Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de junho 2010

O Inanimado Re-Visto

30 de junho de 2010 6

Por Miréia Borges, Conselho de Blogueiros

Com este nome, O Inanimado Re-Visto, cheguei à Aliança Francesa, que fica na Rua Doutor Timóteo,752.
Lá encontrei algo que me deixou parada em frente a fotos, analisando o que elas queriam dizer ou o que a autora Rosa Bastos estava querendo passar para quem estava olhando.

Rosa disse que não brincou em sua arte, mas apenas deixou ver. Passei, bem calma, entre uma foto e outra. Olhei o aquário com as bonecas e percebi que a infância ficou de lado, quebrou a inocência, quebrou a fantasia e, ali, num amontoado de pedaços de bonecas, chegou o mundo adulto, o mundo real, o amontoado de cacos que ficou para trás na vida de alguém.

Com toda essa imaginação de minha cabeça, notei uma menininha olhando atenta e curiosa as bonecas dentro daquela caixa de vidro. Aproximei-me e perguntei o que ela estava achando, e ela me respondeu rapidamente que era bonito, mas muito diferente das bonecas dela. Que o que as pessoas estavam vendo ela não entendia, mas que a mãe disse que era bonito. Levantou os ombros e não me deu mais bola, rodeou várias vezes aquela caixa, sem entender que aqueles pedaços, restos de bonecas, foram a alegria de outra criança, em outro momento.

Quando Rosa falou em agradecimento ao público que estava ali prestigiando O Inanimado Re-Visto, emocionou-se e falou da partida de sua amiga Laura, que irá de muda para o México. E, assim, acredito que tenha se quebrado também a companhia de alguém muito especial para a fotógrafa Rosa Bastos.

A infância, a fantasia, o lúdico, a cumplicidade com aquele ser inanimado, mexe até mesmo com os adultos, seus sentimentos, sua saudade de um momento que não volta mais.

Foi, passou, ficou para trás. Deixou lembranças boas, mas seguiu sue curso na vida adulta.

A exposição fica aberta ao público até 16 de julho, de segunda a sexta, das 9h às 18h.

O problema do lixo no Moinhos

29 de junho de 2010 10

Por Simone Guardiola, Conselho de Blogueiros

Em 27 de outubro de 2009, fiz a primeira postagem sobre esse lixo que brinda o bairro. Em 15 de janeiro deste ano, outro post, iniciando o ano e mostrando que tudo seguia igual. As matérias foram publicadas no ZH Moinhos e, junto, o contraponto do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) e o de alguém que atribuía o pecado do lixo ao vizinho da frente, sem olhar para sua calçada. O DMLU disse que a lei previa isso, aquilo, aquele outro…

Hoje, ontem, anteontem, não importa o dia, tudo segue como antes. E amanhã? E a multa? E o respeito? E a comunidade? E a lei? Onde está tudo isso?

Quantas fotos, quantas postagens, quantas tiragens impressas serão necessárias para que a lei seja cumprida, para que a lei seja empregada pelo órgão competente? Será que sou a única moradora do bairro que se incomoda com essa imundice? Com todos esses tipos de imundice que se vê espalhadas por nossas ruas?

Não quero crer.

Não venham colocar nada sobre a reciclagem do lixo. Isso não é caso de reciclagem e sim de acondicionamento. De imundice a céu aberto.

Ah, vão dizer: no Moinhos de Vento não pode, mas aqui, no meu bairro, pode. Reclamem também! Façamos uma voz única. Porto Alegre não merece isso. Não importa o bairro, importa o cidadão.
Lugar de lixo é na lixeira para que o DMLU possa recolher adequadamente.

Vão aqui as fotos do ano passado e deste ano, imagens que em nada modificaram, pois, atualmente, tudo segue como era antes. E amanhã? Você vê isso? Fotografe, escreva e mande para moinhos@zerohora.com.br. Faça a sua parte.

Nota da Redação: Este espaço está aberto para que o DMLU se manifeste.

Região se mobiliza pelo hexa

28 de junho de 2010 0

 Às 15h30min de hoje, o Brasil volta a campo e enfrenta a Chile em mais uma partida rumo ao hexa. Na região de abrangência do ZH Moinhos, moradores e frequentadores têm se reunido em bares, restaurantes e em shoppings para torcer pela Seleção.

Como incentivo, o ZH Moinhos publica imagens da torcida na partida Brasil x Portugal, na sexta, que rendeu a classificação em primeiro lugar do grupo. Os registros foram feitos no Moinhos Shopping, no Shopping Total e no Quinta Avenida Center. Bom jogo a todos.

