Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Quem deve eleger a próxima direção do Inter?

07 de novembro de 2012 9

Conselheiros colorados reúnem-se, amanhã, para decidir se o órgão assume a eleição da próxima diretoria do clube ou repassa a responsabilidade para o quadro social.

Por princípio, gosto quando estas escolhas se resolvem no pátio. É mais democrático, o processo tem mais vida. Entretanto, uma restrição surge e exige reflexão: associados decidem o seu voto segundo os resultados de campo. A administração de um grande clube, com orçamento superior a R$ 200 milhões, não se restringe apenas à produtividade do time.

Torcedor, entretanto, não quer saber deste lado do gerenciamento de um clube de futebol. Certo ou errado? Eu diria que, mesmo bem administrado, um clube pode ter maus resultados nas disputas esportivas. Entretanto, uma má administração não terá, jamais, bons resultados.

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • Felipe diz: 7 de novembro de 2012

    Só faltou botar a camisa do Luigi..hehe

  • aguiar diz: 7 de novembro de 2012

    Com todo o respeito Wianey, mas sinceramente não entendo este teu apoio ao Luiggi, pois ele não tem as mínimas condições de seguir na presidência do Inter.Não esqueças os vexames do time nestes dois últimos anos. Em 2011, entregou uma libertadores ao perder em casa para um timeco uruguaio. Este ano foi o clube com pior campanha na primeira fase da libertadores. Neste campeonato nacional sofreu goleadas para times da zona de rebaixamento, não se classificou para a libertadores, e tem um grupo de jogadores, conforme tu mesmo comentastes ontem, muito deficiente. Quer dizer, o Inter, em matéria de futebol, com este senhor na presidência, simplesmente, não existe.

  • Dilson diz: 7 de novembro de 2012

    Sua observação parece a justificativa para não termos eleições diretas até 1984: “o povo não sabe votar”. Julgo mais perigoso o poder que se dá às torcidas organizadas, vide River Plate. Parece até que nunca tivemos más administrações antes do voto direto. Além disto, a questão administrativa se resolve com administração profissional e controlada por resultados, num sentido amplo, e “políticos” somente no conselho de administração.

  • Paulo Colorado diz: 7 de novembro de 2012

    Dependendo do torcedor nas eleições, O LUIGE e Cia. não administram mais o INTER no proximo ano. Para mim a venda do OSCAR no meio do campeonato foi um erro, decretou abandono de vez em buscar o TETRA BRASILEIRO, era objetivo maior no segundo semestre.

  • Luciano diz: 7 de novembro de 2012

    Desculpe, Wianey, mas sugerir que o Inter esteja sendo bem administrado, como tu sugeres neste post, para mim é uma absurdo insano.
    Veja, o Inter é um clube de futebol. Como tal, deve ter um gestor talhado para administrar um clube de futebol. Este conceito que tu aplicas divide um clube de futebol em parte administrativa e parte esportiva, quando, na verdade, o clube é uma coisa só. Sendo assim, o gestor de um clube de futebol deve conhecer a parte gerencial, mas deve conhecer também a parte esportiva. Ou, pelo menos, ter competência para se cercar de gente competente. Não confundamos a pessoa do Sr. Giovani Luigi com o presidente Giovani Luigi. Como pessoa, nada tenho a falar contra ele. Mas como presidente, ele não teve competência sequer para exigir mais respeito com o Inter, quando o clube era tripudiado por todos os lados nos episódios Oscar, reforma do Beira-Rio, etc. Ficava lá, administrando a “parte esportiva” encastelado em seu gabinete, com medo de aparecer ou por não saber o que fazer mesmo. Para mim foi um desastre essa administração. Para mim o Inter é administrado, de verdade, por eminências pardas que possuem uma personalidade muito mais forte que o Luigi que, assim, não passa de um mandalhete de pessoas cujos interesses me parecem bastante obscuros. Não fosse assim, porque razão um gestor da competência do Aod Cunha daria no pé? Por que razão um dirigente como o Chumbinho, presente nas grandes conquistas Coloradas, daria no pé? Masehredjian e outros? O próprio Falcão não declarou que o Inter estava sendo administrado por pessoas que não correspondiam à grandeza do clube? Pois então…

