Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Reformas na Escola Uruguai para começar 2014

30 de janeiro de 2014 0

Para abrir as portas em 24 de fevereiro, Escola Uruguai, localizada no Parcão, se adequa às exigências dos bombeiros

Matheus Beck - matheus.beck@zerohora.com.br

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Uruguai, no Parcão, luta para deixar os transtornos de 2013 no passado. Depois de encerrar um ano atribulado com infiltrações, faltas de luz e períodos sem aula, a instituição utiliza o recesso para fazer uma grande reforma. O objetivo é chegar a 24 de fevereiro, quando voltam as aulas, sem nenhum problema estrutural.

Uru1

Em novembro, quando um temporal atingiu o Moinhos de Vento, o gerador da escola foi danificado. Por uma semana, os estudantes ficaram sem aula devido à falta de energia elétrica. Quando retornaram, tiveram de conviver com salas iluminadas apenas por luz natural. A merenda teve de ser retirada dos refrigeradores para não estragar. Até as árvores do parque se tornaram hostis por não receberem a poda adequada e danificarem o telhado. Por tudo isso, um grupo de pais passou a se reunir toda semana para ajudar na rotina escolar.

uru2

— Foi uma semana inteira sem ventilador e merenda durante um período de provas. Conseguimos a colocação de um transformador provisório, mas muitos pais ficaram exaltados com medo de que as aulas não recomeçassem em 24 de fevereiro. Queremos que as coisas andem até o início do ano letivo — afirma Rosane Herrmann Ferreira, mãe de aluno da 2º série.

uru3

A desconfiança aumentou com o histórico de problemas na escola. Infiltrações em tetos e paredes, e o desacordo com as normas de segurança exigidas pelos bombeiros ampliaram a apreensão. No entanto, segundo a diretora-adjunta do Departamento Administrativo da Secretaria Estadual da Educação, Sônia Costa, não há risco de as aulas reiniciarem sem as adequações necessárias. Isso porque, conforme a diretora, uma reforma na parte elétrica foi iniciada em 14 de janeiro e deve ser concluída nas primeiras semanas de fevereiro. Toda a fiação foi substituída, e um novo gerador com maior capacidade será instalado.

— Em relação ao Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI), foram instalados todos os itens exigidos e estamos aguardando para agendar uma nova visita dos bombeiros. A previsão é que até o início do ano letivo a escola esteja funcionando — diz Sônia.

De acordo com a diretora da Escola Uruguai, Arlete Xavier, as luzes de emergência e a sinalização das saídas foram refeitas. Oito extintores foram substituídos por 22 novos equipamentos. Já as podas das árvores começaram a ser feitas nesta semana.

O que ainda faltará são a reforma no telhado e na estrutura do ginásio, e a pintura da escola. Conforme a secretaria de Educação, já foi iniciada a coleta de propostas para a substituição da cobertura.

uru5

Envie seu Comentário