Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de abril 2012

Está iniciando uma semana de mistérios

30 de abril de 2012 28

Esta será uma semana de mistérios e treinamentos fechados, no Beira-Rio. Nei volta ao time e Bolívar, certamente, substituirá Moledo. No meio-campo, Sandro Silva, Guiñazú, Tinga e Dátolo são intocáveis.

Com Damião suspenso, cinco são os candidatos para preencher as duas vagas de ataque: Oscar (se for liberado) Dagoberto, Jô, Gilberto e Jajá. Haverá espaço para muitas teses e projeções.

Bookmark and Share

Amadorismo gremista no caso do gandula

30 de abril de 2012 114


Durante a semana, o Grêmio revelou exagerada preocupação com o fato de os gandulas, no Beira-Rio, favorecerem os cobradores de escanteios do Inter colocando a bola, rapidamente, no local da cobrança. Pergunta: quantos gols o Inter já marcou utilizando-se deste artifício que, impõe-se admitir, é irregular? Vanderlei Luxemburgo chegou a reivindicar, após o jogo, que a FGF colocasse um árbitro para fiscalizar os escanteios colorados. E por que o próprio Grêmio não tratou de neutralizar esta jogada colocando alguém na frente da bola? No lance que antecedeu a expulsão do treinador gremista, o árbitro Márcio Chagas já tinha invalidado a cobrança. Toda a bagunça liderada por Luxemburgo foi, pois, desnecessária. E, cúmulo da ironia, o Grêmio acabou sofrendo o segundo gol em uma cobrança de escanteio regular. A expulsão de Luxa, a exaltação de Paulo Paixão e outros que se envolveram na manifestação que não se justificava, foi um momento do mais puro amadorismo do Grêmio.

Bookmark and Share

Destaques colorados do Gre-Nal

30 de abril de 2012 27

Mais uma vez, Fabrício entrou no time e deu resposta imensamente melhor do que Kleber vinha dando. Ele não foi, apenas, bem no clássico. Fabrício foi o melhor participante do jogo. Só volta para a reserva se Dorival Júnior decidir afrontar o bom senso.

O Inter apresentou algumas inquestionáveis afirmações individuais. Sandro Silva é a mais exuberante delas. O Inter não poderá fugir da obrigação de buscar sua contratação definitiva. Jackson teve uma bonita atuação adaptado à lateral-direita, apesar de, poucas vezes, estar fora de lugar por falta de seqüência. Dátolo, a cada jogo, confirma o acerto da sua contratação e Jajá vem mostrando a sua utilidade. E nem é preciso incluir Moledo nesta lista. Já tem lugar.

Bookmark and Share

Inter despacha Grêmio

29 de abril de 2012 85

Desta vez, a torcida colorada viu sua equipe derrotar um adversário qualificado e colocar-se na final do Gauchão. O Inter ganhou com muitos méritos. Foi superior da etapa inicial e no segundo tempo, quando o Grêmio reagiu e até chegou ao empate, o time de Dorival Júnior foi buscar a vitória. Vanderlei Luxemburgo contribuiu para a derrota do Grêmio. Sua escalação para início de jogo revelou-se equivocada e aos 23 minutos foi expulso após, surpreendentemente, dar um tapa em um gandula. Fabrício foi o grande jogador do clássico mas Sandro Silva e Guiñazú também se destacaram. O Inter é finalista. Vai encarar o Caxias, domingo que vem, no Centenário .

Bookmark and Share

Nem Oscar tira favoritismo do Grêmio

27 de abril de 2012 41

Não sei se o Inter conseguirá colocar o nome de Oscar no Bid – terá que ser até o fim da tarde – para utilizar o jogador no Gre-Nal de domingo. Se a CBF for tão célere quanto foi no dia 21 de março, quando o TRT devolveu o vínculo de Oscar ao São Paulo e menos de uma hora depois o jogador já estava fora do BID, o Internacional poderá contar com este valioso reforço. Mesmo se isto acontecer, não creio que diminua o favoritismo do Grêmio.

