Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Geral"

Mortandade de peixes no Arroio Capivara será avaliada

09 de agosto de 2013 0

Após moradores da região denunciarem a mortandade de peixes no Arroio Capivara, em Ipanema, técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) vistoriaram a foz do canal. A suspeita é que a morte dos animais, da espécie conhecida como “mandinho” ou “mandi”, tenha sido provocada pelo esgoto e pela deposição de areia no local.


— A grande quantidade de esgoto cloacal despejada irregularmente nas águas do arroio, somada à deposição de areia na foz, trazida pela maré do Guaíba, causou uma baixa no nível de oxigênio no local, o que deve ter ocasionado a mortandade — explicou a bióloga Maria Carmen Bastos.

A Smam solicitou auxílio ao Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) para retirada dos animais. Um trator com retroescavadeira removeu a areia acumulada, permitindo que os peixes vivos voltassem ao Guaíba. Agora, o DEP fará a abertura de saída da água da Galeria da Gávea, local onde também ocorre assoreamento.

Orçamento Participativo: saúde, habitação, assistência social e cultura são as prioridades da Zona Sul

02 de agosto de 2013 0

A plenária do Orçamento Participativo na Região Sul ocorreu na noite de ontem, quinta-feira, no centro de eventos do Zaffari Ipiranga. Foram mais de 1,1 mil inscrições para participar da votação que elege as ações prioritárias e como serão investidos os recursos públicos na região — o que representa um aumento de 84% em relação à última edição. Saúde, habitação, assistência social e cultura foram os itens eleitos como prioridade para os bairros da área.

A construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na Zona Sul foi uma das reivindicações mais citadas pelos moradores. O prefeito José Fortunati afirmou que a Secretaria Municipal de Saúde está buscando uma área para que a obra seja realizada. Também foi anunciado o projeto para construção de moradias na Avenida Edgar Pires de Castro e a retirada de famílias que vivem em áres de risco no Beco do Adelar.

Na reunião, ainda foram apresentados os novos conselheiros do OP. Hernandi Mello e Osmar da Silva foram eleitos como primeiro e segundo titular, e Osvaldo Gomes Soares e Marcia Soares foram escolhidos como suplentes.

Plenária do Orçamento Participativo ocorre na quinta-feira

30 de julho de 2013 0

A noite de quinta-feira será marcada pela assembleia que escolherá os novos delegados do Orçamento Participativo da Região Sul de Porto Alegre. Os quatro nomes eleitos representarão os bairros da Zona Sul nos conselhos do OP no período 2013/2014.

A reunião ocorre no centro de eventos do Zaffari Ipanema (Avenida Juca Batista, 925), a partir das 19h. Também serão votados os assuntos considerados prioridades para a região.

Piquenique retoma debate sobre servidões

27 de julho de 2013 0

Com o objetivo de chamar a atenção para a importância das passagens de pedestres da Zona Sul, moradores da Vila Assunção organizaram um piquenique julino no último fim de semana.

O ocorreu na servidão localizada na Avenida Guaíba e foi promovido em parceria com o coletivo Passagem com Arte. Durante o evento, grafiteiros coloriram um dos muros do local com a sua arte.

Diário de Notícias em sentido único

12 de julho de 2013 0

Desde a manhã desta sexta-feira, a Avenida Diário de Notícias está em mão única. A alteração no trânsito na Zona Sul da cidade é provocada pela segunda parte das obras do Arroio Cavalhada, realizadas pelo Departamento de Esgotos Pluviais (DEP). Das 7h às 14h, a circulação é no sentido bairro-Centro. Já das 14h às 7h, o tráfego flui na direção Centro-bairro. Para os motoristas, as alternativas são as avenidas Chuí e Icaraí. A mudança está prevista para durar 30 dias.

Talento traçado a lápis

12 de julho de 2013 2

Lucas desenhando em sua casa

Blogueira do ZH Zona Sul conta a história de um talentoso estudante da região. Ela busca ajuda para que ele possa aprimorar seu dom em cursos de desenho. Confira.

