24 set08:01

Chapecoense valoriza empate

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Jogadores, técnico e dirigentes da Chapecoense valorizaram o empate sem gols contra o Macaé, sábado, em Macaé.

-Agora temos dois jogos em casa e podemos encaminhar a classificação- afirmou o atacante Eliomar. Os próximos dois jogos são contra o Duque do Caxias, dia 30 e, contra o Brasiliense, dia 6 de outubro.

- O ponto em Macaé nos deu condições de buscar a liderança em Chapecó- afirmou o técnico Gilmar Dal Pozzo. Ele destacou que o espírito do grupo é de que serão duas decisões. Por isso já pede o apoio da torcida.

Dal Pozzo disse que a Chapecoense marcou bem e praticamente não foi pressionada pelo time que é vice líder e até o início da rodada tinha o melhor ataque da competição, com 25 gols. Prevaleceu a melhor defesa, a da Chapecoense, que até agora tomou apenas oito gols em 13 jogos.

O diretor de futebol Mauro Stumpf afirmou que a Chapecoense poderia ter vencido, mas o resultado pode ser comemorado.

– Temos que valorizar esse ponto- explicou.

Stumpf lembrou que a equipe acordou às 4 horas da manhã de sexta-feira, embarcou para Florianópolis, treinou na capital catarinense, depois pegou voo até São Paulo e fez conexão para o Rio de Janeiro, de onde foi de ônibus até Macaé, chegando próximo da meia noite.

O time só retornou na tarde de domingo para Chapecó. Para o próximo confronto a equipe não terá o atacante Crisitano, que levou o terceiro cartão amarelo. O ala esquerdo Willian, que saiu lesionado, também é dúvida.

Em compensação deve voltar o atacante Rodrigo Gral, que se recupera de lesão, e pode estrear o ala esquerdo Gilton, contratado junto ao Joinville.

Por

Comentários