14 out11:27

Inadimplência do consumidor tem primeira queda após seis altas seguidas

A inadimplência do consumidor caiu 3% em setembro na comparação com o mês anterior, segundo o levantamento divulgado hoje pela empresa de consultoria Serasa Experian. É a primeira queda mensal após seis altas consecutivas. Em relação a setembro do ano passado, no entanto, houve alta de 23,3%.

De acordo com os economistas da Serasa, a queda foi puxada por todas as modalidades analisadas. As dívidas não bancárias (de cartões de crédito e com financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviço) registraram queda de 3,3%.

Os cheques sem fundos caíram 10,3%, as dívidas com bancos recuaram 0,9% e os títulos protestados, 13,9%. No acumulado do ano, o valor médio das dívidas não bancárias caiu 14,8% em relação ao do mesmo período do ano passado. Já os títulos protestados, os cheques sem fundo e as dívidas com os bancos não honradas apresentaram alta de 14,9%, 7,9% e 0,6%, respectivamente.

Segundo os economistas da Serasa, os principais motivos que fizeram a inadimplência cair em setembro na comparação com agosto foram a antecipação do décimo terceiro salário dos salário aos aposentados, a redução dos juros e a menor quantidade de dias úteis no mês, além da maior facilidade de negociação com os credores.


AGÊNCIA BRASIL

Por

Comentários