Minha convicção se apoia, basicamente, em uma circunstância: o Grêmio já mostrou, este ano, que consegue concentrar força de superação como o Inter ainda não demonstrou ser capaz. E superação é combustível essencial para vencer clássicos. Agora, tenho mais motivos para reforçar meu pensamento: enquanto o Grêmio desfrutou uma semana inteirinha para se preparar para o jogo e recuperar quem precisava ser recuperado, o Inter desgastou-se em um jogo decisivo contra o Fluminense e ainda aumentou as suas perdas, que já eram significativas e agora castram metade do time colorado.

Não estou garantindo vitória do Grêmio, o futebol é sempre capaz de produzir resultados surpreendentes. Porém, o Gre-Nal acentua desigualdades que exigiriam comportamento heroico do Inter para superar o Grêmio. Em favor do time de Dorival, apenas o fator local. E, talvez, a volta de Oscar.

Bookmark and Share

Memórias da Latinha: meu primeiro Gre-Nal

27 de abril de 2012 2

Bookmark and Share

Oscar: depotismo paulista ruiu

27 de abril de 2012 109

Desde ontem à noite, Oscar está livre para jogar aonde quiser. A decisão liminar foi concedida pelo Ministro do TST, Guilherme Caputo Bastos. Vamos ver se a CBF, agora, será tão rápida em reinscrever Oscar no Inter como foi quando o TRT paulista devolveu o vínculo do jogador ao São Paulo.

Fica desmoralizada, também, a denúncia acatada pela procuradoria do STJD, impetrada pelo São Paulo acusando o Inter de não cumprir determinação legal. O caso deveria ser simples: Oscar e São Paulo discutem a rescisão unilateral do contrato obtida por Oscar em primeira instância e revogada em instância superior, no TRT. Oscar não deseja mais jogar no São Paulo e se for derrotado no TST, terá que indenizar o São Paulo de acordo com cálculos legais.

Mas esta é uma questão que ainda demandará algum tempo. Enquanto isso, Oscar tem o direito constitucional de trabalhar aonde quiser, no caso, no Inter. Será que o São Paulo vai publicar no seu site mais uma das suas despóticas notas oficiais?

Bookmark and Share

Cresceu o favoritismo do Grêmio

26 de abril de 2012 31

Eu já considerava o Grêmio favorito, ainda que levemente, para o Gre-Nal de domingo. Fundamentava minha convicção em, basicamente, uma circunstância: o Grêmio já mostrou, este ano, que consegue concentrar força de superação como o Inter ainda não demonstrou ser capaz. E superação é combustível essencial para vencer clássicos.

Agora, tenho mais motivos para reforçar meu pensamento: enquanto o Grêmio desfruta uma semana inteirinha para se preparar para o jogo e recuperar quem precisa ser recuperado, o Inter desgastou-se em um jogo decisivo contra o Fluminense e ainda aumentou as suas perdas, que já eram significativas e agora castram metade do time colorado.

Não estou garantindo vitória do Grêmio, o futebol é sempre capaz de produzir resultados surpreendentes. Porém, o Gre-Nal acentua desigualdades que exigiriam comportamento heroico do Inter para superar o Grêmio. Em favor do time de Dorival, apenas o fator local.

O Grêmio não terá Kleber e Júlio César, desfalques importantíssimos, sem dúvida. O Inter, entretanto, não terá D´Alessandro, Oscar, Kleber, Nei e, provavelmente, Dagoberto. Sem considerar as deficiências físicas que não recomendam a escalação de Tinga em dois jogos fortes, consecutivamente e em curto período.

O fator local não compensa tanta desvantagem. Aliás, o Inter foi campeão de 2011 jogando no Olímpico e no último clássico, realizado no Beira-Rio, o Grêmio venceu. Local, em Gre-Nal, importa pouco. Vanderlei Luxemburgo leva o favoritismo para a decisão de domingo.