Tem arraial no Total

27 de junho de 2010 1

O Shopping Total promove no domingo, 27 de junho, das 18h às 21h, a 5ª edição do Arraial Total. O evento será realizado no Largo Cultural do empreendimento, com show da banda Forrozuando e fogos de artifício.

A intenção dos organizadores é proporcionar uma festa junina genuína, com direito a fogueira, banda de forró, dança da quadrilha, casamento na roça, barracas com venda de comidas típicas, quentão e pescaria. Informações: www.shoppingtotal.com.br. Em caso de chuva, o evento será cancelado.

Brechó para atividades musicais

26 de junho de 2010 0

O grupo vocal Femina Vox 25 realiza um brechó neste sábado, 26 de junho, das 10h às 18h, no Centro Cultural 25 de Julho (Germano Petersen Jr., 250). Serão vendidos roupas, calçados, bolsas, utensílios domésticos, CDs, livros, bijuterias, entre outros objetos.

A renda será destinada a atividades musicais do grupo.

Elite Fashion Tour na Sogipa

25 de junho de 2010 0

A partir das 22h de 3 de julho, no salão de festas da Sogipa (Barão de Cotegipe, 415), ocorre o Elite Fashion Tour 2010. Além de um desfile, o evento tem como atrações a Reação em Cadeia, Do You Like e Martyn. Ingressos a R$ 25 (pista) e R$ 35 (camarote), com pontos de venda nas lojas Elite do Iguatemi e do Praia de Belas. Informações: 3013-8582.

A promoção é da rádio Atlântida.

Hoje, nas bancas

24 de junho de 2010 0

A edição do ZH Moinhos que chega hoje às bancas de sua região traz, em sua matéria de capa, o ranking com as ruas e avenidas com mais acidentes nos primeiros cinco meses do ano, conforme levantamento da Empresa Pública de Tranporte e Circulação (EPTC).

O suplemento também mostra que o Viva o Centro a Pé visita pontos turísticos do Moinhos neste sábado, 26 de junho.

Em O Nome, a história do coronel Emílio Neme, dono do Casarão Azul Antiguidades, que funcionava desde 1966 e fechou as portas no sábado. Amigo de Brizola, Neme participou ativamente da Campanha da Legalidade.

Na seção Blog do ZH Moinhos, o texto de Marília Costa Cardoso sobre as possíveis mudanças na Santo Antônio e Garibaldi e, também, o show realizado no terraço de um edifício da Doutor Timóteo, descrito por Lu Kolesny.

Na página 10, a leitora Rúbia Correia relata sobre o trabalho da escola infantil Cinco Estrelinhas, que ensina seus alunos sobre responsabilidade ambiental.

Em Gastronomia, uma opção de culinária tailandesa no Rio Branco.

Viva o Centro a Pé vai ao Moinhos

23 de junho de 2010 0

Neste sábado, 26 de junho, o Viva o Centro a Pé irá ao Moinhos de Vento, com saída às 10h, do Caminho dos Antiquários, na Rua Demétrio Ribeiro, em frente à Praça Daltro Filho. Um ônibus da Carris levará os participantes até a Praça Júlio de Castilhos, seguindo pelo Jardim Cristofel e Estação de Água Moinhos de Vento, com visitação interna.

O passeio deve durar aproximadamente duas horas. O roteiro inclui as ruas Fernando Gomes, Barão de Santo Ângelo, Hilário Ribeiro, Luciana de Abreu e Santo Inácio. O encerramento será na Praça Maurício Cardoso, de onde o ônibus irá  retornar ao Caminho dos Antiquários. Em caso de chuva, o passeio será transferido para o sábado seguinte.

Para participar, basta efetuar a inscrição pelo e-mail vivaocentroape@gmail.com  ou pelo telefone 3333-1873. O ingresso  é um quilo de feijão, lentilha, arroz ou uma lata de óleo de cozinha. As doações serão encaminhadas a instituições beneficentes de Porto Alegre. Haverá caixas de recolhimento no ponto de saída.

O passeio será orientado pelo arquiteto Silvio Belmonte de Abreu Filho. As caminhadas do Viva o Centro a Pé são realizadas duas vezes por mês, sempre aos sábados, orientadas por professores especialistas em história ou arquitetura. A promoção é das secretarias do Planejamento Municipal (SPM), da Cultura (SMC) e de Turismo (SMTUR), do Programa Viva o Centro e do Gabinete da Primeira-dama, com apoio da Carris. Informações: www.portoalegre.rs.gov.br/vivaocentro

Imagem do inverno

22 de junho de 2010 2

Por Úrsula Petrilli Dutra, Conselho de Blogueiros

Para manter a tradição de postar imagens do bairro na troca das estações, faço homenagem ao inverno, que começou às 08h28min de 21 de junho.

