Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Koff sai agora, quando sairá Felipão?

05 de março de 2015 23

Não deixo de ser tomado por melancólica sensação com a notícia que Fábio Koff está deixando o futebol do Grêmio. É verdade que o lendário dirigente vinha enfrentando muitas dificuldades, desde que assumiu a presidência do Grêmio.

Koff deve descansar e receber todas as honrarias que fez por merecer pelos inigualáveis serviços que prestou ao Grêmio.

Fábio Koff sai agora, quando sairá Felipão?

Bookmark and Share

Com três volantes, o Grêmio dominou o Gre-Nal

01 de março de 2015 30

O Inter começou jogando um futebol intenso e até se impôs ao adversário, na primeira meia hora de jogo. Depois, o Grêmio cresceu e passou a jogar no campo do Inter. Com três volantes, o Grêmio dominou o jogo e assim permaneceu até o fim do jogo.

Caminho do gol
Mais de 30 mil torcedores, gremistas e colorados, fizeram o “caminho do gol” em uma festa modelar e uma demonstração que a maioria dos torcedores cansou de tanta violência e prefere a convivência cordial com os seus adversários. Para não dizer que foi um domingo perfeito, a turma das torcidas organizadas destoou e protagonizou momentos de violência. É preciso não esquecer o valor da iniciativa. O Gre-Nal deste domingo fez história. Quem sabe servirá de modelo no país.

Banheiros
Lamentável que parcela das torcidas organizadas do Grêmio tenha vandalizado os banheiros do Beira-Rio. Tudo o que o Grêmio não precisa é arcar com depredações promovidas por sua torcida.

O melhor
Parece ser contraditório mas foi Marcelo Grohe quem foi escolhido o melhor jogador do Gre-Nal. Ele fez, pelo menos, duas espetaculares defesas. Não fosse as suas intervenções e o Grêmio teria perdido o clássico.

Giuliano
Giuliano preferia começar o Gre-Nal jogando. Mesmo assim, Luiz Felipe Scolari preferiu colocar Giuliano em campo apenas no segundo tempo. O meia-atacante movimentou-se muito mas poderia ter feito mais do que fez.

Alex
Alex foi substituído por Luque quando já não aguentava mais correr em campo. Alex é quase titular.

Bookmark and Share

Diego Aguirre deve aprender com o Felipão

20 de fevereiro de 2015 27

Luiz Felipe Scolari, em Passo fundo, escalou três volantes e deixou Douglas liberado para armar. O resultado todos viram. Douglas foi, talvez, o melhor jogador em campo.

Diego Aguirre deve aprender com o Felipão: fechar o meio-campo e dar liberdade a D’Alessandro para que este possa exercer plenamente as funções de criação.  E  não faria mal o treinador colorado se esquecesse este esquema tático com uma linha de três armadores finais. O que se vê é que todos se atrapalham voltando para tentar marcar e deixando de atacar.

Alguém precisa dizer ao Aguirre que o melhor é simplificar: 4-2-2-2 ou 4-4-2. E os laterais que tratem de marcar os adversários que jogam pelos flancos. Se não conseguem, que sejam substituídos.

Bookmark and Share

Aránguiz deve jogar mais e falar menos

20 de fevereiro de 2015 5

Se Nilton está em boa forma física, deve ser retirado do time por insuficiência técnica e excesso de lerdeza. Quanto ao Aránguiz, o chileno deve jogar mais e falar menos. Repetir que gosta de jogar como segundo volante sem ter capacidade para cumprir as tarefas desta função só tem atrapalhado o Inter.

As duas primeiras posições do meio-campo devem ser ocupadas por volantes capazes de proteger a zaga, dar cobertura aos laterais e encaminhar as saídas de jogo com um mínimo de qualidade.

Neste momento, considerando o que Nilton e Aránguiz estão jogando, os dois volantes devem ser Bertotto e Rodrigo Dourado. Quem sabe, Nico Freitas, mas este precisa ser observado.

Bookmark and Share

O time de Aguirre está mal formado

19 de fevereiro de 2015 10

Diego Aguirre só está treinando o Inter há 30 dias. É muito pouco para que se afirmem as ideias de um treinador. É possível, entretanto, que muitos 30 dias consecutivos serão incapazes de melhorar a equipe colorada tornando-a candidata a conquistar grandes títulos.

