Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Independência"

Ajardinamento da Gonçalo de Carvalho

03 de abril de 2014 0

Gonçalo

 

Os moradores da Gonçalo de Carvalho, apelidada a rua “mais bonita do mundo” _ que divide os bairros Independência e Floresta _ querem deixá-la ainda mais bela. A Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Independência (Amabi) pretende reformar os canteiros e melhorar a vegetação no entorno do Shopping Total. A associação se encarregará da troca da placa com o decreto do tombamento da via e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) recolocará a identificação das árvores. O objetivo é marcar um ato para caracterizar a ação.

Segundo a Smam, o pedido ainda está sob análise técnica, uma vez que há fatores que devam ser levados em conta, como o fato de que a colocação de flores e folhagens encobre as raízes, aumentado a umidade no local, e que é preciso compatibilizar os pedidos da comunidade com as características de solo daquela região. As placas que identificam as árvores já foram confeccionadas, e a previsão é de que sejam instaladas até o final do mês.

Leia mais sobre outras duas novidades comemoradas pela Amabi, a restauração de um casario na Independência e a reforma da Praça Dom Sebastião.

Árvore na esquina da Independência é removida pela Smam

27 de outubro de 2013 4

PinheiroANTES4

Por Úrsula P. Dutra Christini, do Conselho de Blogueiros

Flores amarelas. Esse é o nome da pasta que eu tinha no meu computador para fazer um post para o blog do ZH Moinhos. Criei essa pasta em novembro de 2008, época em que foram tiradas as fotos das flores amarelas. Na realidade, tratava-se de uma bela árvore, com flores amarelas, num antigo casarão da Rua Pinheiro Machado.
PinheiroANTES3

Havia pensado em fazer um post em razão da beleza da árvore, principalmente na primavera. Mas como eu não sabia exatamente o nome da árvore, acabei não escrevendo.Pinheiro3

Infelizmente, as belas flores amarelas não existem mais. A árvore foi podada há pouco mais de um mês e não há mais aquela bela paisagem que tínhamos na primavera. O belo tapete amarelo na Pinheiro Machado quase esquina com a Independência se foi.

logozhmoinhos> Curta o ZH Moinhos no Facebook para acompanhar as notícias da região

Hoje entendo que, apesar de todos os problemas pelos quais passamos, é importante olharmos para as belas paisagens que temos. Valorizarmos a leveza de espírito das pessoas, a poesia da primavera, é uma forma de vivermos melhor. Porque a vida passa muito depressa. E se não conseguirmos enxergar a beleza que temos ao nosso redor, em pouco tempo, ela também não irá mais estar aqui.

O que informou a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam)

 – Foi autorizada a remoção  de um guapuruvu, com risco de queda, localizado em área particular. A remoção foi autorizada porque havia risco à vida dos moradores da casa.

Encontro sobre o bairro Independência nesta terça-feira

22 de outubro de 2013 0

Por Marilia Costa Cardoso, do Conselho de Blogueiros

IndependenciaCrédito da foto: Ricardo Duarte

Desde 1º de maio de 2008, moradores do bairro Independência vêm lutando pela preservação da região e, principalmente, da Avenida Independência. Cada casario, cada esquina, cada praça, cada calçada desta avenida conta muito da história de nossa cidade. Por isso, lutamos por sua revitalização e preservação, tanto do patrimônio material como o cultural. Depois de um período de tratativas e trabalhos, finalmente em 2011, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano Ambiental (CMDUA) aprovou o projeto de revitalização.

Este projeto, chamado Passeio Independência, poderá ser levado como exemplo de valorização e respeito por nosso Patrimônio Histórico Cultural a outros bairros e regiões. Cada um, avenida, rua, bairro, região tem sua identidade e o importante é que isso seja preservado.

Não é fácil, pois além de um trabalho constante, existem diversos períodos de altos e baixos. O importante é não desistir. Chegar a essa etapa em que esse projeto chegou já é uma vitória e isso poderá ficar como um marco, um estímulo, um motivo de orgulho. Mesmo que nenhum nome seja mencionado, mesmo que não haja medalhas e homenagens, o importante é que mesmo por um momento, aquilo que tanto pedimos, se concretize: a Independência volte novamente a sorrir.