Bookmark and Share

Gre-Nal: quem vencer, perderá

26 de abril de 2012 37

Apresentamos, neste post, interessante projeção enviada por um torcenauta. Acompanhe, concorde ou discorde, mas pense no que está escrito:

“Olá Wianey!
Sou seu fã a tempos, e nunca deixo de ler sua coluna e blog. Moro em São Paulo e sou Gremista. Gostaria de saber tua opinião sobre o Gre-Nal do próximo domingo.
Para mim parece que quem vencer, perderá. Explico: sabemos que o Gauchão tem pouco peso, na realidade serve apenas para tocar flauta um no outro e o titulo de Campeão Gaúcho não tem lá grande importância, assim como nos outros regionais. Acredito que tanto para Inter quanto para Grêmio, perder o clássico significa ganhar.
Não acredito que perder um Gre-Nal de Gauchão vá abalar
psicologicamente nenhum dos times. O Inter, se perder, ganhará tempo para se preparar e recuperar
jogadores para sua grande decisão da Libertadores, no dia 10/05. Se ganhar, terá que enfrentar o desgaste da decisão contra o Caxias
e até correr o risco de perder jogadores por lesão.
O Grêmio idem, se perder ganha tempo para se preparar para o Brasileirão e poderá focar tudo na Copa do Brasil. Se ganhar perderá pelos mesmos motivos do Inter: decisão em meio a principal
competição do 1º Semestre e risco de lesões.
Grande Abraço!
Alberto Niederauer”.

Nota do blogueiro: Tecnicamente, o Alberto tem razão. Mas, se futebol é paixão, a rivalidade Gre-Nal se coloca acima da sensatez, do bom senso, da racionalidade. Perder para o histórico rival, é morrer um pouco. Ainda que, para vencer, sejam sacrificados objetivos maiores.

Bookmark and Share

Inter joga fora a vitória

26 de abril de 2012 41


Aconteceu de novo. Diante de um adversário qualificado, o Inter não conseguiu vencer. Poderia ter festejado uma vitória, mas Dátolo desperdiçou um pênalti. Castigo para o argentino que desrespeitou a ordem de Dorival Júnior para que Nei cobrasse o pênalti. O primeiro tempo foi doloroso.

O Fluminense jogou pouco, mas o desempenho do Inter foi igual a nada. Desta etapa só sobraram notícias ruins. O Inter errou a maioria dos passes, os jogadores estiveram distantes um do outro, Leandro Damião ficou isolado, como sempre, e o ataque não funcionou. Boas atuações apenas de Sandro Silva e Guiñazu. Nos primeiros minutos da etapa final o Inter reagiu, pressionou e perdeu o pênalti. Depois, recuou para o estágio da ineficiência. E empatou.
Kleber sentiu uma lesão na coxa e teve que ser substituído por Fabrício.

O time melhorou pelo lado esquerdo. Dagoberto ficou no vestiário e o Inter voltou com Jajá Coelho. O meia incendiou a equipe. Como não acontecera na etapa inicial, o Inter se animou e foi para o ataque. Mas, aí, faltou qualidade. E sorte, quando Jô acertou o travessão do goleiro Cavalieri.

O Fluminense atravessou o jogo se defendendo. Fred não viu a bola, anulado por Índio. O empate sem gols não foi uma tragédia. O Flu não levou vantagem para o Rio. Mas, a vitória foi jogada pela janela.

Bookmark and Share

Inter pela metade encara o Fluminense

25 de abril de 2012 19

Por melhor que Datolo esteja jogando, ele está longe de do significado técnico de D´Alessandro. Oscar, igualmente, é insubstituível na equipe colorada. Juntos, eles representam, no mínimo, 50% do potencial técnico do time. Esta tremenda defasagem não implica em obrigatória derrota do Inter. Pelo contrário, a compensação para o prejuízo pode vir de uma tremenda capacidade de superação, uma negação total da derrota. Com apoio de um Beira-Rio lotado, é possível. Porém, antes de o jogo ser jogado, é indiscutível que o Inter joga com metade da sua força.

