Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "trânsito"

“Vamos acompanhar a abertura da Pinheiro Machado para avaliar a eficácia”, afirma Vanderlei Cappellari

07 de novembro de 2013 2

Por Paulo Renato Rodrigues, do Conselho de Blogueiros

PINHEIRO 009

No final da semana passada, entrevistei o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, em busca de detalhes a respeito da abertura da Rua Pinheiro Machado, um tema que é polêmico entre moradores dos bairros Independência e Floresta. Questionei, por exemplo, sobre a possibilidade de serem instalados semáforos nas esquina da André Puente e Gonçalo de Carvalho, e se há perspectiva de reversão de alguma mudança prevista ou já realizada. As respostas você confere a seguir, na entrevista feita por e-mail.

> Leia mais sobre a abertura da Rua Pinheiro Machado, marcada para a manhã desta sexta-feira.

logozhmoinhos> Acompanhe notícias da região pelo ZH Moinhos no Facebook


ZH Moinhos – O que representa essa mudança no contexto do trânsito da região? 

Vanderlei Cappellari – Representa maior facilidade para a circulação dos moradores e serviços instalados na região. Atualmente, quem vem do Centro e quer chegar às ruas Gonçalo de Carvalho ou André Puente precisa contornar a Praça Júlio de Castilhos, passando por três semáforos. Com esta nova possibilidade, simplificamos o acesso ao bairro, e aliviamos o cruzamento da Ramiro Barcelos, com a Independência e com a 24 de Outubro.

ZH Moinhos – Como ficará o estacionamento de carros na Independência e na Pinheiro Machado? Há perspectiva de instalação de parquímetros nessa rua e no seu entorno?
Cappellari – Na Avenida Independência, foram removidas, aproximadamente, 20 vagas da Área Azul Eletrônica, e na Rua Pinheiro Machado foi proibido o estacionamento apenas de um lado da rua. A ideia é equilibrar uma melhoria na circulação para o bairro, permitindo o estacionamento onde é possível, pelas próprias características do bairro. Estamos licitando a gestão da Área Azul. Também estamos realizando estudos e, após a abertura da Pinheiro Machado, concluiremos a avaliação de todo o entorno.

ZH Moinhos – Com o aumento do fluxo, o que inevitavelmente ocorrerá na Pinheiro Machado, há planos de colocação de sinaleiras nas esquinas com a André Puente e Gonçalo de Carvalho?
Cappellari – Não foi prevista a instalação de semáforo, porque o volume não é representativo para este equipamento. Mas está sendo implantada sinalização ostensiva nestes cruzamentos, com placas de “pare”, com legendas pintadas no pavimento e linhas de canalização, um reforço de sinalização para melhor entendimento pelos condutores e pedestres. A equipe de engenharia e os agentes estarão monitorando todas as intervenções implantadas, e farão ajustes, se necessário.

ZH Moinhos – Há perspectiva de alguma reversão no conjunto de intervenções que já foram e estão sendo realizadas?
Cappellari – Conforme enfatizamos nas reuniões com a comunidade, vamos acompanhar e monitorar para avaliar a eficácia desta pequena intervenção, e ajustar ou alterar o que for necessário.

ZH Moinhos – Como foi suportar a pressão para que isso não acontecesse?
Cappellari – Em qualquer intervenção viária, sempre temos posições favoráveis e contrárias, e elas variam de acordo com os interesses individuais. Nossa função, enquanto órgão gestor, é propor medidas que melhorem e equilibrem a mobilidade, sempre priorizando a segurança viária e qualificação coletiva da cidade. Tivemos espaço na região para apresentar todos os nossos dados de contagens, de volumes de tráfego, das conexões estratégicas que existem nesta região da cidade, de problemas que estávamos enfrentando (o nó da 24 de Outubro) e um ótimo ambiente para debater, ouvir opiniões e sugestões dos moradores e das empresas instaladas no bairro. Esta troca permitiu a construção de solução mais racional e com informações simultâneas.