O elenco está mal formado. Nilton, trazido para proteger a defesa está se revelando um volante lento e insuficiente para cumprir as tarefas inerentes à sua função. Aránguiz não é volante, mas quanto tempo será preciso para que se descubra esta obviedade que se escarra a cada jogo?

No ataque, Nilmar ameaça ser mais uma frustração. E a defesa pode melhorar com Réver, mas as laterais seguirão sendo carentes.

Sendo assim, que treinador conseguirá consertar o Inter?

Bookmark and Share

Koff é de pedra, não se entrega

18 de fevereiro de 2015 11

Quando Fábio Koff decidiu disputar à presidência do Grêmio, pensei que esta não era uma boa ideia. A atual forma de administrar o futebol tinha mudado muito em relação aos gloriosos anos de 1980 e 90 quando Koff ganhou tudo o que disputou e se colocou com o presidente mais vitorioso da história do Grêmio.

Por mais que tivesse investido, Koff não conseguiu as vitórias que os gremistas esperavam. Encerrado o seu segundo mandato, imaginei que o lendário dirigente se afastaria do futebol e trataria de descansar, viajar, aproveitar a vida. Nada disso. Fábio Koff decidiu dirigir o departamento de futebol do Grêmio.

Se eu fosse atrevido o suficiente aconselharia Koff a ir para a casa. O estresse que o espera conduzindo o futebol do Grêmio não se recomenda nem para o pior inimigo. Mas Koff não se entrega. É de pedra.

Bookmark and Share

Mesmo gordinho, Walter é superior a todos os centroavantes do Grêmio

18 de fevereiro de 2015 5
Não existe um único centroavante no Grêmio que seja parecido, em rendimento, claro, a Walter. Este está disponível no mercado e poderia ser buscado pelo Grêmio.
O diabo é que existe muita resistência contra a incapacidade de Walter em perder peso. O centroavante, como sempre, está gordinho. Certamente não será no Grêmio ou qualquer outro clube que Walter se tornará um atleta. Entretanto, com alguns quilos a mais, ainda assim Walter é superior a todos os centroavantes disponíveis no Grêmio. Sei não. Walter faz gols, é o que interessa.
Se não conseguir num atacante melhor, não seria conveniente que o Grêmio trouxesse Walter? Mais vale um gordinho artilheiro no campo do que meia dúzia de magrelas que não fazem gols.
Bookmark and Share

Inter que joga esta noite ainda não venceu no Gauchão

17 de fevereiro de 2015 6

O Inter que joga esta noite ainda não conseguiu vencer no Gauchão. As duas vitórias obtidas até agora vieram por meio dos reservas.

Diego Aguirre mantém-se fiel a idéia de que é possível ter bom trabalho de contenção no meio-campo com Nilton, Araguiz contando, ainda, com os recuos de Ânderson e Sacha. Tenho severas dúvidas.

Aránguiz nunca demonstrou ter capacidade de desarme e o Nilton já é lento no nível do mar, imagine-se como será no altiplano. Porém, apesar destas restrições o Inter poderá vencer se jogar mais do que vem jogando. Com o rendimento mostrado no Centenário, por exemplo, será difícil.

Bookmark and Share

É preciso combater a sensação de abandono no Grêmio

17 de fevereiro de 2015 3

Não sei se Fábio Koff terá saúde e disposição para ser uma presença constante no vestiário do Grêmio. Se não for, seria mais saudável para todos se fosse indicado outro vice-presidente de futebol capaz de se impor, energicamente, no combate a apatia que está generalizada. A primeira coisa a ser combatida e debelada no Grêmio é a sensação de abandono que tomou conta dos profissionais.

A temporada recém está iniciando, é cedo para fazer qualquer projeção com relação ao futuro do Grêmio. Entretanto, é essencial que algumas mudanças aconteçam. O futebol precisa de um comando forte e o Grêmio terá que encontrar alguns reforços que qualifiquem e encorpem o time.

