Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Wianey Carlet: Felipão e a busca pelo reequilíbrio do Grêmio

30 de outubro de 2014 3

 

Foto: Lucas Uebel/Grêmio, Divulgação felipao1Foto: Lucas Uebel/Grêmio, Divulgação

Luiz Felipe Scolari estaria pretendendo tornar o time do Grêmio mais ofensivo. A verdade, o treinador busca, simplesmente, reequilibrar a equipe. Jogar com um atacante e três volantes é adernar o barco deliberadamente. O naufrágio torna-se inevitável.

Não adianta escalar um segundo atacante, Dudu, atribuindo-lhe tarefas defensivas. É possível proteger bem a defesa com dois volantes. Escalar três é apostar em um milagre a cada jogo. Felipão estaria tentando mudar esta lógica. Tarde demais, possivelmente.

Bookmark and Share

Wianey Carlet: Abel Braga, finalmente, "desenvelhece" a defesa do Inter

30 de outubro de 2014 3

Foto: Fernando GomesFoto: Fernando Gomes

Durante vários meses torcedores colorados e comentaristas esportivos – entre eles, este que vos escreve – denunciaram e repetiram inúmeras vezes que a defesa colorada era velha e lenta.

O mundo via, menos uma pessoa: o treinador.

Aproximando-se o final do campeonato e tendo o Inter fracassado na Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e na busca pelo título nacional, Abel Braga, finalmente, “desenvelhece” a defesa e descobre Alisson, Cláudio Winck (foto acima) e Alan Costa.

As críticas que Abel recebeu, merecidas vê-se agora, revelaram-se um desgaste inútil do treinador com a imprensa e parcela significativa da torcida.

Ninguém afirma que a atual é uma grande defesa. Mas, vê-se com um olho fechado que perdeu idade, mas ganhou velocidade. No mínimo.

Bookmark and Share

Grêmio tem jogadores dispensáveis para 2015

28 de outubro de 2014 5

Foto: Washington Alves, Light Press/DivulgaçãoFoto: Washington Alves, Light Press/Divulgação

Felipe Bastos está vinculado ao Grêmio até metade do próximo ano. Não é recomendável que comece 2015 na condição de titular. O contrato de Fernandinho vai até o fim de 2017. É investimento com baixíssima possibilidade de retorno. E ainda tem Maxi Rodriguez, Marcelo Moreno (foto acima) e Pará. São todos jogadores dispensáveis.

Quem fica e quem sai: como o Grêmio se prepara para 2015

Como a próxima direção gremista será composta por integrantes da atual, o Grêmio já poderia, melhor, deveria estar reconstruindo o seu time para 2015. Nada impede que o trabalho comece já.

Bookmark and Share

Com Nilmar em 2015, Inter pode projetar tempos melhores

28 de outubro de 2014 2

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBSFoto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Não é prudente valorizar acima do razoável a vitória do Inter sobre o Bahia. Mas, é impositivo que se destaque uma mudança importante ocorrida na equipe colorada após a chegada de Nilmar. O Inter passou a ter velocidade de ataque e a permanente possibilidade de gol.

Antes de Nilmar, a bola era quebrada sempre que chegava à frente. Era constrangedor ver que um time multicampeão tinha rendimento varzeano no seu ataque. Nilmar só participou de dois jogos completos mas foram suficientes para qualificar um setor que primava pela ineficiência. É provável que a chegada de Nilmar tardou demais e que talvez não seja suficiente para salvar a temporada colorada. O atacante precisa readaptar-se ao futebol brasileiro mas graças ao seu esforço pessoal já está justificando sua contratação.

Quem fica e quem sai: como o Inter se prepara para 2015

O Inter não será campeão brasileiro e talvez nem consiga vaga para a Libertadores mas, com Nilmar em 2015 já é possível projetar melhores tempos. Começando o próximo ano e passando por uma boa pré-temporada, Nilmar fará a diferença, desde que o Inter faça uma remodelação no seu time. Que, aliás, deveria estar começando se não fossem as eleições.

Bookmark and Share

Meio-campo e defesa do Inter são de tirar o sono

27 de outubro de 2014 8

Vai terminar a temporada sem que tenham identificado as fragilidades do meio-campo do Inter. Se não fosse a lentidão dominante do setor, os meio-campistas do Inter seriam uma máquina capaz de colocar os adversários contra o seu próprio campo. Não acontece porque são lentos demais. Acrescente-se que a capacidade de marcação é insuficiente e se terá um meio-campo ilusório pois é, tecnicamente, interessante mas incapaz de cumprir os seus fundamentos.