Rua Pinheiro Machado será aberta nesta sexta-feira

07 de novembro de 2013 1

 

PINHEIRO 009

Após finalização de obras pela Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov), a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) confirmou para amanhã, a partir das 9h, a abertura da Rua Pinheiro Machado ao trânsito de veículos. A alteração, precedida por asfaltamento e nova sinalização, ocorre com a retirada do passeio junto à Avenida Independência. Na esquina com a Pinheiro Machado, funcionará um semáforo para organizar a conversão à esquerda, para quem segue no sentido Centro/bairro.

mapaPinheiro

A partir desta sexta, a Rua Pinheiro Machado terá sentido único da Independência até a Rua Professor André Puente, e, a partir daí, mão dupla até a Rua Gonçalo de Carvalho. Serão retirados pontos de estacionamento da Área Azul na Independência para a melhor circulação dos veículos.

Todas as alterações serão monitoradas pelos técnicos e

PINHEIRO 005

agentes de fiscalização da EPTC.

— Será realizado acompanhamento para avaliar a eficácia e ajustar ou alterar o que for necessário — afirmou Vanderlei Cappellari, diretor-presidente da EPTC, em entrevista ao blogueiro Paulo Renato Rodrigues (leia a íntegra da entrevista)

De acordo com o órgão de trânsito, a medida objetiva qualificar o tráfego na região, criando uma alternativa de rota em direção à Avenida Cristóvão Colombo, e diminuindo o fluxo de veículos na esquina da Avenida Independência com a Rua Ramiro Barcelos.

O anúncio da abertura, porém, provocou reação contrária de moradores da região em junho deste ano, alegando que a rua perderia suas características, transformando-se em um’ corredor de passagem’. No passado, eles fizeram uma intensa mobilização política, colheram mais de mil assinaturas e evitaram a abertura.

Leia mais:

> A polêmica abertura da Pinheiro Machado

> Enquete no Facebook sobre a mudança de trânsito

A polêmica abertura da Pinheiro Machado

03 de junho de 2013 7

Por Paulo Renato Rodrigues, do Conselho de Blogueiros

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) vem, há tempos, realizando uma série de intervenções no trânsito do bairro Moinhos de Vento e adjacências. Assim foi com a inversão de mão da André Puente e a liberação nos dois sentidos da rua Tiradentes.

Para este mês, está prevista a mão inglesa no entorno da Praça Júlio de Castilhos, permitindo que os motoristas que estão na Rua 24 de Outubro e precisam ingressar na Mostardeiro possam fazer o retorno pela esquerda sem ter de ir até a Ramiro Barcelos. Outra alteração prevista, ainda sem data para ser implementada, é na Tobias da Silva, que terá o sentido invertido da Félix da Cunha até a Quintino Bocaiúva.

Mas a mais polêmica de todas as mudanças voltou à pauta da EPTC, segundo o seu presidente, Vanderlei Cappellari. Trata-se da abertura da Rua Pinheiro Machado na esquina com a Independência.

– É fundamental para completar as alterações para escoar o trânsito no bairro – considera Cappellari.

Cappellari afirma ainda que, com a abertura da Pinheiro Machado, os motoristas poderão entrar à esquerda na via, facilitando o acesso à Gonçalo de Carvalho, Ramiro, Farrapos e demais ruas do bairro, sem a necessidade de ir até a Praça Júlio de Castilhos para fazer o retorno. Isso resolve um crônico problema do trânsito da região, minimizando o problema da proibição de dobrar à esquerda na Garibaldi.

O tema é polêmico, pois os moradores sempre resistiram a qualquer alteração, alegando que a rua perderia suas características, transformando-se em um “corredor de passagem”. No passado, os moradores fizeram intensa mobilização política, colheram mais de mil assinaturas e evitaram a abertura. E agora? O que é melhor para o trânsito na região? A polêmica está de volta.

