Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Reprodução assistida e risco de câncer

17 de março de 2013 0


A postergação da gestação por parte das mulheres, bem como o avanço das tecnologias reprodutivas, têm aumentado a procura pela reprodução assistida. Para estas técnicas, são prescritas medicaçōes hormonais que têm por objetivo aumentar o número de óvulos.

Embora muitas destas medicações já venham sendo usadas há mais de 30 anos, ainda existem questionamentos sobre os riscos de câncer associados ao seu uso. Recente publicação em revista médica especializada fez uma revisão deste tema , avaliando os riscos da estimulação ovariana para fertilização “in vitro” com câncer de ovário, endométrio e colo uterino.

Os resultados mostraram que a fertilização “in vitro” não aumenta o número de casos de câncer de colo uterino. Os casos de câncer de endométrio e ovário são maiores no grupo que fez fertilização do que na população em geral, mas este risco não parece estar associado ao uso de medicamenteos, mas sim à infertilidade.

Desta forma, embora mais estudos sejam necessários, o uso de drogas estimuladoras da ovulação tem se mostrado seguro para o grupo de mulheres inférteis que necessitam de reprodução assistida.

Postado por Isabel de Almeida

Envie seu Comentário