Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

A defesa do Inter entregou o resultado

19 de outubro de 2014 37

O Inter terminará a temporada lamentando por não ter reforçado o seu sistema defensivo durante o ano. Ontem, o time de Abel dominou o Corinthians de Mano Menezes, mas acabou sendo derrotado por duas bolas altas erguidas na área colorada. Mais uma vez, a defesa do Inter entregou o resultado. O Inter teve posse de bola maior, intensidade de jogo e gana, muita gana. Não existe injustiça em futebol, mas o Inter não merecia sair de campo derrotado. Embora venha perdendo, sistematicamente, para as melhores equipes do campeonato.

Vilões
A torcida colorada deixou o Beira-Rio indicando os dois jogadores considerados responsáveis pela derrota: Paulão e Fabrício. O lateral que melhor apoia no Inter, desperdiçou pelo menos três oportunidades de marcar gol. Paulão apenas reiterou suas deficiências.

Centroavante
Nilmar jogou os 90 minutos, marcou o gol do Inter, mas o time terá de se ajustar a suas características. Nilmar não é atacante de ficar posicionado entre os zagueiros. Precisa de espaço para aproveitar a sua velocidade. É atacante para vir de trás. Nilmar, quando surgiu, era quase um ponteiro direito. Para explorar suas virtudes, Abel terá de incluí-lo no time segundo as suas qualidades.

Bookmark and Share

Inter não deve subestimar Corinthians após goleada

19 de outubro de 2014 0

A pergunta mais repetida desta semana: será que o revés sofrido pelo Corinthians diante do Atlético Mineiro trará vantagens ou complicações para o Internacional? Penso que a goleada sofrida pelos corintianos não entrará em campo no Beira-Rio, neste domingo. O resultado sofrido pelo Corinthians foi apenas sintoma que indica estar o time paulista padecendo de enfermidade. Os jogadores visitantes farão grande esforço para mostrar que o jogo em BH foi um acidente mas também carregarão para o jogo a vergonha pelo acontecido.

Resumindo: o Corinthians será apenas espelho dele próprio. Equipe alguma joga mais do que pode, mas é possível que renda menos do que lhe for possível. Pode ter acontecido em Minas Gerais. Seria grave erro de avaliação se os colorados vissem o Corinthians menor do que é em função da goleada mineira.

Luiz Zini Pires: um camisa 9 na mira do Beira-Rio

Bookmark and Share

Grêmio disputa dois jogos neste sábado

18 de outubro de 2014 1

Este será um sábado especial para a nação gremista. A partir das 9h até às 17h os associados do Grêmio escolherão o próximo presidente do clube. Às 18h30min, o time entra em campo no Estádio Serra Dourada para enfrentar o Goiás. É possível que até o momento de a bola rolar, já seja conhecido o resultado das urnas. Certo, mesmo, é que o resultado de campo não influenciará o voto de ninguém.

Leia mais opiniões de Wianey Carlet

O jogo, obviamente, é complicado mas o Grêmio já mostrou força suficiente para, pelo menos, não perder em Goiânia. E não creio que alguns metros a mais no tamanho do gramado seja suficiente para impedir que o Grêmio alcance um bom resultado. Seria bom para os gremistas se pudessem entrar na noite deste sábado celebrando duas vitórias: no campo eleitoral e no de jogo. O Grêmio, hoje, disputa dois jogos.

Grêmio não terá Rhodolfo e Giuliano para o jogo contra o Goiás

 

Bookmark and Share

Inter precisa eliminar comportamento passivo

17 de outubro de 2014 3

Embora o Corinthians faça campanha inferior ao Inter, penso que seria razoável colocar os dois times em um mesmo patamar. Alguns quesitos, entretanto, favorecem o Inter: não se desgastou com jogo no meio da semana, terá um grande público a apoiá-lo e Nilmar estará apto e liberado para jogar grande parte da partida.

O valorizado quarteto colorado formado por Aráguiz, Alex, D´Alessandro e Nilmar estarão em campo, não é pouca coisa. O Inter pode derrotar o Corinthians mas precisará não repetir o comportamento passivo e indiferente de outros jogos. A hora é de pegar com toda a força.

