Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Cabos ecológicos na Gonçalo: o fim da novela

16 de setembro de 2013 6

Por Paulo Renato Rodrigues, do Conselho de Blogueiros

Finalmente, um velho problema dos moradores da Rua Gonçalo de Carvalho pode estar sendo resolvido. No último domingo, das 13h30min às 19h, os moradores daquela que é considerada a rua mais bonita do mundo novamente ficaram sem energia elétrica, mas, desta vez, por um bom motivo: a CEEE finalmente providenciou a troca dos cabos ecológicos de alta tensão da rede, inclusive com a colocação de espaçadores losangulares, que constituem a tecnologia mais moderna no ramo.

Arquivo pessoal

Esses cabos são protegidos, possuindo um revestimento mais forte e especial na rede, utilizado onde a arborização entra em conflito com a fiação elétrica, impedindo a queda de energia, além de evitar as podas nas árvores. Os cabos anteriores já estavam bastante desgastados, pois foram instalados de forma inédita como experimento em 1980. Também foi substituída a fiação da baixa tensão para uma rede isolada.

> Curta o ZH Moinhos no Facebook

O tema das constantes faltas de luz nessa rua e a luta dos moradores foi exaustivamente abordado neste caderno e neste blog (como no meu post de junho de 2011), sendo inclusive tema central de reportagem na edição de 17 de julho de 2008. Em outubro de 2009, a associação dos moradores entregou um abaixo assinado para a direção da CEEE, pedindo a solução do problema. Demorou, mas veio. Muito contribuiu para isso, além é claro da mobilização da associação dos moradores, a melhoria na capacidade de investimento da CEEE.

Arquivo pessoal

Comentários (6)

  • Adeli Sell diz: 17 de setembro de 2013

    Na verdade, estes cabos deveriam ser subterrâneos, como já é feito em cidades modernas.
    Quando vereador propus um Plano para Porto Alegre, a começar pela Centro Histórico.
    Quem estiver no Centro, veja que tem um pequeno espaço ali no entorno do Teatro São Pedro com fiação subterrânea, isto deixa o espaço bem mais aprazível.
    Mas mesmo assim, melhor do que está ficará.

  • Cesar Cardia diz: 17 de setembro de 2013

    Pelo que me lembro foi feito um pedido de cabos ecológicos em 2006 e na ocasião foi dito que antes disso alguns moradores já tinham feitos vários pedidos de cabos ecológicos para a Gonçalo de Carvalho.
    Foi muito mais rápido conseguir a preservação do Túnel Verde da Rua e ser considerada no exterior como a “Rua Mais Bonita do Mundo” que conseguir a colocação dos tais Cabos Ecológicos.
    Ufa…

  • Ana Paula diz: 17 de setembro de 2013

    Até que enfim…

  • Maria Abad diz: 18 de setembro de 2013

    A Rua Gonçalo de Carvalho deveria ser chamada a rua mais perigosa do mundo, pois está infestada de traficantes que fazem seu comércio nos fundos do Shopping Total e guardam a drogas nas “lindíssimas” árvores atacadas por parasitas e sem manutenção. É perigosa, escalaram o apartamento da minha mãe no terceiro andar para roubar, os carros são arrebentados à luz do dia, para roubar o som. Tudo para comprar a droga. A polícia não consegue pegar, os moradores desconfiam haver cumplicidade da polícia, pois quando denunciam, os traficantes começam intimidar o morador que denunciou.

  • Cesar Cardia diz: 19 de setembro de 2013

    Maraia Abad, as árvores da Gonçalo não tem parasitas, tem epífitas, o que é muito diferente. As epífitas jamais buscam alimento nos organismos hospedeiros. Suas raízes superficiais NÃO absorvem a seiva das plantas hospedeiras, não há qualquer relação de parasitismo. Ou seja, a presença de epífitas não prejudica a árvore ou arbusto onde elas vegetam.
    Sobre o problema do tráfico, já foi solicitado uma ação mais efetiva da BM, inclusive com uso de policiais disfarçados. Um morador já detalhou bem o assunto e contatamos o comando da Brigada algum tempo atrás.
    Com relação ao “manejo” das árvores da Gonçalo, já levamos essa reclamação em duas reuniões na SMAM, juntamente com a AGAPAN, em 12 de setembro de 2012 e em 27 de agosto de 2013.

  • kevin diz: 27 de outubro de 2013

    Cesar, por favor:
    O grande mal é que as pessoas acham que as epífitas são inertes. Mas não se esqueçam, eu tirei uma cachopa de vespa e um formigueiro que haviam se criado nas “inocentes” epífitas da minha laranjeira aqui, que acabaram destruindo com a árvore de mais de 70 anos (sim, uma laranjeira antiguíssima), as formigas e os cupins tomaram conta de tudo com o passar dos anos, devido a estas ervinhas.
    A smam jamais vai retirar essas pragas (que prejudicam INDIRETAMENTE a planta) uma vez que eles são os “deuses” das árvores de Porto Alegre e fazem o que querem com elas.

Envie seu Comentário