Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 19 maio 2010

Brechó pela Igreja da Conceição

19 de maio de 2010 4

Por Marília Cardoso, Conselho de Blogueiros

Dia 6 de maio, 8h, Avenida Independência esquina com Rua Barros Cassal: casario antigo da Independência. Pela bela porta antiga, entravam algumas senhoras e também um padre. Do lado de fora, formava-se uma pequena fila de pessoas e, na fachada, a explicação de tudo: Brechó em Benefício das Obras da Igreja Nossa Senhora da Conceição.

Melhor entrar e ver o que está ocorrendo: senhoras parecem músicos de uma orquestra, cada uma assumindo seu lugar junto aos seus instrumentos, que roupas, sapatos, bolsas e bijuterias. É difícil decorar o nome de cada uma, mas os rostos são parecidos, pois em todos estava a devoção à Nossa Senhora da Conceição e a vontade de ajudar. A maestrina bate com a batuta, é hora de começar o concerto. O padre Inácio sabe bem a importância do momento e vem abençoar: desejou sucesso ao trabalho voluntário daquelas “meninas da terceira idade“. Começa o espetáculo.

A ideia inicial, colocada por Nadyr Alves Simoni, estava concretizada: um brechó para arrecadar fundos para contribuir com o restauro das obras da Igreja da Conceição, marco histórico na avenida e bairro Independência. Este simples evento, tão singelo, na verdade é fruto de meses de reuniões e trabalho. Nada foi obra do acaso: foram pessoas lavando, passando, selecionando, pedindo, organizando, colocando preços. Nada caiu do céu: muitas comprando ou pedindo emprestado objetos como cabides, manequins e araras para a colocação de roupas. Nada foi simples : encontrar um local para a exposição, local para armazenar peças, condução para transportá-las, seguranças. Nada foi pouco: eram necessários muitos convites, limpeza, pintura do local, disposição para caminhar e pedir doações.

Mas, enfim, acharam pessoas que estavam dispostas a ajudar, amigos , moradores do bairro, paroquianos, lojas, mas especialmente um grande amigo, o senhor Irineu do supermercado Dinapoli, que gentilmente emprestou o casario. A sinfonia chegou ao final, a plateia bate palmas, os artistas agradecem e Nossa Senhora da Conceição, abençoa a todas as senhoras que mostraram que a idade não é empecilho para ajudar. Parabéns!