Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Felipão escala o Grêmio de acordo com o adversário

28 de agosto de 2014 0

Foto: Lauro AlvesFoto: Lauro Alves

O Grêmio estreia na Copa do Brasil e ninguém sabe com segurança qual será a escalação do time.

Luiz Felipe Scolari está apresentando uma novidade em relação a ele próprio: agora o treinador escolhe os 11 jogadores de acordo com o adversário. Confesso que ainda prefiro escalações repetidas, que garantem entrosamento e maior força coletiva.

Entretanto, a prática adotada por Felipão tem cada vez mais adeptos entre os treinadores de futebol. A torcida não parece se importar.

Bookmark and Share

Quem é o melhor: Pará ou Matías Rodríguez?

27 de agosto de 2014 11

Montagem sobre fotos de Félix Zucco e Lucas Uebel/GrêmioMontagem sobre fotos de Félix Zucco e Lucas Uebel/Grêmio

Diferentemente do Felipão faceiro da Copa, o treinador do Grêmio vai acertando o time de acordo com as suas velhas convicções. Escalando três volantes, o treinador deu ao Grêmio força de contenção, fortaleza defensiva e ainda boa chegada ao ataque.

Como os volantes titulares estão impedidos de jogar, é provável que Scolari preencha as duas funções que estão abertas com os garotos Walace e Matheus Biteco. São excelentes promessas, mas sempre representam o risco de falhar pela inexperiência.

Com os dois gols que marcou domingo, Barcos saiu da lista de desprezo da torcida. Só permaneceu Pará na condição de jogador repelido pelos gremistas. Entretanto, seria interessante que se fizesse uma análise comparativa, sem preconceito, entre Pará e Matías Rodríguez. O melhor deve jogar, mas quem será, realmente, o melhor?

Bookmark and Share

Um Inter que eu não conheço

27 de agosto de 2014 4

Foto:  Alexandre_Lops/Inter, DivulgaçãoFoto:  Alexandre_Lops/Inter, Divulgação

O Inter teria dado importância secundária à Copa do Brasil e estaria repetindo o mesmo procedimento agora na Copa Sul-Americana. É o que se diz, mas não é no que acredito. Seria inaceitável falta de visão e inteligência abrir a temporada tendo quatro competições para disputar e abrir mão de duas delas. Definitivamente, houve ruído grosso nestas informações. Mas admitindo que as especulações refletissem a realidade, então seria imperioso que os responsáveis pelas decisões, dirigentes ou treinador, fossem liberados para passear longe do Beira-Rio. O Inter estaria dando uma demonstração de falta de ambição própria de um time do interior do Acre. Este Inter eu não conheço.

Preservação
Para enfrentar o Ceará, em Fortaleza, alguns titulares foram poupados por estarem, alegadamente, próximos de lesões musculares. Quando precisava se fortalecer para inverter a tendência de derrota, o Inter se fragilizou. Agora, depois de perder dois jogos seguidos pelo Brasileiro, um time misto seria escalado para enfrentar o Bahia, pela Sul-Americana, esta noite. Justificativa na qual não acredito: o Inter estaria priorizando o Brasileiro e dando de ombros à competição sul-americana. Não pode ser verdade, apenas mais uma especulação.

Os jovens
Que não existe aproveitamento efetivo dos jogadores pratas da casa, é caso que já foi percebido até pelo pipoqueiro da esquina. Não seria conveniente se os jovens fossem buscados para enfrentar o Bahia. Um novo fracasso em casa comprometeria ainda mais o desenvolvimento dos garotos. Embora os medalhões também tivessem fracassado contra o Ceará.

Preparação
Mesmo que tivesse desfrutado uma pré-temporada de bom tamanho, alguns jogadores do Inter não conseguem suportar uma sequência de jogos. São os casos de Juan, Alex e D´Alessandro. Ninguém questiona a qualidade destes profissionais, mas a idade é adversária deste trio.