O projeto Passeio Independência, que será apresentado, é composto por um estudo realizado pela Urbana Arquitetura, onde é colocada a revitalização da paisagem urbana, recuperação de identidades e introdução de práticas sustentáveis e saudáveis á vida na cidade. A agência de inovação social UrbsNova apresentará uma maneira nova de ver a região, introduzindo ideias e eventos para que a Independência resolva seus problemas de maneira criativa. Encerrando a apresentação do projeto, será mostrado um exemplo de revitalização orientada pela Studio 1, onde o proprietário de um casario, entendeu a necessidade de revitalizá-lo, valorizando assim seu imóvel e o bairro. A valorização do bairro é importante para que todos possam viver e conviver bem.

A Independência tem diversos exemplos de trabalho, de força e luta, todos estão dispostos a ajudar, mas existem problemas para serem resolvidos e para tal, são necessárias medidas administrativas, e isso a comunidade não pode fazer. Se o projeto for aprovado, cada um fará sua parte, moradores e prefeitura, e juntos evitaremos que uma parte de nossa história seja esquecida: revitalizando, preservando e recuperando o patrimônio cultural histórico, artístico e paisagístico da Independência.

Nesta terça-feira (22 de outubro), esse trabalho será apresentado ao CMDUA, e se priorizadas as propostas, será constituída Comissão Técnica para a elaboração do anteprojeto executivo. A apresentação será às 18h no prédio da Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb), Avenida Borges de Medeiros, 2244, com entrada pelos fundos do prédio.

Participe, você é a parte mais importante desse projeto.
> Acompanhe o ZH Moinhos no Facebook

 

Agência Independência da Caixa é reinaugurada

29 de maio de 2013 0

Por Lu Kolesny, do Conselho de Blogueiros

Foi uma noite festiva. Depois de quase cinco meses, a agência Independência da Caixa reabriu suas portas para os clientes e funcionários.

Na madrugada de oito de janeiro de 2013, um incêndio destruiu boa parte da agência, que tinha sido inaugurada em 1999.

Na presença do superintendente da Caixa Porto Alegre, Ruben Danilo de Albuquerque, da gerente geral, Silvia Pires Nunes e representando os clientes, Décio Saute, foi reinaugurada ontem a nova agência. O local foi todo remodelado, tendo local próprio , inclusive, para receber pessoas com deficiência.




Alteração de trânsito na Praça Júlio de Castilhos

23 de abril de 2013 1


Reivindicadas por moradores dos bairros Moinhos de Vento e Rio Branco, as alterações no trânsito nas imediações da Praça Júlio de Castilhos, no entroncamento da Avenida Independência com a Rua Ramiro Barcelos, entraram na pauta da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). A previsão é que até o final de maio o tráfego fique em mão inglesa no local. Ou seja: aqueles motoristas que estão na Rua 24 de Outubro e precisam ingressar na Rua Mostardeiro poderão fazer o retorno pela esquerda sem ter de ir até a Ramiro Barcelos. Faltam apenas os últimos ajustes no projeto para dar início à mudança.

No Facebook do ZH Moinhos, lançamos uma enquete sobre o que os moradores pensam a respeito dessa alteração de trânsito. Se quiser enviar dúvidas ou comentários sobre a mudança ou o trânsito na região, envie um e-mail para moinhos@zerohora.com.br, com seu nome completo.

– O objetivo é desafogar o trânsito na região, e, como qualquer outra modificação que fazemos, vamos avaliar os efeitos e consequências – explica o diretor de trânsito da EPTC, Carlos Pires.

Para ônibus, táxi-lotações e veículos de grande porte, a circulação permanece a mesma: é preciso contornar a praça para entrar na Mostardeiro. A alteração no sentido da via foi anunciada em encontro organizado pelo Centro Administrativo Reginal da Região Centro (CAR-Centro), que contou com a presença de representantes da prefeitura e moradores dos bairros Moinhos de Vento, Auxiliadora e Independência.

Em função das mudanças, a localização do ponto de táxi também será alterada na Praça Júlio de Castilho _ mas não deverá permanecer na mesma via.

Sancionada lei que protege ruas classificadas como túneis verdes e patrimônio ambiental

05 de junho de 2012 0

Na tarde desta terça-feira, o prefeito José Fortunati, acompanhado do secretário municipal do Meio Ambiente, Luiz Fernando Záchia, assinou o texto, proposto pelo vereador Beto Moesch e aprovado pela Câmara Municipal no dia 30 de maio. A iniciativa visa à preservação da vegetação da vias.