Por Janete da Rocha Machado

A história do homem está cheia de exemplos de pessoas que, apesar de nascidas em um meio adverso, venceram as dificuldades e se tornaram referência em sua área. Como explicar, por exemplo, a genialidade do escritor brasileiro Machado de Assis, nascido no Morro do Livramento, filho de um pintor de parede e de uma lavadeira que, ao vender doces nas escolas do Rio de Janeiro, aprendeu francês. Autodidata e inovador na narrativa literária, Machado chegou à condição de melhor escritor brasileiro devido a seu talento. Assim como o gênio do Realismo, ao longo dos anos, surgem crianças talentosas, cujo potencial precisa ser estimulado e valorizado. E esse fato tem sido, não raro, negligenciado por educadores e pela sociedade em geral.

Ao ministrar uma aula de história para alunos do sétimo ano da Escola de Ensino Fundamental Paulina Moresco, na Zona Sul, tive a grata surpresa de descobrir, em um grupo de mais de 30 alunos, um talento, ainda precoce, porém, promissor. Com um traço forte, criativo e bonito, Lucas Vicente Dorneles, 12 anos, chamou-me a atenção pelos seus desenhos bem elaborados e criativos. Por meio de uma ilustração, pude perceber a aptidão que estava ali, escondida por trás de uma aparência tímida. A proposta da atividade era que a turma representasse, na forma de um desenho ou de uma redação, alguns temas trabalhados em sala de aula. Entre os assuntos estavam aqueles que culminaram com a crise do sistema feudal na Europa, como a peste negra, a Guerra dos Cem Anos e a fome.

 Quando perguntei a Lucas o que sentia ao desenhar, ele respondeu:

- Quando eu desenho, entro no meu mundo. Crio o que eu quero. Ou, então, ouço uma história e tento mostrar aos outros o que eu entendi. A Peste Negra, eu lembrei das aulas da professora e, aí, coloquei no papel em estilo cartoon. Com cinco anos, eu via aqueles curtas da Pixar e comecei a gostar de desenhar. Minha mãe congelava a imagem na TV para eu desenhar.

A Peste Negra retratada pelo estudante

Sem os recursos de um bom computador e internet em casa, Lucas utiliza como inspiração apenas os desenhos animados a que assiste nos canais abertos da televisão. Os blocos, cadernos de desenho são presentes de uma tia. Os lápis são 6B, os melhores para desenhar, como indica sua professora de Artes. A capacidade para criar, observando e aprendendo com rapidez e exatidão, independentemente do grau de instrução, são características daqueles que têm talento. Entretanto, sempre é necessário o estímulo e a prática. Alunos talentosos, invariavelmente, apresentam desempenho melhor que os demais – é fato. Evitar que um talento precoce seja perdido é compromisso de todos nós, educadores.

Explorar esse potencial, evitando que se perca, é a nossa obrigação. É preciso, seguindo exemplos de outros países, investir mais na educação das crianças e dos jovens, visando, principalmente, ao potencial existente nas escolas públicas de ensino. Há muito talento à espera de oportunidades e de investimentos. O ser humano é capaz de fazer história porque cria, inventa e inova. Porém, a escola pública com seus programas fechados e arcaicos e, principalmente com a falta de percepção e interesse de alguns professores, tem conseguido minar o potencial criativo de muitos alunos. Espera-se que o talento de Lucas possa ser reconhecido não só pela escola e por seus professores, como também por aqueles que de alguma forma possam ajudá-lo em seu crescimento e no seu sucesso futuro.

Os monstrinhos da campanha educativa do Grupo RBS

Escola de Vela Barra Limpa abre inscrições para cursos

13 de junho de 2013 0

A Escola de Vela Barra Limpa, do Clube dos Jangadeiros, abriu inscrições para os cursos de kitesurf, stand up paddle e canoa havaiana. Para participar, não é preciso ser sócio do clube ou ter experiência.