Bookmark and Share

Abel Braga sempre reage mal quando é criticado

26 de agosto de 2014 16

 

Foto: Ronaldo Bernardi/Agência RBSFoto: Ronaldo Bernardi/Agência RBS

Abel Braga sempre reage mal quando é criticado. Mas como não reprovar um treinador que mantém Rafael Moura entre os titulares sem dar chance igual para Aylon, por exemplo?

É possível aplaudir um treinador que tendo à sua disposição Claudio Winck e Wellington Silva escolhe o segundo? Ou que escala Ygor e ignora outras possibilidades, como Bertotto?

É inexplicável, também, que os dirigentes do Inter endossem estas decisões. Sem falar das avaliações após os jogos que nada tem a ver com o que acontece em campo.

Bookmark and Share

A gana do Grêmio me impressionou

26 de agosto de 2014 11

Foto: Marcelo Oliveira/Agência RBSFoto: Marcelo Oliveira/Agência RBS

O que mais me impressionou no desempenho do Grêmio sobre o Corinthians foi a gana do time para defender a vitória que construíra em três minutos com os gols inesquecíveis de Barcos.

Foi, verdadeiramente, comovedor o esforço da equipe gremista. Entretanto, não me atreveria a proclamar virtudes que o Grêmio ainda não tem.

Scolari está formatando o time e acredito, mesmo, que haverá evolução na capacidade coletiva da equipe. Mas, por enquanto, a torcida pode festejar a vitória, mas esperar que Barcos repita nos próximos jogos a sua proeza de domingo é otimismo exagerado.

Bookmark and Share

Wianey Carlet: Abel insiste com fórmulas falidas

25 de agosto de 2014 32

Foto: Alexandre Lops/Inter, DivulgaçãoFoto: Alexandre Lops/Inter, Divulgação

A queda do Inter estava visível para quem enxerga além dos resultados. As cinco vitórias consecutivas cegaram torcedores e até parte da imprensa. Deste conjunto de êxitos, dois foram resultado do acaso – gol contra e frango do goleiro – e os demais alcançados contra equipes menores. Quando o Inter precisou enfrentar adversários do topo da tabela, escancarou-se a mediania da equipe. Quem se atreveu a denunciar que o brilho era falso teve que encarar a turba fanatizada. Mas o pior mesmo é a insistência de Abel Braga com fórmulas falidas.

Rafael Moura (foto)
Já recebeu todas as oportunidades, merecidas ou não, para se reabilitar. Resultado, está cada vez pior.

D’Alessandro
Nos últimos jogos tem sido figura apagada. Sua contribuição para o time está cada vez menos significativa.

Aránguiz
Desde que voltou da Copa não encontrou mais o futebol qualificado que o tornou o melhor jogador do Inter.

Wellington Silva
Ninguém consegue entender os motivos de Abel para manter Claudio Winck na\ reserva e Wellington como titular.

Alan Patrick
Era titularíssimo, baixou de rendimento, foi para a reserva e hoje é a terceira ou quarta opção da equipe.

Ygor
Limitadíssimo mas prestigiado por Abel. Bertoto surgiu como forte promessa para a posição. Assim como surgiu, sumiu.

Bookmark and Share

Wianey Carlet: uma nova chance para Rafael Moura

23 de agosto de 2014 13

Foto: Mauro VieiraFoto: Mauro Vieira/Agência RBS

Rafael Moura está sob observação. A torcida colorada reclama, vaia e pede a saída do centroavante mas Abel não ouve o clamor das arquibancadas e tampouco mexe no esquema tático que, segundo o próprio Moura, deixa-o isolado entre os zagueiros adversários.

A linha de três meias extinguiu a função de segundo atacante. Para oferecer companhia para o centroavante, Abel Braga teria que substituir um meia por outro atacante, preferencialmente rápido e de lado. Como ele não muda, o jejum de gols se mantém.

Criticado e sem gols: o que acontece com Rafael Moura?

Neste sábado, às 18h30m, o Inter enfrenta o Atlético MG, em Belo Horizonte. Repetir a derrota que sofreu para o São Paulo significaria acentuar linha descendente. E o jogo é no Estádio Independência. Uma nova chance para Rafael Moura.

