Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Qual é o cheiro do Moinhos?

25 de dezembro de 2012 0

Por Norah Dietrich, do Colselho de Blogueiros

Natal, cheiro de panetone pelo ar. É assim todo o ano; vamos identificando a passagem do calendário pelos aromas que captamos ao longo do tempo. Na Páscoa, chocolate; na primavera, as flores, a grama. Já reparou como locais e eventos da nossa vida podem ser traduzidos, captados ou relembrados através das notas olfativas?

Com a palavra, uma especialista no assunto: Letícia Wehrmann, empresária, proprietária da Wehrmann Magie du Perfum. De acordo com Letícia, o olfato é um dos primeiros sentidos humanos a se desenvolver. O bulbo olfativo fica localizado em nosso sistema límbico, responsável por nossas memórias e emoções. Sendo assim, toda vez que sentimos um cheiro, associamos a uma imagem, uma situação, uma época da vida da gente. Ao sentir novamente esse cheiro, todo aquele momento vem à tona novamente.

É possível transformar a vibração das cidades, países ou bairros em fragrâncias?

Dizemos que o cheiro pode nos levar aos lugares e momentos mais longínquos em uma fração de segundos. Ao longo da vida, vamos armazenando diversas memórias olfativas, como o cheiro da casa onde crescemos, o cheiro da casa da nossa avó, das roupas limpas, do bairro onde moramos, da casa de praia, do primeiro namorado, do carro novo, de uma loja que gostamos muito _ diz Letícia.

O bairro Moinhos de Vento é cheio de vida, movimento, aromas. Um sopro urbano de sofisticação, novidades, acontecimentos. Se fosse possível transformar sua vibração em uma fragrância, um cheiro, um aroma, qual seria? Essa foi a pergunta que fiz a vinte e cinco moradores e frequentadores do local.

Mas antes do resultado, um esclarecimento: existe diferença entre cheiro, aroma e fragrância? Letícia Wehrmann explica:

– A indústria faz uma divisão bem clara entre aromas e fragrâncias. Aromas são normalmente utilizados para alimentos, e obedecem a legislações específicas para isso. As fragrâncias são para uso em uma diversidade de produtos cosméticos, higiene pessoal, domissanitários, entre outros. Normalmente, as casas de perfumaria, possuem uma divisão para aromas e outra para fragrâncias. O cheiro é o nosso sentido do olfato, capaz de captar aromas, fragrâncias e óleos essenciais puros.

Curioso para saber o cheiro do Moinhos? Não foi surpresa constatar que, para cada pessoa, há uma percepção diferente. Cheiro de queijo, Europa, baunilha, caramelo, café, tangerina efervescente, espumante, Victoria’s Secret, brioche, pão, torta, tijolo, casarões, sorvete, natureza, árvores, frutas, flores e rosas, orbitaram pelo campeão, com a preponderância dos votos: cheiro de perfume. Grande parte dos entrevistados informou que o Moinhos de vento tem cheiro de perfume. Perfume das lojas, perfume das pessoas que transitam por lá.

Você concorda? Afinal, qual é o cheiro do Moinhos?


Envie seu Comentário