontem,estamos indo rumo a Sulamericana no ano que vem.

    abraços

    Cleomar dos Santos – colorado de Esteio

  • Thiago diz: 24 de outubro de 2011

    Me esforço para gostar do D’Alessandro. Juro que me esforço. Mas não consigo esquecer que é um jogador que só decide jogos contra os fracos, contra os grandes, principalmente o corintians ele dá xiliques e prejudica o time. Lembrando que em 2008, ano do título da Sul-Americana tínhamos Nilmar e Alex, D’Alessandro era coadjuvante. Em 2010, na Libertadores tínhamos Sandro e Giuliano. D’Alessandro era coadjuvante. Esse cara não pode ser o principal jogador do time, não tem condições para isso. Sinto dizer mas é a verdade. E ganha 450 mil por mês. E tem contrato até 2015. Deus nos ajude.

  • ADEMIR diz: 24 de outubro de 2011

    O Inter está na posição que sempre mereceu estar, ou seja a da estatura do time e a de seu Presidente. Esse D”Alessandro faz o que quer. Ele é a maior autoridade do colorado, porisso vai continuar sendo expulso, fazendo faltas desnecessárias, mijando a torcida e sumindo do jogo como fez ontem. Viram depois do gol? Recuaram até a intermediária, contra um time com dez jogadores. Postura covarde de time sem personalidade e sem liderança em campo e fora dele.

  • marcelo diz: 24 de outubro de 2011

    Caro wianey…….eu entendo o porque do muriel, ter colocado apenas 2 na barreira, acredito que não foi negligencia dele, pois ele teria maior visão da bola, seu maior erro, foi nao estar focado no lance, pois ele demora pra arrumar a barreira, e quando o alex bate na bola pegou ele indo pro meio, daí no contra-pé, falha de varzeano………e o dalessandro, cometer uma falta dessas……ridiculo, o time depende dele, ele é o coração e o cerebro do time……e quando ele não pensa, todos padecem……………

  • Milton Soares diz: 24 de outubro de 2011

    Olá Wianey! Parece que a arrogancia do Renan está passando para os outros goleiros do Inter. Colocar apenas dois jogadores na barreira onde do outro lado está o Alex é uma atitude no minimo arrogante para não falar ingenua. Aliás, quando o Muriel vai ser um goleiro maduro e confiável ? O Inter do Dorival Jr. tem sido um time do “quase”. Quase ganhou varios jogos (Ceara, Figueirense, Coritiba, Corinthians, etc) e pelo jeito, quase vai se classificar para a Libertadores. Tambem pudera, quais as opções de ataque tem o treinador ? Jô não disse a que veio, Zé Roberto não sai do departamento médico, Damião é o unico. É a herança maldita do Piffero que vendeu na sua gestão nada mais nada menos do que Pato, Nilmar, Yarlei, Fernandão, Luiz Adriano, Alex, Taison e Giuliano, todos atacantes de gabarito que fazem muita falta agora.

  • SEMPRENAPRIMEIRA diz: 24 de outubro de 2011

    WIANEY, NA MINHA MODESTA OPINIÃO TUDO É MUITO SIMPLES DE RESOLVER NO INTER. COM UM FOLHA SALÁRIAL DAS MAIORES DA AMÉRICA DO SUL, NÃO TER RESERVAS A ALTURA DOS TITULARES, DEMONSTRA A INCOMPETENCIA DO SONGA MONGA VENDEDOR DE PASSAGENS, PARA DIRIGIR UM CLUBE GRANDE, DE PRIMEIRA DIVISÃO. PORQUE NÃO MANDAR EMBORA, DE 10 A 15 CABEÇAS DE BAGRE, QUE SÓ ESTÃO NO INTER PARA PASSAR O CXA. NO FIM DO MES, E COM ESTA GRANA, COMPRAR O DAGOBERTO, UM LATERAL DIREITO, UM ZAGUEIRO ESQUERDO, UM LATERAL ESQUERDO, MAIS UM CENTRO AVANTE, MAS CRAQUES DE BOLA, DE PORCARIA ESTAMOS CHEIOS.

