Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de agosto 2011

Mistério envolve sumiço de patos no Parcão

24 de agosto de 2011 1



Os frequentadores do Parque Moinhos de Vento foram surpreendidos, essa manhã, com a ausência da metade dos patos do lago do parque. Seis, dos doze animais, sumiram essa noite, de acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam), responsável pela administração do Parcão.

A contagem dos patos foi feita pela manhã pelos funcionários que cuidam do local. Ainda não há pistas de como os animais sumiram e será feito um boletim de ocorrência policial para registrar o sumiço. De acordo com Mauro Gomes de Moura, supervisor de praças, parques e jardins da Smam, houve um evento semelhante há dois anos atrás, quando foram roubados cinco patos.

_ O que imaginamos é que alguém tenha pego os animais para alimentação. Durante a noite, a Guarda Municipal passa duas vezes por ali, no mínimo, além da Brigada Militar, que patrulha a área, mas como é dentro do parque, se alguém realmente quiser pegar um pato, vai pegar, é difícil evitar _ explica Moura.

O supervisor explica, ainda, que a responsabilidade por colocar animais nos parques, bem como manter e zelar pela saúde e bem estar das espécies não é incumbência da secretaria.

_ Os parques e praças, por sua natureza de um local aberto à livre circulação de pessoas, não é proprício para a colocação de animais, então a Smam não tem essa prática. A própria população coloca peixes, patos, marrecos, gatos, cachorros, nos parques. Esses se reproduzem e acabam criando pequenas populações nos locais. Por estarem diariamente nos parques, os funcionários acabam monitorando o dia a dia desses animais, mas não são responsáveis por eles _ enfatiza.

Na sua opinião, o que houve com os animais? Participe!

Um dos primeiros cafés do Moinhos de Vento

18 de agosto de 2011 2


Por Miréia Borges, Conselho de Blogueiros
Fui convidada por um amigo morador e apaixonado pelo bairro Moinhos de Vento, Andres Rodriguez, a conhecer um dos primeiros cafés do bairro, inaugurado em 1992 na Florêncio Ygartua _ dentro da Galeria Florêncio Ygartua.
Ir a cafés para conversar ou para participar de reuniões não era febre por aqui e nem por Porto Alegre, mas o Café Correto já abria suas portas e recebia um público fiel.
Ao conhecer seu Waldyr Antonio Beuren, uma pessoa simpática e muito culta, percebi que ali estava um excelente espaço.
Ao entrar ouvi um jazz tocando, o que me cativou.
Waldyr, como quer ser chamado, tem um carinho muito grande pelo seu café. “Cuido muito o que ofereço para os clientes, pois a boa impressão é o que o faz voltar sempre”, diz ele.
Todo orgulhoso, conta que, em seu café, senta-se frequentemente o governador Tarso Genro, Falcão e outras personalidades do nosso Estado e da cidade. O local também é frequentado por empresários e profissionais liberais dos arredores, mas seu público fiel são as senhoras, que se reúnem para passar momentos agradáveis conversando sobre netos, ou suas atividades.
No interior do café, os detalhes são lindos. No banheiro tem um quadro intitulado “A Gorda”, muito lindo, e um lustre todo feito de garrafinhas de refrigerante.
As tortas são feitas com exclusividade para o Café Correto, por uma senhora alemã, que faz um apfelstrudel muito delicioso.
O senhor Gastão Mostardeiro se reúne com familiares aos sábados no local, o que enche Waldyr de orgulho, pois seu café, desde que iniciou, foi sempre frequentado por Gastão.
Eu fiquei encantada com as delícias e com o aconchego do Café Correto e recomendo à comunidade a dar uma passadinha para conhecer o Waldyr e conversar um pouquinho. Ele tem muito a  ensinar.



Prevenindo acidentes

17 de agosto de 2011 0

Vai estar no Parcão neste sábado?

Então temos uma novidade.
O Centro de Informação Toxicológica (CIT-RS) terá um estante à disposição da comunidade (sábado, das 10h às 17h) para informações, educação e esclarecimentos sobre prevenção de acidentes tóxicos domésticos, especialmente envolvendo crianças.
Além disso, estão programados jogos infantis, brincadeiras e distribuição de panfletos para orientar adultos e crianças a evitar acidentes e, também, o que fazer quando eles ocorrem.
Nesse dia, o CIT também vai expor animais peçonhentos (serpentes e aranhas, por exemplo) com informações sobre identificação, cuidados e procedimentos em caso de picadas.