Luiz Zini Pires: um camisa 9 na mira do Beira-Rio

Bookmark and Share

Trégua gremista aos árbitros

17 de outubro de 2014 10

O vestiário gremista decidiu e anunciou que cessarão os ataques aos árbitros. O time se concentrará, doravante, apenas nos jogos. Uma atitude inteligente.

Não existe vantagem alguma em colocar-se contra as arbitragens, pelo contrário. Mesmo que os apitadores neguem, o corporativismo acabaria ferindo o Grêmio, mais vezes.

Bookmark and Share

Só se caracterizará estelionato eleitoral de Koff se o negócio não for concluído

16 de outubro de 2014 8

Não posso ignorar os e-mails de gremistas que chegam interpretando o anúncio da compra da Arena pelo Grêmio como uma jogada eleitoral de Fábio Koff. É simples: a negociação só estará sacramentada quando o contrato entre Grêmio e OAS for assinado, não sem antes ser aprovado pelo Conselho Deliberativo do Grêmio.

Penso que Fábio Koff tinha duas alternativas a seguir: silenciava sobre o acerto até o fechamento formal do negócio ou anunciava agora. Obviamente, antecipar a informação traz vantagens eleitorais para o candidato de Koff. Mas, em que muda o acordo feito pelo clube e a construtora se as partes já chegaram a um acordo?

Não acredito que Fábio Koff permitiria que o chamassem de ingênuo por esconder a transação. Só se caracterizará estelionato eleitoral se o acerto não for concluído. Neste caso, caberiam puxões de orelhas em Koff. Mas, se tudo está acertado, verdadeiramente, não se percebe qualquer deslize ético no comportamento do atual presidente do Grêmio.

Mau exemplo
Quem prefere reprovar o comportamento de Fábio Koff não deve estar acompanhando o processo eleitoral que monopoliza as atenções do país. Nestas eleições, do pescoço para baixo é canela. Falta pouco para alguém ser acusado de engravidar a Virgem Maria. Se comparar-mos as duas eleições, o lance de Koff é cócega na orelha do adversário.

Bookmark and Share

Bellini não se atreverá a reprovar a compra da Arena

15 de outubro de 2014 7

Homero Bellini não se comoveu com o anúncio feito por Fábio Koff de que o Grêmio concluíra a compra da Arena.

— Foi um anúncio de nada — interpretou o pretendente oposicionista à sucessão de Koff.

Bolzan diz que Koff não iria “expor reputação” sem autorização da OAS

Tecnicamente, Bellini tem razão. Não existe documento assinado e, para valer, a negociação precisa ser aprovada pelo Conselho Deliberativo. Por outro lado, não seria razoável duvidar da palavra do maior presidente da história do Grêmio. Tampouco deve-se duvidar que a compra não seja aprovada pelos conselheiros.

Para a torcida gremista, o que importa é que o Grêmio, finalmente, tomará posse da sua casa. Para Bellini, anunciar a compra da Arena na semana que antecede as eleições do clube foi uma cartada eleitoral. Mais uma vez, o candidato da oposição não está errado. Mas onde está escrito que Fábio Koff não poderia anunciar a compra alguns dias antes das eleições? Ainda não foi revogada a sabedoria política.

Fábio Koff já deu demonstrações de que é um político fino e esperto. Vai puxar votos para o seu candidato, é claro. Mas ninguém pode desconsiderar a sua luta com a OAS para conquistar o direito de o Grêmio mandar na sua própria casa. Bellini não se atreverá a reprovar a compra da Arena. Se não quiser aplaudir Koff, acho que vaiar o presidente não pegará bem.

Bookmark and Share

Quarteto do Inter pode desequilibrar o Gre-Nal

15 de outubro de 2014 14

Não sou capaz de prever como Inter e Grêmio chegarão para o Gre-Nal. O resultado do clássico deverá indicar o time que estará produzindo melhor neste final de temporada. Penso, desde já, que medidas especiais devem ser tomadas tanto pelas autoridades encarregadas da segurança como da CBF. Melhor seria se importassem um quinteto de árbitros da Albânia que ignorassem, até mesmo, as cores de Grêmio e Inter. Tudo para evitar lágrimas.