  • adriano diz: 24 de outubro de 2011

    SÓ pergunto uma coisa por que não coloca siloé e o gilberto no lugar do jô, lamentável ver esse jô se enrolando com a bola nos pés lamentável!!!!!!!!!!!!

  • Jorge Brodt diz: 24 de outubro de 2011

    Por conta desses erros crônicos, no máximo, fica para a Sul Americana, não merece a Libertadores. O Inter precisa de uma reformulação total e mandar esses “gringos” de volta para a Argentina. Dizem que Argentino bom joga na Europa!

  • jose luiz diz: 24 de outubro de 2011

    WIANEY, REALMENTE, O D’ALESSANDRO(ESTÁ SENDO UM DECEPÇAO COM SUAS RECLAMAÇOES INFANTIS E PREJUDICANDO A EQUIPE E EM MUITO), MAS NAO DEVEMOS ESQUECER DA FALHA CLAMOROSA DO MURIEL MA FORMAÇAO DE BARREIRA E TAMBEM NAO DEFENDER A MESMA DO CHUTE DE ALEX, POIS SE FORMOU A BARREIRA DA MANEIRA QUE FORMOU, DEVERIA TER MUITA CONFIANÇA NO QUE ESTAVA FAZENDO, AO MENOS ERA O QUE PARACIA, QUANTO AO JÔ, ATÉ AGORA NÃO SEI PORQUE VEIO, CONSEGUE SER PIOR MIL VEZES QUE ALECSANDRO, O INTER JOGA SEM CENTRO-AVANTE DESDE QUE DAMIÃO SE MACHUCOU, A DIREÇAO DO INTER É MUITO BURRA E SE NA TOMAR CUIDADO, VAI PERDER BONS JOVENS JOGADORES PARA O ANO QUE VEM E FICAR COM OS BANANAS DE PIJAMAS NO ESTADIO BEIRA-RIO, QUE NAO VAO DAR EM NADA, O TIME DO INTER ESTÁ IGUAL AS OBRAS NO BEIRA-RIO TOTALMENTE PERDIDO, NÃO TEM TÉCNICO E MÁGICO QUE ARRUME ESTE TIME, TEM QUE MUDAR EM MUITO PARA O ANO QUE VEM, USAR JOGADORES MEIO COROAS COMO MOEDA DE TROCA POR JOGADORES MAIS EFICIENTE, CITO: BOLIVAR, ANDREZINHO, ZÉ ROBERTO, SE LIVRAR COM URGENCIA DESSE JÔ, É PIOR QUE O EDU

  • Matheus diz: 24 de outubro de 2011

    A face da diferença fica explicida nos ex, enquanto eles tem um ex colorado de grande qualidade nós temos um ex corintiano mediocre que nem para servir de barreira presta. Não vi mérito algum no Corinthians, eu vi foi um demérito colorado, o resultado passou muito mais pelos defeitos do Inter do que pelas virtudes corintianas, em todo caso…, cada um vê e enxerga como achar melhor.

  • Theo Cruz diz: 24 de outubro de 2011

    Incrível, JÔ SAIU DA BOLA!!!! E com aquele movimento, atrasou a reação do Muriel, é só olhar a sincronia de movimentos na imagem. COMO UM CARA QUE TEM MEDO DA BOLA CHEGA A JOGADOR PROFISSIONAL????

  • Colorado diz: 24 de outubro de 2011

    Wianey.
    Tudo certo, só faltou dizer que o Inter é um time com jogadores de barriga cheia. Já ganharam de tudo e não tem mais vontade. Falta INDIGNAÇÃO, garra e vontade a maioria deles.
    Tanto faz como tanto fez. Time de discurso pronto.

    A maioria deles não quer uma Libertadores, imagina precisar viajar pelo confins da América do Sul para jogar bola em campos ruins e torcida hostil.

    É necessário uma reformulação, colocar para jogar quem ainda não ganhou, quem aspira o topo, caso contrario não passaremos disto, muitas vezes um time bunda mole e que invariavelmente não se impõe diante do adversário e isto que com o Dorival já melhorou muito. Já foi bem pior.