  • fábio morando no rio diz: 7 de novembro de 2012

    Então resta a pergunta: por acaso o Inter foi bem administrado nos últimos dois anos? O planejamento foi bem feito e bem executado?? A torcida está errada em querer a cabeça dos dirigentes atuais que passaram o ano metendo os pés pelas mãos e INVENTANDO até “técnico”?? Quem sustenta e banca grande parte do orçamento são os sócios e torcedores então TEMOS o direito de escolher quem o gerenciará!!!!

  • Colorado diz: 7 de novembro de 2012

    Wianey, concordo contigo em parte, mas no caso da diretoria atual estão acontecendo coisas que não há explicação. Li há pouco que o Nei só não renovou contrato por diferenças de valores da comissão do seu empresário. Quer dizer que a diretoria está satisfeita com o rendimento desse jogador ao longo da temporada e quer renovar? Este rapaz é um inútil no time, não cruza, não marca e além de tudo faz inúmeras faltas e pênaltis que resultam em gols contra o Inter. Eu não admito que uma diretoria que quer ser séria e vencer alguma coisa não tenha visto que não dá mais para investir num cara desses. E estou pegando o exemplo do Nei e aplicando aos casos do Kleber, Bolívar e outros que vão ficando e acabando com a paciência do torcedor. Não dá mais. O Luiggi pode até entender de patrimônio, mas de futebol nem ele nem seu vice entendem ou tem competência pra comandar.

  • gilberto diz: 8 de novembro de 2012

    Oh Aguiar reconheço sua preocupação com o futuro do seu clube …agora chamar o Penharol do Uruguay de timeco acho desconhecimento total de futebol.Faz o seguinte pesquise quantas libertadores o Penharol ganhou e quantas o inter ganhou , e o Nacional do Uruguai rival do Penharol tbem merece respeito…não esqueça que em 2006 o inter só passou por eles com dois gols legitimos anulados. Ressaltar o clube do coração tudo bem, agora desmerecer todos os outros é feio. Tipo “só o que eu ganhei é que vale”,” só o meu titulo e da fifa”,só eu ganhei tudo”,” só eu sou bom o resto tudo é ruim” …. coisas de colorados ..mas é feio.

  • Fabio diz: 9 de novembro de 2012

    Wianey,

    O único porém que faço ao assunto não é nem em relação ao texto, mas ao direcionamento que ele colocado desta forma faz. Sou sócio e NÃO sou a favor da administração do Luiggi. Indiferente de opiniões de hoje, não podemos influir que essa eleição não será com a vontade do sócio. Será sim. E muito.

    Fomos nós, os sócios, que fizemos os grupos do FC comandarem o clube sem oposição forte. Fomos nós que colocamos esses conselheiros que hoje podem decidir quem será o novo presidente sem necessidade de nos perguntarem novamente se estamos de acordo.

    É justo? É correto? É.
    Todos os sócios que votam devem saber disso. E diferentemente de uma votação política do país, nós somos sócios do clube por opção. Não somos obrigados. Ou seja, temos o maior dever de saber de tudo isso. E saber que o que está ocorrendo é reflexo do que fizemos a 2 anos quando votamos no conselho.

    Infelizmente muitos não tem a mínima noção disso. Ai acham que estão sendo injustiçados, que isso não é democrático.
    Poderia ser mais democrático? Claro que sim. Mas é a estrutura de hoje.

    Se formos pensar que isso não é democracia, o que dizer das eleições do maior pais do mundo? Onde quem elege seus governantes é o colegiado?

    Simples.
    E continuo não concordando com a reeleição, mas demos força para que isso ocorresse a 2 anos atrás. Agora é continuar torcendo e não abandonar o clube.

Envie seu Comentário