Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

A sopa de números de esquemas táticos do Inter não nada significa

18 de março de 2015 1

Sinceramente, às vezes desconfio que o futebol não seja mais disputado por equipes com 11 jogadores cada uma, que gol se faz contra o próprio goleiro e zagueiros jogam na frente e atacantes atrás.

O Inter joga esta noite no Equador e estabeleceu-se a mais inútil das discussões, ou seja: o esquema tático será 3-6-1, 3-5-2 ou 3-4-2-1? Esta sopa de números nada significa. Importa são as funções que cada jogador cumprirá.

Que o Inter viajou preocupado em não sofrer gol é inquestionável. Mas que também se organizará buscando atacar e buscar, igualmente, a vitória, também é verdade.

Vanderlei Luxemburgo já disse que estas definições numéricas se desmancham quando a bola começa a rolar. É isso mesmo. Inter e Emelec jogam esta noite. Acho que haverá um trio de árbitros e a bola será redonda. Desde que não surja outra discussão sobre a influência das barbas do camarão sobre as correntes marítimas.

Repetindo Renato Russo e mais recentemente Renato Duque: mas que futebol é esse? Acho que é 1-10.

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • melecajou diz: 18 de março de 2015

    E é nesse tipo de discurso que se percebe quando um comentarista está superado. Ao invés de procurar entender sobre disposição tática, é muito mais fácil menosprezar a influência da mesma no resultado do jogo e optar pelo pensamento mágico.

Envie seu Comentário