Encontro sobre obesidade

12 de agosto de 2011 0

Na próxima quarta-feira, ocorre mais uma reunião do grupo de obesidade mórbida do Hospital Moinhos de Vento. O encontro será às 19h no auditório do Centro de Oncologia, segundo  andar.

Organizado pelo Grupo de Cirurgia Bariátrica e Metabólica do Hospital Moinhos de Vento, o evento reunirá especialistas de diferentes áreas com o objetivo de orientar pacientes e interessados sobre os detalhes da cirurgia bariátrica, suas indicações, contraindicações e demais informações.

Informações adicionais e inscrições para a reunião pelo telefone (51) 3314-2857 ou pelo e-mail obesidade@hmv.org.br. A entrada é franca.

Um quartel na Avenida Independência

11 de agosto de 2011 0

No ZH Moinhos de hoje, você confere lembranças de um tempo que a Avenida Independência sediou um QG da Aeronáutica. No Em Foco, a contribuição do leitor Jorge Paulo Silva, que enviou à reportagem a foto de um detalhe do Shopping Total.

Em Conheça seu Vizinho, o argentino Carlos Hernán Binaghi, gerente-geral do Sheraton. Na página 6, o relato de uma leitora sobre imprudência na Ramio Barcelos e, na 10, a visão de Luiza Bortolini sobre a Praça Doutor Maurício Cardoso.

Em O Nome, Myonghee Park Germano, uma coreana com os pés na região.

Dois dias de trégua

09 de agosto de 2011 1

Fotos arquivo pessoal

Por Miréia Borges, Conselho de Blogueiros

Que julho foi um mês de muita água jorrada do céu em nossas cabeças, em nossas ruas, isso é fato. Que agosto começou com chuva, também é fato.

Mas, dois dias de trégua que a natureza nos proporcionou foram maravilhosos, porque pudemos repor nossas energias e termos certeza que o sol ainda existe.

Registrei as árvores no Parcão, pois não me contive com a tristeza que percebi nos galhos de algumas, descarnados de folhas e flores. Outras com folhas querendo dizer adeus e, algumas ainda verdes, mostrando que são guerreiras perante essas intempéries que a natureza está nos mostrando.

Está na hora de pararmos e pensarmos no que poderemos colocar de remendo nisso que fizemos com ela. Mas, enquanto isso, apreciem os momentos de calmaria.


As prioridades dos bairros Floresta e Independência

08 de agosto de 2011 0

Em 27 de julho, moradores e participantes de associações e movimentos dos bairros Independência e Floresta se fizeram presentes no Museu de História da Medicina para a elaboração das prioridades nestes bairros.

Os encontros são promovidos pela prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Coordenação Política e Governança Local e teve como moderador Mauro Zamperetti.

Ações existentes nos bairros foram expostas para saber quais atenderiam as necessidades e os desejos dos moradores e se seriam suficientes para garantir o desenvolvimento desses  bairros nos próximos anos. Lembramos as características dos moradores, na sua maioria idosos, doentes que usam os serviços hospitalares, do comércio voltado para o vestuário para noivas e festas. Não foi esquecida a necessidade do resgate histórico e cultural dessas regiões. A partir do que é colocado como prioridades, serão planejadas as ações necessárias e complementares.
 

No primeiro momento foram expostas as ações já existentes, são elas:

_ Igreja Conceição, com jantares e chás para a revitalização;

_ Associação Cristóvão Colombo, com o Criança na Avenida e ações com idosos no Shopping Total;

_ Imama, com eventos, cursos, palestras e orientações sobre saúde e câncer de mama;

_ Amabi, com recolocação de placa na Gonçalo de Carvalho e Guia do Bairro;

_ Museu da História da Medicina, com saraus, exposições, palestras e outros eventos;

_ Movimento Reviver, com projeto de revitalização urbana da arquitetura;

_ Associação Cristã Feminina, com atividades sociais, culturais e desportivas.

Em um segundo momento, foram analisadas e apresentadas as necessidades das regiões. Muitas ideias foram apresentadas, a maioria reivindicações muito antigas dos bairros que têm um patrimônio histórico cultural invejável. Os dois bairros defendem seu comércio, que sofre a ação de vândalos, catadores de lixo, drogados e prostituição. Segurança e respeito foram palavras muito usadas: segurança aos idosos, crianças e doentes. Respeito no trânsito, que cada vez mais coloca medo.