  • Leandro diz: 24 de outubro de 2011

    Nenhum comentário sobre o Roman ???????
    Validou o gol do Nei num lance que haviam pelo menos 3 jogadores em impedimento escandaloso, não deu um pênalti de cartilha para o corinthians quando o zagueiro vermelho fez um bloqueio de volei para impedir chute do Alex que ia ao gol, expulsou Alessandro numa jogada que tenho sérias dúvidas se houve falta…
    VERGONHA TOTAL !!!! 12 contra 10 p/ conseguir um empatezinho mixuruca !!!!

  • Jlulio A. Verardi diz: 24 de outubro de 2011

    Com palavras eu jamais dizeria o que penso do Jô.E até sei que ele não tem culpa, mas por favor descubra quem foi ver ele jogar antes de trazer para o Beira Rio. Obrigado.

  • Maurino diz: 24 de outubro de 2011

    Só queria meu time com essa consistência a 10 rodadas a traz.O gol de Alex foi de uma sorte tamanha.A lógica era botar a bola na área,e o cara bate a um palmo da trave rente ao chão.Pode bater mais 100 que ela não vai no canto.O importante é que estamos montando uma ótima base para 2012.

  • Astor Moeller diz: 24 de outubro de 2011

    Prezado Wianey.
    Em primeiro lugar o Dorival errou feio ao retirar o Bolatti. Deveria ter sacado o Jô e o Oscar logo no intervalo do Jogo. O Oscar é bom jogador mas não esta em boa fase no momento.
    Barreira com 2 jogadores não é barreira. Outra. O dale não sabe marcar. Se tenta marcar comete falta sempre.

  • Marcelo Colorado diz: 24 de outubro de 2011

    Oi Wianey!
    Mais uma vez aconteceu o que nenhum colorado queria…Na hora da “retomada” da grande “arrancada” o carro “pifa”, falha a bateria, ou acaba a gasolina.
    Realmente sou obrigado a dizer, mas agora pela última vez, pois cansei de tentar fazer esses “cegos” da direção e da nossa torcida tentar enchergar….
    É preciso RENOVAÇÃO……
    Mas não uma renovação qualquer, simplesmente amontoando jovens no time…é preciso ter critério, ter a visão do “bom olheiro”.
    Começando pelo goleiro:
    É a última vez que vou avisar: O Muriel é um goleiro comum, não pode ser titular incontestável do Inter…Desde que falhou numa final em grenal de juniores, venho acompanhando de perto esse jogador… é “azarado”, ontem foi atrasado numa bola que passou por uma barrreira mau formada por ele próprio…O Muriel pode procurar outro time, não tem condições… principalmente se no banco tem o Renam, que pra mim é o melhor deles.
    Seguindo pelo quarteto que comanda o vestiário:
    Kleber – até deu uma melhorada, mas colocá-lo de capitão é um “afronte” ao futebol e à inteligência do torcedor. Não joga nem a metade do que ouço dizer dele, lateral comum, lento, alguma boa técnica, mas displicente. Como pode ser líder? Sou grato pelos seus serviços, valeu mas passou…obrigado e tchau.
    Bolívar – grande General, por alguns anos “decisivo”. Agradeço-lhe pelos títulos, mas terminou, o melhor é sair numa boa. Fez bem em afastá-lo o Dorival. Obrigado Bolívar e tchau.
    Guiñazú – forte marcador, corredor implacável, marcou presença no time vermelho, mas atualmente o desgaste é notório e marcante. Valeu por tudo, obrigado e tchau.
    D’alessandro – já o chamei de craque, no pós título da Sulamericana e em alguns Grenais, mas como líder máximo do Inter falhou, não conseguiu unir o grupo em prol das vitórias. Sua irregularidade é notória, ultimamente até havia melhorado, porém ontem, mais uma vez, em jogos “decisivos”, sucumbe à marcação, ou é expulso. Não consegue “desequilibrar” o jogo como seria o esperado. Obrigado por tudo “Cabeçon” e tchau.
    Os problemas seguem desde o ano passado e os dirigentes e treinadores tem dificuldades em enchergar…nenhum desmerecimento aos atletas, mas o tempo passa, o momento passa, e A FILA ANDA…
    No ataque, o Jô é esforçado, parece ser da posição, mas não consegue dizer à que veio…tem uns mais exaltados que já o estão comparando com o Alecssandro.
    Em épocas de carência de atacantes e de esquemas 4.5.1/4.6.0……….., quem sabe se o Inter promove o Fernandão pro ataque??? Seria a “redenção” tanto pro jogador, como para o torcedor….
    Já pensou ele e o L.Damião no ataque naquele 0×0 contra o São Paulo? Ou nesse 1×1 contra o Corinthians? Certamente teríamos vencido…
    Tem que mandar o cara se fardar URGENTEMENTE e entrar no time pra botar a bola pra dentro!!!
    Vamo grande Capita! O destino te chama!
    No mais, é duro ser um torcedor que tem sonhos…..ontem mais uma vez parei para ver o meu time na esperança eterna da “grande arrancada”, mesmo sabendo desses problemas, e que com eles seria quase impossível…mas torci, acreditei, como num último voto de confiança… E DEU NO QUE DEU…gol de quem? Alex Raphael Escobar Mesquini – um cara que nunca deveria ter saído do Gigante da Beira Rio.
    Agora é projetar 2012…
    Na atualidade, somente uma pessoa pode reverter este quadro…com a visão correta dos problemas e as devidas soluções.
    Porém ano que vem não teremos eleições…A solução, então, será esperar 2013 e trazer de volta, como presidente, o Fernando Carvalho.
    Abraço,
    Saudações Coloradas!!!