A escola disponibilizará o material aos alunos e garante um aprendizado seguro e divertido, sob a orientação de profissionais experientes e qualificados. Informações e inscrições pelo telefone 3268-0080 ou pelo e-mail escoladevela@jangadeiros.com.br

Encontro com o rock dos anos 80

11 de junho de 2013 0

Na terça-feira, às 19h30min, a Fnac do BarraShoppingSul e a Arquipélago Editorial promovem o lançamento do livro Dias de luta – O Rock e o Brasil dos Anos 80, do jornalista Ricardo Alexandre.

Haverá debates com a participação do autor e de músicos gaúchos como Frank Jorge, da banda Graforréia Xilarmônica, e Thedy Corrêa, da Nenhum de Nós. A entrada é franca.

Paróquia São Mateus promove jantar italiano

10 de junho de 2013 0

No dia 15 de junho, o setor de serviço social da Paróquia São Mateus promove um jantar italiano beneficente. O evento será às 19h30min e terá show de cantores em italiano e sorteio de brindes.

Os convites antecipados estão à venda por R$ 30 e R$ 20 (crianças de 10 a 12 anos) e na hora por R$ 35 e R$ 25 (crianças de 10 a 12 anos). A Paróquia São Mateus fica na Rua Nicolau Dias de Farias, 568. Outras informações pelo telefone 3268-1212.

Pizza de fondue?

09 de junho de 2013 2

Mais de 70 sabores recheiam o cardápio de uma franquia de sucesso: a Nella Pietra (Avenida Copacabana, 800). Em todo o Estado, são oito unidades – uma delas no limite entre a Tristeza e a Vila Assunção, na Avenida Copacabana. Há nove meses, o restaurante da Zona Sul oferece pizzas especiais: servidas na pedra, assadas em forno a lenha e preparadas com ingredientes selecionados.

Para harmonizar, uma cerveja artesanal e exclusiva fabricada em Caxias do Sul. Cidade, aliás, que, há 11 anos foi berço da inauguração do negócio. Para o mês dos namorados, a rede apostou no incremento do cardápio com uma receita inovadora: a pizza de fondue. A novidade está ao lado de outra receita da casa na seção Gastronomia do ZH Zona Sul de sexta-feira.

Pizza de fondue


Massa
1/2 kg de farinha de trigo
1/2 xícara de óleo
1 pacote de fermento biológico
250 ml de água morna
Cobertura
300 gramas de chocolate de Gramado
1 dose de vodka
1 caixa de creme de leite
Frutas da estação (morango, abacaxi, kiwi, uva, banana e laranja)
Modo de preparo
Coloque a água morna em uma vasilha e adicione o óleo, o açúcar e o fermento. Misture.
Junte a farinha de trigo aos poucos e misture com as mãos.
Coloque a massa em uma vasilha, cubra e deixe descansar por uma hora.
Unte uma forma com óleo, divida a massa em duas partes e abra.
Pique o chocolate e derreta no micro-ondas.
Acrescente o creme de leite e misture.
Distribua as frutas sobre a massa e coloque o ganache no centro.


Bazar no Atelier do Bonde

08 de junho de 2013 0


A moradora Angela Figueiredo pretende expor flores que faz com material reciclável



O Atelier do Bonde estará movimentado neste final de semana. O espaço, na Avenida Otto Niemeyer, promove mais uma edição do Bazar do Bonde. O evento coloca à venda diversos produtos, muitos deles exemplos do talento de moradores da Zona Sul. São objetos artesanais, telas, flores e semijoias, que dividem as atenções do público com um brechó e um pequeno brique.

No sábado, o bazar contará com a presença do Chapeleiro Maluco (personagem de Alex Garga) recepcionando os convidados e expondo figurinos das performances circenses da Cia Garganimações. Os bazares são feiras solidárias com o objetivo de garantir parte dos recursos para preservar o bonde, que enfeita a fachada do espaço.