Bookmark and Share

Contra o Cruzeiro, Grêmio pode ter até quatro volantes

19 de agosto de 2014 16

 

Foto: Lauro Alves/Agência RBSFoto: Lauro Alves/Agência RBS

Luiz Felipe Scolari diz que não deseja definir titulares absolutos e fará substituições de acordo com os adversários. Não é o seu estilo. Felipão sempre foi de definir uma escalação preferencial. Porém, como está iniciando o seu trabalho e a próxima tarefa será enfrentar o Cruzeiro, melhor time do Brasileiro, no Mineirão, talvez se justifique uma escalação com cuidados especiais. Talvez, até, quatro volantes. Foi o que disse Felipão.

Bookmark and Share

Desfalcado, Inter terá de cumprir verdadeira proeza contra o São Paulo

19 de agosto de 2014 6

Foto: Diego VaraFoto: Diego Vara/Agência RBS

Desde que Abel Braga deu titularidade aos volantes Willians (foto) e Wellington, o Inter só venceu e não sofreu gols. Para enfrentar o São Paulo, nesta quarta-feira,  eles estão fora. Portanto, vencer o São Paulo, mesmo que o jogo seja no Beira-Rio, exigirá do Inter cumprir verdadeira proeza.

Dúvida
Rogério Ceni anda falhando mas ainda é o respeitado capitão do São Paulo. Neste momento, com dores na coxa direita, Ceni é dúvida para o jogo desta quarta-feira. Se não jogar, será séria ausência para o São Paulo. E o Inter não terá que se preocupar com as cobranças de bola parada do goleiro.

Bookmark and Share

Atuação do Grêmio foi razoável

17 de agosto de 2014 7

Era indispensável vencer e o Grêmio venceu. A apresentação gremista não foi mais do que razoável mas não restou dúvida alguma sobre os méritos da vitória. Luiz Felipe conheceu a Arena e os gremistas tiveram o primeiro contato, em casa, com o seu treinador. Scolari não levou em conta que enfrentaria um adversário de ataque dos mais desqualificados e, mesmo assim, escalou o Grêmio com três volantes. E surpreendeu aproveitando Zé Roberto, boa atuação, na lateral esquerda. Foi uma estreia feliz de Felipão na sua nova casa.

Confira a tabela de classificação do Brasileirão

Destaques
Lucas Coelho sofreu o pênalti que resultou no primeiro gol do Grêmio e ele mesmo marcou o segundo. Foi a figura do jogo. Barcos viu a atuação do garoto entre torcedores do Grêmio. Outros destaques: Zé Roberto, que não esqueceu como se joga na lateral, e Felipe Bastos, autor de vários lançamentos de qualidade. Agora o Grêmio enfrentará, na seqüência, Cruzeiro e Corinthians. Vai com o moral reanimado.

Bookmark and Share

Vencer fora

16 de agosto de 2014 6

Se quiser disputar o título do Brasileiro o Inter terá que corrigir a tendência de só ganhar no Beira-Rio e fracassar fora de casa. Com este retrospecto, clube algum levanta a taça.

Neste sábado, 18h30min, o time de Abel Braga pisa no gramado do Serra Dourada. Historicamente, jogar em Goiânia é quase certeza de muitas dificuldades e quase sempre maus resultados. Mas, para quem chega de uma derrota e eliminação imposta pelo Ceará, trazer três pontos para Porto Alegre tornou-se mais do que uma necessidade.

O Goiás está longe de ser um adversário temível e uma vitória fará os fãs do Inter dormir na liderança do campeonato. Vencer fora, é o dever colorado deste sábado.

Bookmark and Share

Abel precisa investir nos jovens do Inter

15 de agosto de 2014 13

Abel Braga justifica todos os elogios que recebe no Rio Grande do Sul, principalmente. Porém, está um pouco lento no aproveitamento de garotos formados pelo Internacional. Não penso que deveria torná-los titulares, repentinamente. Mas, impõe-se que comece a colocá-los no time, paulatinamente. É o caso de Valdivia. Pelo que o garoto já demonstrou, o lugar de Alan Patrick deveria ser seu.