  • Alexis Leiria diz: 24 de outubro de 2011

    Muriel teve sua parcela de culpa no gol, mas não foi o único. Disse que pediu 3 homens na barreira e só 2 se colocaram lá. De qualquer jeito, errou, pois deveria ser no mínimo 4. E ter mais gente na barreira também deveria partir do próprio time. Alex jogou 5 anos no Inter, cansou de fazer gols daquele jeito, será que ninguém sabia disso? Mais uma coisa: vi a cobrança por outro ânguilo e deu pra perceber que 2 jogadores (Jô e Guiñazu) não estavam nem na barreira nem marcando alguém. Mais que isso: a bola foi em direção ao Jô, que desse um passo em direção a ela, desviaria a bola. Sabe o que ele fez? Foi para o lado contrário, fugindo do choque e deixando o Muriel ainda mais vendido. Medo de levar bolada, Jô? Definitivamente, esta praga não é um jogador. Além de mais uma vez não fazer nada (ou muito pouco), ainda contribuiu com o gol do Corinthians. E pensar que contratamos essa desgraça com o dinheiro que resolvemos não gastar na compra do Sobis.

  • Thiago diz: 24 de outubro de 2011

    Mais uma vez o Inter deixou a vitória escapar. Perdemos o campeonato no Beira-Rio, quando não marcamos 3 pontos que estavam certos contra o Santos (Inter vencia por 3×0 e apenas empatamos), Coritiba (deixamos os caras empatar num único chute e ainda perdemos um pênalti) Ceará (perdemos o jogo para um time que vai ser rebaixado) e ontem apenas empatamos com o Corinthians num jogo que era para vencer.

    Só nesse breve levantamento, perdemos 9 pontos por bobagem e erros nossos. Mas, já passou e temos que focar na LA2012!

    Ontem, apesar da superioridade no jogo, até porque jogamos boa parte da partida com um a mais, nos faltou goleiro e centroavante.

    O Jô participou muito pouco e nas duas chances claras que teve, ainda no primeiro tempo (11×11), uma ele preferiu passar a bola para o Andrezinho e a outra ele chutou sobre o goleiro. No segundo tempo, mesmo com o Inter jogando bem melhor, o cara não pegou na bola e, ainda, no lance do gol corintiano ele sai da trajetória da bola quando tinha o dever de interceptá-la.