Quem é o melhor

O primeiro critério para encontrar o melhor time entre Grêmio e Inter seria analisar as campanhas que ambos vem fazendo. O Inter, sabe o Brasil, se mantém no G-4 a quase 20 rodadas. É difícil deixar de identificar na sua performance uma superioridade sobre o Grêmio. Porém, também se chegará a mesma conclusão comparando os dois times. Penso que o Inter tem melhor qualificação por ter em sua equipe jogadores como D´Alessandro, Alex, Aránguiz e agora Nilmar. Este quarteto desequilibra em favor do Inter. Nada, porém, que signifique favoritimo para o Gre-Nal ou, até mesmo, no restante do campeonato. Mas, é uma análise comparativa que tem boa clareza de observação.

Bookmark and Share

Grêmio e Inter sabem que não serão campeões

14 de outubro de 2014 19

Perguntinha: se o Inter terminar o campeonato em quinto lugar e o Grêmio em sexto, ambos sem título e sem vaga para a Libertadores, os colorados festejarão ter chegado à frente do Grêmio? E se as posições forem invertidas com o Grêmio chegando em quinto lugar e o Inter em sexto, haverá celebrações entre os gremistas?

Como antigo morador da aldeia, só posso responder afirmativamente para os dois casos. É cultura da caboclada e, acima de tudo, o que tem restado para Grêmio e Inter que têm reiterado nos últimos tempos a incapacidade de conquistar um grande título. Trata-se de briguinha local de significado zero. Mas é o que está colocando a província em chamas. Grêmio e Inter sabem que nenhum deles será campeão e até a vaga para a Libertadores é objetivo difícil de ser alcançado. Daí o rastilho de ódio que percorre o Rio Grande amado. Como sofrem por quase nada.

Valdívia é o culpado

Se o Inter tivesse empatado o jogo contra o Fluminense, os ares da terrinha estariam mais leves. Mas Valdívia colocou álcool na fogueira ao marcar o gol da vitória que recolocou o Inter na vice-liderança do Brasileirão. Se alguém negar que este gol causou o tremendo mal estar que se identifica nas discussões e nas correspondências enviadas para as redações, chegou de uma viagem espacial ou estava hibernando há muitos anos. Quem é da taba conhece a indiada.

Bookmark and Share

Inspeção remota sobre erros de arbitragem

14 de outubro de 2014 8

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão ConteúdoFoto: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo

Já houve uma época, talvez ainda esteja acontecendo, que pessoas ligadas ao Inter ficavam em casa, diante da televisão, para cumprir uma única tarefa: avisar por telefone os dirigentes que estavam no estádio sobre erros da arbitragem. Obviamente, ninguém errava.

Acho que o fato aconteceu no jogo entre Palmeiras e Grêmio. A primeira imagem mostrando a ação de Barcos passou a clara impressão de falta violenta do centroavante gremista. Em seguida, veio a imagem de outra câmera e ficou claro que Barcos sequer tocara no adversário.

Certos dirigentes são tão eloquentes e precisos nas suas críticas que seria interessante vê-los no campo com o apito na boca. Nunca errariam, certamente.

Bookmark and Share

Ao escalar dois laterais-direitos, Felipão não pode merecer aplausos

14 de outubro de 2014 3

Foto: Ari Ferreira/Agência Lancepress!Foto: Ari Ferreira/Agência Lancepress!

Luiz Felipe Scolari, que nunca se nega a criticar os árbitros, preferiu calar qualquer resmungo contra o juiz. Preferiu considerar que o Palmeiras mereceu a vitória. É possível que estivesse fazendo uma avaliação do seu planejamento para o jogo e não tenha gostado. Escalar dois laterais-direitos não pode merecer aplausos.

Felipe Bastos está justificando que sua titularidade seja questionada. Enquanto Riveros permanece inexplicavelmente na reserva. E o Giuliano, quando descobrirão que ele não é armador?

Mudar a escalação em todos os jogos nada acrescenta, pelo contrário, o time fica cada vez menos time. Felipão está cometendo equívocos, possivelmente por não encontrar soluções.

Como me lembra Marcelo Aiquel, um ilustre gremista, Pará não pode ser considerado um exemplo. Enfim, basta olhar o Grêmio sem o embaçamento provocado pela paixão para se perceber que existem falhas que atrapalham mais que os árbitros.

Bookmark and Share

Quando descobrirão que Giuliano não é armador?