Claudio Winck já é uma realidade. Não existe melhor lateral-direito no Beira-Rio. E no ataque, Rafael Moura é titular questionável. Wellington Paulista, quando entra, empresta ao time participação e velocidade que Moura não tem mais. Mas, não deve ser esquecido o garoto Aylon que com seqüência de jogos poderá oferecer ao Inter bem mais do que Rafael Moura tem oferecido.

Bookmark and Share

A política dos clubes

15 de agosto de 2014 3

O Internacional estava esfacelado, politicamente, pela existência de vários movimentos rivais. Foi quando Fernando Carvalho ergueu a bandeira da inclusão e elegeu-se presidente do Inter. Sua primeira providência foi chamar para compor a sua diretoria, integrantes de todas as facções políticas do clube. Unido, o Inter partiu para as mais importantes conquistas da sua história. O sucesso saiu da receita política de Fernando Carvalho. Que serve, também, para o Grêmio.

Receita
O Grêmio, politicamente, está transformado em um saco de cães e gatos. Ninguém se entende, reina feroz rivalidade entre os muitos movimentos políticos do clube e o resultado é a miséria absoluta de títulos. Ainda não apareceu o Fernando Carvalho gremista capaz de unir o clube e começar uma vida nova. A receita está disponível.

Outros tempos
Ser conselheiro do Grêmio enchia de orgulho quem conseguia posição no órgão deliberativo do clube. Havia nobreza e fidalguia nas relações entre os conselheiros. Hoje, não faltam nem agressões físicas e discussões de reprovável nível. Derrotas em seqüência animalizam certas pessoas, eu sei, mas o Grêmio precisa iniciar uma depuração política começando pelo seu Conselho Deliberativo. Urge recuperar a nobreza que sempre marcou a postura dos homens que pensavam e dirigiam o Grêmio. Conselheiro não pode agir como torcedor.

Bookmark and Share

Sul-Americana e a pré-temporada

14 de agosto de 2014 19

Digamos que o Internacional conquiste o título da Copa Sul-Americana. Significará que a preparação da equipe para 2015 estará comprometida desde o início do ano. Não é crível que já tenham esquecido as dificuldades que são provocadas pela disputa de dois jogos classificatórios para a Libertadores, em janeiro.

O resultado é uma pré-temporada insatisfatória, lesões, etc. É tão nocivo participar destes jogos de início de temporada, que cabe analisar a conveniência de disputar a Copa Sul-Americana.

Bookmark and Share

Ética

14 de agosto de 2014 30

O Internacional não anunciou que perderia, voluntariamente, para o Ceará, apenas mandou uma equipe mista para o jogo desta quarta à noite, em Fortaleza. Se tivesse feito o anúncio, estaria incorrendo em grave falta de ética. Não se entra em uma competição para perder.

Regra alterada
Antes da mudança, quem disputava a Libertadores da América não era incluído entre os clubes que jogam pela Copa do Brasil. A CBF, atendendo pressão vinda de clubes gananciosos, mudou as regras e inclui na CB, a partir das oitavas, os clubes eliminados na Libertadores. Desde a primeira temporada com a mudança, já apareceu clube que forçou sua derrota na competição brasileira para ficar com a Copa Sul-Americana. Se houver bom senso, a CBF recua e resgata as regras anteriores. Precisa corrigir o erro cometido.

Receita de Carvalho (1)
O Internacional estava esfacelado, politicamente, pela existência de vários movimentos rivais. Foi quando Fernando Carvalho ergueu a bandeira da inclusão e elegeu-se presidente do Inter. Sua primeira providência foi chamar para compor a sua diretoria, integrantes de todas as facções políticas do clube. Unido, o Inter partiu para as mais importantes conquistas da sua história. O sucesso saiu da receita política de Fernando Carvalho.

Receita de Carvalho (2)
O Grêmio, politicamente, está transformado em um saco de cães e gatos. Ninguém se entende, reina feroz rivalidade entre os muitos movimentos políticos do clube e o resultado é a miséria absoluta de títulos. Ainda não apareceu o Fernando Carvalho gremista capaz de unir o clube e começar uma vida nova. A receita está disponível.

 

Bookmark and Share