    Quanto ao Muriel, fez uma boa defesa na cabeçada do Danilo, mas no final engoliu um frangaço, pois falhou duas vezes no mesmo lance que redundou no gol de empate. Primeiro ao colocar apenas 2 jogadores na barreira, e , por via de consequência, se colocou muito mal, quase no meio do gol e apenas pulou ao invés de correr lateralmente, o que fez com que apenas encostasse na bola com mão de alface.

    Gostei muito da atuação do Nei, da zaga no geral e do Andrezinho, apesar de achar que ele não tem bola para jogar como titular, mas ontem jogou o que se espera de um meia e, no segundo tempo, jogou de segundo volante.

    Também ficou devendo o Oscar, que perdeu um gol incrível no início do jogo e fez uma partida sofrível tecnicamente.

    O D’Alessandro não repetiu as últimas atuações, até porque foi bem marcado pelo Ralf.

    No centro do País, a imprensa está falando que a expulsão do Alessandro foi injusta e rigorosa, mas esquecem que a arbitragem errou num LANCE CAPITAL do jogo contra o Inter ao dar um IMPEDIMENTO INEXISTENTE DO ILSINHO, que ficou sozinho na frente do goleiro e com o Jô ao lado. Era lance de gol claro!!!!

    Enfim, gostei muito da postura adotada pelo Dorival para a partida. Acho que o Dorival, com mais tempo e conhecendo melhor o grupo, vai fazer um grande trabalho no Inter em 2012.

    Agora tudo é Libertadores! A Libertadores de 2012 começa no próximo domingo para o Internacional!

    Espero que o Damião esteja na delegação que vai para Goiânia, pelo menos.

    Saudações coloradas!

  • Elias Ricardo diz: 24 de outubro de 2011

    Faltou qualidade contra um time que é apenas organizado e agora conta com o acréscimo de qualidade do Alex,mas o Corinthians não é nada demais o Inter é que é menos do que nós torcedores achamos.

  • Tiago Sioli diz: 24 de outubro de 2011

    O Inter teve o jogo na mão, eram 3 pontos garantidos…

    Mas não, o Inter empatou, ou melhor, cedeu o empate… Perdeu 3 gols feitos… O nosso 9 perdeu 2 gols que nenhum centroavante pode perder, 2 gols feitos… No primeiro tirou do goleiro, mas parece não ter força na perna e o zagueiro tirou… O segundo, Jô foi colocado na cara do gol, fechou o olho e carimbou o goleiro, nesse lance senti falta do AleCone, que era ruim mas não perdia gol assim… E o terceiro, que na verdade foi o primeiro, o Oscar, que está em uma má fase terrível, errou a goleira na entrada da pequena área…

    Em jogo assim, contra o líder, não se pode perder gol feito… O Inter podia ter matado o jogo… Mas vacilou, como vacilou tantas outras vezes no campeonato…

    E a barreira não foi o problema, 2 ou 3, ou até 5 jogadores na barreira… A bola foi no canto do goleiro e não podia ter entrado, pq bola no canto do goleiro é do goleiro, independente do número de jogadores na barreira… O Muriel é baita goleiro, mas errou feio…

  • luiz paulo diz: 24 de outubro de 2011

    caro wianey,tem um ditado que diz,Deus não joga,mas fiscaliza,nei que fez o gol,era para ser expulso,quando num lance anterior levou a bola com a mão e chutou em gol(ja tinha amarelo)antes do dele ser expulso,na falta anterior ao gol do corinthans(falta do nei denovo)um zaqueiro levantou o braço impedindo a passagem da bola.resumindo,nei era para ter sido expulso 3X ontem.um abraço.

  • marcos marino diz: 24 de outubro de 2011

    Confesso que ainda não consegui entender o método de trabalho do Dorival, pois não consigo identificar nenhuma coerência, nem mesmo convicção por parte do nosso treinador.