13 de outubro de 2014 21
Foto: Lauro Alves / Agência RBS

Foto: Lauro Alves / Agência RBS

Luiz Felipe Scolari, que nunca se nega a criticar os árbitros, preferiu calar qualquer resmungo contra o juiz. Preferiu considerar que o Palmeiras mereceu a vitória. É possível que estivesse fazendo uma avaliação do seu planejamento para o jogo e não tenha gostado.

Escalar dois laterais-direitos não pode merecer aplausos. Fellipe Bastos está justificando que sua titularidade seja questionada. Enquanto Riveros permanece inexplicavelmente na reserva.

E o Giuliano, quando descobrirão que ele não é armador? Mudar a escalação em todos os jogos nada acrescenta. Pelo contrário, o time fica cada vez menos time. Felipão está cometendo equívocos, possivelmente por não encontrar soluções. Como me lembra Marcelo Aiquel, um ilustre gremista, Pará não pode ser considerado um exemplo.

Enfim, basta olhar o Grêmio sem o embaçamento provocado pela paixão para se perceber que existem falhas que atrapalham mais que os árbitros.

 

Bookmark and Share

Impossível entender o que se passa com o Inter

12 de outubro de 2014 31

Foto: Marcio Cunha/EspecialFoto: Marcio Cunha/Especial

Se ao Inter faltasse dinheiro para investir no futebol, se ao clube restasse contratar jogadores de modestos recursos técnicos, tenho certeza de que a torcida se conformaria com a simplicidade do time e ainda, se fosse tocada pelo esforço e humildade do vestiário, seria integralmente solidária com os jogadores. Não é o caso do Inter. A folha de pagamentos está entre as mais caras do futebol brasileiro, jogadores que “quebram” a bola enriquecem com ganhos mensais gigantescos e não se escuta uma única admissão de responsabilidade.

Ninguém, no vestiário colorado, aceita que errou. Tem sempre uma justificativa e uma historinha meio infantiloide para explicar fracassos e vexames como o de Chapecó. Em mais de 30 anos exercendo minhas funções de jornalista esportivo, não lembro de ter convivido com tanta mediocridade e, pior, arrogância. Não pode estar satisfeito o torcedor que contribui com o clube, paga mensalidades e ingressos, vai ao estádio e é obrigado a engolir um show de ruindade.

E para completar o desgosto, ainda é obrigado a suportar declarações inaceitáveis, quando fica explícito que julgam o torcer um idiota completo, incapaz de entender o que vê. E se alguém, como este colunista, se atrever a retratar o que está exposto, ainda se submete a ouvir ofensas, xingamentos vindos de quem é responsável pelo caos. Pobre Inter.

Bookmark and Share

A dupla Gre-Nal treina bola parada?

10 de outubro de 2014 15

No Grêmio, Fellipe Bastos é o jogador indicado para cobrar faltas. No jogo contra o Sport, cobrou todas e não acertou uma única cobrança. No Inter, as bolas paradas são executadas por dois ou três jogadores. Em comum, a falta de habilidade. Já houve uma época em que times tinham na cobrança de faltas uma arma letal que resultava em boa parte dos pontos ganhos. Era comum ver, terminados os treinamentos, jogadores ensaiando cobranças até o sol começar a se por. Hoje, certamente, este tipo de treinamento anda escasso ou desapareceu. Não se pode afirmar unicamente porque os treinos são fechados. Mas, o exíguo aproveitamento indica que pouco ou nada se treina.

Bookmark and Share

Vencer é uma necessidade absoluta para o Inter

09 de outubro de 2014 17

 

Foto: DivulgaçãoFoto: Inter/Divulgação

Os colorados já viveram a expectativa de alcançar o Cruzeiro e lutar pelo título do atual Brasileirão. Este sonho já se desfez como uma bolha de sabão.

Nesta quinta-feira, o Inter entra em campo para enfrentar a Chapecoense, adversário que luta para escapar do rebaixamento. Vencer, para o Inter, é uma necessidade absoluta se quiser manter sua candidatura a uma vaga para a próxima Libertadores.

Não jogam Willians, Wellington e Aránguiz, quase todo o meio-campo. Bertotto (foto) será um dos volantes. O garoto recebe uma oportunidade nas piores circunstâncias. É a melhor receita para queimar um jovem promissor.

Bookmark and Share