O ZH Moinhos gostaria de saber a sua opinião sobre o tema. Você é a favor ou contra? Por quê? Envie sua resposta, com nome completo, para moinhos@zerohora.com.br

 

Novas mudanças à vista no trânsito do Moinhos

24 de abril de 2013 1

O trânsito do bairro Moinhos de Vento passará por novas alterações. Além da implantação da mão inglesa para o retorno na Praça Júlio de Castilhos, a Rua Tobias da Silva terá o sentido invertido da Félix da Cunha até a Quintino Bocaiúva. A mudança deve entrar em vigor em até 45 dias.

Conforme a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), o objetivo da modificação é desafogar a região da 24 de Outubro. Atualmente, os motoristas que se deslocam da Zona Norte e desejam acessar o estacionamento do Moinhos Shopping são obrigados a fazer o retorno na alça da Goethe e seguir pela Dr. Timóteo.

A ação de flanelinhas no Moinhos

24 de julho de 2012 9

Por Simone Guardiola, do Conselho de Blogueiros

É, estacionamento é um assunto sério! Há quem reclame que não há lugar para carros, outros reclamam que não há lugar para pedestres e há os que aproveitam a situação para faturar. Isso acontece direto aqui no Moinhos de Vento.

Apesar do sistema rotativo de estacionamento, os flanelinhas são os donos da rua. Ouse não pagar, ouse contestar, ouse barganhar e receberás a devida penitência.

Moradores, frequentadores e as pessoas que trabalham aqui não aguentam mais! O direito está cerceado e aqueles que deveriam estar ali para fiscalizar não aparecem para isso. E quando o fazem é para multar a pessoa que ousou não colocar o parquímetro. Mas, todos são unânimes em dizer: “Sou obrigado a pagar R$ 10,00 ao flanelinha para estacionar na rua e ainda tenho que pagar o parquímetro. Do flanelinha eu não escapo e ainda sou penalizado com uma multa da EPTC!?”

Reclamações já foram feitas e não surtiram efeito. O preço é tabelado e não é barato, pois afinal, se você frequenta, vive ou trabalha no Moinhos de Vento significa que tens a obrigação de ser roubado e intimidado, seja de dia, seja à noite.

Pagamos triplicado por um direito já pago nos impostos e nos sonegam os direitos de segurança e livre arbítrio. E lembrem, são nossos impostos que pagam o salário dos azulzinhos…

Até quando a conivência nos manterá reféns?

O que diz a prefeitura

“A Brigada Militar é responsável pela fiscalização. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informa que não compete a ela fiscalizar flanelinhas, pois não possui poder de polícia para tal. A EPTC ressalta que o condutor é responsável pelo seu veículo, cabendo a ele as punições quando cometem infrações.”


Novo tipo de estacionar

11 de maio de 2012 1

Por Miréia Borges, do Conselho de Blogueiros

Estava esperando minha filha, quando de repente um carro trancou o trânsito em plena rua 24 de Outubro. A motorista o deixou em cima da calçada, estacionado, pois não cabia na vaga existente.
A pessoa saiu, começou a discutir com outras pessoas, e continuou estacionada.
Bizarro, não?
Imagina se todos nós resolvermos modificar as leis do trânsito, que bagunça, hein!

Implantação de semáforo na Cristóvão Colombo

17 de março de 2012 2

A partir das 11h deste sábado,  será implantado um semáforo no cruzamento da Avenida Cristóvão Colombo com a Rua Hoffmann, bairro Floresta. A ação será acompanhada de alterações no trânsito.

As mudanças serão as seguintes:
– implantação de semáforo na Cristóvão Colombo com Hoffmann;
– implantação de sentido único na Hoffmann (até então era sentido duplo), da General Neto para a Cristóvão Colombo;
– inversão de sentido de fluxo na Hoffmann, da Cristóvão Colombo para a Farrapos
– implantação de sentido duplo na Comendador Azevedo, entre a Cristóvão Colombo e a Farrapos

As alterações serão acompanhadas pelos técnicos e agentes de fiscalização da EPTC, com orientações aos motoristas.