Se estas correções de rumo não acontecerem, será difícil evitar uma terceira queda de divisão. A torcida gremista e o próprio Grêmio devem tomar esta previsão como um sinal de alerta. Depois que o Brasileirão começar, ficará mais difícil encontrar o que falta ao time. Ah, e o comando político do Grêmio precisará contar com a união do clube. Se omitir agora será chorar mais tarde.

Bookmark and Share

Mal começou o Gauchão, e pressão já recai sobre a imprensa

10 de fevereiro de 2015 26

A expulsão de Luan foi reprovada, pelo que li e ouvi, por todos os analistas de Porto Alegre. Mas, terminado o jogo, Luiz Felipe Scolari responsabilizou a imprensa pelo erro do árbitro. Segundo seu entendimento, comentaristas consideraram que Luan bateu mais do que deveria no jogo contra o Aimoré e acabaram condicionando o árbitro do jogo contra o Avenida. O Gauchão mal começou e o Felipão já está assim? O que fará (falará) na decisão da competição?

Wianey Carlet: alguém precisa avisar o Lincoln que ele só tem 16 anos

“Vocês transformaram as minhas opiniões futebolísticas em queima do treinador. Isto é uma bobagem muito grande”. Vitório Piffero está certo. É uma grande bobagem o presidente sair criticando o esquema tático, a escalação de três atacantes e achar que não está “queimando” o treinador. Neste episódio, a bobagem não foi cometida pela imprensa.

Escrevi antes de o Gauchão começar, que este seria um campeonato de muita pressão sobre os árbitros porque Grêmio e Inter estavam determinados a conquistar o título. Enganei-me. Mal começaram os jogos e as pressões dos dois lados já caem sobre a imprensa. Ficaria bem melhor se o Felipão tratasse de treinar o Grêmio, o Piffero de administrar o Inter e os jornalistas de fazer o seu trabalho.

Leia mais opiniões de Wianey Carlet

Bookmark and Share

Grêmio vende, vende e não enche o cofre

10 de fevereiro de 2015 11

O lado perverso do desmanche que está em desenvolvimento no Grêmio é que o clube vende, vende e vende e pouco ou nenhum dinheiro vai para os seus cofres. As causas são duas: a receita obtida está servindo para pagar contas e dos valores obtidos, grande parte acabam nos bolsos de empresários e outros clubes. É o resultado de políticas mal realizadas.

Wianey Carlet: alguém precisa avisar o Lincoln que ele só tem 16 anos

Se grande parte das arrecadações dos clubes resulta da venda de jogadores, o Grêmio fica com parcela inferior ao necessário porque, quando adquire os jogadores, pedaços alentados do seu passe ficam com o próprio jogador, empresários e clubes. Assim, o Grêmio vende, vende e vende e se prolonga o processo contra o déficit.

Bookmark and Share

O meu conselho para Diego Aguirre

06 de fevereiro de 2015 10

Diego Aguirre precisa adotar uma ideia de time. E não pode demorar muito. Contra o São José, Aguirre desequilibrou a equipe economizando contenção e esbanjando ofensividade. Não é possível contar com um único desarmador e pensar que jogadores técnicos e velozes conseguirão fazer parte da composição defensiva só porque o treinador quer.

Se tivesse que dar um conselho a Diego Aguirre, diria que ele precisa começar pela defesa. E se tiver que sobrar algum figurão, que seja assim. O Inter tem um grupo qualificado de jogadores que atuam do meio para frente. Não dá para escalar todos. Aguirre precisa adotar uma ideia, reunir coragem para cortar quem sobrar. Não tem outro jeito. Time algum prescinde de equilíbrio.

Bookmark and Share

Nunca a dupla Gre-Nal respeitou tanto rivais locais

04 de fevereiro de 2015 4

Foto: montagem sobre fotos de Diego Vara e Lauro AlvesMontagem sobre fotos de Diego Vara e Lauro Alves

Diego Aguirre e Luiz Felipe Scolari fecharam os portões nos treinamentos desta terça-feira. Se estivessem se preparando para decidir o Campeonato Brasileiro, seria mais do que razoável fazer treinamentos secretos. Mas trata-se de Gauchão e os adversários serão o Aimoré e o São José. Nunca a dupla Gre-Nal respeitou tanto rivais locais.