Ao meio-dia da segunda-feira, o termômetro da Independência, próximo à Praça Júlio de Castilhos, marcava 11ºC. Um belo dia típico da estação, com temperaturas baixas e o sol batendo entre as árvores.

Que venha o inverno, com dias bonitos como o primeiro.

Mudanças na Garibaldi e na Santo Antônio?

21 de junho de 2010 17

Por Marília Costa Cardoso, Conselho de Blogueiros

Passando pela Osvaldo Aranha, fui surpreendida com o canteiro central cortado na altura da Rua Santo Antônio. Ao me comunicar com algumas pessoas, fiquei sabendo o que está havendo: para a reforma no Túnel da Conceição, que começa nos próximos meses, as ruas Garibaldi e Santo Antônio terão a mão invertida. A Avenida Setembrina, que passa junto ao Instituto de Educação, terá ligação com a Garibaldi, e a Ramiro Barcelos será aberta na altura da Protásio Alves.

Algumas perguntas ficam no ar:

A Garibaldi é a única rua que vem desde a rodoviária e, se trocada a mão desta via, qual será o caminho para sair da rodoviária, já que a Rua Santo Antônio termina na Farrapos, portanto não vai até a estação de ônibus?

E mais, aberta em direção a Garibaldi,  a Avenida Setembrina vai mandar mais alguns carros para a Independência.

Como a Cristóvão Colombo só tem mão para o Centro, estes carros que vêm pela Setembrina terão que optar ou pela Independência ou ir até a Farrapos (as duas vias congestionadas nos mesmos horários) .

E a André Puente e Gonçalo de Carvalho vão “mandar” mais veículos em direção à Rua Santo Antônio e, logicamente, para a Avenida Independência?

O Shopping Total: mais carros pela Santo Antônio?

E a famosa abertura da Rua Tiradentes em direção à Rua Ramiro Barcelos?

Vai ser colocada uma sinaleira neste cruzamento? Com todo aquele declive na Ramiro, os carros vão parar?

E abrindo junto à Protásio , mais carros pela Ramiro?

E tem mais os carros que vêm da Rua 24 de Outubro, que também vão ter que descer pela Ramiro. Estas trocas vão amenizar os congestionamentos?

Agora, não seria hora de pensar em reorganizar o estacionamento nas ruas centrais de Porto Alegre e adjacências, colocando horários (bem fiscalizados) para tráfego de caminhões, distribuição de bebidas e mercadorias e recolhimento de lixo, que não coincidissem com os horários de grande fluxo de veículos?

Vamos aguardar e ver.

Nota da Redação: este espaço está aberto para que a EPTC e demais órgãos da prefeitura possam se manifestar sobre as alterações.

Inglês para o Moinhos ver

20 de junho de 2010 0

Por Norah Dietrich, Conselho de Blogueiros

A serenidade e a descontração que a acompanham acabam por amenizar a figura de autora bem sucedida de livros para o ensino de inglês como língua estrangeira.
Aliás, se você estuda inglês, aproveite para dar uma espiada na capa do livro e verificar se não é o nome dela que se encontra por lá.

Joan Saslow vive em Chappaqua, Nova Iorque. Mas as viagens pelo mundo, divulgando seu trabalho ou participando de eventos acadêmicos, são constantes. Há alguns dias, esteve no Moinhos e se encantou com o bairro. Chamou sua atenção a peculiar disposição das mesinhas e cadeiras pelas calçadas e o menu do bistrô em que almoçamos. A salada de quinua, por exemplo, fez sucesso e até mereceu repetição.

Acabei por descobrir vários detalhes de sua vida pessoal e profissional. Inclusive, a informação de que Bill e Hillary Clinton também possuem residência em Chappaqua.

Parabéns, Mireinha!

18 de junho de 2010 5

Por Lu Kolesny, Conselho de Blogueiros

Em julho deste ano, completarei dois anos de colaboração para o Blog do ZH Moinhos e para o caderno. Muitas correrias, muitos posts, uns mais aprimorados, outros mais sucintos. Mas acho que estou conseguindo realizar meu propósito e me sinto gratificada quando as pessoas me dizem que estou escrevendo bem. Fico muito feliz com isso.

Bom, o que eu queria contar mesmo é que, neste período, tive a oportunidade fazer novos amigos na Zero Hora e com colegas blogueiros. Mas a amiga destaque deste post é a Miréia, que esteve de aniversário recentemente.