Pelo menos 26 feirantes já confirmaram a participação. Os artesãos e artistas que quiserem expor no Bazar do Bonde podem fazer a inscrição pelo e-mail angelaponsi@globo.com ou pelo telefone 9808-8777. O evento começa às 14h. Em caso de chuva, as atividades serão adiadas.

Serviço

Bazar do Bonde

Onde: Atelier do Bonde, na Avenida Otto Niemeyer, 1.173, na Tristeza

Quando: sábado e domingo, às 14h

Quanto: entrada franca Inscrições para feirantes pelo e-mail angelaponsi@globo.com ou pelo telefone 9808-8777

Spaan faz novo feirão neste sábado

06 de junho de 2013 0

A Sociedade Porto-Alegrense de Auxílio aos Necessitados (Spaan) promove amanhã o segundo feirão da entidade. Serão colocados à venda roupas, calçados, acessórios, utensílios domésticos, brinquedos, móveis e eletrodomésticos a preços simbólicos.

A renda do evento será revertida em melhorias na instituição que atende cerca de 130 idosos. A sede da Spaan fica na Avenida Nonoai, 600 (entrada pela Rua Frederico Etzberger, 635). Informações pelo telefone 3247-7400.

Dupla do Janga vence em Búzios

05 de junho de 2013 0


Tiago Brito e Andrei Kneipp



Depois de vencer a Copa da Juventude em Niterói, em fevereiro, os velejadores Tiago Brito e Andrei Kneipp, do Clube dos Jangadeiros, venceram novamente em águas fluminenses no último fim de semana.

Desta vez, a conquista ocorreu em Búzios, onde foi disputado o campeonato estadual da classe 420. A competição integrou a Búzios Sailing Week e reuniu nove duplas na classe 420.

A Turma do Madepinho tem encontro marcado

05 de junho de 2013 0


O grupo curtindo um baile de Carnaval em 1971



Por Claudio Gall

Blogueiro do ZH Zona Sul

Na década de 1950, na Rua Canela, no Parque Madepinho, na Cavalhada, surgia o Grêmio Recreativo Riograndense. A partir de sua fundação, a comunidade, de geração a geração, começou a participar das atividades sociais e esportivas do clube. Por meio das reuniões dançantes aos sábados à tarde, dos bailes à noite, das festas de aniversários no salão, dos carnavais em que os blocos eram fantásticos, gincanas e também dos eventos esportivos como bolão, futebol de salão, as amizades foram acontecendo, assim como os namoros e também os casamentos, muitos deles preservados até hoje. Assim, nasceu uma turma, a qual futuramente passaria a ser denominada de Turma da Madepinho.

O tempo passou, o Riograndense foi consumido por um grande incêndio, e muitos daqueles frequentadores se mudaram para outros bairros e até para outras cidades, mas as lembranças dos momentos mágicos ficaram gravados nas mentes e nos corações de todos, na maioria jovens. O clube, mais tarde, foi reconstruído como Riograndense Tênis Clube, com entrada pela Cavalhada e já não tem mais aqueles jovens em seu quadro social.

Organizar um jantar dançante e reunir esta turma novamente, hoje senhores e senhoras, é uma ação necessária para resgatar os bons tempos de nossa juventude, de reencontrar amigos, entrar no túnel do tempo, matar as saudades, relembrar casos e histórias que normalmente terminam em boas e sonoras gargalhadas. “Recordar é Viver” e assim queremos seguir, nunca renunciando àqueles que se perpetuaram em nossos corações. A Turma do Madepinho é isso, uma amizade que não termina.

O Jantar Dançante será em 22 de junho, às 21h, no Ipanema Grill e terá como tema 60…Que Vem História, com foco nos 60 anos entre a fundação do clube e os dias atuais. Além da comida de ótima qualidade, as músicas serão da época dos anos 60/70/80 para o deleite dos participantes. Quando falarem em imortalidade,estarão falando da Turma do Madepinho, esta com certeza é imortal.