São considerados túneis verdes os logradouros públicos cujas copas das árvores se unam formando um túnel vegetal e cuja paisagem tenha características ecológicas, culturais, turísticas e paisagísticas de relevante formação vegetal e de grande circulação biológica, constituindo-se, assim, em patrimônio ambiental. A definição das ruas previstas na lei foi dialogada com o Legislativo por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), com base em critérios técnicos.

(Na foto, a Rua Paraíba, no bairro Floresta, que passa a ser considerada Túnel Verde)

Qual é a sua opinião sobre a nova legislação? Clique aqui para acessar nosso mural!

Porto Alegre já possui 15 áreas declaradas, por meio de decreto, que integram oficialmente o Patrimônio Cultural, Histórico e Ecológico da cidade. Os Túneis Verdes, encontrados em ruas com vegetação preservada, cumprem importante papel de proteção e manutenção da flora. De acordo com a Smam, a Capital possui cerca de 1,3 milhão de árvores, 608 praças, nove parques e três unidades de conservação.

Fundador da Associação de Moradores e Amigos do Bairro Independência (Amabi), Cesar Cardia, que mantém um blog sobre a Gonçalo de Carvalho, destacou o avanço que a legislação representa na conscientização das pessoas.

– A lei tem função principalmente educativa, orientando para a relevância da arborização e a sua funcionalidade – disse o morador.

Autor da proposta baseada no Código Estadual do Meio Ambiente e no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental, o vereador Beto Moesch classifica o projeto como uma medida simples de alerta para os cuidados necessários com as áreas.

– É um projeto de parceria com o Executivo. Não há cidade sustentável evoluída sem arborização – afirmou Moesch.

Veja quais são os logradouros considerados túneis verdes, de acordo com a lei, que estão completa ou parcialmente nos bairros de cobertura do ZH Moinhos:
Av. Osvaldo Aranha
Rua Felicíssimo de Azevedo
Rua Olavo Barreto Viana
Rua Paraíba
Rua Pelotas
Rua Ramiro Barcelos, no trecho entre a Av. Osvaldo Aranha e a Rua Gonçalo de Carvalho
Rua Tomaz Flores
Rua Santa Cecília

Já eram área de uso especial por decreto da prefeitura – e agora têm a proteção da lei sancionada nesta terça:
Rua Gonçalo de Carvalho
Rua Fernando Gomes
Rua Dinarte Ribeiro
Rua Félix da Cunha
Rua Dr. Timóteo
Praça Dr. Maurício Cardoso
Rua Dona Laura
Rua Miguel Tostes
Rua Dr. Florêncio Ygartua
Rua Mariante
Rua Casemiro de Abreu
Rua Luciana de Abreu
Rua Marquês do Pombal

ZH Moinhos nas bancas

17 de maio de 2012 0

No ZH Moinhos que circula nesta quinta-feira, confira a reportagem de capa, Esperança para a mansões da Avenida Independência – sobre a nova linha de crédito para que proprietários de prédios históricos possam investir nesses imóveis.

Nas páginas 4 e 5, você vai encontrar fotos de duas exposições: uma que tem o bairro como inspiração, do artista plástico Erico Santos, morador da Hilário Ribeiro, e outra do Museu de História da Medicina (Muhm), chamada Da Lepra à Hanseníase, que aborda os hospitais-colônia e a evolução no tratamento da doença.

Na página 6, contamos a história da rede Oficina do Açaí e revelamos três receitas da loja: salada caprese, omelete de legumes e suco contra tosse e resfriado.

Quem ilustra a seção Conheça Seu Vizinho, estampada na contracapa do caderno, é o psicanalista Abrão Slavutsky, morador do bairro Rio Branco.

Simulado educativo na Independência

16 de maio de 2012 0

Por Úrsula P. Dutra Christini, do Conselho de Blogueiros

No último dia 22 de abril, a Cruz Vermelha de Porto Alegre, mais uma vez, realizou seu simulado de acidente de trânsito em plena Rua Fernandes Vieira esquina com a Av. Independência. Trata-se do Curso de  Socorro de Primeira Resposta que é promovido pela entidade trimestralmente.
Proteger a vida e a saúde, garantir o respeito humano e contribuir para a manutenção e promoção da Paz Mundial faz parte de sua missão.

