Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de março 2011

O Juvenil e a participação da mulher

31 de março de 2011 0

A reportagem de capa do ZH Moinhos de hoje apresenta o projeto Vivendo o Juvenil, que promove hoje uma palestra gratuita sobre a presença da mulher na história da Associação Leopoldina Juvenil (ALJ). O assunto foi sugerido pela leitora Maryur Tedesco Silber durante o Café ZH realizado em 17 de março.

Na página 2, as reclamações da Associação Moinhos Vive, relativas ao uso irregular de calçadas do Moinhos de Vento por parte de bares e restaurantes. Nas páginas 4 e 5, as ideias dos leitores para melhorar o trânsito na região e, na seção Em Foco, a Avenida Goethe inundada.

Em O Nome, você confere a história da organista Anne Schneider, que completa 25 anos de carreira em abril.


Brotou vida no arranha-céu

30 de março de 2011 0

Por Miréia Borges, Conselho de Blogueiros

Olhando sem interesse para o céu, para identificar um resquício de chuva, pois o calor estava insuportável, deparei com uma cena inusitada. Um pequeno galho verde com suas folhas tremulando com o vento escasso do momento.

É estranha essa imagem de um espigão de vidro, tomando espaço do céu azul, e uma planta viva teimando em tomar um espacinho na paisagem.

Quando esse prédio foi construído, houve muitas manifestações, que não deram em nada. Com suas janelas de vidro espelhado, é como se fosse um espião a nossa volta. Eles tudo enxergam, e nós nada vemos, a não ser sua prepotência em meio ao céu.

Sei que alguém, alguma pessoa sensível, colocou aquele vaso ali, com aquela planta que se enverga, como se pedisse licença para a natureza para estar ali. Parabéns a quem pensou um pouquinho na natureza urbana.


Foto arquivo pessoal


Hora do Planeta no Rio Branco

29 de março de 2011 1

Por Úrsula Petrilli Dutra, Conselho de Blogueiros

No sábado, 26 de março, das 20h30min às 21h30min, foi realizada a Hora do Planeta.

É um ato simbólico, com o apagar das luzes por 60 minutos,  realizado em diversos países. Governos, empresas e população se mobilizam para que possamos viver um mundo melhor. A preocupação é com o aquecimento global.

Aos poucos, Porto Alegre também está conhecendo e aderindo ao movimento. Em meio a um jantar familiar, no bairro Rio Branco, foi lembrado por minha irmã que às 20h30minria a Hora do Planeta. Corremos e improvisamos algumas velas, desligamos a televisão e jantamos à luz de velas.

No início, foi um pouco difícil se habituar. Lembramos que também tínhamos desligar o ventilador. Houve um pouco de resistência, mas foi um bom momento para refletirmos e conversarmos sobre as mudanças climáticas e os últimos acontecimentos do planeta. Acredito que outras famílias da região também tenham feito o mesmo.

É isso aí, já está mais do que na hora de pararmos e pensarmos no planeta, pois ele já vem nos chamando a atenção há um bom tempo…

 Foto: arquivo pessoal

Susto no Moinhos

28 de março de 2011 1

Por Norah Dietrich, Conselho de Blogueiros

Como em todos os domingos, fui almoçar com minha família no Moinhos Shopping, no dia 27 de março. Quando chegamos, o shopping estava vazio, e conseguimos estacionar logo nas primeiras vagas do primeiro andar.

Já na praça de alimentação, degustando nossas refeições, escutamos repetidas vezes um barulho estranho, como bandejas metálicas batendo com força. Eram os extintores do Macarroni tentando conter as chamas que se formavam dentro do restaurante. As pessoas que a essa altura já eram muitas olhavam em pânico, em direção ao local e aos esforços das pessoas que, com extintores em mãos, tentavam minimizar o princípio de incêndio.

Foi nesse momento que nos chegou o aviso de que a praça de alimentação deveria ser evacuada. A movimentação foi intensa e desesperada. Já havia muita fumaça e cheiro de queimado pelo local. Deixamos nossos pratos pela metade e corremos em direção à escada rolante. Meu filho, de quatro anos, observando a angústia de todos, começou a chorar.

Éramos parados esporadicamente pelos visitantes do shopping, perguntando se a informação do incêndio era verdadeira. Chegamos rapidamente ao carro. Por sorte estávamos no primeiro andar e a saída não estava longe. As pessoas buzinavam, na ânsia de saírem ilesas do local. O estacionamento obviamente não foi cobrado, mas havia trânsito na rua e, mesmo estando entre os primeiros a se evadirem do local, a saída não foi nada tranquila.

Até esse momento, pasmem, não havia ainda bombeiros no local. Isso me fez refletir: onde estavam os bombeiros que ainda não haviam chegado? Ficamos ainda algum tempo observando as redondezas e nada de sirene anunciando sua chegada. Como seria, se o evento fosse de grandes proporções?