Luiz Zini Pires: Abel Braga escolheu um time que agradou a todos

O setor defensivo do Inter também é de tirar o sono dos colorados. Não bastasse a qualificação insuficiente dos seus integrantes ainda se destacam as escolhas equivocadas do treinador. Na lateral direita, o melhor não é titular e na esquerda é mantido Fabrício que joga menos a cada partida. Na zaga, Alan Costa está recebendo oportunidades. Já se viu que é superior aos que vinham jogando. Com tantos problemas, a defesa colorada é uma peneira.

Bookmark and Share

A cartilha da Rádio Gaúcha

26 de outubro de 2014 7

Dunga lançou uma cartilha para ser obedecida pelos jogadores da Seleção Brasileira e o Pedro Ernesto Denardin resolveu seguir o exemplo e estamos todos, membros da equipe esportiva da Gaúcha, a seguir os novos ditames decretados pelo narrador-cantor-picareta e poderoso chefão do Departamento de Esportes da Gaúcha. A seguir, alguns artigos da cartilha:

Fome de microfone
Todos deverão conter a sua fome de microfone e só interromper um colega se possuir informação capaz de derrubar o presidente do clube. Inconformado, o Zé Alberto ameaça largar o rádio e ir cuidar dos seus boizinhos.

Invasão de área
Os narradores ficam impedidos de acrescentar comentários às suas narrações. Este item já está sendo chamado de “cada macaco no seu galho”.

Medida
Os comentaristas deverão encerrar suas observações quando perceberem que o narrador, ao seu lado, está bocejando.

Limitação
Os plantões de estúdio estão terminantemente proibidos de dar informações sobre a terceira divisão do Piauí e similares.

Refeições
Nas viagens, ninguém poderá abandonar o restaurante antes que o Pedro Ernesto o faça. Ainda que ele costume devorar uma gamela de radice misturado com rúcula, ação que não consome menos de meia hora.

Cacos
Narradores estão proibidos de cantar músicas gauchescas durante as jornadas e convocar jogadores para que ponham talento que o narrador colocará emoção.

Meio ambiente
Será severamente admoestado quem soltar pum na van em viagens, principalmente se acontecer no inverno.

Alimentação
Fica proibido levar para o estúdio pasteis, sanduíches, pães de queijo ou qualquer alimento que produza farelo. O colunista suspeita que tenha sido o alvo desta lei.

Treinadores
Não serão aceitos faniquitos sempre que o Abelão e o Felipão forem criticados. O Kenny e o Cacalo prometem derrubar este quesito.

Setor de machos
Serão punidos todos os gestos ou iniciativas que comprometam o Departamento de Esportes como sendo o último reduto do machismo puro praticado nas entranhas da imprensa. Freqüentadores de CTGs ficam proibidos de dançar a “Dança do Pezinho” com a mão na cintura, ponta do pé desenhando no chão e cabeça erguida com o queixo tentando alcançar o ombro. O Pedro, o Cyro e o Scola decidirão os casos omissos. Cumpra-se a cartilha sem resmungos.

Bookmark and Share

Faz tempo que desaperceu o prazer de ver Grêmio e Inter jogar

25 de outubro de 2014 5

É possível, até provável, que Inter e Grêmio passem por esta rodada com vitórias. Os adversários representam ameaça mediana, com um pouco de superação a Dupla Gre-Nal poderá avançar e se manter candidata a vaga na próxima Libertadores.

O futebol que se vê no Beira-Rio e na Arena é pecaminoso

Os desempenhos que os representantes gaúchos estão tendo não estimulam muitas expectativas. Faz tempo que desapareceu o prazer, alegria de ver Grêmio e Inter jogar. Mas, como disse o Felipão, agora importam os resultados. Jogar bem e bonito fica para outra ocasião. Então, que seja.

O time do Grêmio tem o equilíbrio de um bêbado

Bookmark and Share

Como justificar a titularidade de Wellington Silva?