Bookmark and Share

Ministro indica desfecho do Caso Oscar

25 de abril de 2012 51

A oportuna entrevista feita pelo repórter Leandro Behs, na ZH de hoje, com o ministro Carlos Augusto Caputto Bastos, do TST, praticamente antecipa o que vai acontecer quando este tribunal julgar a pendenga entre Oscar e o São Paulo. Caputto foi claro ao dizer que a prioridade é preservar o direito constitucional de Oscar de trabalhar aonde quiser. E, que o julgamento indicará quem tem razão, se Oscar ou o São Paulo. A parte que for considerada errada terá que indenizar a outra segundo a cláusula penal constante no contrato. Trata-se, pelo que se depreende da entrevista de Caputto, de uma discussão meramente econômica. Como, aliás, vem defendendo este blogueiro.

O TST ainda tentará uma conciliação entre as partes. Se não for atendido, julgará o caso, indicará quem tem razão e quem deve indenizar a parte vencedora. Definirá, ainda, o montante da indenização. Este é o desfecho que sai da manifestação de Caputto.

Bookmark and Share

A estapafúrdia denúncia do São Paulo

24 de abril de 2012 54

Está divulgado que Paulo Schmidt, procurador geral do STJD, encaminhará hoje, para outro procurador do tribunal, a denúncia do São Paulo de que o Inter estaria aliciando Oscar, não permitindo que o jogador se apresente no Morumbi. Schmidt não costuma repassar a responsabilidade de formalizar denúncia, principalmente quando é momentosa. Para a sua decisão, este blogueiro especula duas explicações:

1 – É tão estapafúrdia a denúncia do São Paulo, principalmente depois que Oscar anunciou em rede nacional que não deseja voltar ao São Paulo, que o procurador geral preferiu remeter a postulação para outro procurador, querendo evitar o ridículo;

2 – Schmidt escolheu um procurador que tenha afinidades com o São Paulo. E aí já entra a teoria da conspiração.

Se a denúncia do São Paulo prosperar e o Inter for condenado, estará confirmado que ao STJD falta o mínimo de credibilidade para mediar questões jurídicas do futebol brasileiro. E não se trata de bairrismo, não senhor. É que não existe um único indício de que o Inter estaria impedindo Oscar de se apresentar no Morumbi. O jogador já repetiu dezenas de vezes que deseja permanecer em Porto Alegre. Qual seria a base da denúncia?

Bookmark and Share

Copa do Mundo em Viamão

24 de abril de 2012 12

É certo que o resort Vila Ventura, em Viamão, abrigará uma seleção estrangeira na Copa de 2014. Esta semana, representantes da Noruega estiveram examinando o local. Além das ótimas instalações e recursos perfeitos para treinamentos, o governo de Tarso Genro promete duplicar a ERS-118 e asfaltar a ligação do Vila Ventura com a cidade. Será um legado e tanto para Viamão. Pedrinha no sapato: e se acontecer um acidente qualquer na RS-040 ou na avenida Bento Gonçalves, quando a obstrução destas vias impõe horas de engarrafamento, para tortura dos usuários? Como faria o ônibus de uma delegação estrangeira para chegar ao Beira-Rio? Simples: com a ERS-118 duplicada, bastaria dar uma volta um pouco maior e acessar Porto Alegre pela freeway. Aliás, ocorre ao blogueiro uma solução para os congestionamentos diários da RS-040: duplicada a ERS-188, bastaria criar uma tarifa especial no pedágio e grande número de motoristas mudariam o seu itinerário, utilizando a freeway para chegar a Porto Alegre, aliviando a RS-040.

Bookmark and Share

André Lima "secou" em vão

23 de abril de 2012 37

Logo após o jogo de sábado, André Lima revelou que “secaria” o Inter no dia seguinte, contra o Veranópolis. O sentimento do atacante gremista só evidenciava, claramente, que ele não desejaria enfrentar o Inter na decisão da Taça Farroupilha. Por que outra razão “secaria” o grande rival?

Admita-se, entretanto, que André Lima estava sendo racional. Até os pessegueiros da Vila Nova sabem que seria melhor decidir contra um adversário interiorano do que contra o Inter.

Bookmark and Share