Esclarecimento do Moinhos Shopping sobre incêndio na loja Macaronni:


O Moinhos Shopping esclarece que ocorreu um pequeno incêndio na loja Macaronni, localizada na Praça de Alimentação, no terceiro andar, às 12h35min deste domingo, dia 27 de março. A rede de sprinklers entrou em funcionamento e a equipe de bombeiros do shopping acionou a rede de hidrantes (mangueiras), conforme procedimento. Quando o Corpo de Bombeiros chegou, tudo estava resolvido, já que o fogo foi apagado com rapidez. O Moinhos Shopping informa que não houve feridos.



Ioga e atividades de saúde no Parcão

27 de março de 2011 0

O Hospital Moinhos de Vento promove atividades gratuitas no Parque Moinhos de Vento (Parcão) hoje, 27 de março. Das 9h às 13h, no Boulevard Hospital Moinhos de Vento e Zaffari ,serão repassadas dicas de nutrição e haverá medição de pressão arterial e circunferência abdominal.

Também será montado no local um chimarródromo. Já das 10h30min às 11h30min, haverá aula de ioga gratuita. O projeto completa 21 anos.

Em caso de chuva, o evento será transferido para o domingo seguinte. Informações pelo site: www.hospitalmoinhos.org.br

Deixe seu comentário no blog

26 de março de 2011 1

Por Simone Guardiola, Conselho de Blogueiros

Desde o ano passado, eu sentia falta de comentários para as postagens do blog do ZH Moinhos. Em princípio, achei que nossas postagens não eram interessantes. Parecia que estávamos falando para ninguém. Então, passei a pensar que não estávamos encontrando o foco da comunidade. O ano transcorreu e nada…

Como assim? Ninguém com foco na comunidade? Com o passar do tempo, percebi que era preciso ter um cadastro. Quem era assinante de Zero Hora e tinha, já estava pronto para ler e comentar online. Mas quem não tinha? Fiquei quieta por muitos meses, até expor minha opinião. Vocês podem não saber, mas temos como conselheiras as jornalistas que são responsáveis pelas edições. Falando com elas, recebi a informação que era uma decisão editorial, onde todas as publicações de Zero Hora deveriam ser assim. Após a conversa, recebi um e-mail dizendo que isso mudou!

Agora, o blog é livre. Assim, você, da comunidade dos bairros, que não assina mas que acompanha nossas postagens, pode opinar livremente. Faça isso! Venha! Dê sua opinião! Com certeza, poderemos somar para melhor resolver o que nos é importante.

Dê sua opinião aqui, no blog do ZH Moinhos. Você é importante para nós.


Alarme incômodo

25 de março de 2011 0

P or Lu Kolesny, Conselho de Blogueiros

Em fevereiro deste ano, passei por duas situações de alarmes, em prédios ao lado do meu condomínio, que soavam sem parar.

Considero muito desagradável esta situação, pois não há respeito com o cidadão que quer chegar em casa e descansar, mas não pode pegar no sono porque um alarme não para soar.

Primeiro, foi um prédio, onde só há salas comerciais. O alarme tocou por todo final de semana. Ficamos, digamos, sem pai nem mãe, pois não tínhamos a quem recorrer. A empresa que faz a segurança do prédio dizia que o problema era da cerca elétrica e que não era nada com eles. Por o prédio estar totalmente fechado, não havia ninguém que pudesse ajudar.

Depois, um alarme de um banco disparou à tardinha e foi parar apenas no outro dia pela manhã. Quando o alarme do banco soou, várias viaturas da Brigada Militar apareceram. Como não era nada, deram meia volta e foram embora, mas o alarme continuou a tocar.

Liguei para a Brigada Militar, pelo 190, e a atendente me disse que o procedimento era de o pessoal ir até o local para averiguar o que estaria acontecendo. Como não houve nada, eles iriam embora. Aí, perguntei para ela qual era o procedimento, se acionavam o gerente do banco ou a empresa responsável pelo alarme. A atende me disse que já havia me explicado o procedimento, e eu desliguei o telefone.

Sei que existe uma lei municipal sobre o assunto, mas a quem recorrer em plena madrugada ou num final de semana, onde ninguém está aí para o problema dos outros?



E os buracos voltaram

24 de março de 2011 1

Por Mariano Christini

Sábado, dia19 de março, caminhando na Rua 24 de Outubro, percebi que o buraco em frente à Igreja Auxiliadora voltou.
É uma cratera de profundidade e tamanho respeitáveis. Já estava sinalizada com cavaletes, devido ao alto trânsito da via.

Quando passei no mesmo local, no domingo, o cavalete havia sido destruído, certamente por um automóvel, visto a marca de pneus no asfalto.

Na segunda-feira pela manhã, já enfrentei um trânsito mais lento naquele local, onde haviam colocado mais cavaletes em toda a volta, perdendo uma pista do trânsito.