24 de outubro de 2014 11

Foto: Mateus BruxelFoto: Mateus Bruxel

É preciso ser hábil argumentador para justificar a titularidade de Wellington Silva (foto acima). E para justificar Gilberto no banco de reservas a tarefa é ainda mais complicada. No Maracanã, Diogo que é melhor do que os dois laterais levados por Abel, não estava. Opção do treinador. E Cláudio Winck, chamado para integrar a seleção sub-21, foi afastado do jogo porque, segundo Abel, voltou “travado” da Seleção. Travado? Mas o que é isso, meu Deus?

Mais: alguém consegue explicar que Alan Patrick seja escalado e Valdívia só seja chamado quando o Inter já está perdendo? E alguém justifica que Rafael Moura e Wellington Paulista sejam colocados em um  jogo para tentar a vitória? Pobre Inter. Infelizes colorados.

Bookmark and Share

O time do Grêmio tem o equilíbrio de um bêbado

24 de outubro de 2014 6

 

Foto: Ricardo DuarteFoto: Ricardo Duarte

Luan e Dudu são atacantes. Contra o Figueirense, Luiz Felipe Scolari confiou-lhes as tarefas de armadores. Poderia ter escalado Alán Ruiz (foto acima), único armador do elenco gremista, mas este jogador não conta com a simpatia de Scolari. Colocar Ruiz em campo aos 47 minutos da etapa final foi quase uma maneira de dizer: eu te odeio.

O Grêmio perdeu o pudor tático e os gremistas já acham que começar o jogo com três volantes e acrescentar mais um durante a partida é fato normal. O time do Grêmio tem o equilíbrio de um bêbado. Mesmo assim, a torcida não reclama, anestesiada pelo chá amargo que lhe é servido em todos os jogos.

Bookmark and Share

O futebol que se vê no Beira-Rio e na Arena é pecaminoso

24 de outubro de 2014 5

Montagem sobre fotos de Bruno Alencastro e Omar Freitas

Não entendo de futebol mais do que ninguém. Mas, sou beneficiado pela minha absoluta falta de atrelamento emocional com qualquer clube. Assim, acima dos resultados vejo desempenhos. Foi o que aconteceu com o Inter. Mesmo no período das cinco vitórias consecutivas, tentei alertar para a produtividade deficiente do time. Fui soterrado por xingamentos.

O Kenny Braga chegou a identificar negativismo nas minhas observações e nada adiantou tentar dizer-lhe que minha visão era, apenas, realista.

Compreendo o torcedor e a sua paixão. Engulo as ofensas como inevitável parcela estragada do cardápio. O Inter está servindo ao seu torcedor, faz tempo, a comida mais cara e mais indigesta. A sobremesa é composta de soberba e arrogância.

É uma pena um estádio bonito como o Beira-Rio abrigar um time tão desqualificado. Considere-se, ainda, que os associados colorados, mais de 100 mil, permanecem fieis ao clube mesmo sendo traídos cada vez que a sua equipe entra em campo.

Assim como o Beira-Rio, que abriga um time tão desqualificado, ninguém pense ser diferente o cenário que se vê lá pelos lados do Humaitá. Um estádio gigantesco, lindo e um time que quase cheira mal.

O torcedor gremista enfrenta intempéries, preços altos e o cansaço dos dias trabalhados para torcer por uma espantosa mediocridade de chuteiras.

Assim como a torcida colorada, a nação tricolor esbanja paixão e solidariedade. Embora lhe seja dolorido ver em campo um time que mais se parece com aqueles timecos que se enchem de volantes apostando em alguma escapada para festejar uma vitória. Só mudam as cores.

O futebol que se vê no Beira-Rio e na Arena é tão pecaminoso que os seus responsáveis deveriam ser condenados a passar uma temporada no inferno.

Bookmark and Share

D'Alessandro conquistou respeito e admiração dos gaúchos

22 de outubro de 2014 16

Foto: Fernando Gomes/Agência RBSFoto: Fernando Gomes/Agência RBS

D’Alessandro conquistou respeito e admiração dos gaúchos, inclusive gremistas. Não são poucos os casos em que o argentino interrompeu sua refeição com a família para deixar-se fotografar por torcedores rivais.

A sua iniciativa em promover o jogo beneficente no dia 27 de dezembro cuja arrecadação irá para entidades assistenciais revela, claramente, a sua identificação com a sociedade gaúcha.

Não me surpreenderia se D´Ale ficasse morando em Porto Alegre quando pendurar as chuteiras.

Bookmark and Share

Já imaginaram Barcos e Moreno formando o ataque do Grêmio?