    Apenas citando alguns casos: Ele disse que Bolatti não era da mesma função que o Elton, tanto que na primeira ausência do Elton utilizou o Sandro Silva. Bom agora o Bolatti é titular, o Elton reserva do Bollati e Sandro Silva nem no banco fica. Depois alçou o Ricardo Goulart, que nem figurava no banco, para o time titular, depois nem no banco figurou mais. Delattore a mesma coisa. Não discuto a qualidade dos jogadores, apenas não entendo como um treinador que vê treinos todos os dias, uma hora acha que os atletas podem ser titulares e depois nem no banco. Ou não sabe avaliar ou os treinos não estão sendo corretamente aplicados para avaliar os jogadores.

    Contra o Avaí utilizou o 4-6-0, chegando a ser elogiado por ser um treinador moderno, mas ontem onde ficou este esquema do treinador moderno? A resposta que encontro e que a torcida não vaiou o Jô o suficiente para tirá-lo de campo.

    Durante esta semana ele treinou o João Paulo no lugar do Andrezinho, mas no jogo o que fez? João Paulo no lugar do Bolatti. Alternativa não treinada.

    Outra possibilidade utilizada nos treinos era a colocação do Gilberto ao lado do Jô. Não sei para que serviu o treino, pois entraram Ilsinho e Tinga, possibilidade não treinadas, e Gilberto apenas aqueceu.

    No treino de sexta-feira o Dorival utilizou apenas os 11 titulares, e mais o João Paulo que entrou no lugar do Andrezinho. Portanto, fez um treino sem adversário e quase o mesmo que treinar sem bola.

    O reflexo de tudo isto é que o vemos em campo, é o time sofrendo para ganhar do Avaí, levando três gols do Santos em 15 minutos, é perdendo para o Atlético-PR e às vezes fazendo boas atuações, tal como contra o Vasco.

    A falta de coerência e convicção resulta na irregularidade de atuações do Inter e por consequência a estabilização na sétima colocação da tabela.

    Será que alguém da direção cobra isto do Dorival?

    Parece que não.

  • INACIO diz: 24 de outubro de 2011

    O INTER MAIS UMA VEZ NAO SE PREPAROU PARA O CAMPEONATO BRASILEIRO. O PLANTEL QUE ERA PARA SER UM DOS MELHORES DO BRASIL, MOSTROU QUE TEM UM MUNDAREU DE JOGADORES DE MEIO, MAS NAO TEM PECAS DE REPOSICAO PARA LATERAIS E ATAQUE. O JO CAUSA ENJOO NA TORCIDA. É UM ALCONE PIORADO, E MUITO. SEM DAMIAO, FALTA ZAGUEIRO NA HORA DAS FALTAS E ESCANTEIOS, FALTA QUEM LEVA A BOLA DO MEIO PARA O ATAQUE, E PRINCIPALMENTE FALTA GOLEADOR. O LUIGI, DORMINDO, COMO SEMPRE.

  • Alexandre diz: 24 de outubro de 2011

    Não foi O RESULTADO EM SI MAS AS CIRCUSTÂNCIAS DELA. MURIEL NÃO FALHOU NA FORMAÇÃO DA BARREIRA MAS SIM NO LANCE EM SI SE ATIRANDO ATRASADO E NÃO SE POSICIONANDO NO CENTRO DO GOL NA HORA DA COBRANÇA. fALTOU DURANTE O CAMPEONATO INTEIRO COMPROMETIMENTO DOS JOGADORES COM O TORCEDOR. gANHAVAM FOLGA ONDE NÃO ERA NECESSÁRIA, JATOS PARA NÃO CANSAREM E LIDERANÇA NO VESTIÁTRIO QUE DEPOIS FOI AMENIZADA COM A COMPETÊNCIA DE FERNANDÃO.COM ESTE INTER NÃO POSSO ESPERAR MUITA COISA A NÃO SER A NÃO QUEDA PARA A SEGUNDA DIVISÃO.