O que vejo é que não estamos em época de chuvas e o buraco, sobre o qual eu já havia escrito, ressurgiu. Imaginem quando começar a chover.


O Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) havia programado o conserto para a manhã de hoje, 24, mas o serviço foi adiado em razão da chuva. 

Trânsito e café no ZH Moinhos de hoje

24 de março de 2011 0

O ZH Moinhos de hoje foi produzido a partir de sugestões apresentadas por leitores no Café ZH da quinta-feira passada. Na capa, o problema mais citado por quem participou do evento: trânsito.

Na página 2, fotos feitas por Cecília Boff. Ela foi até o Z Café da Padre Chagas e entregou as imagens nas mãos da equipe que faz o caderno. Na página 4,  parte das pessoas que passaram por lá e, na seção Gastronomia, a receita de suco de morango sugerida por Theophilo Paim.

Os interesses de associações de bairros estão na página 6 da edição e, na 8, a história da egípcia Ketty Nahoum.

Por um trânsito melhor

23 de março de 2011 0

Por Mariano Christini, Conselho de Blogueiros

Com o final do período de férias escolares e o retorno ao trabalho, março vem se caracterizando como um mês de engarrafamentos em Porto Alegre.

Não diferente disso, a região abrangida pelo ZH Moinhos está com grande fluxo de carros.  Devemos, na minha opinião, encontrar horários mais flexíveis: sair 10 minutos antes ou esperar passar o pico dos horários que mais sabidamente há uma tranqueira geral.

Outra coisa: precisamos ter mais paciência e respeito no trânsito, não trancar cruzamentos, não parar sobre faixas de segurança etc, sem esquecer que os pedestres também devem respeitar o trânsito.

Vamos lá pessoal, todos ajudando a nos locomovermos melhor, com o mínimo de engarrafamentos.

A qualidade de vida agradece.

Para interagir

22 de março de 2011 0

 

Por Miréia Borges, Conselho de Blogueiros

Na quarta-feira, passei em frente ao Moinhos Shopping e vi um cenário montado. Pessoas passando e admirando, tirando fotos, comentando.

Entrei e perguntei qual o objetivo daquela estrutura toda colorida, com cadeira, casa, cerca. Foi me dito que era o Mobiliário Urbano, para interagir com o público, instigar e inseri-lo dentro do contexto do shopping. Interessante!

Quando saí, havia muitas pessoas interagindo com o mobiliário e tirando fotos, rindo, conversando umas com as outras sobre algo diferente que estava ali para elas. Vale a pena dar uma espiadela. Você pode tirar uma foto sua no painel, digitar seu endereço eletrônico, e a foto é enviada para você como lembrança desse momento.


Anoitece, e o Café ZH se despede

17 de março de 2011 0

Mais um dia de Café ZH se encerra. O advogado Raul Agostini, 77 anos, presidente do Movimento Moinhos Vive, foi a última visita que a equipe dos cadernos de bairros recebeu nesta quinta, no Z Café. Segundo ele, as reuniões da entidade têm sido muito proveitosas, em encontros realizados toda segunda-feira à noite, mesmo nas férias.

- Será um ano de cobrança. Nós estamos na maré crescente na busca da preservação ambiental, até porque hoje há uma conscientização muito maior do que há oito anos, quando o Moinhos Vive foi criado – afirmou Agostini.

No mês que vem, vamos nos encontrar na região de cobertura do ZH Bela Vista. Até lá.

St. Patrick's Day na Padre Chagas

17 de março de 2011 0

Hoje é Dia de São Patrício, um dia dedicado a beber muita cerveja, tradição iniciada na Irlanda. Mas claro que a Padre Chagas, a rua mais badalada de Porto Alegre, não poderia ficar de fora. Esta é a fila para entrar na Dublin, disputado bar do Moinhos. O legal é que o pessoal se veste de verde para festejar. Aqui do Café ZH vemos que a rua está monocolor hoje.

As 28 fotos da dona Cecília

17 de março de 2011 0

A designer de interiores Cecília Boff, 68 anos, esteve no Z Café para mostrar à equipe do ZH Moinhos 28 fotos tiradas da janela do seu apartamento na Rua Felicíssimo de Azevedo, para a seção “O bairro da minha janela”. Uma foto mais bela que a outra, em diferentes horários, com pôr do sol, com névoa, com um dia ensolarado etc. Além disso, ela nos entregou um texto escrito a mão, que será publicado em uma das próximas edições do caderno.

Atenção, moradores da Independência

17 de março de 2011 0

O presidente da Associação dos Moradores do Bairro Indepedência (Amabi) passou pelo Z Café e avisou que a primeira reunião da entidade, neste ano, está marcada. Diônio Kotz informou que o encontro será no Colégio Rosário, no dia 30, às 19h30min. A comunidade está convidada a participar, para discutir questões sobre o bairro, como a revitalização da Avenida Independência e o restauro da Igreja Nossa Senhora da Conceição.