Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "bairro floresta"

Ajardinamento da Gonçalo de Carvalho

03 de abril de 2014 0

Gonçalo

 

Os moradores da Gonçalo de Carvalho, apelidada a rua “mais bonita do mundo” _ que divide os bairros Independência e Floresta _ querem deixá-la ainda mais bela. A Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Independência (Amabi) pretende reformar os canteiros e melhorar a vegetação no entorno do Shopping Total. A associação se encarregará da troca da placa com o decreto do tombamento da via e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) recolocará a identificação das árvores. O objetivo é marcar um ato para caracterizar a ação.

Segundo a Smam, o pedido ainda está sob análise técnica, uma vez que há fatores que devam ser levados em conta, como o fato de que a colocação de flores e folhagens encobre as raízes, aumentado a umidade no local, e que é preciso compatibilizar os pedidos da comunidade com as características de solo daquela região. As placas que identificam as árvores já foram confeccionadas, e a previsão é de que sejam instaladas até o final do mês.

Leia mais sobre outras duas novidades comemoradas pela Amabi, a restauração de um casario na Independência e a reforma da Praça Dom Sebastião.

Conheça o homem que restaura o Vila Flores, em Porto Alegre

17 de outubro de 2013 0

Há três anos, João Felipe Wallig teve um encontro adorável. Ele conheceu, em São Paulo, um restaurador mineiro de sotaque quase nordestino. Amável Santos Amaral trabalhava em reformas na cidade desde os 19 anos, quando deixou Medina, em Minas Gerais, quase na divisa com a Bahia. Wallig decidiu convidá-lo para ser caseiro no Vila Flores e, na medida do possível, recuperar portas e paredes.
vf

Atualmente, Amável (na foto acima) mora no casario e é o guardião das memórias que existem lá. Ele conta que, quando chegou, havia apenas um amontoado de madeiras. Aos poucos, deu uma nova cara ao espaço e comemora a apropriação que será feita pelos moradores do bairro. Para ele, o que se destaca na construção são as mansardas – telhado com duas inclinações, sendo a inferior quase vertical e a superior quase horizontal:

– Em São Paulo tem, mas são diferentes. Esse tipo vim conhecer aqui. A mansarda enfeita muito a casa – diz.

Para um lugar imenso, Amável é econômico no que usa para si. Ocupa um dormitório com a cama de solteiro e utiliza outro cômodo como cozinha. Quem tem mais espaço é o pitbull Tigrão, que tem um pátio inteiro para circular. Apesar de ser um local de bastante movimento durante o dia – e estar próximo a zonas de prostituição à noite –, Amável afirma que nunca teve problemas com visitantes indesejados:

– O pessoal respeita. Estou há três anos aqui e ninguém mexe comigo.

E completa, com simplicidade:

– Sabendo viver, em qualquer lugar se vive.

> Saiba mais sobre o Projeto Simultaneidade

> Acompanhe o ZH Moinhos no Facebook

A segunda edição do brechó de rua do bairro Floresta

10 de setembro de 2012 3

Texto enviado por Carlos Augusto Alves, proprietário do Porto Alegre Hostel Boutique

“No último sábado, ocorreu a segunda edição do Brechó de Rua do bairro Floresta, na Rua São Carlos. Apesar do feriadão e do mau tempo no período da tarde (o evento foi encerrado duas horas antes do previsto por causa da chuva fina que caía na rua), mais de cem pessoas visitaram o brechó.

Os principais clientes foram os hóspedes do Porto Alegre Hostel Boutique, principalmente paulistas e cariocas, mas também com jovens vindos da Colômbia, da Espanha e da Alemanha. O fundamental para os organizadores foi a confirmação do evento para todos os sábados, para que se crie um ‘costume’ no bairro e um novo atrativo turístico da cidade.”

Saiba mais

Chamado de “Solte suas roupas ao vento”, o brechó ocorre todos os sábados, reunindo antiquários, bancas com livros, gibis e discos de vinil, além de brechós com roupas vintage, chapéus e acessórios. Cafés, chás, bolos, docinhos e guloseimas também compõem o mix. Além do acervo alternativo de compras, o brechó oferece a oportunidade de troca ou exposição de trabalhos e artesanato.

O grupo Refloresta, criado em maio deste ano, é composto por moradores, comerciantes e prestadores de serviços do bairro Floresta, no “recorte geográfico” da Rua São Carlos e ruas paralelas, que se reúnem quinzenalmente para discutir e planejar a revitalização do bairro. Mais informações sobre o Refloresta ou sobre o Brechó, contatar com o Porto Alegre Hostel, pelo telefone 3228-3802.

Novos expositores

Expositores que se interessarem em participar devem fazer inscrição no site do brechó Balaio de Gatos, que tem loja fixa no bairro. Não há cobrança de taxas ou percentuais de venda.



Fotos: Bruna Guterres, Divulgação


Moradores se reúnem para discutir revitalização do Floresta

01 de junho de 2012 0

Moradores e comerciantes do bairro Floresta estão mobilizados para formar um grupo de trabalho que discuta e trace planos de melhorias para a região. O leitor Carlos Augusto enviou um e-mail contando como é realizado este trabalho e convidando quem quiser participar da segunda reunião, que ocorre amanhã. Confira:

“Entusiasmados com a inauguração de um hostel na esquina das ruas São Carlos com Gaspar Martins, vários moradores torcem que esta não seja uma ação isolada de um empreendedor único. A ideia é que apareçam outros empreendedores e que modifiquem o bairro, trazendo progresso, empregos e modernidade.

Todos sabem dos problemas envolvendo a Rua São Carlos nos últimos anos (principalmente a prostituição) e a ideia do grupo é ter reuniões mensais periódicas, trazendo sempre um secretário ou um técnico da prefeitura, ou mesmo um vereador, para discussão de melhorias e solução de problemas antigos ainda não resolvidos.

Num primeiro encontro, realizado no último dia 24, compareceram mais de 50 pessoas, entre moradores, comerciantes e prestadores de serviços. A segunda reunião está marcada para este sábado, dia 2, às 17 horas, no salão da Paróquia Santa Terezinha.

Na pauta, entre outros assuntos de interesse para o bairro, está a formatação jurídica do Grupo de Apoio à Revitalização do Bairro Floresta (GARF).”