Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ligações perigosas 2

24 de novembro de 2014 7

A respeito da nota Ligações Perigosas, publicada na coluna de domingo, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Florianópolis informa que Cesar Souza Junior não recebeu em audiência o empresário Adriano Nunes, mas o deputado estadual eleito Gean Loureiro, o que é inerente à função de prefeito.

E acrescenta em nota: Gean estava acompanhado do empresário, do ex-secretário de Administração da prefeitura Constâncio Maciel e de um fotógrafo.

No mais
Adriano Nunes foi preso pela Polícia Federal na sexta-feira, acusado de envolvimento nos crimes investigados na Operação Ave de Rapina.

comentários

Comentários (7)

  • Costa diz: 24 de novembro de 2014

    Não deixa de ter recebido o empresário; Merecemos uma esplicação, pelo menos do Gean. Por outro lado, é bom lembrar que é o mesmo da empresa dos guinchos, que a PM, PMF e DETRAN, não sei se outras Prefeituras, muito gostam de utilizar para sacanear motoristas. Existem muitos comentários sobre a utilização dos guinchos, cabendo uma investigação por parte do Ministério Público.

  • Marcos diz: 24 de novembro de 2014

    E lá vem o prefeito querendo tirar as coisas das costas dele. Até onde me consta, o empresário é muito próximo do prefeito. Os dois até foram vistos conversando de maneira bem próxima e animada num horário de almoço na Lindacap, antes das eleições. Sem contar que o empresário sempre pedia votos a todos para o pai do prefeito, que era candidato a deputado federal.

    Quer enganar quem, prefeito? Tem certeza que não conhece e não tem contato com o empresário?

  • Roberto diz: 24 de novembro de 2014

    Rafael, meu caro.

    No DC de sexta passada, na capa do mesmo, às 16:31, a seguinte chamada de capa: “..novas interceptações telefônicas confirmam que o Ver. Farias, ligou para o prefeito informando da prisão dos servidores”. Ora, desde o início da operação AR, mo momento em que seus aliados eram presos, o prefeito saiu a vistoriar algumas das poucas obras em curso nesta Cidade, como que querendo dizer: não tenho nada com e a vida segue. Alguém é tão inocente para achar que os procedimentos de licitações que ocorrem nesta Capita, são da exclusiva competência do Executivo municipal e não do legislativo, como estão querendo nos fazer crer. Outra coisa, sexta feira a Assessoria de comunicação social da PMF, em nota, disse que sua Excia. fora espontaneamente a PF prestar esclarecimentos. Não era verdade, S. Excia. foi intimado, conforme confirmação posterior por parte do delegado responsável pelo inquérito, sendo que este, ainda profetizou, dizendo que a operação ainda teria mais desdobramentos. Então Senhores, fiquem atentos, por que vem mais escândalo por aí

  • Marcos diz: 25 de novembro de 2014

    Bem complementado, Sr. Roberto.

  • Luis diz: 25 de novembro de 2014

    Dario Gean Moeda Verde X Cezinha de Rapina. Tudo muda, para tudo continuar igual na Floripa de hoje, um grande Bokarrão.

  • Rodrigo diz: 25 de novembro de 2014

    Gean, é? Hmmmmm… A que título o Sr. empresário acompanhava o novel deputado estadual Gean Loureiro? Seria interessante ele explicar aos seus eleitores (no mínimo) qual a razão de se deixar acompanhar por tão distinto empreendedor.

  • Gustavo diz: 26 de novembro de 2014

    resário Adriano Nunes preso na operação Ave de Rapina é ligado ao Gean Loureiro, ele é dono da empresa dos Outdoors que Gean sempre colocou na Ilha. Olha quem tava na festa quando colocaram as tvs nos onibus em 2010 , o presidente amigão Gean Lourero http://www.acontecendoaqui.com.br/midia-tv-em-onibus-e-lancada-em-florianopolis/ (o site apagou todas as fotos onde aparecem Gean e Adriano) bom rever os contratos de 2010 tambem. O empresário é o coordenador da campanha do Gean desde quando ele era vereador. Tem rolo, só procurar. Tudo na net com nome de InfoTV e Adriano foram apagadas as fotos ligando ele ao Gean Loureiro.

Envie seu Comentário