22 de outubro de 2014 18

Montagem sobre fotos de Fernando Gomes e Cristiane Mattos/Estadão ConteúdoMontagem sobre fotos de Fernando Gomes e Cristiane Mattos/Estadão Conteúdo

Romildo Bolzan, presidente eleito do Grêmio, admite a possibilidade de Marcelo Moreno voltar para o Grêmio, em 2015. Não sei se Moreno deseja retornar mas estou certo de que não cabe rejeição entre os jogadores. Kleber, que seria um desafeto de Marcelo Moreno a ser superado, está no Vasco da Gama e não integrará o elenco gremista na próxima temporada.

Imaginem Barcos e Moreno formando o ataque do Grêmio. Seria possível conciliar os dois estilos? Penso que sim. E tento imaginar o número de gols que a dupla marcaria. Não seriam poucos.

Bookmark and Share

A defesa do Inter entregou o resultado

19 de outubro de 2014 43

O Inter terminará a temporada lamentando por não ter reforçado o seu sistema defensivo durante o ano. Ontem, o time de Abel dominou o Corinthians de Mano Menezes, mas acabou sendo derrotado por duas bolas altas erguidas na área colorada. Mais uma vez, a defesa do Inter entregou o resultado. O Inter teve posse de bola maior, intensidade de jogo e gana, muita gana. Não existe injustiça em futebol, mas o Inter não merecia sair de campo derrotado. Embora venha perdendo, sistematicamente, para as melhores equipes do campeonato.

Vilões
A torcida colorada deixou o Beira-Rio indicando os dois jogadores considerados responsáveis pela derrota: Paulão e Fabrício. O lateral que melhor apoia no Inter, desperdiçou pelo menos três oportunidades de marcar gol. Paulão apenas reiterou suas deficiências.

Centroavante
Nilmar jogou os 90 minutos, marcou o gol do Inter, mas o time terá de se ajustar a suas características. Nilmar não é atacante de ficar posicionado entre os zagueiros. Precisa de espaço para aproveitar a sua velocidade. É atacante para vir de trás. Nilmar, quando surgiu, era quase um ponteiro direito. Para explorar suas virtudes, Abel terá de incluí-lo no time segundo as suas qualidades.

Bookmark and Share

Inter não deve subestimar Corinthians após goleada

19 de outubro de 2014 0

A pergunta mais repetida desta semana: será que o revés sofrido pelo Corinthians diante do Atlético Mineiro trará vantagens ou complicações para o Internacional? Penso que a goleada sofrida pelos corintianos não entrará em campo no Beira-Rio, neste domingo. O resultado sofrido pelo Corinthians foi apenas sintoma que indica estar o time paulista padecendo de enfermidade. Os jogadores visitantes farão grande esforço para mostrar que o jogo em BH foi um acidente mas também carregarão para o jogo a vergonha pelo acontecido.

Resumindo: o Corinthians será apenas espelho dele próprio. Equipe alguma joga mais do que pode, mas é possível que renda menos do que lhe for possível. Pode ter acontecido em Minas Gerais. Seria grave erro de avaliação se os colorados vissem o Corinthians menor do que é em função da goleada mineira.

Luiz Zini Pires: um camisa 9 na mira do Beira-Rio

Bookmark and Share

Grêmio disputa dois jogos neste sábado

18 de outubro de 2014 1

Este será um sábado especial para a nação gremista. A partir das 9h até às 17h os associados do Grêmio escolherão o próximo presidente do clube. Às 18h30min, o time entra em campo no Estádio Serra Dourada para enfrentar o Goiás. É possível que até o momento de a bola rolar, já seja conhecido o resultado das urnas. Certo, mesmo, é que o resultado de campo não influenciará o voto de ninguém.

Leia mais opiniões de Wianey Carlet

O jogo, obviamente, é complicado mas o Grêmio já mostrou força suficiente para, pelo menos, não perder em Goiânia. E não creio que alguns metros a mais no tamanho do gramado seja suficiente para impedir que o Grêmio alcance um bom resultado. Seria bom para os gremistas se pudessem entrar na noite deste sábado celebrando duas vitórias: no campo eleitoral e no de jogo. O Grêmio, hoje, disputa dois jogos.

Grêmio não terá Rhodolfo e Giuliano para o jogo contra o Goiás

 

Bookmark and Share