Confira os pedidos das regiões:

_ Estudo de mobilidade urbana;

_ Calçamento e acessibilidade;

_ Segurança, especialmente no que diz respeito a drogas, moradores de rua e prostituição;

_ Aprovar e executar projeto para a Avenida Independência;

_ Manutenção e preservação do patrimônio;

_ Cabos ecológicos em ruas arborizadas;

_ Resgate do papel cultural e histórico dos bairros;

_ Incentivar o turismo;

_ Reativação do comércio local.


Um Bairro com Qualidade de Vida e Desenvolvimento, Preservando a História e a Cultura é o mote para a Independência.
Qualidade de Vida, Inclusão, Cidadania e Responsabilidade Social são desejos do bairro Floresta.
 

Ao final da reunião, foi criado um comitê de mobilização para implementar as ações. O comitê de mobilização deverá se reunir em 22 de agosto, às14h, em local a ser definido.

Ioga no Parcão

06 de agosto de 2011 0

 

Por Simone Guardiola, Conselho de Blogueiros

Foi em um sábado, desses em que jamais acreditamos poder sair de casa, no dia 23 de julho, mais especificamente, que o Yoga Soul foi comemorar mais um ano de boa ioga. No Parcão, próximo ao monumento à Castelo Branco, Dany Sá, acompanhada de Karla Vasconcelos e Cristina Andrade, ministrou uma aula gratuita de Ashtanta Vinyasa Yoga para que todos pudessem aproveitar e conhecer os benefícios da prática.

Tudo começou nublado mas, como acreditar sempre vale a pena, assim como saudar o sol é sempre bom, o piquenique ayurvédico, com chá chai, pães, ghee e receitas, ocorreu com um sol maravilhoso.

Essa escola, que conheci pelo ZH Moinhos e hoje faz parte da minha vida e da minha rotina de bem com a vida, está localizada na Barão de Santo Ângelo e oferece também a prática de yoga Iyengar.

Seja qual for a sua escolha, seja qual for a sua intenção, praticar ioga fará você perceber que é possível amarrar seu tênis aos 80 anos, deixará as rugas em casa, os problemas na gaveta e seus quilos deverão desaparecer, porque ser saudável vem de dentro.


Calçadas portuguesas

05 de agosto de 2011 4

Por Úrsula P. Dutra Christini, Conselho de Blogueiros

Não foram poucas as vezes que recebi de vizinhos e amigos sugestões de pauta para o Blog do ZH Moinhos. A última foi de um morador atuante do bairro Independência, leitor do blog e do caderno, o senhor Leon Hernandez Dziekaniak. Ele sugeriu que eu comentasse sobre as belas calçadas portuguesas da região.

Explicou que a calçada da Rua Pinheiro Machado, na esquina com a Avenida Independência, foi construída com as chamadas pedras portuguesas, as mesmas dos calçadões de Ipanema e Copacabana, no Rio de Janeiro. Disse ser um verdadeiro patrimônio histórico, digno de reconhecimento e valorização. No Rio de Janeiro, grande parte dessas calçadas já foi tombada.

Leon observou que o nosso mosaico português não revela as ondas do mar, mas figuras geométricas cuidadosamente dispostas, o que o torna igualmente belo.

Está aí, depois de passar tantas vezes por essa calçada, fui admirá-la com calma e registrar suas formas. E você, tem algum desse calçamento perto de sua casa? Tire uma foto e mande para moinhos@zerohora.com.br






Coral da Igreja São Pedro completa 80 anos

04 de agosto de 2011 0

O ZH Moinhos de hoje apresenta três mulheres que matam a charada. O caderno conta um pouco sobre as três campeãs do Que Rua é Esta? e  como elas fazem para adivinhar o nome de tantas ruas.

Em uma reportagem na página 7, os 80 anos do coral da Igreja São Pedro. Confira, abaixo, vídeo de um ensaio.

O suplemento apresenta, ainda, as prioridades escolhidas pela comunidade para os bairros Independência e Floresta. Problemas de conservação no asfalto da Vasco da Gama também estão contemplados na edição de hoje do ZH Moinhos.

