Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Executivos da SAP virão a Porto Alegre para impulsionar o Quarto Distrito

17 de setembro de 2013 1

Reorganizar o Quarto Distrito, sob a ótica urbana e econômica, tem sido o alvo de encontros quinzenais no Nós Coworking, uma área de escritórios e cocriação instalada no Shopping Total.

Quarto-Distrito

 O extinto cinema Talia e, ao fundo, o prédio da Sociedade Gondoleiros,
com a gôndola no topo, na área do Quarto Distrito. 

– Estamos reunindo desde a comunidade que reside na região até pessoas criativas de diferentes disciplinas para repensar o bairro. Neste contexto, idealizei um projeto para criação de um quadrilátero geográfico nesta região, voltado à economia criativa, batizado de Porto Criativo.

> Curta o ZH Moinhos no Facebook

Walker acredita que a região tem potencial para se tornar um novo polo de economia criativa, tal qual ocorreu em Barcelona, Lisboa e tantas outras regiões que reaproveitaram sua história e cultura fabril para se reinventaram, tornando-se polos criativos com grande força econômica e turística.

–  Em julho, apresentei o projeto à multinacional SAP, que, por sua vez, anualmente elege projetos de interesse social e inovador para serem trabalhados por seus principais CEOS. O Porto Criativo foi um dos eleitos. Assim, receberemos em outubro, no Nós Coworking, um time de CEOS internacionais que vão colaborar com seus conhecimentos para que o tão antigo sonho de reocupar inteligentemente esta região se torne realidade – conta o empresário.

A região que recebia, no século 19, imigrantes alemães que foram se estabelecendo na Avenida Voluntários da Pátria, cresceu até se tornar a zona industrial da cidade. O Quarto Distrito foi o local escolhido por Brahma, Gerdau, A. J. Renner, Fiateci, entre tantas outras, para instalarem suas fábricas. Foi, também, a área que abrigou os operários e suas famílias.

A divisão de Porto Alegre em seis distritos foi instituída em 1892 – o primeiro corresponde ao atual Centro Histórico, e os demais se espalhavam nas direções norte, leste e sul.

Comentários (1)

  • Lu Kolesny diz: 18 de setembro de 2013

    Eu era bem pequena, mas lembro deste local.Se não me engano, a casa ao lado do Talia, ainda existe.A Sociedade Gondoleiros está em ruínas…uma pena, pois também é parte importante do 4o. distrito.

Envie seu Comentário