Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Um ano depois, nasce ecoponto

20 de março de 2014 0

Instalação da parte elétrica atrasou a obra, que deve ser concluída em junho, segundo o DMLU

Matheus Beck

Matheus Beck - ➧ matheus.beck@zerohora.com.br

O Ecoponto do Moinhos de Vento, que foi anunciado para junho de 2013, começou a ser construído nesta semana. A previsão do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) é que ele seja concluído no início de
junho, um ano após a projeção inicial.

A unidade, que será construída na capatazia da Rua Câncio Gomes, na Travessa Carmem, junto à seção norte do DMLU, tinha sido adiada para o fim do ano passado. Porém, de acordo com o diretor-geral André Carús, questões envolvendo a concessionária de energia elétrica estendeu o início dos trabalhos no local.

– Houve atraso em função de problemas relativos à instalação da parte elétrica, com trâmite junto à CEEE, que já foram resolvidos – diz Carús.

Apesar da mudança, o valor orçado inicialmente não deve ser alterado. Serão necessários cerca de R$ 46 mil para construir o ecoponto. Além dele, outra unidade, localizada na Avenida Antônio de Carvalho, também está em fase de instalação. Sua construção deve ser concluída em julho.

– Assim, teremos mais alternativas para o descarte de resíduos que não são coletados pelos caminhões de lixo domiciliar e seco, contribuindo para a limpeza da cidade e facilitando e qualificando a vida dos cidadãos – afirma o diretor.

As unidades não recebem qualquer tipo de lixo. Os resíduos permitidos são madeiras, latas com resto de tintas, móveis, colchões, terra, entulhos, caliça, cerâmica, sucatas de ferro, eletrodomésticos e resíduos arbóreos. Em teoria, os materiais deixados em terrenos baldios ou na rua, mas que não podem ser recolhidos pela Coleta Seletiva.

Os ecopontos também não recebem lixo orgânico e não aceitam descartes maiores do que 0,5m³. Haverá ainda um Posto de Entrega de Óleo de Fritura (Peof), para fazer o reaproveitamento do conteúdo, um Posto de Entrega Voluntária (PEV) para materiais destinados à coleta seletiva, e um espaço cercado para receber pneus velhos.

O projeto Destino Certo foi lançado em 2010 com a ideia de padronizar o descarte do lixo e evitar a contaminação de resíduos para a reciclagem. Nesses quatro anos, apenas quatro ecopontos foram inaugurados: na Rua Cruzeiro do Sul, 1.445, na Vila Cruzeiro; na Rua Professor Carvalho de Freitas, 1.012, para atender os bairros Glória e Teresópolis; na Avenida Diário de Notícias, 1.111, no Cristal; e na Avenida Bernardino Silveira de Amorim, 2.261, que atende a Zona Norte. A intenção da prefeitura, incluída no Plano Plurianual (PPA), é construir 17 ecopontos na Capital.

Envie seu Comentário