Invasão dos balcãs na Gonçalo de Carvalho

03 de agosto de 2011 4


Por Paulo Renato Rodrigues, Conselho de Blogueiros

A história começou com o texto do blog A Sombra Verde, de Portugal, administrado pelo professor de biologia Pedro Nuno Teixeira Santos, em que ele cita a Rua Gonçalo de Carvalho como a rua mais bonita do mundo. Ele escreveu em seu blog: “Quando pensei no nome de ‘sombra verde’ para um dos meus blogs, foi como se tivesse sonhado com a vossa rua, mesmo sem nunca a ter conhecido. Não sei se algum dia irei ao Brasil mas, se assim for, farei por ir a Porto Alegre só para conhecer a vossa maravilhosa rua.”

A partir dessa manifestação, os acessos ao blog Amigos da Gonçalo de Carvalho (www.goncalodecarvalho.blogspot.com) cresceram vertiginosamente, passando a receber visitas de pessoas das mais diferentes partes do mundo, curiosas em conhecer essa via de árvores centenárias. Para César Cardia, criador do blog e um dos mais entusiasmados defensores das tipuanas da Gonçalo, o que está acontecendo nesse momento é algo inédito: “No ano de tombamento, tivemos cerca de 100 mil visitas. Atualmente, mais de um terço dos visitantes é de fora do Brasil, mas teve épocas que mais de 50% eram estrangeiros, especialmente de Portugal, Espanha e da Coréia.

Na semana passada, mais de 25 mil visitantes do leste europeu visitaram o Blog Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho, todos destacando o nome da cidade de Porto Alegre como a “bela e verde cidade brasileira”. Foi a verdadeira “invasão dos balcãs”, segundo Cardia.

Com toda essa divulgação internacional  e pensando na Copa do Mundo que se aproxima, é hora do poder público municipal valorizar essa rua tão admirada, que tem sérios problemas de iluminação e de segurança.  Afinal, é uma oportunidade de mostrarmos que Porto Alegre é mesmo demais.

 Foto: arquivo pessoal

Buraco na Ramiro deixa via silenciosa

02 de agosto de 2011 0

Texto enviado pela jornalista Carol Borne, moradora da Ramiro Barcelos

“Tem um buraco aberto desde sábado na Ramiro Barcelos por causa de problemas com algumas galerias de esgoto. Hoje, desde cedo, o pessoal da prefeitura está trabalhando ali. O trânsito foi interrompido entre as ruas César Lombroso e Cabral. Os carros estão contornando o trecho pela Rua Francisco Ferrer, o que proporciona momentos de silêncio e foi possível escutar até o som dos passarinhos na Ramiro.”

O bloqueio de cerca de 200 metros deixou o trânsito lento durante o dia na Rua Ramiro Barcelos. Com liberação dos carros somente para acesso local, os moradores chegaram a estranhar a calmaria em uma das vias mais movimentas da região. Segundo o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) a obra está substituindo um poço de visita em concreto que afundou na altura do número 1.670.  O conserto deve ser feito ainda hoje e amanhã está prevista a colocação do asfalto. O trânsito, que está sendo orientado pelos agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), já foi liberado parcialmente, funcionando em apenas uma pista.

Trânsito foi desviado pela César Lombroso

O "Rushmore" da Bordini

01 de agosto de 2011 3

 

Por Úrsula P. Dutra Christini, Conselho de Blogueiros

Desde a inauguração da nova parte da Rua Coronel Bordini, em fevereiro de 2010, estou para escrever este post. Demorou um pouco, mas aqui está.

A primeira vez que passei pelo prolongamento da via, entrei em êxtase. Literalmente, ocorreu um rapto dos sentidos, causado por uma grande admiração.

Que vista é essa? Porto Alegre? É a ligação do Moinhos com a Bela Vista. Sim, mas e essas pedras? É propriamente um monte no meio da nossa cidade. Desde quando elas estão aqui? Eu nunca as havia visto.

As pedras, muitas vezes, fascinam o ser humano. É só pararmos para observar quantos pontos turísticos existem, no mundo, relacionados a pedras. Pedra da Gávea, no Rio, Pedras da Ilha de Páscoa, no Chile, Pedra Redonda, em Porto Alegre, e por aí vai.

E eu, particularmente, fiquei fascinada com as pedras da Bordini. A maneira que elas estão dispostas lembra algo familiar: parecem rostos. Claro, existe aquele lugar nos Estados Unidos em que foram esculpidos os rostos de quatro presidentes dos EUA. É o Monte Rushmore. Ideia do pintor e escultor Gutzon Borglum. Foram esculpidos os rostos de George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln.

Está aí, quem sabe algum escultor não se anima e faz um trabalho legal no “Rushmore” da Bordini?

E essas pedras também já tinham chamado a sua atenção?