  • Julio Silva diz: 24 de outubro de 2011

    Lamentável a sucessão de oportunidades perdidas pelo Internacional: ceder o empate nos últimos minutos para Santos e Corinthians quando a equipe fui superior o jogo todo, Tinga e Oscar perderem gols feitos contra Bahia e Ceará que significariam vitória nas duas partidas, etc. Desta forma, ainda desfalcado de seu melhor jogador, o Internacional não pode, e não merece, ser campeão do Brasil, pois foi desidioso durante a campanha, não se preparou para tal. No entanto, a Libertadores é extremamente exequível, e a boa notícia é que a equipe está praticando um bom futebol, perdendo pontos importantes nos detalhes. Porém algumas observações são necessárias:
    1) Faltou, na minha opinião, atitude de campeão: O Corinthians jogou meio tempo com dez jogadores e o Inter precisava ter liquidado o jogo, portanto não entendendo jogar com um atacante apenas (e que não é do meio de área) contra dez, em casa, precisando ganhar. Dorival faz muita média com Ilsinho, Tinga e outros que não mereciam sequer estar no banco, pois não estão jogando bem.
    2) Realmente com Jô é difícil fazer gols, porém entendo que ele não está na sua posição, muitas vezes caia pela esquerda e armava boas jogadas mas na área não tinha ninguém. E pensar que dispensamos Rafael Sóbis, Cavenaghi, Alecsandro, Guto, e hoje não temos nenhum reserva para Leandro Damião.
    3) Oscar está muito mal e merece banco, nem que seja para descansar. O gol que perdeu ontem é ridículo para um jogador profissional.
    4) D’Alessandro está jogando muito bem, porém algo tem que ser feito para que pare de prejudicar a equipe pelos diversos cartões por reclamação. Não tivesse reclamado (o que além de não adiantar, foi errado, havia a falta no lance) não teria sido expulso quando levou o segundo amarelo. Profissionalismo, já!
    5) Muriel falhou, em momento decisivo. Tem crédito, mas precisa ficar mais esperto, não adianta jogar bem o campeonato todo e na hora H tomar um frango como o de ontem.
    5) De positivo ainda: Rodrigo Moledo consertou o sistema defensivo, é melhor do que Juan, que se for vendido, deve ser reposto por um zagueiro de qualidade (Miranda, Coates, etc.); Bolatti voltou a apresentar o bom futebol do início, não deveria ter sido substituído ontem; e com a volta de Damião, as perspectivas são melhores.
    Confio na Libertadores, com o Vasco campeão.

  • Angelo Colorado diz: 24 de outubro de 2011

    Faltou dizer que Dorival mexeu mal, outra vez; quem deveria sair para a entrada do Ilsinho era Jô e não Oscar que, exatamente naquele momento, estava crescendo no jogo. O exaltado João Paulo ontem ficou devendo, dois chutes dispersivos e desnecessários e pouca contribuição efetiva. Andrezinho, o contestado, foi o melhor do time, marcando, jogando, arrematando, até sair extenuado. E DAle, o ídolo, n fez grande partida, foi expulso e ainda deu, de bandeja, a chance do empate numa falta que, segundo vc mesmo diz, foi desnecessária.

  • marlon diz: 24 de outubro de 2011

    LEANDRO,

    Te preocupa com o teu time. Não ter sido rebaixado pela terceira vez, no caso do grêmio, jé digno de edição de dvd. O teu parâmetro é outro…tá bem abaixo…numa boa…

  • roberto j. probst diz: 25 de outubro de 2011

    Sr Wianey, quem sera que assistiu este Pseudo Jogador Jo em atividade, porem quem contratou Bustos, Kleber Pereira, Illan, hIdalgo, Rodrigo, Leonardo, Lauro,Ilsinho,Fabiano Heller, Jonas,Pinga, Fabricio, etc,etc , não é surpresa ter um Jo no plantel. Sempre admirei o Sr Dorival, achava que o mesmo fosse um terinador de CONVICCÃO, porem estou mudando pois o mesmo é treinador de DIRECÃO, escalar Jo, olhem bem a cobranca da falta, ele tira o corpo da trajetoria da bola , acho que tambem enganando o Muriel, substituir o Bolatti que estava jogando muito bem, foi um erro muito grande, porque não por o Gilberto no lugar do enganador? tirar o Oscar quando estava subindo de producão, porque não tirar o D Ale que levou um cartão aos 20min., estava na cara que ele seria expulso.

Envie seu Comentário