Bookmark and Share

Anderson voltou maduro e se expressando com desenvoltura

03 de fevereiro de 2015 1

Foto: Ricrdo DuarteFoto: Ricardo Duarte

Anderson teve as palavras que a torcida colorada desejava ouvir na entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira. Disse que ainda não ganhou títulos da Libertadores, nem Brasileirão e Gauchão. E que deseja chegar Seleção Brasileira.

Na sua entrevista coletiva, não disfarçou a empolgação que está sentindo. O Anderson que deixou Porto Alegre com apenas 16 anos mal conseguia alinhar algumas palavras. Voltou maduro e se expressando com desenvoltura. Como tem apenas 26 anos, Anderson só precisa manter um comportamento profissional adequado e colocar em prática à vontade e alegria que diz estar sentindo com a sua volta.

Bookmark and Share

Expectativas

22 de janeiro de 2015 20

Este ano, vamos chegar lá. Não dá para iniciar uma temporada sem estar abastecido por robusta dose de otimismo. Durante 30 dias apenas espiei os fatos sem aprofundar reflexões. Não se devem cansar os neurônios durante férias.

Mas, uma coisa ouvi neste período que me deixou meio perplexo: os times de Inter e Grêmio estariam parecidos. Não me esclareceram se a equipe gremista estaria tão boa quanto à colorada ou esta teria piorado tanto que acabou emparelhada com o time do Felipão.

Ouvi esta avaliação que não a acato, tampouco rejeito. Seria ótimo se a primeira hipótese fosse a verdadeira.

Também assisti a um naco de debates esportivos na televisão em que os participantes cantavam as virtudes do Inter mas, imediatamente, puseram-se de orelhas em pé e lembraram que, nos últimos tempos, o Inter iniciou o ano proclamado com favorito a um grande título e o passar dos meses frustrou estas previsões.

Então, esta largada deve estar cercada de boas expectativas, mas com alguma cautela. O “engana-bobo” já vai começar, mas em seguida começará uma competição de verdade. O professor Juan Domingues escreveu nesta quarta que a deste ano será a mais difícil Libertadores da década. Será? A temporada vai começar e, mesmo que tudo seja igual, impõe a magia do futebol que tudo pareça novo, renovado. É com este espírito que estou voltando. Que venha 2015! Vamos ser campeões. Eu acredito.

Gol contra
Acredite quem quiser, eu não acreditei. O Inter destacou um funcionário para, munido de formulários, mesa e cadeiras, recepcionar colorados na Serra desejosos de associar-se ao clube. Brilhante ideia, não fosse a decisão de Diego Aguirre de fechar os portões do treinamento deixando o público colorado do lado de fora. Começou mal. As relações entre torcida e clube devem ser orientadas pelo Inter.

Mais do que isso, deve ser facilitada a aproximação dos colorados com o seu time. Por que não institucionalizam um dia da semana para treinamentos fechados, liberando a presença dos torcedores nos demais? Outra perguntinha: ainda não aprenderam que não é bom negócio entregar o comando do vestiário para o treinador? Não adianta incrementar o marketing do clube isolando-se dos clientes.

Profe Felipão
O Grêmio anunciou que faria contratações franciscanas e o professor Luiz Felipe adotou o discurso de Jesus: Vinde a mim as criancinhas. Não passa um dia sem que um novo garoto, vindo da base, seja anunciado. Como o Felipão já passou dos sessentinhas, assumiu a posição do vovozinho e os seus netinhos. Falando sério, é interessante constatar que um treinador com o currículo de Scolari esteja disposto a trabalhar com garotos. Poucas vezes se vê um treinador tão emparceirado com o seu clube. Felipão é o treinador, mas também parece ser um dos mais importantes dirigentes do Grêmio. E tudo isso graças a amizade dele com Fábio Koff. A dupla é das boas.

Fórmula
Gosto dos pontos corridos, ida e volta. Porém, não me nego a aceitar mudanças. Mesmo assim, tenho calafrios como ouço e leio pregação pela volta dos mata-matas. Querem voltar ao tempo quer mais de a metade dos clubes entrava em férias no mês de setembro?

Bookmark and Share