Agende-se

Encontro da Turma do Madepinho

Quando: 22 de junho, às 21h

Onde: Ipanema Grill, na Estrada Eduardo Prado, 1.954, em Ipanema

Convites individuais: R$ 45 à venda com a comissão organizadora, com Claudio (Bóia) pelo 9998-1309, Gerson Bottin (Bronca) pelo 9164-8815, Graça (Baixinha) pelo 9958-0968, Vladi pelo 9266-7232 e Lígia pelo 8470-7512.

Da Inglaterra para a Zona Sul

31 de maio de 2013 5

A história de um comandante inglês que desbravou a Pedra Redonda

Por Janete da Rocha Machado

Historiadora e blogueira

Na segunda metade do século 19, integrando o grupo de ingleses recém-chegados ao Rio Grande do Sul, Charles Edward Booth descobre a Zona Sul. Egresso da Marinha Mercante Inglesa, ele ficou conhecido por Comandante Booth. Sua bisneta Rita Brugger conta que ele residiu também no Partenon antes de se mudar para a Pedra Redonda. Na realidade, Booth comprou uma área que ia desde a beira do Guaíba até a Cavalhada. Toda a região onde hoje se situam os bairros Pedra Redonda e Jardim Isabel pertencia aos Booth.

- Nosso bisavô Charles foi o primeiro na Pedra Redonda, ele comprou muitas terras aqui – conta Rita.

Após descobrir uma mina de argila (atualmente, as imediações da AABB, na Avenida Coronel Marcos), Charles fez ali a sua olaria. Os tijolos fabricados eram transportados até o Centro pelo Guaíba. Para o escoamento da produção havia, à beira do rio, nos fundos do clube Macabi, um trapiche (foto acima) construído para esse fim.

- Os tijolos Três Estrelas (marca Booth) eram transportados sobre trilhos até a ponta de um trapiche, onde eram carregados em chatas (tipo de embarcação), que os levavam ao Cais do Porto. Quando a olaria encerrou suas atividades, a madeira do trapiche foi vendida para um cidadão que tentou arrancar as colunas. Como elas não cederam, e o guindaste usado virou, o tal cidadão resolveu serrar as colunas no nível da água. Os tocos estavam lá até a década de 1960 e causaram vários acidentes com lanchas – conta a bisneta.

Rita relembra que ela, amigos, os irmãos e veranistas da Pedra Redonda, cada um tinha o seu toco. Ficavam durante horas pendurados dentro d’água, conversando, rindo e colocando as fofocas em dia.

- No verão, às vezes, dava pé no último toco do fim do trapiche, era o maior, o mais grosso. Mas, geralmente a gente tinha de nadar até lá – diverte-se.

Era comum as famílias estrangeiras frequentarem os mesmos locais, como os clubes, as festas e, no verão, a beira do Guaíba. Foi isso que ocorreu com os Booth e os Bromberg, como relata Rita:

- No século 19, as colônias alemã e inglesa em Porto Alegre se davam muito bem, o que fez a ‘alemoada’ frequentar a residência dos Booth nos fins de semana. Assim, Waldemar Bromberg conheceu Dorothy Booth, uma das filhas de Charles, com quem se casou e teve cinco filhos.

Tijolos foram usados no Paço Municipal em 1898

Os tijolos Três Estrelas



Abrangendo mercados do Brasil e também do Exterior, a firma Bromberg & Cia, e posteriormente Bromberg SA, figura entre as mais importantes e antigas no ramo das indústrias de máquinas do Estado.

Toda a área ao longo da antiga Travessa Pedra Redonda, pertencente a Charles, foi loteada por descendentes do comandante e empregados da olaria. Os tijolos de Charles ficaram famosos. Foram usados na construção do Paço Municipal em 1898, sede da Intendência de Porto Alegre.


O casal Charles e Adelina


Dorothy em um passeio de charrete com Helga e Ambrosina