Reunião de moradores com a EPTC discute alterações no trânsito no entorno da Independência

13 de dezembro de 2011 10

Por Paulo Renato, do Conselho de Blogueiros

Uma importante reunião foi realizada nesta segunda-feira, na sede da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC),  para apresentação das mudanças no trânsito previstas para o entorno do bairro Independência. Pela EPTC, participaram o diretor presidente Vanderlei Cappellari, o diretor de Trânsito e Circulação, Carlos Pires, e a gerente de Planejamento de Trânsito, Carla Meinecke. Presentes ainda os representantes do Shopping Total, do Hospital Moinhos de Vento (HMV), do Colégio Bom Conselho (CBC), dos moradores da Rua Pinheiro Machado e da Associação dos Moradores da Gonçalo de Carvalho.

O primeiro tema abordado foi a implantação da mão dupla da Tiradentes, o que vem gerando muitas críticas dos moradores da região que acessam a Tiradentes para entrar na Ramiro Barcelos.

– Nas horas de pico virou uma verdadeira loucura com o fluxo dos dois lados – afirmou Adelino Soares, morador da Gonçalo de Carvalho e que já escreveu no caderno ZH Moinhos sobre esse tema.

Os dirigentes da EPTC informaram que mais alterações serão promovidas para melhorar o fluxo de veículos no bairro. Uma dessas modificações atende a constantes pedidos formulados aqui neste blog, que é a instalação de faixa e de um semáforo para pedestres, com contagem regressiva de tempo, nas proximidades do HMV, de modo a facilitar o cruzamento das pessoas com segurança da Ramiro para a Gonçalo de Carvalho. O representante do Hospital Moinhos de Vento, Carlos Emilio Marczyk, também confirmou que essa era a maior reivindicação na ouvidoria do HMV.

Outra novidade é a inversão de mão da André Puente. Essa modificação, no entanto, foi bastante contestada, pois, além de aumentar muito o fluxo da já sobrecarregada Rua Ramiro Barcelos poderá criar problemas para a saída de carros do Colégio Bom Conselho. A irmã Mônica de Azevedo, diretora do CBC, informou que saem diariamente, no período escolar, de 150 a 200 carros do estacionamento do colégio e que foi feita uma tentativa de mudança, com direcionamento do maior fluxo pela rua Jardim Christoffel, mas essa experiência não deu resultado. A diretora esclareceu que, como a escola vai passar por reformas, é hora de repensar alternativas que melhorem essa saída.

Carla Meinecke explicou que está prevista também a transferência do ponto de táxi da Ramiro para dentro do Hospital Moinhos de Vento, o que irá melhorar o fluxo de saída. Já o diretor Carlos Pires fez questão de destacar que essas mudanças – previstas para o início de janeiro de 2012 -  serão avaliadas até a segunda quinzena de março e só serão mantidas se efetivamente for comprovado que melhoraram o trânsito na região. Carlos Pires destacou que, no início, não haverá sinaleira na André Puente, e que a inversão da Santo Antonio com a Garibaldi será mantida após a abertura do túnel da Conceição. Quanto à Pinheiro Machado, Pires afirmou que, por ora, também não haverá abertura da rua, ainda que vislumbre nessa mudança uma das soluções para resolver o gargalo da Independência, no que foi contestado pelo representante da rua Pinheiro Machado, Leon Dziekaniak, que mostrou um dossiê com mais de mil assinaturas contrárias à medida.

O presidente Vanderlei Cappellari afirmou que futuras alterações serão necessárias na Independência, como por exemplo, o fim do corredor de ônibus e a mão única:

– No momento em que tivermos uma solução para o transporte coletivo das pessoas do bairro para o centro, essa alternativa poderá ser implementada, o que dará um novo alento ao fluxo da região.

Guard-rail para a Bordini

06 de abril de 2010 0

Um guard-rail será instalado dentro de alguns dias na Cel. Bordini, informou a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Essa foi a resposta do órgão em relação ao post do blogueiro João Victor Eltz da Silva, publicado aqui em 29 de março.
A EPTC também afirma que técnicos de trânsito monitoram a via constantemente para possíveis reparos na sinalização.

> Confira neste POST o que diz João Victor sobre a sinalização na Bordini.