Por isso, acredito que devemos valorizar esta entidade filantrópica com filial em nossa região (Av. Independência 993), conhecendo, usufruindo e colaborando com seus propósitos. Maiores informações podem ser obtidas no site www.cruzvermelha-rs.org.br

Em novembro de 2008, eu já havia trazido para o Blog esse simulado, e hoje, novamente parabenizo a Cruz Vermelha pela sua bela e atuante contribuição para a Sociedade.

Casa na rua

10 de maio de 2012 0

Por Úrsula P. Dutra Christini, do Conselho de Blogueiros

Uma “casa” na rua.
Uma “casa” montada na Rua Santo Antônio, quase esquina com a Av.
Independência, foi o que, há poucos dias, uma amiga me chamou a atenção. Ela observou a organização da casa, com direito a sofá e tudo.
Recordei-me da história de outro morador de rua que era Engenheiro.
Ele tinha trabalho, família, mas depois de perder um filho, nunca mais foi o mesmo. Não conseguiu superar a perda e acabou abandonado pela família, morando pelas ruas de Porto Alegre.
Fico pensando em quantas histórias essas pessoas que hoje vivem à margem da sociedade devem ter para nos contar.
E nós, o que podemos fazer para ajudá-las? Depender só da ação do Governo ou colocar sempre a “culpa” no Estado de nada vai adiantar.
Você tem alguma ideia?

Reunião da Amabi discute amanhã reforma da Praça Dom Sebastião

03 de abril de 2012 0

Amanhã, às 19h30min, será realizada a reunião da Associação dos Moradores do Bairro Independência (Amabi) no Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM). Está confirmada a presença da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam) para falar sobre a reforma da Praça Dom Sebastião e assuntos relacionados ao calendário de atividades da Associação para 2012, calçamento e situação de moradores de rua.

Também está prevista a apresentação, pela Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (Smic), de um estudo de incubadora tecnológica para a região em parceria com a UFRGS.

Mais informações pelo e- mail amudanca@terra.com.br e pelo telefone 3311- 6365.

"Inconsciência ecológica" na Independência

28 de março de 2012 0

Por Úrsula P. Dutra Christini, do Conselho de Blogueiros

Preservação do ambiente, sustentabilidade, consciência ecológica, consumo consciente, reciclagem etc. Esses são termos que, felizmente, escutamos cada vez mais. Estamos conseguindo fazer o caminho de volta para casa, para o nosso lar, o Planeta Terra. É uma caminhada longa, porque quando saímos ninguém avisou sobre a importância de se preservar a estrada. Foi com a vivência dos efeitos da destruição que começamos a avisar os nossos colegas de caminhada sobre a existência desses efeitos. Hoje, essa consciência ecológica já está alcançando um grau satisfatório, mas ainda é preciso um pouco mais para “internalizarmos” essa ideia.

Roselaine, que tira o seu sustento recolhendo materiais recicláveis pelas ruas da cidade, tem essa consciência ecológica bem evidenciada. Ela me contou que, embora os novos contêineres sejam, apenas, para lixo orgânico, ela acaba abrindo-os para recolher o material reciclável que ali encontra. Disse que já achou, inclusive, um forno elétrico dentro dos tais contêineres.
Em especial, nesse contêiner da Avenida Independência, onde, talvez, pelo grau de escolaridade e o nível social dos moradores locais, poderíamos esperar uma atitude ecológica mais apurada, Roselaine, sempre encontra material para o seu sustento.

Sem entrar no mérito se esses contêineres deveriam ser nacionais ou italianos, se faltou divulgação e instrução por parte do governo, ou se já deveriam ter colocado, também, contêineres para lixo seco ao lado do orgânico, o que importa é que não podemos mais colocar aquela tampinha de papel alumínio do iogurte junto com o lixo orgânico, em casa. E, muito menos, permitir que pastas inteiras de papéis recicláveis ou fornos elétricos estragados sejam jogados nesses contêineres de lixo orgânico.

Vale lembrar, que consciência ecológica, também, consiste em saber que o lixo jogado de forma inadequada hoje, pode amanhã contribuir para entupir todos os bueiros da cidade, como aconteceu recentemente em Porto Alegre.

Eu arriscaria dizer, fazendo uma analogia com a Lei Seca, em relação à caracterização do dolo eventual do agente que assume o risco matar alguém ao beber antes de dirigir, que, ao jogar o lixo seco nesses contêineres, também assumimos o risco com a intenção de lesar o ambiente e quem sabe de destruir completamente nosso planeta para as gerações futuras.