Tive a honra de participar desta comemoração e, como ela é muito festeira, combinei com outros amigos particulares dela de presenteá-la com uma apresentação do meu amigo Matheus Madri, que nos prestigiou com sua bela voz, com duas horas de show. Digamos assim, um showzinho particular, bem ao estilo de Mireinha, como é conhecida em família, pois sua mãe também se chama Miréia. Não preciso dizer que a mulher era um sorriso só. Também pude constatar de onde vem tanta disposição. Conheci seu pai, o senhor Juvêncio, 78 anos, um exímio dançarino que ajudou a abrilhantar a noite. Mas o que mais chama atenção nesta nova amiga é a sua disposição de ajudar as pessoas. No Natal de 2009, pude ajudá-la a arrecadar brinquedos para crianças do Hospital da Criança Santo Antônio. Recentemente, foi a campanha para ajudar a Isadora, com a cadeira de rodas e, por último, a campanha para conseguir um videogame para crianças do mesmo hospital. Seu maior presente, no dia do seu aniversário, foi ter conseguido, com nosso colega blogueiro Mariano, o equipamento. Teve uma frase dita por ela que me marcou muito: “Minha religião é ajudar as pessoas”.

Mireinha, continua sendo esta pessoa especial que és, com este belo coração e que possas ajudar muitas e muitas pessoas no decorrer da tua vida! Parabéns, mulher madura, guerreira, mãe, esposa, filha e amiga.

O moderno e o antigo juntos

17 de junho de 2010 1

A edição do ZH Moinhos desta quinta-feira traz, em sua capa, uma matéria sobre empreendimentos novos que mantiveram casas antigas em suas áreas. Aqui no blog, você pode conferir outros três exemplos, não publicados no caderno. Para identificar os endereços, basta passar o mouse sobre as fotos.

A região tem pelo menos seis empreendimentos que mantiveram casas antigas. Os prédios nesse tipo de construção são inventariados, o que significa que precisam ser preservados mesmo que não sejam tombados como patrimônio histórico.

Diretora da Equipe de Patrimônio Histórico e Cultural (Epahc), Débora Magalhães da Costa explica que a nova construção precisa manter uma distância da original, definida a cada caso, podendo haver ligação entre as duas. Dois novos projetos foram aprovados pelo Epahc, um na Ramiro Barcelos e outro na Doutor Vale. Responsável pelo projeto de um prédio na Quintino Bocaiúva, que preservou uma das poucas casas ao estilo tudor que restavam na cidade, o arquiteto Mario Englert afirma que é preciso um terreno que apresente condições ideais para esse tipo de iniciativa – principalmente para que o investidor possa esgotar o índice de construção mantendo a casa antiga:

– Esse prédio foi construído em 1987. As casas ao estilo tudor não são antiguidades, elas são curiosas. Como era uma casa clássica e tinha uma vegetação muito importante na parte da frente, achamos melhor usá-la como cenário. Ela protege

os apartamentos em termos de ruído.

Ex-diretor da construtora Marsiaj Oliveira, citada pelo leitor, Paulo Annibal Beck Oliveira conta que a empresa fez dois empreendimentos desse tipo, ambos na Independência:

Sempre pensamos em preservar a história, principalmente meu pai (o fundador da construtora, Paulo Marsiaj de Oliveira).

Hoje, nas bancas

17 de junho de 2010 0

A reportagem de capa do ZH Moinhos que chega às bancas hoje mostra que prédios antigos e modernos podem conviver de forma harmoniosa. Há pelo menos seis empreendimentos que preservaram casarões em suas áreas na região.

Em texto enviado pela leitora Angélica M. Hartmann, a grande confusão causada pelo sino da Igreja Auxiliadora, e uma bela homenagem ao padre Máximo, que está à frente da paróquia há 52 anos.

O caderno aborda, também, a polêmica derrubada dos jacarandás da Rua Pelotas.

Na seção Conheça Seu Vizinho, o cirurgião plástico mineiro Carlos Renato Martins Kuyven, que vive no Moinhos há dois anos.

Torcedores fervorosos do Moinhos

16 de junho de 2010 0

Por Miréia Borges, Conselho de Blogueiros

Estava correndo para chegar em casa, quando deparei com duas pessoas maravilhosas, prontas para acompanhar o jogo do Brasil, ontem. Em pleno Moinhos Shopping, estavam o gentleman Luciano Florence e Tita, a rigor, para torcer pelo Brasil.

O Moinhos é show! Cafés enfeitados esperando os clientes, e as pessoas muito otimistas. Parabéns ao Hugo Beathy por ter esses funcionários torcedores do Brasil.