E você, vai assumir o risco?

ZH Moinhos nas bancas

22 de março de 2012 1

No ZH Moinhos que circula nesta quinta-feira, confira a reportagem “O Moinhos presenteia Porto Alegre com…”, formada por relatos de blogueiros e um representante de moradores da região. Eles destacaram aspectos que eles consideram um presente à cidade, prestes a completar 240 anos.

Na página 4, saiba mais sobre a exposição Meu Moinhos, que inaugura hoje.

Na página 5, publicamos um leitor-repórter sobre o fim da linha 671.1, do Consórcio Unibus.

Reunião de moradores com a EPTC discute alterações no trânsito no entorno da Independência

13 de dezembro de 2011 10

Por Paulo Renato, do Conselho de Blogueiros

Uma importante reunião foi realizada nesta segunda-feira, na sede da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC),  para apresentação das mudanças no trânsito previstas para o entorno do bairro Independência. Pela EPTC, participaram o diretor presidente Vanderlei Cappellari, o diretor de Trânsito e Circulação, Carlos Pires, e a gerente de Planejamento de Trânsito, Carla Meinecke. Presentes ainda os representantes do Shopping Total, do Hospital Moinhos de Vento (HMV), do Colégio Bom Conselho (CBC), dos moradores da Rua Pinheiro Machado e da Associação dos Moradores da Gonçalo de Carvalho.

O primeiro tema abordado foi a implantação da mão dupla da Tiradentes, o que vem gerando muitas críticas dos moradores da região que acessam a Tiradentes para entrar na Ramiro Barcelos.

– Nas horas de pico virou uma verdadeira loucura com o fluxo dos dois lados – afirmou Adelino Soares, morador da Gonçalo de Carvalho e que já escreveu no caderno ZH Moinhos sobre esse tema.

Os dirigentes da EPTC informaram que mais alterações serão promovidas para melhorar o fluxo de veículos no bairro. Uma dessas modificações atende a constantes pedidos formulados aqui neste blog, que é a instalação de faixa e de um semáforo para pedestres, com contagem regressiva de tempo, nas proximidades do HMV, de modo a facilitar o cruzamento das pessoas com segurança da Ramiro para a Gonçalo de Carvalho. O representante do Hospital Moinhos de Vento, Carlos Emilio Marczyk, também confirmou que essa era a maior reivindicação na ouvidoria do HMV.

Outra novidade é a inversão de mão da André Puente. Essa modificação, no entanto, foi bastante contestada, pois, além de aumentar muito o fluxo da já sobrecarregada Rua Ramiro Barcelos poderá criar problemas para a saída de carros do Colégio Bom Conselho. A irmã Mônica de Azevedo, diretora do CBC, informou que saem diariamente, no período escolar, de 150 a 200 carros do estacionamento do colégio e que foi feita uma tentativa de mudança, com direcionamento do maior fluxo pela rua Jardim Christoffel, mas essa experiência não deu resultado. A diretora esclareceu que, como a escola vai passar por reformas, é hora de repensar alternativas que melhorem essa saída.

Carla Meinecke explicou que está prevista também a transferência do ponto de táxi da Ramiro para dentro do Hospital Moinhos de Vento, o que irá melhorar o fluxo de saída. Já o diretor Carlos Pires fez questão de destacar que essas mudanças – previstas para o início de janeiro de 2012 -  serão avaliadas até a segunda quinzena de março e só serão mantidas se efetivamente for comprovado que melhoraram o trânsito na região. Carlos Pires destacou que, no início, não haverá sinaleira na André Puente, e que a inversão da Santo Antonio com a Garibaldi será mantida após a abertura do túnel da Conceição. Quanto à Pinheiro Machado, Pires afirmou que, por ora, também não haverá abertura da rua, ainda que vislumbre nessa mudança uma das soluções para resolver o gargalo da Independência, no que foi contestado pelo representante da rua Pinheiro Machado, Leon Dziekaniak, que mostrou um dossiê com mais de mil assinaturas contrárias à medida.

O presidente Vanderlei Cappellari afirmou que futuras alterações serão necessárias na Independência, como por exemplo, o fim do corredor de ônibus e a mão única:

– No momento em que tivermos uma solução para o transporte coletivo das pessoas do bairro para o centro, essa alternativa poderá ser implementada, o que dará um novo alento ao fluxo da região.